segunda-feira, 31 de julho de 2017

“Nova edição da Revista Notícias do Pedal”

Já está on-line mais uma edição da “Revista Notícias do Pedal”, a edição de julho, a número 263, contém uma grande diversidade de notícias, nas mais diversas modalidades, pode mensalmente ser visualizada em: www.noticiasdopedal.com descubra ainda outras novidades, conheça e esteja por dentro de todos os nossos projecto, boas leituras…

“79ª Volta a Portugal em Bicicleta/Começou a contagem decrescente…”

Texto: José Morais

Cartazes: Podium

Aproxima-se mais uma Volta a Portugal em Bicicleta, a edição 79ª apresenta algumas alterações, não muitas, com a mesma ser realizada mais uma vez quase a norte do país, uma breve passagem pelo Alentejo, a capital a fazer as honras da partida, e Viseu mais uma vez a fazer a despedida de mais uma edição.

Novamente este ano o troço de terra batida, parece que pegou, apesar de não ser propício a este tipo de bicicletas, mas são as escolhas, e mais uma vez a Torre a ver passar os ciclistas ao lado, uma das etapas sem dúvida mais emblemáticas, que mais um ano vai afastar muitos amantes da modalidade, mas, organização é organização, e são eles que decidem.

Esperemos assim que seja uma volta bem disputada, sem grandes confusões, e com rigor, da nossa parte prometemos uma grande divulgação, estaremos a acompanhar par a par a mesma, algumas vezes no terreno, e estamos a preparar este ano uma edição especial, que ao longo de 16 dias vamos mostrar tudo o que se passa.

Diariamente, a opinião da etapa do dia seguinte, vista por Joaquim Gomes, diretor da Volta a Portugal, ainda o vídeo e o mapa do trajeto da mesma etapa, como ainda o resumo do dia da etapa, e tudo que se passou na mesma, não poderíamos deixar assim de passar em branco.

Esperemos poder estar assim á altura de mostrar os melhores momentos da prova mais importante da velocipedia portuguesa.

“Prova condiciona trânsito em Lisboa de quinta-feira a sábado”

Saiba quais as vias que estarão condicionadas pela Volta

Por: Lusa

Foto: Miguel Barreira

O trânsito vai estar condicionado em várias artérias da cidade de Lisboa entre a próxima quinta-feira e sábado, devido à partida da 79.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, anunciou esta segunda-feira a Câmara Municipal.

De acordo com a autarquia, na quinta-feira o trânsito vai estar condicionado na via destinada aos autocarros turísticos na Praça do Império, em Belém. Estes autocarros deverão parquear no Parque dos Pinheiros, ao lado do Museu da Marinha.

Devido ao Prólogo da Volta, na sexta-feira, entre as 07:00 e as 21:00 verificar-se-á a interrupção total da circulação na Avenida da Índia, entre a Avenida Torre de Belém e a Avenida de Ceuta, mantendo-se a circulação na Avenida Brasília.

A partir das 10:00 de sábado, devido ao Passeio da Volta, estão previstos cortes ao tráfego, à passagem dos participantes, no Rossio dos Olivais, na Alameda dos Oceanos, na Rotunda dos Vice-Reis, na Rotunda das Oliveiras, na Avenida da Peregrinação e na Avenida de Moscavide.

A Câmara de Lisboa destacou que as alterações à circulação e os desvios de trânsito serão assinalados no local pelas autoridades policiais.

A 79.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta vai ser disputada entre 4 e 15 de agosto.

Fonte: Record on-line

“Coruche marcado por um dia preenchido de competições”

O Alhandra Sporting Club e o Sporting Clube de Portugal foram os grandes vencedores da etapa da Taça de Portugal de Triatlo, parte integrante do I Triatlo de Coruche. Organizado de forma conjunta entre a Câmara Municipal de Coruche e a Federação de Triatlo de Portugal, o evento, recebeu perto de 800 triatletas de todas as idades que competiram na prova da Taça de Portugal e na etapa da Campeonato Nacional Jovem, vencida pelo Sport Lisboa e Benfica.

A vila ribatejana foi palco de momentos de grande intensidade e observou à prestação de todos os triatletas em competição que procuraram a representação dos seus clubes ao mais alto nível. Foi na praia fluvial de Coruche que foi dado o tiro de partida para as provas que levaram todos os participantes a percorrer os percursos da região e a desfrutar de mais uma oportunidade de completar um triatlo.

A Taça de Portugal de Triatlo foi, mais uma vez, o ponto alto das competições. Naquela que foi a nona etapa da mítica competição nacional, clubes e atletas foram desafiados a disputar 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. Na frente masculina a prova ficou marcada pela competitividade sentida em todos os segmentos e ao longo de todo o percurso. Gil Maia, BH Porto Triatlo, foi o grande vencedor da etapa. O triatleta internacional demonstrou vontade e determinação de voltar a subir ao lugar mais alto do pódio numa competição da Taça de Portugal e, no último segmento da prova, distanciou-se da concorrência e cortou a meta em primeiro lugar. Luís Ferreira, Alhandra Sporting Club, e Ricardo Batista, Clube de Natação de Torres Novas, completaram o pódio masculino na segunda e terceira posição, respectivamente.

Na prova feminina a grande vencedora foi Liliana Alexandre. A triatleta do Sporting Clube de Portugal voltou a demonstrar grande qualidade na corrida e cortou a meta, confortavelmente, à frente de todas as adversárias. Carolina Serra, Clube de Natação de Torres Novas, foi segunda classificada e Katarina Larsson, Sporting Clube de Portugal encerrou o pódio feminino no terceiro lugar.

O Alhandra Sporting Club, em masculinos, e o Sporting Clube de Portugal, em femininos, foram os grandes vencedores da etapa. Nos homens o Clube de Natação de Torres Novas e o Outsystems Olímpico de Oeiras ocuparam o segundo e terceiro lugar do pódio. Enquanto nas senhoras a segunda e terceira posição foram conquistadas por intermédio do Alhandra Sporting Club e do Escola Triatlo Santo António Évora, respectivamente.

No mesmo dia Coruche recebeu centenas de jovens triatletas para a disputa da penúltima etapa do CN Jovem. Foi longo da zona ribeirinha da vila que os triatletas competiram em defesa das cores dos seus clubes e, mais uma vez, tiveram a oportunidade de conviver e aprender com a nossa modalidade. Ao destacarmos os vencedores individuais de cada escalão em competição encontramos o nome de vários pequenos grandes atletas. Nos Benjamins foram Sara Realinho, Clube 4 Estilos, e Ricardo Pissarra, Alhandra Sporting Club, os primeiros a cortar a meta e a subir ao mais alto lugar do pódio. Cassilda Carvalho, Sport Lisboa e Benfica, e Manel Bartolomeu, Fátima Escola de Triatlo, venceram no escalão de infantis. Nos Iniciados, Rafaela Silva, Clube Natação do Cartaxo, e Gabriel Santos, triunfaram entre toda a concorrência. Enquanto Mariana Carvalho e Alexandre Silva, ambos do Sport Lisboa e Benfica, saíram vitoriosos no último escalão das competições Jovem, os Juvenis.

Em termos coletivos o Sport Lisboa e Benfica foi o grande vencedor. A formação lisboeta voltou a triunfar no CN Jovem e a conquistar os principais pontos disponíveis na etapa. O Alhandra Sporting Club foi segundo classificado e o último lugar do pódio foi conquistado por intermédio do Clube de Natação de Torres Novas.

Coruche voltou a marcar o calendário competitivo nacional ao receber a disputa de importantes competições. Desta feita, a realização do primeiro Triatlo na vila ribatejana que se traduziu em bons momentos de convívio, harmonia e também de competitividade.

Fonte: FTP

“Dylan Teuns vence terceira etapa da Volta à Polónia”

Peter Sagan recupera camisola amarela

Por: Lusa”

O ciclista belga Dylan Teuns (BMC) venceu esta segunda-feira a terceira etapa da Volta à Polónia, entre Jaworzno e Szczyrk, com o eslovaco Peter Sagan (Bora-hansgrohe) a recuperar a liderança da geral individual.

O belga, de 25 anos, cumpriu a tirada de 161 quilómetros em 3:51.41 horas, na primeira etapa de montanha da prova, com Sagan, novo camisola amarela, em segundo, e o colega de equipa Rafa Majka em terceiro, ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Teuns, que conseguiu a sua primeira vitória no World Tour, é agora segundo na geral, a seis segundos do campeão do mundo, que beneficiou também das bonificações do segundo lugar, com o polaco Majka a 12 segundos na terceira posição.

No primeiro teste às aspirações dos favoritos, com os últimos 70 quilómetros a decorrerem num circuito com cinco subidas e uma chegada em alto, Teuns, que foi terceiro na Fléche Wallonne e venceu a Volta à Valónia, superiorizou-se aos demais num 'sprint' compacto.

Depois de ter vencido a primeira etapa no seu regresso à estrada, Sagan, que ganhou a prova em 2011, procura suceder ao belga Tim Wellens, ausente da edição deste ano, enquanto Majka, campeão em 2014 e último polaco a vencer a corrida, também fica bem posicionado.

Antes, o português José Gonçalves (Katusha Alpecin) esteve envolvido na fuga do dia, anulada a 35 quilómetros da meta, enquanto Rui Costa (UAE Emirates) foi 14.º, a 14 segundos de Teuns, e ocupa a 12.ª posição da geral, a 30 segundos da camisola amarela.

Após a primeira etapa que produziu diferenças na geral, depois de dois dias para os velocistas com chegadas em pelotão compacto, Nelson Oliveira (Movistar) fecha o top-10, a 54 segundos, tendo hoje terminado na mesma posição, a 38 segundos.

O esforço de José Gonçalves, que este ano venceu o Ster ZLM, acabou por lhe custar uma melhor posição na geral, cortando a meta em 84.º, a mais de 13 minutos de Sagan.

Na terça-feira, os ciclistas enfrentam uma tirada de 238 quilómetros entre Zawiercie e Zabrze, em nova tirada apropriada para os homens mais rápidos do pelotão.

Fonte: Record on-line

“Agenda de Ciclismo”

Volta a Portugal de Cadetes na estrada de sexta a domingo

A décima edição da Volta a Portugal de Cadetes corre-se entre sexta-feira e domingo, mas começa na véspera, em plena Universidade de Coimbra, local escolhido para apresentação das equipas e para uma tertúlia desportiva que mostrará aos jovens ciclistas a importância de conciliar os estudos com a prática desportiva baseada na ética.

A apresentação das equipas vai decorrer às 18h00, estando prevista a palestra para as 21h00 do dia 3 de agosto. Todos os participantes na Volta a Portugal de Cadetes terão de participar neste encontro, no qual o ciclista Ivo Oliveira será um dos oradores, a par de representantes da Universidade de Coimbra, da Autoridade Antidopagem de Portugal e do Comité Olímpico de Portugal.

A competição arranca às 13h00 de dia 4 de agosto com a realização da primeira etapa, 78,2 quilómetros, com início e final na Figueira da Foz., esperando-se o desfecho para as 15h00 A segunda etapa terá 70,8 quilómetros e corre-se no dia 5, entre Ferreiros (13h00) e a Curia (14h50).

Gondomar, Cidade Europeia do Desporto 2017, recebe a última etapa da competição, no dia 6. A partida será dada no centro da cidade, às 13h00, sendo de esperar a chegada dos primeiros corredores ao Monte Crasto às 14h50, depois de percorridos 63,4 quilómetros.

Mais eventos oficiais

4 a 6 de agosto: Vila do Conde - Peneda Gerês Extreme

5 de agosto, 10h00: Encontro de Escolas Eugénio dos Santos, Chamboeira, Loures

5 de agosto, 16h00: Circuito de Santa Marta de Penaguião

6 de agosto, 9h30: Maratona BTT Expofacic, Cantanhede

7 de agosto, 15h00: 31.º Circuito de Ciclismo da Silveira, Torres Vedras

7 de agosto, 16h00: Circuito de Nossa Senhora das Neves, Argoncilhe, Santa Maria da Feira

Fonte: FPC

“Ranking Ciclista do Ano”

Amaro Antunes chega à Volta na frente

O algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto) vai iniciar a Volta a Portugal, que se realiza entre 4 e 15 de agosto, no topo do Ranking Ciclista do Ano.

O corredor da equipa portista encabeça a classificação pelo terceiro mês consecutivo, tendo aproveitado o mês de julho para reforçar o domínio, graças à vitória no Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

Amaro Antunes chega à prova mais apetecida do ano já com 773 pontos na contabilidade pessoal, mais 185 do que o segundo classificado, que volta a ser Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), que soma 588. Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) baixou para o terceiro posto, com 532 pontos.

O domínio da W52-FC Porto estende-se à classificação coletiva, que é comandada pelos “dragões”, com 1813 pontos. Segue-se a Efapel, com 1180, e o Sporting-Tavira, com 1153.

O Ranking é elaborado pela Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais.

Ranking Ciclista do Ano

1.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), 773 pontos

2.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), 588

3.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), 532

4.º Daniel Mestre (Efapel), 408

5.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), 381

6.º João Benta (RP-Boavista), 370

7.º Jesús del Pino (Efapel), 320

8.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista), 312

9.º Sérgio Paulinho (Efapel), 310

10.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), 284

Ranking Equipa do Ano

1.ª W52-FC Porto, 1813 pontos

2.ª Efapel, 1180

3.ª Sporting-Tavira, 1153

4.ª RP-Boavista, 1031

5.ª LA Alumínios-Metalusa BlackJack, 711

Fonte: FPC

“Taça de Portugal de Enduro”

Emanuel Pombo foi o mais rápido em Terras de Bouro

Depois de Vouzela, Lorvão e São Brás de Alportel foi a vez de Terras de Bouro acolher uma prova da Taça de Portugal de Enduro.

Já instalado na liderança da Taça de Portugal de Enduro, Emanuel Pombo (Ciclo Madeira Clube Desportivo) deu umas pedaladas em frente à conquista do troféu na categoria de Elite tendo vencido, este domingo, o Enduro Terras de Bouro, quarta e penúltima prova pontuável. Na conclusão de seis provas especiais cronometradas, o madeirense antecipou-se folgadamente a João Rodrigues (Casa do Povo da Abrunheira) e a Marco Fidalgo (Maiatos Reabnorte), seus rivais diretos na luta pelo troféu, antecipando-se em 53 e 55 segundos respetivamente. Ausente na classificação esteve José Borges, vencedor das duas primeiras etapas da Taça de Portugal de Enduro.

Nos cadetes, Afonso Costa (Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo) aproveitou as Terras de Bouro para vencer pela primeira vez na Taça de Portugal, aproveitando para chegar à liderança do troféu, a uma prova da sua conclusão. Afonso Costa bateu Carlos Viana (Maiatos-Reabnorte) e Rui Tapada (CAJ Raposa).

Na categoria de Juniores, o espanhol Nicolas Carrera (Coruxo CC) bateu o corredor "local" Cláudio Silva (BTT Enduro Terras de Bouro), tendo Rafael Santos (Maiatos/Reabnorte) sido o terceiro classificado.

Entre as participantes femininas, a melhor foi Ana Leite (Enduro BTT Braga), somando a terceira vitória em quatro provas disputadas da Taça de Portugal. Leandra Gomes (Batotas / Ponte de Lima) e Fátima Vida terminaram nas posições imediatas.

Fazendo o quinto melhor tempo absoluto no total das seis "pec" Hélder Padilha foi o mais rápido entre os Master 30. O atleta do Montanha Clube/LouzanPark) antecipou-se ao individual João Gomes ao passo que Lino Correia (Vasconha BTT Vouzela), terceiro classificado, reuniu os pontos suficientes para se manter no comando da categoria.

Nos Masters 40, Bruno Morais (Enduro BTT Braga) sagrou-se vencedor diante de Esteban Lorenzo (Bici Verde-ANCA) e David Guerra (Rodinhas/Santos Silva), que compuseram o pódio do escalão.

Por fim, nos Masters 50, o melhor foi o espanhol Manuel Gomez (Bici Verde-Anca). O "veterano" registou o 40.º melhor tempo absoluto e antecipou-se a Joaquim Dias (Enduro BTT Braga) e a Francisco Batarda (MCF / Xdream / Município de São Brás).

Na classificação por equipas de mais uma ronda da Taça de Portugal de Enduro sagrou-se vencedora a formação do Enduro BTT Braga.

Fonte: FPC

"TRIATLO DE CAROLINA SERRA e RICARDO BATISTA 2º e 3ºlugar Absoluto"

A vila de CORUCHE foi palco este domingo, 30 de Julho, de uma etapa da Taça de Portugal de Triatlo, e de mais uma etapa do Campeonato Nacional Jovem, numa organização da Câmara Municipal de Coruche e a Federação de Triatlo de Portugal, o evento, recebeu perto de 800 triatletas de todas as idades.

Na 9ªetapa da Taça de Portugal de Triatlo, clubes e atletas realizaram 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida, numa prova masculina que ficou marcada pela competitividade sentida em todos os segmentos. RICARDO BATISTA conquistou o 3ºlugar absoluto (1º em Cadetes), enquanto o seu colega de equipa, JOSÉ PEDRO VIEIRA alcançou o 7ºlugar (2º em Cadetes), e no setor feminino, também em absolutos, CAROLINA SERRA subiu ao pódio no 2ºlugar (1ª Junior).

Os 2 atletas torrejanos masculinos, Ricardo Batista e José Pedro Vieira, que regressaram recentemente da Lituânia e Hungria, saíram de forma destacada da água e mantiveram-se a liderar a prova até ao final da 1ªvolta do segmento de ciclismo, altura em que foram alcançados pelo pelotão, deixando as decisões da prova para o segmento de corrida. Na competição feminina, a atleta torrejana Carolina Serra, andou sempre integrada no grupo da frente, e aproveitou o segmento de corrida para alcançar o 2ºlugar.

Por equipas masculinas, o Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas, conquistou um brilhante 2ºlugar, contribuindo também para esta prestação, MARCO SOUSA que foi 1º no seu escalão de Veteranos I (30º à geral), enquanto Gonçalo Neves em Veteranos II subiu ao pódio no 3ºlugar. Ricardo Reis estreou-se numa prova de triatlo e foi 33ºclassificado em Cadetes, e Diogo Mendes não conseguiu terminar a sua prova, devido a uma queda no segmento de corrida.

CAMPEONATO NACIONAL TRIATLO JOVEM

Rodrigo Vicente e Gustavo do Canto no pódio

No domingo de manhã, Coruche recebeu centenas de jovens triatletas para a disputa da penúltima etapa do Campeonato Nacional Jovem. Divididos por 4 escalões (Benjamins, Infantis, Iniciados e Juvenis), os triatletas foram desafiados a percorrer distâncias que variaram entre os 50m de natação, 1km de ciclismo, 400m de corrida e os 300m de natação, 8km de ciclismo e 2km de corrida, com percursos ao longo da zona ribeirinha da vila de Coruche.

A ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS, que tem vindo a manter a sua regularidade neste Campeonato Nacional de Triatlo Jovem, esteve presente nesta etapa com 27 atletas e obteve um excelente 3ºlugar por equipas entre 33 clubes participantes, e nos 4 escalões em competição, os torrejanos também tiveram boas prestações individuais, mas acima de tudo uma oportunidade única de conviver e aprender, demonstrando o seu gosto pela modalidade e um grande espirito de equipa, sabendo que todos contam para a classificação final do seu clube.

Individualmente, os torrejanos estiveram presentes nos pódios através de, RODRIGO VICENTE que obteve um excelente 2ºlugar em Benjamins, e de GUSTAVO DO CANTO que alcançou o 3ºlugar em Iniciados, escalão aonde mais 4 atletas fizeram parte do TOP 10. Em masculinos, José Tadeia e João Nuno Batista foram 6º e 7ºclassificados, e Pedro Afonso Silva fechou o TOP1 10, enquanto no setor feminino, Constança Martins conquistou o 8ºlugar.

Fora do TOP 10, houve mais atletas torrejanos que marcaram presença no Triatlo Jovem de Coruche.

Em Benjamins masculinos, Miguel Gameiro, Simão Vieira e Diogo Viegas terminaram no 12º, 21º e 30ºlugares, respetivamente. Matilde Moita, Ana Júlia Marques, Mariana Antunes, Margarida Inácio e Bruna Barros em Infantis femininos foram 12ª, 24ª, 27ª, 31ª e 38ªclassificadas, e no setor masculino, Guilherme Neves, António Gasalho e Rodrigo Viegas terminaram na 26ª, 42ª e 47ªposições.

Nos Iniciados masculinos, Martim Salvador, Francisco Borges e André Neves alcançaram o 21º, 41º e 42ºlugares, enquanto em femininos, Natércia Carvalho terminou na 27ªposição.

Por último em Juvenis masculinos, Guilherme Marques concluiu no 19ºlugar, João Graça no 26º, e Bruno Proença na 65ªposição, e no regresso à competição, as Juvenis Margarida Razões e Beatriz Neves, obtiveram o 18º e 22ºlugares, enquanto Matilde Ferreira e Carlota Martins terminaram na 32ª e 33ªposições.

Fonte: ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“Taça de Portugal de XCM”

David Vaz e Ana Antunes vencem Maratona de Seia

Com uma lista de inscritos a rondar as duas centenas de concorrentes, a Maratona de Seia retomou a disputa da Taça de Portugal de Maratonas escolhendo o cenário da Serra da Estrela para aprofundar a seleção do ranking deste troféu, a uma prova da sua conclusão.

David Vaz (Gnauk/King Gates/Blisq Creative) foi o vencedor entre as Elites masculinas somando o segundo triunfo em quatro possíveis na Taça de Portugal de XCM. /RO corredor vianense mostrou-se atento aos adversários, imprimindo um ritmo acelerado desde o começo, até se conseguir isolar da concorrência. Em Seia, o atual líder da Taça de Portugal de XCM venceu destacado com cerca de 45 segundos de avanço sobre o segundo classificado, Luís Cunha, do Vasconha BTT Vouzela. O ex-profissional de estrada Bruno Sancho foi terceiro classificado.

A corrida feminina, com menos quilometragem - 70 contra os 90 dos homens - foi conquistada por Ana Antunes. O triunfo desta ciclista foi sustentado com uma aceleração na fase final, a mais seletiva da corrida, que não deu hipóteses às restantes adversárias. Lúcia Crespo (Prorebordosa/oforsep/RJ Group) foi segunda classificado, com um atraso superior a cinco minutos, e Flávia Lopes (Vasconha BTT Vouzela) quedou-se no terceiro lugar da prova.

A Taça de Portugal de XCM prossegue com a disputa da quinta e última etapa, a Azores Marathon, a 24 de setembro.

Fonte: FPC

domingo, 30 de julho de 2017

“Campeonato da Europa de XCO”

Nono lugar de David Rosa entre os melhores da Europa

Campeão nacional de cross-country olímpico foi nono classificado em Darfo Boario Terme (Itália) no melhor resultado português de sempre num Europeu da especialidade

Ao serviço da Seleção Nacional David Rosa voltou a estabelecer uma nova "referência" no XCO português ao alcançar o nono lugar no Campeonato da Europa da especialidade. O campeão nacional elite fez uma prova regularíssima no circuito de Darfo Boario Terme (Itália) para conquistar o melhor resultado nacional de sempre num Europeu XCO na categoria de Elite.

 Os azares da Equipa Portugal no Campeonato da Europa de XCO, assinalados com várias equipas e avarias mecânicas, deram, por fim, lugar à satisfação entre a comitiva portuguesa. Com este resultado, o atleta natural de Fátima passará a ser incluído no Projeto Olímpico, permitindo continuar a evoluir o seu nível de XCO.

A corrida de Elites masculinos foi conquistada pelo suíço Florian Vogel, com 10 segundos de avanço sobre o anterior campeão europeu, o francês Julien Absalon. O alemão Manuel Fumic quedou-se na terceira posição. Além de Rosa, que gastou mais 2m04s do que novo campeão europeu, Mário Costa classificou-se na 26.ª posição, apesar de ter sido vítima de um furo. De manhã, disputou-se a prova sub-23, tendo João Rocha, único representante da Equipa Portugal, sido 35.º classificado no triunfo do italiano Gioele Bertolini.

"O nono lugar do David Rosa foi o ponto alto da nossa participação, o culminar de uma semana de muito trabalho e contrariou algum azar ao longo das corridas. Nos Elites o José Dias foi empurrado para fora de pista por um adversário e, seguidamente, partiu a corrente, sendo forçado a abandonar. O Mário Costa furou à entrada da última volta e também perdeu alguns lugares. O David fez uma corrida muito boa, num circuito exigente, e chegou muito próximo dos adversários acima da tabela. Está de parabéns. Nos sub-23, o João Rocha, que partiu da última fila e algo limitado pela queda sofrida na sexta-feira fez uma corrida dentro do que seria expetável e terminou entre os cinco primeiros sub-23 de primeiro ano", avaliou Pedro Vigário, selecionador nacional.

Fonte: FPC

“17.ª Volta a Albergaria em bicicleta”

Jesús del Pino vence em Albergaria

O espanhol Jesús del Pino (Efapel) foi o vencedor da 17.ª Volta a Albergaria em bicicleta, tendo César Fonte da (LA Aluminios - Metalusa Blackjack) sido o segundo classificado.

Jesús del Pino atacou na última das três contagens de montanha do dia, ao quilómetro 146, e deu o mote para o desfecho na corrida: um mano-a-mano  no sprint com César Fonte, da equipa albergariense da LA Aluminios - Metalusa Blackjack, no qual saiu vencedor. O espanhol de Toledo cumpriu os 155,7 km em 3h52m53s - à média de 40,9 km/h - para suceder, no historial, a Pedro Paulinho, vencedor desta competição em 2016. Depois de Jesús del Pino e César Fonte, nas imediatas posições, concluíram Hugo Nunes (Miranda-Mortágua), Mário Salas (Sporting-Tavira) e Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros-Carglass), respetivamente a 2, 8 e 23 segundos do vencedor.

A corrida foi animada por sucessivos ataques que isolaram primeiramente um grande grupo de 22 unidades. As sucessivas dificuldades de um percurso cumprido ao calor, a par da disputa das classificações secundárias, adiaram a contenda para a última subida e, depois de isolado um pequeno grupo de sete unidades, foi no risco da meta que foi decretado o vencedor.

"Estudei o percurso e sabia que a última subida ia fazer a diferença. Apostei tudo e apesar de termos participado com apenas três elementos conseguimos ganhar. É um dia feliz", disse o espanhol da Efapel.

As restantes classificações ficaram assim distribuídas: Pedro Paulinho (Louletano/Hospital de Loulé) venceu a montanha, Antonio Barbio (Efapel) triunfou nas metas-volantes, César Fonte (LA Aluminios - Metalusa Blackjack) venceu a geral dos sprints e Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) triunfou na juventude. A classificação coletiva foi conquistada pela W52-FC Porto.

Fonte: FPC

“29.º Grande Prémio do Minho”

Pedro Miguel Lopes triunfa no Grande Prémio do Minho

Sprint em Melgaço permitiu ao camisola amarela Pedro Miguel Lopes confirmar a vitória na geral individual do 29.º Grande Prémio do Minho. Espanhol Guillermo Garcia (Bathco) venceu terceira e última etapa

O vimaranense Pedro Miguel Lopes (Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact) levou "a carta a Garcia" e na conclusão do 29.º Grande Prémio do Minho confirmou-se como vencedor da classificação geral individual da corrida promovida pela Associação de Ciclismo do Minho. Vencedor no primeiro dia em Cabeceiras de Basto, em igualdade de tempo com o rival Afonso Silva (Sporting/Tavira/Formação Eng. Brito da Mana), Pedro Miguel Lopes não conseguiu fazer a diferença para o rival na chegada a Vieira do Minho.

O último dia, porém, foi diferente e na chegada em pelotão compato em Melgaço, cumprido o circuito de três voltas equivalente a 106 quilómetros, na mais extensa etapa da prova, o natural de Mesão Frio confirmou a vitória com dois segundos ganhos ao rival sportinguista, apanhado num "corte" no pelotão. A etapa foi ganha pelo espanhol Guillermo Garcia (Bathco), cabendo a Diogo Vieira (Tensai / Sambiental / Santa Marta - Bila Bikers), o segundo lugar do dia, antecendo o camisola amarela.

No alinhamento da classificação final, Pedro Miguel Lopes foi sucedido por Afonso Silva, cabendo o terceiro lugar a João Carneiro (RP-Boavista Formação). O pódio da 29.ª edição da Volta ao Minho foi construído logo ao primeiro dia de competição dado que, os três primeiros de Cabeceiras de Basto não mais alteraram o seu posicionamento na geral.

Numa competição, com um imenso pelotão de mais de 20 equipas e de nível competitivo muito elevado, outros corredores foram premiados nas classificações secundárias. Pedro Miguel Lopes, além da geral individual, venceu a camisola branca, destinada ao melhor corredor filiado na ACM; Diogo Vieira, segundo classificado na última etapa, triunfou na classificação por pontos e o espanhol Abel Álvarez (Bathco) foi o vencedor da classificação da montanha, cabendo a Afonso Silva o prémio do melhor jovem. Por equipas venceu a Academia Joaquim Agostinho / UDO.

Fonte: FPC

“Só Melanie resistiu em Edmonton”

Foi 12.ª na WTS do Canadá. Vanessa, João Pereira e Miguel Arraiolos desistiram

Por: Ana Paula Marques

Foto: Filipe Farinha

Só Melanie Santos conseguiu terminar a etapa de Edmonton, no Canadá, a contar para as World Series (Campeonato do Mundo), ao ser 12ª. Os outros portugueses que viajaram até ao Canadá não resistiram, com Vanessa Fernandes e Miguel Arraiolos a desistirem no segundo segmento, o do ciclismo, enquanto João Pereira o fez um pouco mais à frente, no último, corrida.

A prova, a decorrer na distância sprint – 750 metros natação, 21 km de ciclismo e 5 km de corrida –, marcou o regresso de Vanessa Fernandes às competições de WTS, desde que este ano regressou à modalidade. Não ia com grandes expectativas quanto a resultados, apenas com o objetivo de aferir a sua forma em competição direta com as melhores. A triatleta do Benfica foi das últimas a sair da água, tendo recuperado ligeiramente no ciclismo, onde acabaria por desistir, por não se estar a sentir bem.

Melhor esteve Melanie Santos, de 22 anos, que conquistou ontem o seu melhor resultado em provas WTS, somando 1:03,15 horas, e ficando a quase a três minutos da vencedora, Flora Duffy, das Bermudas. O pódio completou-se com as norte-americanas Taylor Knibb e Katie Zaferes, respetivamente segunda e terceira.

Em recuperação...

A desistência de João Pereira aconteceu quando se aproximava do grupo da frente no atletismo, até que foi perdendo lugares, para depois desistir. Segundo nos explicou o próprio, um segmento de ciclismo "duro" ditou este desfecho, numa competição ganha pelo espanhol Mario Mola. "Ia no sítio certo para fazer uma boa prova, mas quando meti os pés no chão não conseguia mais. Depois, a corrida, que é o meu melhor, também não ‘saiu’, mas estou a fazer uma boa época, agora é continuar a olhar em frente", disse-nos o triatleta do Benfica.

Já este mês, Pereira tinha sido 10º na WTS de Hamburgo, e campeão europeu, em junho, de distância olímpica e sprint.

Fonte: Record on-line

“Miguel Carneiro termina triplo ironman em 16.º”

Português completou prova em 51:47.36 horas

Por: Fábio Lima

O português Miguel Carneiro concluiu este domingo, no 16.º posto, o triplo ironman de Lensahn, com tempo total de 51:47.36 horas, a mais de 17 horas do vencedor, o estónio Rait Ratasepp.

O atleta português cumpriu a fase de natação (11,4 km) em 3:27:27 horas, seguiu para os 540 km de bicicleta, que fez em 25:39.30 horas, concluíndo depois a prova com os 126,6 km de corrida, que cumpriu em 22:40.39 horas.

Quanto aos restantes lugares do pódio, Ratasepp ocupou o primeiro lugar, conforme dissemos, logo seguido pelo alemão Richard Jung e pelo britânico Stuart Gillet.

Fonte: Record on-line

“Filipe Azevedo termina em sétimo Taça Europeia de Istambul”

Pedro Mendes foi 12.º classificado na prova ganha pelo russo Andrey Bryukhankov

Por: Lusa

Filipe Azevedo foi este domingo o melhor português na Taça Europeia de Istambul em triatlo, ao terminar na sétima posição.

O outro português a competir, Pedro Mendes, foi 12.º classificado, numa prova que foi ganha pelo russo Andrey Bryukhankov, que completou os 1,5 quilómetros de natação, 40 quilómetros de ciclismo e 10 quilómetros de corrida em 1:52.42 horas.

Filipe Azevedo foi cronometrado em 1:55.42, enquanto Pedro Mendes fez o registo de 1:58.42.

O ucraniano Dmytro Malyar, com 1:53.45 horas, e o também russo Anton Kozlov, com 1:54.08, completaram o pódio em Istambul.

Fonte: Record on-line

“Volta à Polónia: Italiano Modolo vence segunda etapa”

Van Poppel veste camisola amarela

Por: Lusa

Foto: EPA

O italiano Sacha Modolo (UAE Emirates) venceu este domingo a segunda etapa da Volta à Polónia, entre Tarnowskie Góry e Katowice, com o segundo classificado, o holandês Danny van Poppel (Sky), a assumir a liderança da geral.

Modolo cumpriu a tirada de 142 quilómetros em 03:15.21 horas, vencendo depois do pelotão chegar compacto à chegada, assumindo-se como o mais forte no 'sprint', ao bater Van Poppel e o alemão Max Walscheid (Sunweb), terceiro classificado.

Depois da vitória de Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) no sábado, o eslovaco ficou em oitavo, com Van Poppel a aproveitar as bonificações de ser novamente segundo para assumir a liderança da prova.

Na etapa de hoje, todos os portugueses surgiram integrados no pelotão, com Nelson Oliveira (Movistar) na melhor posição, em 29.º, Rui Costa (UAE Emirates) em 33.º e José Gonçalves (Katusha Alpecin) em 46.º.

Na geral individual, Nelson Oliveira saltou para o 21.º posto (era 24.º), Rui Costa é 25.º e José Gonçalves 28.º, todos a 10 segundos do líder.

Na segunda-feira, os ciclistas enfrentam uma etapa acidentada na segunda metade do percurso de 161 quilómetros, entre Jaworzno e Szcyrk, com uma chegada em subida no último quilómetro da tirada.

Fonte: Record on-line

“Atualização do Canal NP-TV com o “Vídeo do 1º Passeio Rádio Concelho de Mafra.2017”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o “Vídeo do 1º Passeio Rádio Concelho de Mafra.2017”


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated 

Desejamos que passem e recordem bons momentos.

“Mais um aniversário”

18 Anos ao serviço da bicicleta…

Texto: José Morais

Imagem: Revista Notícias do Pedal

Faz hoje 18 anos 30 de julho de 1999, que iniciamos um projecto para o qual tivemos algumas reticências, sobre se o mesmo poderia vingar ou não, saia então na altura, a primeira edição da Revista Notícias do Pedal On-line, era um projecto sem dúvida ambicioso, que se iniciou quase por brincadeira, e a ideia partir do nosso Subdiretor Hugo Morais, meu filho, que em conversa me disse, a internet está a começar a ser o futuro, cada vez mais vamos depender dela, porque não criarmos um site e lançar uma revista.

O Notícias do Pedal já existia á quatro anos, com uma edição em papel anual, muito restrita a alguns amigos e amantes das duas rodas, elaborada em janeiro, e com este desafio colocado, o mesmo começou a ter pernas par andar, e começou a ser projetado e paginado, e a 30 de julho de 1999, com uma reportagem das 24 horas a pedalar da Malveira, iniciamos assim as edições regulares semanalmente. Mais tarde, passou a quinzenal, e depois passando a mensal, e porque, inicialmente este espaço era dedicado ao cicloturismo, que movimentava milhares e poucas ou nenhumas notícias eram dadas desta modalidade, mas as exigências quiseram mais, e fomos introduzindo o ciclismo, btt, bmx, triatlo, paraciclismo, resumindo todas a modalidades tanto profissionais como amadoras, onde a bicicleta estava presente, como ainda algumas notícias relacionadas com o ambiente.

Mas como quisemos ir ainda mais longe, fomos criando outros espaços, e criar outras alternativas, o nosso espaço Pedal Feminino dedicado às mulheres, o nosso blogue diário com todas as notícias, as nossas ligações diretas às redes sociais, e o nosso canal de televisão que veio valorizar ainda mais a nossa revista.

Temos ao longo destes anos rumando contra muitos obstáculos que nos vão surgindo pela frente, fomos a primeira revista on-line portuguesa sobre cicloturismo, e continuamos com outras modalidades, temos resistido, com muita força e dedicação, e temos vendo outros indo ficando pelo caminho, e hoje ao longo de 18 anos estamos bem vivos, com vontade de fazer ainda mais e melhor.

Querendo terminar esta intervenção, só posso deixar o meu agradecimento a todos que nos tem seguido, que nos tem apoiado, e tem tido confiança em nós, nós vamos continuar em força, e outros projectos estão já em cima da secretária.

Obrigado a todos do fundo do coração.

Obrigado… 

sábado, 29 de julho de 2017

“29.º Grande Prémio do Minho/2ª etapa”

João Dinis vence em Vieira do Minho

A dureza dos 103 quilómetros da segunda etapa do 29.º Grande Prémio do Minho não esmoreceu os atacantes premiando, em Vieira do Minho, o axadrezado João Dinis (RP Boavista - Formação) com o triunfo parcial e o vimaranense Pedro Miguel Lopes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) com a manutenção da camisola amarela.

A 29.ª edição do Grande Prémio do Minho, na sua versão destinada ao escalão júnior, voltou a revelar um ciclismo altamente competitivo e repleto de ataques, malgrado a assunção inicial do comando do pelotão pela Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact na proteção da camisola amarela de Pedro Miguel Lopes conquistada, na véspera, em Cabeceiras de Basto.

A alta velocidade foi a tónica desde o começo da etapa forçando à fragmentação do pelotão em dois grandes grupos logo à passagem pela meta-volante de Vieira do Minho - 1.º Diogo Vieira (Tensai /Sambiental/Santa Marta). Se a primeira seleção estaria feita, numa jornada que acusou 17 desistências, o teste do alto da Portela (2.ª categoria), coroado primeiramente por Abel Franco (Bathco), isolou o grupo dos favoritos, entre eles marcando presença Pedro Miguel Lopes.

O camisola amarela, no entanto, despreocupou-se com o ataque de João Dinis, já perto da última dezena de quilómetros, abrindo caminho a um quarteto que discutiria a etapa sem fazer perigar a classificação geral individual.

Com João Dinis saltaram Guilherme Valverde e Miguel Monteiro, ambos da Academia Joaquim Agostinho e, posteriormente, Artur Chaves (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel). O triunfo de João Dinis em Vieira do Minho deu-se após um forte arranque no último quilómetro que lhe permitiu avantajar-se em quatro segundos a Artur Chaves, segundo classificado da jornada. O comandante Pedro Miguel Lopes terminou 43 segundos depois integrado no pelotão perseguidor.

Quando resta apenas percorrer a terceira e última etapa, com 106 quilómetros e partida e chegada em Melgaço, Pedro Miguel Lopes lidera empatado, no tempo cronometrado, com Afonso Silva (Sporting/Tavira/Formação Eng.Brito da Mana), e com quatro segundos de avanço sobre João Carneiro (RP Boavista - Formação), terceiro classificado.

Pedro Miguel Lopes manteve o comando na classificação da montanha e na camisola branca, destinado ao ciclista filiado na ACM com a mais elevada classificação geral individual. João Dinis passou a comandar a classificação por pontos e Afonso Silva conservou a camisola laranja da juventude.

Fonte: FPC