terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

“Salão Internacional de Automóveis e Motociclos Clássicos”

SALÃO MOTORCLÁSSICO REGRESSA A LISBOA DE 24 A 26 DE ABRIL

Maior salão nacional relacionado com veículos clássicos e antigos, reúne mais de 160 expositores de vários países, na FIL • 90 anos da Pininfarina em destaque com exposição temática • Cadillac Series 75, o automóvel que esteve ao serviço de Salazar regressa à capital passados 50 anos • Leilão de Automobilia, Passeios de Clássicos, Concentrações de Clubes e Mercado de Clássicos completam a programação do Salão Motorclássico • Gaming Center e jogos vintage animam miúdos e graúdos.

O Motorclássico – Salão Internacional de Automóveis e Motociclos Clássicos, regressa à FIL – Feira Internacional de Lisboa, nos dias 24, 25 e 26 de Abril. O maior evento português relacionado com a temática dos Clássicos e da História Automóvel, organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL, reúne mais de 160 expositores de vários países.

Para esta edição, a organização do Salão Motorclássico preparou um programa variado e estimulante, que conta com a participação de várias entidades comerciais e institucionais e se dirige, não só a aficionados do mundo dos clássicos, mas também ao público em geral. 

A programação da 16ª edição do Motorclássico inclui uma exposição temática dedicada ao 90º aniversário da Pininfarina, o tradicional leilão de automobilia, passeios e concentrações de clássicos, lançamentos de livros, entre outras actividades que celebram o universo motorizado clássico. Em 2019, o Salão Motorclássico recebeu 40 mil visitantes.   Exposição temática dedicada aos 90 anos da Pininfarina

Um dos destaques principais do Salão Motorclássico será a exposição que celebra os 90 anos da Carrozzeria Pininfarina, conhecidas fabricantes de carroçarias para automóveis. 

Fundada por Battista “Pinin” Farina em 1930, a Carrozerria Pininfarina é associada a automóveis de belas e voluptuosas formas. Ainda que intimamente associada à Ferrari, e responsável pela concepção de alguns dos mais emblemáticos cavallinos rampantes, a Pininfarina colaborou com inúmeras marcas, como Alfa Romeo, Bentley, Cadillac, Hyundai, Maserati, Peugeot, Rolls-Royce ou Volvo.

A exposição contará com oito modelos de diferentes marcas, desde a Ferrari à Peugeot, e que permitirão viajar pelos 90 anos de história da famosa carrozzeria italiana.  


Cadillac Series 75 

Outro dos destaques será o regresso a Lisboa, passados 50 anos, do automóvel que foi utilizado por António de Oliveira Salazar, o Cadillac Series 75. 

Em 1947, o Estado Português adquiriu dois Cadillac iguais, um para o Presidente da República – Óscar Carmona – e outro para o Presidente do Conselho de Ministros, o Professor Oliveira Salazar. Desde então, e até à sua morte, Salazar usou sempre o Cadillac que lhe estava destinado, tendo recusado um Mercedes-Benz 600 adquirido pelo Ministério das Finanças, em 1968, por entender que o Cadillac continuava em bom estado e servia muito bem para o seu serviço oficial.

Em Abril de 1971, o Cadillac Series 75 foi vendido em hasta pública, sendo então adquirido, por João de Lacerda, para ser exposto no Museu do Caramulo. 


Passeios e Leilão de Automobilia

Para além destas novidades, não vão faltar os habituais passeios, com destaque para o “Passeio ACP ao Motorclássico” e para o passeio “We Ride Lisbon to Motorclássico”, entre outros.

No Sábado, dia 25 de Abril, a partir das 17h00, decorre o Leilão de Automobilia, uma rara oportunidade para assistir, vender ou comprar num leilão especializado em automobilia histórica e de colecção. Realizado em parceria com a leiloeira Leilosoc, o leilão está aberto a coleccionadores e visitantes, que poderão inscrever-se no site do Salão Motorclássico. O catálogo do leilão estará disponível em www.leilao-motorclassico.com nas semanas antes do evento.


Lançamento de livros e entrevistas transmitidas em directo Online

O Salão Motorclássico vai ser, também, o palco do lançamento dos livros “Citroën em Portugal – De uma guerra à outra (1919-1945)” e “A visão eléctrica de Ferdinand Porsche” de José Barros Rodrigues e “Giovanni Salvi – O italiano mais rápido de Portugal” de Adelino Dinis, no Sábado, às 15h.

Pelo terceiro ano consecutivo o Salão Motorclássico irá contar com as Motor Talks. Durante o salão serão realizadas entrevistas a figuras históricas e especialistas do meio, transmitidas em directo online, pelo Jornal dos Clássicos. 


Gaming Center 

Após a estreia na edição de 2019, o Salão Motorclássico vai voltar a contar com um Gaming Center para todos os visitantes que queriam experimentar a emoção do desporto automóvel e dos jogos retro.


Certificação de Veículos de Interesse Histórico

Pela primeira vez, e durante o fim-de-semana, serão realizadas certificações técnicas a automóveis clássicos pela equipa do Museu do Caramulo. 


Bilhete online

Os bilhetes para o salão voltarão a estar disponíveis online e à semelhança da edição anterior, por um período de tempo limitado, os mesmos poderão ser adquiridos a um preço reduzido de €10.


Renovação de imagem 

A imagem de marca do Salão Motorclássico foi alvo de um rebranding levado a cabo pela BÁ Studio, tendo por base um desenho do famoso ilustrador gráfico português Ricardo Santos.    O crescimento do número de visitantes e de volume de negócios em cada uma das edições, demonstra o impacto e influência do Salão Motorclássico no mercado dos Clássicos em Portugal. O Salão Motorclássico é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL – Feira Internacional de Lisboa. 

O Salão Motorclássico é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL e conta com o apoio do Turismo de Lisboa, Fidelidade, RTP, Antena 1, Jornal dos Clássicos e do Banco BPI | Fundação la Caixa. 

Para obter mais informações sobre o Salão Motorclássico aceda ao site oficial do evento em www.motorclassico.com

Sobre o Museu do Caramulo Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. Mais informação em www.museu-caramulo.net

Fonte: Museu Caramulo/Parceria Notícias do Pedal

“GRANDE PRÉMIO DE PORTUGAL BMX (C1) - CAR ANADIA”

Dia 1 de março 2020

Pista de BMX - CAR Anadia - Velódromo Nacional Sangalhos

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/Maria Martins é a primeira portuguesa a competir em Berlim”

Por: José Carlos Gomes

Maria Martins será a primeira representante da Equipa Portugal a competir no Campeonato do Mundo de Pista, que se realiza em Berlim, Alemanha, entre quarta-feira, 26 de fevereiro, e domingo, 1 de março.

A corredora ribatejana corre na primeira jornada do Mundial, entrando em pista às 19h10 de quarta-feira para correr a disciplina de scratch, na qual conquistou a medalha de bronze no Campeonato da Europa, em outubro.

A representante do ciclismo feminino português em Berlim competirá ainda em omnium – disciplina em que a presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio já está garantida – na sexta-feira, entre as 14h00 e as 20h30. Maria Martins fecha a participação no Mundial com a corrida por pontos, às 13h00 de domingo.

Iuri Leitão será o primeiro homem português em ação, quinta-feira, às 19h00, em scratch. Ivo Oliveira disputa a perseguição individual no dia seguinte. As qualificações arrancam às 14h45. Caso se apure para as finais, numa disciplina em que já foi vice-campeão mundial e europeu, o gaiense corre as finais às 19h35.

João Matias disputa, no sábado, o concurso de omnium, entre as 11h15 e as 19h00. É uma das disciplinas em que o apuramento para os Jogos Olímpicos depende do desempenho português em Berlim. O outro caso é o madison masculino, agendado para as 14h00 de domingo. Nessa prova, a Equipa Portugal será composta por Iuri Leitão e Ivo Oliveira.

Fonte: FPC

“Melgaço recebe o Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design e o Campeonato Nacional Universitário de BTT XCO”

O Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço recebe no dia 1 de março o 6º BTT XCO Vila de Melgaço, primeira prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design que atribuirá também os títulos de Campeões Nacionais Universitários de BTT Cross Country Olímpico. A iniciativa decorrerá entre as 10 e as 16h00 e a entrada do público é livre.

Promovida em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço - www.melgacosportscenter.com), com o apoio do Município de Melgaço, a primeira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design será aberta à participação (além das categorias de competição) de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

O programa do 6º BTT XCO Vila de Melgaço começará às 10 horas com o as provas de Pupilos/Benjamins e Iniciados. Às 11 horas começará a prova de Infantis e Juvenis, estando a cerimónia protocolar dos escalões de Escolas está marcada para as 12 horas. Pelas 13 horas começará a corrida de cadetes, femininos, paraciclismo e promoção e às 14h30 arrancará a competição de elites, sub23, juniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 16h00.

A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 9 horas e as inscrições para as vertentes de escolas e competição devem ser efetuadas no website da Federação Portuguesa de Ciclismo (aqui). As inscrições na vertente de promoção devem ser formalizadas através do email geral@acm.pt.

O 6º BTT XCO Vila de Melgaço tem o apoio do Município de Melgaço, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, POPP Design , Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, Bike - Tudo sobre o mundo do BTT, Quinta do Regueiro, Quintas de Melgaço, Ukubo, Polisport e do comércio e industria local.

O Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço), onde será promovida a competição, é um espaço idealizado e construído de forma a oferecer um serviço de elevada qualidade, com equipamentos adjacentes que visam a atividade desportiva, tanto na vertente lúdica como na vertente competitiva ao mais alto nível.

O complexo, centro de treinos oficializado pela UEFA, constitui-se como um pólo dinamizador do desenvolvimento do desporto, lazer e turismo na região e posiciona-se como um dos mais modernos, melhor equipados e mais completos complexos desportivos.

Divide-se em duas grandes áreas. A primeira é a área de lazer, com diversos equipamentos que permitem a prática do desporto de manutenção e equipamentos destinados a atividades lúdicas e culturais.

A segunda grande área é destinada ao desporto de alta competição. Está servida por infraestruturas capazes de acolher diversas modalidades, tanto para competição como para treino. É nesta área que se situa o Centro de Estágios, dotado de um conjunto de equipamentos próprios, disponibilizados em exclusivo aos clubes em estágio. É composto por estádio de futebol, pista de atletismo, campo de treinos, balneários, clube saúde, ginásio de manutenção, salas de tratamentos e massagem, entre outros.

Estes equipamentos encontram-se vedados ao exterior, mas interligados entre si, visando oferecer as condições necessárias a um melhor estágio, em segurança, tranquilidade e com privacidade.”

Fonte: ACM

“ACC com novo treinador”

Armindo Lúcio é o novo treinador das equipas de Cadetes e Juniores do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola, sucedendo no cargo a Jorge Caldeira que foi treinar uma equipa do escalão de Sub 23.

Armindo Lúcio é um treinador habilitado com o Grau III e um longo percurso na modalidade. Iniciou-se como praticante na época de 72/73 no Atlético da Malveira, na categoria de popular e na época seguinte ingressou nos juniores do Benfica e depois prosseguiu para o escalão de Seniores.

O seu percurso foi depois afectado pelo serviço militar, mas no ano de 76 regressou à modalidade integrando a equipa “Costa do Sol” formada por ex-atletas do Sporting e do Benfica e conquistou o 10º lugar na Volta a Portugal. Em 1977 ingressou na equipa Águias de Alpiarça/Clock, e na Volta a Portugal foi o 17º classificado e no ano seguinte ao serviço da equipa do Lousa/Trinaranjus e foi 2º classificado na Volta a Portugal desse ano. Depois passou ainda por equipas como o Bombarralense, Tavira e Ovarense terminando a sua carreira de ciclista em 1982.

Depois de um interregno em 1991 iniciou-se como treinador na equipa do Mato Cheirinhos, passando depois a ser treinador de equipas como a Janotas & Simões, Notai/Águias e na época de 1999 foi treinador-adjunto do Benfica, vencendo a Volta a Portugal David Plaza e colocando Melchior Mauri na 3ª posição e ainda na classificação por equipas.

Nos últimos anos tem desempenhado a sua actividade de treinador em diversas equipas do Escalão de Masters, e na época de 2019 foi o treinador da equipa da ASFIC. Na época de 2020 regressa aos escalões de formação como treinador do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola.

Fonte: Alcobaça Clube de Ciclismo

“Ana Fernandes venceu no Carregado”

A vitória da cadete feminina, Ana Fernandes, no Prémio Juvenil do Carregado onde no passado domingo alcançou o 1º lugar, marcou o início da época desportiva do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola. A atleta orientada pelo treinador Armindo Lúcio percorreu os pouco mais de 20 quilómetros feitos num circuito de 3 voltas no tempo de 33m:26s destacando-se como a melhor atleta do seu escalão nesta prova.

No escalão de cadetes masculinos, Tiago Santos, do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola, ficou em 7º lugar na classificação geral, destacando-se no entanto como o melhor atleta de 1º ano, concluindo os 39 quilómetros da prova com o tempo de 1h:01m:33s,000.

Este atleta que se iniciou no Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola no ano de 2012 no escalão de benjamins soube colocar-se nas primeiras voltas, e na derradeira volta saltou para a frente do pelotão e lutou por uma boa classificação terminando a prova com o mesmo tempo do vencedor e uma média de 38,04 km/h. Quanto aos restantes atletas do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola, Ricardo Ramos ficou em 15º lugar, Bruno Ribeiro ficou na 33ª posição, Rafael Soares foi 34º e o estreante Filipe Gomes ficou em 51º lugar.

Esta primeira prova da época foi disputada por 60 jovens corredores em representação de dez equipas, e na classificação colectiva o Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola que se apresentou com apenas 5 corredores, e lutou contra equipas com o dobro de corredores, ficou no 7º lugar.

Fonte: Alcobaça Clube de Ciclismo