domingo, 29 de julho de 2018

“Volta a Portugal de Cadetes Liberty Seguros”

Marc Cabedo resiste ao ataque dos portugueses

Por: José Carlos Gomes

O espanhol Marc Cabedo (Gimenez Ganga-Primoti-Tocobike) conquistou hoje a 11.ª Volta a Portugal de Cadetes Liberty Seguros, graças ao terceiro lugar na última etapa, ganha por João Ferreira (Cruz de Cristo), depois de percorridos 74 quilómetros, em Torres Vedras.

Como se esperava, a última etapa seria determinante para encontrar o vencedor da corrida, pois disputava-se em circuito, entre o centro de Torres Vedras e as subidas do Varatojo e da Serra da Vila. A exigência do percurso permitiu a primeira vitória em três dias aos ciclistas portugueses, mas não evitou que a camisola amarela ficasse no corpo de Marc Cabedo.

A terceira e última etapa acabou por ser discutida por um grupo de oito ciclistas, que abordou a reta da meta em conjunto. O mais rápido do dia foi o campeão nacional de contrarrelógio na categoria de cadetes. Diogo Neves, campeão nacional cadete de cross country olímpico, mostrou também excelentes dotes de estradista, repetiu o segundo lugar que já conseguira na tirada anterior. O terceiro foi Marc Cabedo.

Feitas as contas, na ausência de bonificações, teve de recorrer-se ao desempate por pontos para determinar o vencedor da Volta a Portugal de Cadetes. Marc Cabedo terminou a prova com 7 pontos (3 do terceiro lugar no primeiro dia, um do primeiro lugar ontem e três do terceiro posto hoje). Diogo Neves, com o mesmo tempo do espanhol, foi o segundo classificado, porque somou 37 pontos. O terceiro classificado, a 9 segundos, foi Lucas Braga.

Marc Cabedo juntou a camisola dos pontos à amarela, Diogo Neves fechou a competição como melhor trepador e Lucas Lopes (BMC/Póvoa de Varzim/CDC Navais) foi o mais bem colocado dos cadetes de primeiro ano. A equipa mista formada pelo CC Loulé e pelo BTT Loulé/Elevis triunfou coletivamente.

Fonte: FPC

Sem comentários:

Enviar um comentário