sábado, 1 de fevereiro de 2020

“Garmin vai apoiar a EFAPEL”

Marca norte-americana aposta no crescimento no segmento de ciclismo

Apostada em cimentar a sua posição no mundo do ciclismo, a Garmin anunciou esta sexta-feira um acordo de patrocínio com a equipa EFAPEL, no qual estarão previstos benefícios para os atletas da formação de Ovar, a começar pela cedência de auxiliares de treino TACX até a condições especiais para aquisição de outros equipamentos do portefólio da marca.

Já vinculada a várias equipas do pelotão internacional, nomeadamente a espanhola Movistar, a Garmin chega agora ao território português, associando-se a uma equipa que tem Jóni Brandão, António Carvalho e Tiago Machado como grandes referências para a nova temporada.

Fonte: Record on-line

“Entrevista a Oscar Pelegrí: “Cada ano tenho mais experiência e esse é um ponto a meu favor”

Oscar Pelegrí chegou do Canadá, onde representou a Selecção de Espanha em mais uma importante etapa da Taça do Mundo de Pista. O corredor da equipa Feirense tem sido um dos elementos mais activos na Selecção Espanhola no que concerne a procura de bons resultados para a desejada qualificação do seu país para os Jogos Olímpicos, que se irão celebrar este ano em Tóquio.
Apresentas-te forte neste início de ano com bons resultados em pista. Como vês as tuas performances, em particular o quinto lugar em Omnium no Campeonato de Espanha de Pista?

“Estou a sentir-me bem neste início de temporada. Contudo, falta muito trabalho por realizar até chegar ao máximo rendimento desejado para este ano, mas vamos no bom caminho. O quinto lugar significa que estou na luta, mas gostaria de ter estado no pódio.”


Tens sido presença assídua na Selecção de Espanha em importantes eventos, como a Taça do Mundo de Pista. Que significado tem para ti?

“Para mim, é um sonho pertencer e representar Espanha em competições deste nível, embora gostasse de devolver a confiança com melhores resultados. Para tal, há que trabalhar duro e continuar a melhorar.”


Consideras importante para o teu desenvolvimento profissional participar nestes eventos?

“Claro que é importante. Combinar as disciplinas e competir neste nível ajudou-me a melhorar como desportista. Além disso, ajuda-me a ter um melhor calendário durante todo o ano e isso motiva-me ainda mais.”


Esta é a segunda época na equipa Feirense. Quais as expectativas para este ano?

“As expectativas são parecidas ao ano passado, embora com a mudança de plantel eu tenha de assumir mais responsabilidade em diferentes momentos das corridas.”


Sentes que poderás ter uma maior afirmação no pelotão?

“Encontro-me mais confiante no que toca às chegadas. Cada ano tenho mais experiência e esse é um ponto a meu favor.”


O que te serve de inspiração diária?

“Poder ser ciclista diariamente. Fazer o que me apaixona.”


Qual o teu maior sonho no ciclismo?

“Ter uma boa trajectória desportiva e pôr fim à minha carreira no momento que desejar.”


Se te pedisse para destacares um momento de 2019, qual seria?

“Sem dúvida, o Campeonato da Europa de Pista. Foi uma surpresa ter essa oportunidade e aproveitei-a ao máximo.”

Fonte: EQUIPA PROFISSIONAL DE CICLISMO FEIRENSE