segunda-feira, 17 de junho de 2019

“Volta à Suíça: Peter Sagan vence terceira etapa e assume liderança”

Cumpriu os 162,3 quilómetros entre Flamatt e Murten em 3:39.25 horas

Por: Lusa

Foto: EPA

O eslovaco Peter Sagan (BORA-hansgrohe) venceu esta segunda-feira ao 'sprint' a terceira etapa da Volta à Suíça em bicicleta, assumindo a liderança da classificação geral individual da 83.ª edição da prova.

Sagan, de 29 anos, cumpriu os 162,3 quilómetros entre Flamatt e Murten em 3:39.25 horas, batendo sobre a meta o italiano Elia Viviani (Deceuninck-Quick Step), segundo classificado, e o alemão John Degenkolb (Trek-Segafredo), terceiro.

A terceira vitória do eslovaco na temporada deu-lhe ainda a camisola amarela da prova suíça, destronando o dinamarquês Kasper Asgreen (Deceuninck-Quick Step), agora segundo colocado, a 10 segundos.

Depois do 'azar' na segunda tirada, devido a virose, o português Rui Costa (UAE Emirates), que já venceu a prova três vezes, cortou hoje a meta com o mesmo tempo do vencedor, em 85.º lugar, seguindo em 83.º na geral, já a mais de oito minutos.

Na terça-feira, a quarta etapa liga Murten a Arlesheim, ao longo de 163,9 quilómetros, num traçado que inclui duas contagens de montanha, uma de segunda e outra de terceira categoria.

Fonte: Record on-line

“Ivo Oliveira não compete há dois meses devido a uma queda grave”

"Desde aí que tenho usado um colar cervical", revela o ciclista

Por: Lusa

O ciclista Ivo Oliveira revelou este domingo que a ausência da competição nos últimos dois meses se deveu a uma queda algo "grave" enquanto treinava e que agora está a reiniciar as rotinas de trabalho.

"Tive uma queda um pouco grave perto de casa. Para além de várias escoriações na cara, um corte na orelha direita, onde tive que levar alguns pontos, o mais grave foi mesmo a fratura no condilo occipital esquerdo, um osso na base do crânio", contou o atleta na sua página do Facebook.

O acidente verificou-se "enquanto treinava para a Volta a Romandia de abril": "Desde aí que tenho usado um colar cervical para me ajudar na consolidação da fratura."

Ivo Oliveira esteve estes dois meses "praticamente parado", mas revela que, aos poucos, já começou a "pedalar nos rolos, o que já ajuda bastante a matar o vício da bicicleta".

"A recuperação continuará e não sei ao certo quando regressarei, mas, assim que tiver novidades, informo. Obrigado a todos pelo apoio!", concluiu.

O jovem de 22 anos, que representa a UEA Team Emirates, compete em estrada e na pista, sendo que nesta, entre outros resultados, foi duas vezes vice-campeão da Europa e uma vez do Mundo na categoria de perseguição.

Fonte: Record on-line

“Tiago Machado e José Mendes no Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal (Guimarães, 24 de junho)”

Os ciclistas minhotos Tiago Machado e José Mendes participam no Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal que a Associação de Ciclismo do Minho promove no dia 24 de junho, em Guimarães.

A iniciativa é de participação gratuita (oferta de t-shirt oficial, seguro e sorteio de vários prémios), havendo a possibilidade de inscrição no Passeio, Mini Passeio e Trilho de BTT (inscrições em www.acm.pt).

Os ciclistas profissionais minhotos associam-se assim à 11ª edição do Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal que pretende incentivar a prática desportiva e a utilização da bicicleta como opção de mobilidade, para além de assinalar uma importante data histórica, a Batalha de São Mamede (24 de Junho de 1128) que viria a ser designada como "a primeira tarde portuguesa".

Confirmada está igualmente a participação de Delmino Pereira (ex-ciclista e Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo) e de Cândido Barbosa (ex-ciclista), entre outros.

A iniciativa integra este ano o programa oficial das comemorações dos 120 anos da União Velocipédica Portuguesa / Federação Portuguesa de Ciclismo e a concentração está marcada para as 9 horas, junto ao Estádio D. Afonso Henriques.

As inscrições (gratuitas) podem ser efetuadas online (www.acm.pt). percursos de dificuldade baixa (passeio e mini passeio) e um trilho de BTT (promovido em parceria com a Erdal), procurando-se assim incentivar a participação de todos os interessados, independentemente da idade e da condição física.

A participação de figuras públicas e de referências do desporto tem sido uma das características do Passeio Dia 1 de Portugal, proporcionando-se assim momentos de interação e de convivência no contexto de uma autêntica "festa do ciclismo de lazer" em que pode participar toda a família, estando já confirmada a participação na edição deste ano de Delmino Pereira, Cândido Barbosa, Tiago Machado e José Mendes.

Com partida e chegada junto ao Estádio D. Afonso Henriques (início às 10 horas), a iniciativa terá três percursos (Passeio, Mini Passeio e Trilho de BTT), sendo o trajeto inicial (no Centro Histórico de Guimarães) efetuado em conjunto por todos os grupos de participantes. À passagem pelo local da partida, depois do trajeto inicial no Centro Histórico, termina o Mini Passeio.

O Trilho de BTT, uma das três opções de participação, é promovido em parceria com a ERDAL - Escolas de Referência de Desportos de Ar Livre. O percurso do Trilho de BTT terá uma extensão de cerca de 20 kms com o passeio inicial pelo Centro Histórico de Guimarães e com o acesso final ao local de partida/chegada. Na preparação do percurso do trilho houve uma particular atenção em proporcionar aos participantes paisagens únicas e deslumbrantes, muitas delas até agora inacessíveis em percursos de BTT.

O Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal conta, entre outros, com os seguintes apoios: Câmara Municipal de Guimarães, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, POPP Design, Score Tech, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Tempo Livre / Centro de Medicina Desportiva de Guimarães, Vitrus Ambiente, AFAcycles,  Enfcare - Serviços de Enfermagem, Lda., Associação Vimaranense de Hotelaria, Guimarpeixe, Junta de Freguesia da Costa, Remax GO (Azurém - Quintã / Guimarães), Finiconde, Interfios, Pevigel e Programa Nacional "Ciclismo para Todos".

Nas edições anteriores a iniciativa integrou a programação de Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura, de Guimarães 2013 - Cidade Europeia do Desporto, foi o evento escolhido pelo Comité Olímpico de Portugal para assinalar o Dia Olímpico (2013), integrou o programa oficial das Comemorações dos 8 Séculos da Língua Portuguesa (2014), fez parte do programa do Centenário do Centro Juvenil de São José (2015) e do projeto de inclusão social desenvolvido em parceria pela CERCIGUI e o CNE - Corpo Nacional de Escutas (2015).

Fonte: ACM

“Porto de Ave recebe o Campeonato do Minho de BTT XCO - SCORE Tech”

Disputa-se no dia 23 de julho o 3º BTT XCO Tesouros do Ave, quinta prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - SCORE Tech que decorrerá em Porto de Ave (Póvoa de Lanhoso). A iniciativa integrará provas para todas as categorias de competição (incluindo escolas e paraciclismo) e promoção.

Organizado em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pela AETAD - Eventos Tesouros do Ave, o 3º BTT XCO Tesouros do Ave será disputado no circuito de Cross Country Olímpico de Porto de Ave - Póvoa de Lanhoso.

O programa do 3º BTT XCO Tesouros do Ave começará às 10 horas com o as provas de Pupilos/Benjamins e Iniciados. Às 11 horas começará a prova de Infantis e Juvenis, estando a cerimónia protocolar dos escalões de Escolas está marcada para as 12 horas. Pelas 13 horas começará a corrida de cadetes, femininos, paraciclismo e promoção e às 14h30 arrancará a competição de elites, sub23, juniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 16h00.

A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 9 horas e as inscrições devem ser efetuadas através do email geral@acm.pt.

O 3º BTT XCO Tesouros do Ave tem o apoio da Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso, Junta de Freguesia de Taíde, Real Confraria de Nossa Senhora de Porto de Ave, Gabinete do Ave - Seguros & Contabilidade, Corpo Nacional de Escutas, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Score Tech, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, POPP Design e do comércio e industria local.

Recorde-se que Porto de Ave acolheu em 2014 o Campeonato Nacional de BTT XCO que consagrou David Rosa e Joana Barbosa como Campeões Nacionais de elites, assim como o 1º XCO - Marino Fonseca que foi disputado no mesmo circuito. No ano passado, Fábio Ribeiro (ProRebordosa/LROpticas/RJGroup) e Daniela Pereira (Saertex Portugal / Edaetech) venceram em elites o 2º BTT XCO Tesouros do Ave, sexta prova do Campeonato do Minho de BTT XCO – Raiz Carisma que contou com a participação de mais de duas centenas de atletas.

Fonte: ACM

“Medalha de bronze para Pauline Vie no XTERRA Dinamarca 2019”

Realizou-se na Dinamarca, em Aarhus, a 7ª etapa do Circuito Europeu do XTERRA que contou com a participação dos atletas nacionais 3Pauline Vie e Rui Dolores.

O segmento de natação de 1500 metros foi disputado na praia de Moesgaard, em Aarhus, os 30km de BTT e os 10km corrida em trail tiveram lugar na floresta envolvente.

Pauline Vie teve uma excelente prestação, alcançando o terceiro lugar no pódio e Rui Dolores ficou na quarta posição, depois de um furo e um engano o terem afastado do primeiro lugar onde se encontrava desde os primeiros quilómetros do segmento de BTT. Com estas prestações, Pauline Vie ascendeu ao 5º lugar do ranking europeu, enquanto Rui Dolores se manteve na liderança desta competição.

No XTERRA Portugal, que se realizou na Golegã há duas semanas, Pauline Vie alcançou um excelente 3º lugar, a mesma posição que conseguiu nesta etapa na Dinamarca. Esta época, a jovem Pauline tem vindo a progredir, e a sua participação no XTERRA Dinamarca veio confirmar que é, atualmente, uma atleta forte, com potencial  de disputar os pódios internacionais.

Apesar de não ter corrido bem o segmento de natação, Helena Karaskova assumiu a liderança da competição aos 10km de ciclismo, com Pauline Vie a seguir na 4ª posição, a 4 minutos da frente da prova. Nesta altura, a austríaca Carina Wasle já se encontrava a 60 segundos e em segundo lugar, enquanto 3 minutos separavam Anna Tomica da primeira atleta.

«Fiquei muito contente com a minha prestação», afirma Pauline Vie. «A natação não é o meu forte e desta vez não foi exceção, mas consegui um bom segmento». Pauline chegou a estar em 4º no BTT, passando depois para 5º, sentindo-se bem, apesar de ter pedalado muito tempo sozinha. «Passei a transição para a corrida na quinta posição, um percurso que achei muito bonito e onde me senti forte, pelo que puxei pelo ritmo, ultrapassei Tomica and Spangsberg e alcancei o pódio». A triatleta ficou muito satisfeita com a sua prestação que a faz subir ao 5º lugar do ranking europeu.

Em primeiro lugar ficou Helena Karaskova, da República Checa, que fez um tempo final de 2:29:12, Carina Wasle, da Áustria, conseguiu a segunda posição com 2:33:17 e Pauline Vie fechou o pódio, com o tempo de 2:39:03.

O atual número 1 do ranking europeu Rui Dolores saiu em terceiro da natação, com um segmento consistente, a 25´´ de Ole Hanser, que estava a competir em casa e a 15’’ de Peter Lehmann, o alemão que também participou no XTERRA Portugal.

«Para mim a natação foi impecável, numa água calma, sem corrente ou vento». O segmento de BTT era muito técnico e divertido ‘com muito sobe e desce e retornos apertados’. Foi nos primeiros 10km, na parte mais técnica do percurso, que Dolores assumiu a liderança, deixando Lehmann em segundo a um minuto de distância. O atleta alemão ainda tentou seguir Rui, mas sem sucesso, dado o ritmo imposto pelo triatleta português. «Estava já a aumentar a distância entre o segundo classificado quando furei na bike. Recomecei ainda em primeiro, mas um pequeno erro a seguir as fitas fez-me escolher a direção errada num cruzamento, pelo que perdi mais de dois minutos. Quando retomei o percurso correto, já tinham passado três atletas».

Na corrida, Rui ainda tentou aumentar o ritmo para alcançar o pódio, mas a distância tornou-se demasiado grande, pelo que o triatleta manteve-se em 4º lugar, com o tempo de 2:15:17.

A primeira posição foi alcançada pelo belga Kris Coddens, com 2:11:04, o alemão Peter Lehman conquistou o segundo lugar a apenas 3 segundos do primeiro classificado, e Jens Emil Sloth Nielsen, atleta dinamarquês, subiu ao terceiro lugar no pódio com 2:11:46.

A próxima prova que Pauline Vie e Rui Dolores participarão será o XTERRA França no dia 7 de julho, a primeira de cinco competições Gold; estas incluem maior pontuação para ranking europeu e para a qualificação para o Campeonato do Mundo de Maui 2019.

Fonte: FTP

“3º TRIATLO DE ALHANDRA"

Triatlo de Torres Novas conquista 5ºlugar em Alhandra

Por: Paulo Vieira

Com os seus principais atletas envolvidos em provas de triatlo internacionais até ao final do mês de Junho, Gonçalo Balbino e Abel Afonso, de 20 a 23 de junho, no Campeonato da Europa de Youth (Cadetes) em Kitzbhuel (Áustria), na mesma data, Madalena Almeida na Taça do Mundo de Elites em Antuérpia (Bélgica), e de 27 a 30 de junho, na Taça da Europa de Elites e Juniores em Holten (Holanda), Ricardo Batista, Madalena Almeida, José Pedro Vieira e Afonso do Canto, o TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS não deixou de estar presente na 3ªedição do Triatlo de Alhandra, que se realizou na tarde de sábado, dia 15 de junho.

Foi mais uma etapa a contar para a Taça de Portugal de Triatlo, disputada em distância sprint (750m/natação, 20kms/ciclismo e 5kms/corrida), e o Clube Natação torrejano defendendo até ao momento o 3ºlugar nesta competição nacional, alcançou o 5ºlugar coletivamente.

Afonso do Canto foi o melhor atleta torrejano presente nesta prova, terminado no 14ºlugar absoluto (4ºjunior), seguido por Duarte Santos no 19ºlugar (5ºcadete), João Diogo Correia no 27ºlugar (6ºcadete), fechando a equipa Marco Sousa no 38ºlugar (2º no grupo de idades 40-44 anos).

Participaram ainda nesta prova em Alhandra, João Correia que terminou na 55ªposição (2º no grupo de idades 45-49 anos), David Paiva na 77ªposição (10º no grupo de idades 30-34 anos) e Guilherme Marques na 117ª (22ºcadete).

No dia seguinte, disputou-se a 1ªetapa do Circuito Nacional de Super-Sprint (350m/natação, 10kms/ciclismo e 2,5kms/corrida), uma competição nova incluída no calendário nacional desta época.

Estiveram presentes vários atletas torrejanos do escalão juvenil, com destaque para João Nuno Batista que alcançou o 9ºlugar absoluto (1ºjuvenil), Pedro Afonso Silva o 12ºlugar (2ºjuvenil) e José Tadeia o 14ºlugar (3ºjuvenil).

 Martim Salvador (16º), André Neves (20º), Francisco Borges (23º), atletas também juvenis da Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas, e ainda os veteranos Marco Sousa (13º) e Gonçalo Neves (21º), participaram também nesta etapa do Circuito Nacional de Super-Sprint, alcançando o 3ºlugar por equipas.

Fonte: CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“Pedro Silva venceu o 1º Prémio de Ciclismo H.M. Motor”

Pedro Silva foi o grande vencedor do 1º Prémio de Ciclismo H.M. Motor, prova para a categoria de juniores, pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã, disputada na cidade de Barcelos. Maria de Jesus Barros (Concelho de Porriño / Abanca) foi a melhor atleta feminina.

Promovido conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Centro Ciclista de Barcelos, o 1º Prémio de Ciclismo H.M. Motor contou com a presença de mais de meia centena de atletas que captaram a atenção dos muitos adeptos da modalidade ao longo dos 100 quilómetros do percurso.

Com sete passagens pela meta, o 1º Prémio de Ciclismo H.M. Motor teve um andamento morno na primeira volta, mantendo-se o pelotão compacto e respondendo à altura sempre que algum atleta tentava encetar uma fuga.

O grande ataque surgiu pelo quilómetro 16, logo depois da primeira passagem pela meta, quando Pedro Silva (Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact) e Gonçalo Martins (EFAPEL - Escola Ovar) se adiantam ao pelotão. Após isso, Pedro Silva arrancou, ganhou vantagem e conquistou a primeira meta volante, já com mais de 10 segundos de vantagem para o pelotão. Para trás ficou Gonçalo Martins, que não conseguiu acompanhar a pedalada do atleta barcelense, perdendo terreno e acabando absorvido pelo pelotão.

O ciclista do Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact encetou então uma corrida em solitário, rolando sozinho cerca de 76 quilómetros e ganhando paulatinamente tempo ao pelotão, chegando mesmo a ter mais de 2s30m de vantagem. No pelotão toda e qualquer tentativa de fuga era rapidamente anulada pelos atletas da Seissa.

O ciclista de Roriz, que venceu as duas metas volantes restantes, desacelerou na última volta do 1º Prémio de Ciclismo H.M. Motor, foi perdendo tempo, mas sempre de uma forma muito controlada. Pedro Silva cortou a meta, localizada no centro de Barcelos, ao fim de 2:26:52h.

Daniel Dias (Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact) foi o segundo classificado, a 1.08m do vencedor, superiorizando-se no sprint final a um lote de 33 ciclistas. Gonçalo Martins (EFAPEL – Escola de Ovar) foi terceiro.

Por equipas ganhou a Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, que conseguiu colocar quatro ciclistas entre os dez primeiros, enquanto a EFAPEL – Escola de Ovar terminou em segundo e a Vito/Feirense/PNB em terceiro.

Francisco Rocha (Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Barcelos): “Prova Muito Importante Para Barcelos”

Francisco Rocha, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Barcelos, mostrou-se satisfeito com a forma como a prova decorreu: “É muito bom para a cidade receber eventos deste género porque traz muita gente ao concelho que movimenta a economia e que amanhã pode vir cá em passeio”, explicou o autarca.

 

“Esta é uma prova importante para Barcelos, para o ciclismo e para os clubes de ciclismo que existem em Barcelos. No ciclismo de estrada o Centro Ciclistas de Barcelos e a ACR Roriz têm boas escolas, trabalham bem nesta área da formação e com os jovens, merecendo receber este tipo de eventos”, afirmou o vereador barcelense que agradeceu “toda a colaboração da Associação de Ciclismo do Minho e ao CC Barcelos que acederam alterar o horário da prova, que inicialmente estava programado para se realizar à tarde, e a forma profissional como organizaram este evento”.

 

Francisco Cardoso (CC Barcelos) satisfeito

Francisco Cardoso, presidente do Centro Ciclista de Barcelos, estava bastante satisfeito com a realização da prova, realçando ser seu desejo que este “seja o primeiro de muitos Prémios de Ciclismo H.M. Motor”. “Tivemos um número razoável de ciclistas que abrilhantaram este 1º Prémio Ciclismo H.M. Motor. Este tipo de eventos dá muito trabalho mas posso dizer que valeu a pena. Todos ajudaram, todos trabalharam e correu tudo bem. No final parece que todos gostaram do percurso e da forma como Barcelos os recebeu”, afirmou o dirigente.

 

Hugo Ricardo (H.M. Motor)

Hugo Ricardo, da H.M. Motor, patrocinador oficial do 1º Prémio de Ciclismo, ao realçar a “boa organização da prova” destacou que a mesma “foi muito bem disputada e dá nome a Barcelos”. “Gosto do desporto, gosto de apoiar o desporto e o ciclismo faz parte dos eventos que patrocinamos com frequência”, recordou.

João Matias (Presidente do Seissa/Ktm-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact): “Vitória é fruto do trabalho”

João Matias, presidente da Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, acompanhou toda a corrida e mostrou-se bastante satisfeito com a vitória da sua equipa quer em termos coletivos, que individuais.

“É uma vitória muito importante” disse João Matias que não classificou a vitória de Pedro Silva de fácil: “parece fácil, mas foi uma prova bastante desgastante para o Pedro Silva, que rolou sozinho durante muito tempo. Isto é fruto do trabalho que ele tem feito ao longo dos anos e da experiência que foi ganhando nas provas, essencialmente, nas internacionais”.

O 1º Prémio H.M. Motor organizado pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Centro Ciclista de Barcelos contou com o apoio da H.M. Motor, Câmara Municipal de Barcelos, AFF Electrodomésticos, Flynx,LB Seguros, Martins Seguros, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design e Navega Rías Baixas.

Fonte: ACM

“Equipa Portugal/Seleção de Pista em bom plano na República Checa”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal de Pista teve um desempenho de alto nível no Grande Prémio de Brno, realizado, neste fim-de-semana, na República Checa.

As cores nacionais foram defendidas por Iuri Leitão e por Miguel do Rego. Os dois sub-23 portugueses fizeram hoje equipa na disciplina olímpica de madison, na categoria de elite. Conseguiram somar 5 pontos, o que garantiu a 11.ª posição entre 26 duplas participantes. A equipa vencedora foi a holandesa, formada por Roy Pieters e Wim Stroetinga, com 31 pontos.

Individualmente, foi Leitão quem mais se evidenciou, conseguindo o quinto posto no concurso olímpico de omnium, em elite, e o quarto lugar na prova sub-23 de scratch.

A competição desenrolou-se numa pista com 400 metros de perímetro, o que permitiu a qualificação de 40 corredores para o concurso de omnium, um número muito maior do que é habitual nas pistas mais comuns, de 250 metros.

Apesar da novidade, os dois portugueses estiveram à altura. Miguel do Rego começou mal, mas fez uma prova em crescendo, acabando no 16.º lugar, claramente na primeira metade da tabela. Iuri Leitão manteve um rendimento mais constante, chegando ao final com 82 pontos, o que lhe valeu a quinta posição. A vitória foi para o neozelandês Aaron Gate, com 126 pontos.

Iuri Leitão voltou a mostrar credenciais no scratch para sub-23, sendo o quarto classificado. Miguel do Rego foi 14.º, numa prova conquistada pelo polaco Flip Prokopyszyn.

Fonte: FPC