sexta-feira, 27 de outubro de 2017

“Novo projeto para 2018 já definido…”

Por: José Morais

Foto: Arquivo Notícias do Pedal

O ano de 2018 aproxima-se a passos largos, com 2017 a dar as últimas, já se pensa em novos projetos, e o filme “Cicloturismo” será uma realidade, e o grande desafio que se aproxima.

O novo projeto já mexe, as ideias já estão definidas o filme em forma de documentário começa a ter forma, os intervenientes serão cicloturistas, organizadores de passeios, historiadores da modalidade, o órgão máximo do cicloturismo, não poderia faltar, e claro, os meus relatos, aquilo que foi memorizando por mim ao longo de 30 anos ligados á modalidade, com muitos registos.

Agora, estão a ser preparados os convites, gostava de os poder fazer chegar a todos vocês, mas será impossível, apenas alguns irão poder entrar e participar neste projeto, o qual será dedicado a todos.

Assim, brevemente alguns de vocês serão convidados, espero que aceitem, apenas com um pedido aos convidados, o manter segredo da sua participação até à publicação do filme, afim de a surpresa ser total.

Com os votos de bons passeios, boa pedaladas, até breve…   

“Vito-Feirense-Blackjack é a nova equipa do pelotão nacional”

Feirense com novo projeto na modalidade

Por:; Lusa

Foto: Manuel Azevedo

O Feirense apresentou em conferência de imprensa a sua nova equipa de ciclismo profissional, a Vito-Feirense-Blackjack, que começa a trabalhar no dia 1 de novembro. Rodrigo Nunes, presidente do Feirense, revelou que o clube estabeleceu uma parceria com a equipa de formação do Sport Ciclismo S. João de Ver e Fernando Pinto, antigo presidente da equipa LA Alumínios-Metalusa-Blackjack.

A equipa profissional do Feirense contará no seu pelotão com nomes como Edgar Pinto, Hugo Sancho, Luís Afonso -- que transitam da estrutura anterior --, Leonel Coutinho, Ricardo Vale, o campeão marroquino Soufiane Haddi e os três jovens do Sport Ciclismo S. João de Ver que sobem ao escalão profissional: João Santos, Gonçalo Santos e Bernardo Saavedra.

Rodrigo Nunes salientou que o objetivo da equipa profissional é "levar o nome do Feirense o mais longe possível e ajudar as empresas parceiras para que possam ser ainda mais conhecidas e reconhecidas, já que se associaram a um clube com projeção a nível nacional".

O dirigente realçou ainda que se trata de "um sonho antigo" que é cumprido em 2018, em ano de comemoração do centenário. "O Feirense já tem pergaminhos na modalidade e já venceu uma Volta a Portugal em 1990. Santa Maria da Feira é um concelho com grandes ciclistas e somos talvez o concelho com mais vencedores na Volta a Portugal. Vamos comemorar o centenário e será uma grande satisfação para os feirenses competir na Volta a Portugal e em todas provas nacionais, bem como algumas internacionais, nomeadamente em Espanha", revelou.

Fernando Pinto será o responsável pela equipa profissional e sublinhou na conferência de imprensa que "os amantes da modalidade estão perante um projeto único em Portugal e o objectivo é dignificar as instituições envolvidas. Temos ambição e estamos a criar uma equipa de qualidade".

O comando técnico da equipa Vito-Feirense-Blackjack estará a cargo de Joaquim Andrade, ex-ciclista, que assume a ambição de estar entre os melhores do ciclismo nacional. "A equipa Vito-Feirense-Blackjack estará na Volta a Portugal e vai apresentar-se como favorita a ganhar a prova. O Sport Ciclismo S. João de Ver tem vindo a formar excelentes ciclistas que têm provas dadas", afirmou.

Os trabalhos da nova equipa profissional de ciclismo arrancam a 01 de novembro, e os seus responsáveis garantem que em breve serão conhecidos os restantes nomes que vão 'pedalar' pelo Feirense.

Fonte: Record on-line