quinta-feira, 11 de maio de 2017

“Silvan Dillier conquista sexta etapa”

Suíço da BMC superou concorrência em Terme Luigiane

Por: Lusa

Foto: EPA

O suíço Silvan Dillier (BMC) venceu esta quinta-feira a sexta etapa da Volta a Itália em bicicleta, impondo-se ao belga Jasper Stuyven (Trek-Segafredo) e ao austríaco Lukas Pöstlberger (Bora-Hansgrohe), na chegada, em Terme Luigiane.
O trio chegou isolado, após os 217 quilómetros desde Reggio Calabria, tendo Dillier batido Stuyven ao sprint, após 04:58.01 horas, enquanto Pöstlberger terminou na terceira posição, 12 segundos depois.
O luxemburguês Bob Jungels (Quick-Step Floors) permanece na liderança da prova e, na sexta-feira, vai partir para os 224 quilómetros da sétima etapa, entre Castrovillari e Alberobello, com seis segundos de vantagem sobre o britânico Geraint Thomas (Sky), segundo classificado. O também britânico Adam Yates (Orica-Scott) segue na terceira posição, a dez segundos.

Fonte: Record on-line

“Pedro Silva venceu o Prémio de Ciclismo Freguesia de Golães / Troféu José Martins”

Pedro Silva (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact) venceu o Prémio de Ciclismo Freguesia de Golães / Troféu José Martins, chegando à linha de meta na companhia do seu colega de equipa João Carvalho. Organizada pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Federação Portuguesa de Ciclismo, com o apoio da Câmara Municipal de Fafe, a corrida também foi pontuável para a Taça de Portugal de Cadetes e para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã.

Com início e final em Golães (Fafe), o percurso do Prémio de Ciclismo Freguesia de Golães / Troféu José Martins incluiu passagens pelos concelhos de Fafe, Guimarães, Felgueiras e Póvoa de Lanhoso, numa extensão total de 74,2 kms que foi cumprida por um pelotão de mais de 60 jovens ciclistas.

A corrida de ciclismo proporcionou um excelente espetáculo desportivo, onde não faltaram momentos de grande competitividade. Pompeu Martins (Vice-Presidente da Câmara Municipal de Fafe), Filipe Silva (Presidente da Junta de Freguesia de Golães), Sérgio Sousa (ex-ciclista e dirigente da Federação Portuguesa de Ciclismo), assim como os sócios honorários e de mérito da ACM José Martins, José Luís Galdamez, Manuel Castro e Francisco Rocha foram algumas das individualidades que marcaram presença na competição organizada conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Federação Portuguesa de Ciclismo com o apoio da Câmara Municipal de Fafe.

As várias tentativas de fuga e as movimentações constantes no grupo principal de corredores, assim como as dificuldades do percurso, fizeram com que o pelotão chegasse fracionado ao termo da prova. Pedro Silva e João Carvalho, ambos da equipa Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact, chegaram isolados à meta, depois da seletiva subida final.

Pedro Silva e João Carvalho cumpriram o percurso à média de 38,468 km/h, cortando a meta isolados com a vantagem de cinco segundos para o segundo classificado, Daniel Dias (Maia). O quarto classificado foi João Silva (C.C.Barcelos/ AFF /Orbea / Onda), a 19 segundos do vencedor, seguindo-se na classificação final Marco Marques (Tensai / Sambiental / Santa Marta), Manuel Barbosa (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact), João Martins (C.C.Barcelos/ AFF /Orbea / Onda), João Almeida (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact), Edgar Santos (Maia) e Flávio Fernandes (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact).

A classificação por equipas foi ganha pela formação Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact, seguindo-se as formações C.C.Barcelos/ AFF /Orbea / Onda e Maia.

O Prémio Junta de Freguesia de Golães / Troféu José Martins foi organizado pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Federação Portuguesa de Ciclismo, contando com o patrocínio da Câmara Municipal de Fafe e o apoio da Freguesia de Golães, Bombeiros Voluntários de Fafe, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Salvaggio, Controsafe, AFAcycles, Jopedois, Fafefuel, Guimarpeixe, Auto Terror e Ciclismo a fundo (revista oficial).

Nos últimos anos Golães tem acolhido competições de ciclismo regulares organizadas pela Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Fafe. Além disso, em 2009, numa jornada impagável da memória, a Associação de Ciclismo do Minho promoveu no final do Troféu José Martins / Taça de Portugal de Juniores a apresentação do livro “A Magia do Tour - Participação dos corredores portugueses” escrito a quatro mãos por Alves Barbosa e José Magalhães Castela que marcaram presença na iniciativa. Também nesse ano de 2009, a Câmara Municipal de Fafe e a Junta de Freguesia de Golães homenagearam no final da prova José Martins e o seu irmão Manuel Martins, igualmente ex-ciclista.

Mais recentemente, a Associação de Ciclismo do Minho promoveu em 2014, aquando da habitual prova de ciclismo, uma cerimónia de entrega de distinções a dirigentes desportivos de Fafe em reconhecimento pelo mérito do desempenho de funções associativas ao longo de mais de três décadas. Na sequência da deliberação da Assembleia-Geral, a ACM entregou a distinção de Presidente Honorário aos fafenses Manuel Fernandes Castro e Jorge Filipe Gonçalves e de Vice-Presidente Honorário a Francisco Orlando Marinho, enaltecendo os relevantes serviços prestados ao Ciclismo e à Associação de Ciclismo do Minho.

Recorde-se ainda que a Associação de Ciclismo do Minho atribuiu à Câmara Municipal de Fafe o título de sócia honorária em reunião da Assembleia-Geral que aprovou a proposta da Direção por unanimidade e aclamação.

Subscrita pela Direção da Associação de Ciclismo do Minho a proposta aprovada pela Assembleia Geral afirma que “Fafe é um importante pólo de desenvolvimento do ciclismo onde se encontra sempre, em especial por parte da autarquia, cooperação e sensibilidade para colaborar na implementação de vários projetos da modalidade”.

O documento refere que “para além do apoio ao ciclismo na década de 60, nos inícios de 1977 Fafe esteve na génese da Associação de Ciclismo do Minho quando um grupo de amantes da modalidade avançou para o apoio às equipas de ciclismo existentes (entre as quais a Associação Desportiva de Fafe) e lançou as bases para a criação da ACM na qual se viria também a filiar nesse mesmo ano o Grupo Nuno Álvares – Fafe. Desde então, o apoio de Fafe à modalidade não tem cessado, acolhendo o concelho inúmeros e importantes eventos de ciclismo por onde têm desfilado promessas e certezas do ciclismo”.

“Fafe não faz apenas parte da história da ACM, Fafe faz parte da história do ciclismo nacional, tendo germinado naquele concelho uma peculiar e entusiástica forma de sentir e viver o ciclismo. Em Fafe surgiu também ao longo dos anos uma grande comunidade que estabeleceu uma íntima relação com a modalidade, tanto como adeptos, como nas funções de atletas, treinadores, mecânicos, árbitros, dirigentes e patrocinadores, entre outras”, sustentou a Direção da ACM na proposta analisada e aprovada pela Assembleia Geral.

Segundo os dirigentes minhotos que subscreveram o documento, “para esta realidade que orgulha a ACM e o ciclismo, auxiliou e auxilia bastante a Câmara Municipal de Fafe que há mais de 25 anos e de forma ininterrupta apoia regularmente o ciclismo e a Associação de Ciclismo do Minho, incentivando a prática desportiva e contribuindo para a promoção do concelho de Fafe e das suas potencialidades”.

A terminar, a proposta afirma que “considerando que a gratidão e a valorização dos contributos para a modalidade é algo ao qual não devemos renunciar e que só conseguiremos construir o futuro se respeitarmos o passado e se soubermos valorizar e reconhecer os bons exemplos do presente, a Direção da Associação de Ciclismo do Minho apresenta à Assembleia

Geral a proposta de atribuição à Câmara Municipal de Fafe do título de Sócia Honorária. Além do reconhecimento à Câmara Municipal de Fafe pelo contributo para o desenvolvimento do ciclismo e para a promoção da prática desportiva, a Direção da ACM pretende também homenagear todos os fafenses pela forma hospitaleira como acolhem o ciclismo e pelo apoio, carinho e dedicação à modalidade”.

José Martins - Glória do ciclismo é natural de Golães

Importante freguesia do concelho de Fafe, Golães é a terra natal de José Martins um consagrado ciclista português, premiado com uma carreira internacional assinalável. Ao longo do seu percurso como profissional (1971-1980) envergou as camisolas da Coelima, Canada Dry-Gazelle, Kas-Campagnolo, Teka e Moliner-Vereco, ao serviço das quais obteve destacados resultados: Volta a Portugal/1972 e 1973 (2º e 3º), Volta à Madeira/1974 (1º), Volta à Catalunya/1974 (1º), Volta a Mallorca/1974 (1º), Volta a Aragón/1975 (2º), Volta ao País Basco/1975 (3º), Vuelta à Espanha/1975 (6º), Tour Suisse/1976 (1º Prémio da Montanha) e Tour de France/1976, 1977 e 1978 (12º, 17º e 22º).

Golães apresenta-se como uma das freguesias mais extensas, mais povoadas e mais desenvolvidas do concelho de Fafe, situando-se a quatro quilómetros da sede do concelho e estendendo-se encosta fora na margem esquerda do rio Vizela.

Como coletividades ativas e atuantes, a comunidade de Golães conta, entre outras, com a prestigiada Banda de Golães.

Fonte: ACM

“Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros”

Fábio Ribeiro e Susana Santos vitoriosos no 20º BTT C.N.E. / Gondar Jovem - Taça Manuel Abreu

Duas centenas de atletas marcaram presença no 20º BTT XCO C.N.E. / Gondar Jovem - Taça Manuel Abreu, quinta etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros que decorreu em Gondar (Guimarães) em homenagem ao ciclista vimaranense que se sagrou campeão nacional de ciclismo de estrada e de rampa e venceu o Grande Prémio do Minho de 1996.

Organizado em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho, Agrupamento de Gondar do Corpo Nacional de Escutas e Gondar Jovem - Associação Juvenil, o 20º BTT XCO C.N.E. / Gondar Jovem - Taça Manuel Abreu saldou-se num êxito desportivo e organizativo.

Num magnífico dia para a prática do BTT, muito público esteve presente em mais uma excelente jornada de promoção da modalidade como, aliás, é habitual na prova de Gondar. Na prova de homenagem a Manuel Abreu a Associação de Ciclismo do Minho reconheceu publicamente os 20 anos de realização da priva de BTT aos parceiros de organização local, nomeadamente, o Agrupamento 409 do Corpo Nacional de Escutas (Gondar – Guimarães), Gondar Jovem – Associação Juvenil e Paróquia de São João Baptista de Gondar.

Na corrida de elites, Fábio Ribeiro (ProRebordosa / Oforsep / RJ Group) voltou a ser o mais forte nas provas do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros, ficando na segunda posição César Oliveira (Saertex Portugal / Edaetech) e Márcio Taledo (Batotas / Ponte de Lima) na terceira.

Na categoria feminina, Susana Santos (ASC/Focus Team-Vila do Conde) somou em Gondar nova vitória no campeonato minhoto, enquanto Daniela Pereira (Saertex Portugal / Edaetech) foi segunda e Leandra Gomes (BaToTas / Ponte de Lima) a terceira.

No escalão de juniores André Terroso (ASC/Focus Team-Vila do Conde) foi o vencedor, deixando Marco Azevedo (Tomatubikers / Toyota – Macedo & Macedo) no segundo posto e Vínicio Rodrigues (Seissa/KTM - Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) no terceiro. Jéssica Costa (ASC/Focus Team-Vila do Conde) foi a vencedora em femininos, relegando para as restantes posições do pódio Celina Faria (JUM – Sanitop – KTM) e Débora Figueiredo (Seissa/KTM - Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), segunda e terceira, respectivamente.

Em masters 30, Ruben Nunes (ASC/Focus Team-Vila do Conde) regressou aos triunfos no Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros, deixando atrás de si Ricardo Sousa (ASC/Focus Team-Vila do Conde) e Pedro Marques (BTT Seia) fechou o pódio.

Na competição feminina de masters a vencedora foi Monserrat Alonso (Saertex Portugal / Edaetech).

Nos masters 40, José Magalhães (ASC/Focus Team-Vila do Conde) voltou a vencer, enquanto José Eiras (Cambre C.C.) se ficou pelo segundo posto e Francisco Branco (Maiatos /ReabNorte) pelo terceiro.

Rodolfo Lopes (ASC/Focus Team-Vila do Conde) foi o melhor no escalão de masters 50 em que João Araújo (JUM / Sanitop / KTM) foi segundo e Domingos Rufo (Saertex Portugal / Edaetech) o terceiro.

Tiago Sousa (ASC/Focus Team-Vila do Conde) triunfou no escalão de Cadetes, Guilherme Fangueirinho (JUM – Sanitop – KTM) ficou na segunda posição e Gonçalo Magalhães (ASC/Focus Team-Vila do Conde) foi terceiro. Em femininos, Ana Santos (ASC/Focus Team-Vila do Conde) obteve foi a vencedora, relegando as colegas de equipa da JUM – Sanitop – KTM, Beatriz Abreu e Beatriz Faria, para a segunda e terceira posições, respectivamente.

Nos escalões de escolas, em juvenis, venceram João Cruz (ASC / Focus Team-Vila do Conde) e Mariana Líbano (BMC / SRAM / Póvoa de Varzim), em infantis João Martins (Seissa/KTM - Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) e Beatriz Silva (BMC / SRAM / Póvoa de Varzim), em iniciados Rui Sabino (CRC / Garbo / Módulo 60) e Rafaela Lima (Escola BTT Matosinhos) e em pupilos-benjamins Pedro Martins (Bila Bikers / Carnes Silva / Cycles Oliveira) e Leonor Silva (Tomatubikers / Toyota – Macedo & Macedo).

Na categoria de promoção o melhor foi Fernando Faria, seguido de Marco Santos e José Meneses.

Colectivamente a ASC / Focus Team-Vila do Conde venceu a classificação de competição e o Centro e Recreio Camiliamo / Garbo / Módulo 60 a de escolas.

O 20º BTT XCO C.N.E. / Gondar Jovem - Taça Manuel Abreu teve o apoio da Federação Portuguesa de Ciclismo, MAPFRE | Seguros, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, POPP Design, Salvaggio, Controlsafe, AFAcycles, Bike Magazine (revista oficial).

O Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros prossegue no próximo dia 16 de julho com a realização do 11º BTT XCO de Felgueiras (16 de julho), seguindo-se o 7º BTT XCO Os Braguinhas – Troféu Manuel Ferreira (3 de setembro), 14º BTT de Creixomil - Barcelos (10 de setembro),19º BTT XCO - ACRAP (24 de setembro) e o 3º BTT XCO - Souto Santa Maria (15 de outubro).

Manuel Abreu

Manuel Abreu nasceu em Gondar (Guimarães) a 5 de janeiro de 1963 e faleceu a 25 de fevereiro de 1997, tendo sido distinguido pela Câmara Municipal de Guimarães com a medalha de mérito desportivo e pela Associação de Ciclismo do Minho e Federação Portuguesa de Ciclismo.

Enquanto jovem, Manuel Luís Campos de Abreu acompanhou de perto a carreira de ciclista dos seus irmãos João e Jerónimo, quando estes representavam a equipa da Coelima. Com 20 anos de idade, em 1983, deixou a fiação onde trabalhava para se dedicar em exclusivo ao ciclismo. Representou a equipa da Coelima, de 1983 a 1985, tornou-se profissional nesse ano pelo Vitória Sport Clube e representou a seguir a equipa Garcia Joalheiro.

Manuel Abreu alinhou ainda nas formações Tensai / Mundial Confiança / Santa Marta, Sicasal /Acral e Maia / Jumbo, nesta última ao lado do seu irmão mais novo Joaquim Sampaio.

Sagrou-se Campeão Nacional de ciclismo de estrada, Campeão Nacional de Rampa por duas vezes e venceu várias provas, entre as quais o Grande Prémio do Minho de 1996.

Na Volta a Portugal em bicicleta ganhou o prémio do combinado em 1992, ano em que terminou a prova rainha do ciclismo português em segundo lugar.

Representou Portugal em diversos Campeonatos do Mundo e marcou presença em várias Voltas a Espanha e no Giro de Itália.

Fonte: ACM

“Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã"


Prémio "Força Minho" substitui o Circuito de Avidos no dia 10 de junho (Cadetes e Juniores)

Pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã e destinado às categorias de cadetes e de juniores, realiza-se no dia 10 de junho, em Guimarães o Prémio de Ciclismo "Força Minho" que substitui no calendário o Circuito de Avidos.

O Prémio de Ciclismo "Força Minho", que conta com o apoio da União das Freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião (Guimarães), começará e terminará junto à sede da Associação de Ciclismo do Minho, na Rua Associação Artística Vimaranense (Urbanização da Atouguia). O início da corrida de cadetes está agendado para as 14 horas e o arranque da prova de juniores para as 16 horas.

O Prémio "Força Minho" assinala o regresso das provas de ciclismo à Urbanização da Atouguia (São Paio - Guimarães), onde se encontra localizada a sede de Associação de Ciclismo do Minho. Na década de 90 o local acolheu diversas provas de ciclismo dos escalões de formação, nas quais participaram nomes sonantes do ciclismo, chegando a receber o final de uma etapa do Grande Prémio do Minho.

Sede de uma das poucas associações desportivas regionais localizadas em Guimarães, as instalações da Associação de Ciclismo do Minho foram oficialmente inauguradas em 21 de Julho de 1990, tendo sido reinauguradas no dia 9 de fevereiro de 2013 depois de obras de remodelação que, a par da resolução de vários problemas estruturais, permitiram dotar a sede de mais funcionalidade e reconverter alguns espaços.

Fonte: ACM

“Equipa Portugal/Seleção Feminina compete no País Basco”

A Equipa Portugal Feminina participa, no próximo dia 16 de maio, na clássica Durango – Durango, corrida internacional 1.2, que se disputa no País Basco.

O selecionador nacional de ciclismo feminino, Gabriel Mendes, convocou seis corredoras, três de elite, uma sub-23 e duas juniores que têm a oportunidade de intensificar o processo de aprendizagem e desenvolvimento internacional.

A Equipa Portugal vai ser formada pelas corredoras de elite Daniela Reis (Lares-Waowdeals), Celina Carpinteiro e Liliana Jesus (5Quintas/Município de Albufeira), pela sub-23 de primeiro ano Soraia Silva (Bairrada) e pelas juniores Maria Martins (Bairrada) e Marta Branco (Maiatos/Reabnorte).

“É uma corrida importante em termos formativos para as corredoras mais jovens e também será um elemento importante na preparação da Daniela Reis para os objetivos futuros ao serviço da Seleção, como é o caso do Europeu e do Mundial”, explica Gabriel Mendes.

O percurso em carrossel, sempre a subir e a descer, ao longo de 113 quilómetros, é a imagem de marca desta competição que atrai, todos os anos, algumas das melhores corredoras e equipas internacionais, como fica comprovado pela lista de vencedoras, que inclui nomes incontornáveis do ciclismo feminino, como é o caso de Emma Johansson, Emma Pooley, Marianne Vos ou Megan Guarnier.

Fonte: FPC

“3º Passeio de Cicloturismo Vitória Clube de Lisboa”

Dia 11 de Junho de 2017

9 Horas

Texto e cartaz: José Morais

O Grupo de Cicloturismo Vitória Clube de Lisboa, leva para a estrada no próximo dia 11 de junho o seu 3º passeio de cicloturismo, um passeio informal pela cidade de Lisboa, que promete uma manhã de domingo sem dúvida de boas pedaladas, que ao ritmo de passeio, os participantes podem desfrutar a capital, calma, e sem stress.

O evento faz parte do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), terá uma extensão de cerca de 50 quilómetros, percorridos pelos pontos mais emblemáticos de Lisboa, a concentração está marcada para as 8 horas no Campo de futebol do Vitória Clube de Lisboa, à Picheleira, e a partida marcada para as 9 horas.

As inscrições devem ser feitas até ao dia 5 de junho, só assim serão garantidas lembranças aos participantes, no final haverá banho, lembranças a todos os participantes, e um belo porco no espeto, para regalar o apetite, onde os participantes podem tarde dentro continuar o convívio.

Para informações e inscrições podem ser feitas pelo:

Telefone: 966 287 689 ou pelo mail: cicloturismo@vcl.pt

Marque já na sua agenda, marque presença, faça como nós, e pode contar ainda com reportagem completa do Notícias do Pedal, o qual apoia a iniciativa