sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

“Divulgação”

Nota de redação…

Apesar de esta notícia não estar enquadrada na nossa linha editorial, achamos interessante e importante a mesma, a qual decidimos divulgar e publicar, assim fica também a nossa homenagem a todos os Bombeiros.

A Fênix – Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil, no âmbito das suas competências em colaboração com o Santuário de Fátima, vai no dia 22 de Abril de 2018 produzir uma Homenagem potenciada pelo catastrófico ano de 2017 no que concerne aos incêndios florestais, a serem Homenageados:

• Bombeiros e Agentes de Proteção Civil falecidos no cumprimento da sua missão,

• Bombeiros e Agentes de Proteção Civil,

• A todos quantos não conseguimos salvar.

Para além dos convites oficiais a decorrer, considerem-se já convidados todos os Agentes de Proteção Civil e seus familiares.

Convidamos de igual modo, todos quantos pretendam prestar a sua Homenagem a estes Homens e Mulheres, que coexistem com o desígnio de sustentar a sua vida livre de todo e qualquer perigo e que quando o improvável acontece usam a sua própria vida como escudo da sua!


Programa:

 
10:00

Rosário, na Capelinha das Aparições

 
11:00

Procissão para o Altar do Recinto,

Missa Internacional e procissão do “Adeus” no final da celebração

 
13:00

Benção de Viaturas

A Benção das viaturas realiza-se no parque nº 12 (reservado para o efeito).

Fonte: Fênix - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE BOMBEIROS E AGENTES DE PROTEÇÃO CIVIL
    


“44ª Volta ao Algarve em Bicicleta arranca em Albufeira”

A 44.ª Volta ao Algarve vai estar na estrada de 14 a 18 de fevereiro, com 13 equipas do WorldTour, o maior número de formações de primeira divisão que alguma vez competiu na prova portuguesa. Albufeira é o local da partida, pelo segundo ano consecutivo, na jornada inaugural da prova, que termina em Lagos. Os 175 corredores irão alinhar-se no dia 14, pelas 12h05, na Avenida dos Descobrimentos, junto à Câmara Municipal de Albufeira.

A Volta ao Algarve está de regresso em 2018 e continua a afirmar-se como um dos melhores eventos desportivos portugueses e como uma das provas de referência do circuito europeu de ciclismo. Mais de metade do pelotão, com 25 equipas, será composto por coletivos da primeira linha internacional.

Entre as equipas confirmadas estão as seis melhores do ranking mundial de 2017: Team Sky (GBR), Quick-Step Floors (BEL), BMC Racing Team (USA), Team Sunweb (GER), Trek-Segafredo (USA) e  Movistar Team (ESP). A estas juntam-se  Bora-hansgrohe (GER), FDJ (FRA), Lotto NL Jumbo (NED), LottoSoudal (BEL), Team Dimension Data (RSA), Team Katusha Alpecin (SUI) e UAE Team Emirates (UAE).

A prova arranca com uma ligação de 192,6 quilómetros, entre Albufeira e Lagos, que se prevê decidida ao sprint. A segunda etapa leva a caravana de Sagres até ao alto da Fóia, ao longo de 187,9 quilómetros. Lagoa recebe a partida e a chegada da terceira etapa, um contrarrelógio individual de 20,3 quilómetros, num percurso para especialistas. A quarta etapa é a mais longa da competição, 199,2 quilómetros entre Almodôvar e Tavira. As decisões ficam guardadas para a quinta e última etapa, 173,5 quilómetros entre Faro e o alto do Malhão (Loulé), com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de segunda categoria.

A Volta ao Algarve em Bicicleta será transmitida em direto para mais de 50 países através da cadeia Eurosport, que, em Portugal, irá partilhar a transmissão com a TVI24.

Cortesia: DiariOnline Região Sul

“International Belgian Track Meeting”

Equipa Portugal de pista pedala na Bélgica

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal continua em grande atividade, uma semana depois dos resultados históricos obtidos pelos gémeos Ivo e Rui Oliveira na Taça do Mundo. Desta feita, a seleção nacional compete no International Belgian Track Meeting, que se realiza, sábado e domingo, no Centro Velocipédico Eddy Merckx, em Gent, Bélgica.

A competição deste fim-de-semana, de classe 1 mundial, já conta para o apuramento para o Campeonato Mundial de 2019. É, pois, tendo em vista o futuro que a Equipa Portugal se apresenta na Bélgica, com o intuito de trabalhar outros corredores que não o duo que mais alegrias tem dado aos portugueses.

O selecionador nacional, Gabriel Mendes, convocou o sub-23 Miguel do Rego (CM Aubervilliers 93) e os ciclistas de elite César Martingil (Liberty Seguros-Carglass) e João Matias (Vito-Feirense-BlackJack).

Os três tentam, no sábado, o apuramento para a final de omnium na categoria de elite, entre as 9h00 e as 9h40. Caso consigam a qualificação, as quatro corridas de omnium vão decorrer entre as 10h30 e as 16h20. Ainda no sábado, Miguel do Rego disputa a final direta de scratch para sub-23, às 18h20.

César Martingil e João Matias fazem dupla, no domingo, na prova olímpica de Madison, às 13h15. Já antes, às 10h45, Miguel do Rego terá competido na corrida por pontos para sub-23.

Fonte: FPC

“Tim Wellens vence Trofeo Serra de Tramuntana pelo segundo ano consecutivo”

Lotto Soudal foi o mais rápido

Por: Lusa

O ciclista belga Tim Wellens (Lotto Soudal) venceu esta sexta-feira o Trofeo Serra de Tramuntana, segunda de quatro corridas de um dia em Maiorca, Espanha, conseguindo a segunda vitória consecutiva na prova.

Wellens fez vingar a fuga de cinco ciclistas e terminou os 140,1 quilómetros do segundo dia em 3:45.52 horas, à frente do italiano Gianni Moscon (Sky), com o mesmo tempo, e do espanhol Alejandro Valverde (Movistar), que fechou o pódio a 24 segundos.

O ciclista belga já tinha vencido o 'Mallorca Challenge', evento composto por quatro troféus independentes que inauguram a temporada de ciclismo na Europa, em 2017, incluindo outro triunfo na Serra de Tramuntana.

O único português em prova, Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA), não terminou a tirada.

Fonte: Record on-line

“Três ciclistas da Quick Step atropelados por um camião”

Durante um treino na África do Sul

Por: Ana Paula Marques

Foto: Facebook Quick Step

O checo Petr Vakoc, o luxemburguês Bob Jungels e o belga Laurens di Plus foram atropelados por um camião esta sexta-feira, na África do Sul, quando realizavam um treino, informou a Quick Step. O primeiro foi o que ficou mais mal tratado, com várias fraturas, precisando de ser operado, sendo que Di Plus sobreu escoriações. Já Jungels não precisou de ser transportado ao hospital, contando pouco depois o que aconteceu.

"Estávamos a treinar quando de repente ouvi um forte som e quando olhei vi o Laurens e o Petr no chão. Não vi o camião, mas deve ter batido neles com a parte dianteira esquerda ou mesmo com o espelho. Corri para eles e consegui ver que eles estavam lesionados, então não toquei neles e com a ajuda de uma senhora, chamámos uma ambulância."

Fonte: Recod on-line