terça-feira, 22 de outubro de 2019

“Enric Mas vence Tour do Guangxi e Ivo Oliveira é 97.º”

Última prova do WorldTour da temporada

Por: Lusa

O ciclista espanhol Enric Mas (Deceuninck-QuickStep) venceu esta terça-feira o Tour de Guangxi, na China, com o português Ivo Oliveira (UAE-Emirates) a terminar na 97.ª posição a última prova do WorldTour da temporada.

A sexta e última etapa, com partida e chegada em Guilin (168,3 quilómetros), foi vencida pelo alemão Pascal Ackermann (Bora-hasngrohe), em 3:38.10 horas, o mesmo tempo de Juan Sebastián Molano (UAE-Emirates) e do holandês Timo Roosen (Jumbo-Visma), segundo e terceiro classificado, respetivamente.

Na geral, Mas terminou com cinco segundos de avanço sobre o colombiano Daniel Felipe Martínez (Education First) e 14 sobre o italiano Diego Rosa (INEOS).

Ivo Oliveira, que hoje foi 61.º, com o mesmo tempo do vencedor da etapa, terminou a prova na 97.ª posição, a 19.21 minutos de Mas.

Fonte: Record on-line

“Cascais vai receber IRONMAN pela primeira vez em 2020”

Distância completa junta-se ao bem sucedido 70.3 que aconteceu nos últimos três anos

Até agora palco de um IRONMAN 70.3 - a distância intermédia -, Portugal receberá a partir do próximo ano, pela primeira vez na história um 'full' IRONMAN. O anúncio foi feito esta terça-feira pela organização do campeonato, num comunicado no qual revelou que a prova de distância completa irá ser realizada a 26 de setembro, um dia antes da realização do 70.3.

Uma novidade justificada por Stefan Petschnig, o diretor do campeonato para a Europa, Médio Oriente e África, pela forma como a organização nacional se exibiu nos últimos três anos na organização do 70.3. "Portugal tornou-se rapidamente num dos mais populares destinos para atletas um pouco de todo o Mundo. Adicionar este destino ao nosso calendário era o passo lógico a dar. Em nome da equipa do IRONMAN queremos dar os parabéns à organização local. Nos últimos três anos o IRONMAN 70.3 Portugal Cascais demonstrou qualidade de excelência em todos os aspetos", elogiou Petschnig.

Quanto à organização lusa, foi o "concretizar de um sonho", conforme revelou Jorge Paulo Pereira, o diretor da prova. "Em 2017 colocámos Cascais no mapa do triatlo internacional. Agora estamos a construir um legado com a distância completa. Estamos muito entusiasmado pela possibilidade de criarmos momentos memoráveis para os nossos atletas e também para dar um impulso económico desportivo e económico enorme a todo o Portugal", declarou.

De notar que com esta novidade, Portugal irá entrar pela primeira vez no calendário de provas de qualificação para o Campeonato do Mundo de IRONMAN, a realizar em Kailua-Kona, no Hawaii. As inscrições para ambas as provas, tanto a distância intermédia como a completa, abrem na quarta-feira, pelas 15 horas.

Lembre-se que um 'full' IRONMAN é composto por 3,8 quilómetros de natação, 180,2 quilómetros de ciclismo e 42,2 quilómetros de corrida, ao passo que o 70.3 'corta' as distância pela metade, para os 1,9 quilómetros de natação, 90,1 quilómetros de ciclismo e 21,1 quilómetros de corrida.

Fonte: Record on-line

“Raúl Alarcón diz-se inocente de suspeitas de doping: «Tenho em meu poder pareceres médicos»”

Ciclista do W52-FC Porto, vencedor da da Volta a Portugal em 2017 e 2018

Por: Lusa

Foto: Luís Vieira

O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto), suspenso preventivamente pela União Ciclista Internacional (UCI), disse esta terça-feira não ter cometido qualquer infração ao regulamento antidoping e que tem provas que confirmam a sua inocência.

Numa publicação na rede social Facebook, o vencedor da Volta a Portugal em bicicleta em 2017 e 2018 assumiu ter sido notificado da suspensão provisória, mas garantiu estar inocente.

"Tenho em meu poder pareceres médicos absolutamente concludentes no sentido de que não existiu nenhuma violação pela minha parte a normas antidopagem. Vou, por isso, tentar, com todas as minhas forças, demonstrar no processo que me é levantado que estou inocente e que não pratiquei qualquer infração", afirmou.

De acordo com a lista de ciclistas suspensos provisoriamente pela UCI, publicada na segunda-feira, Alarcón, de 33 anos, está acusado de "uso de métodos proibidos e/ou substâncias proibidas".

Uma queda no Grande Prémio Abimota, em junho, impediu que Alarcón defendesse o triunfo na Volta a Portugal, que acabou por ser vencida pelo seu companheiro de equipa João Rodrigues.

Fonte: Record on-line

“António Azevedo e Daniela Pereira triunfaram em Arcos de Valdevez”

António Azevedo (Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo) e Daniela Pereira (Saertex Portugal / Edaetech) dominaram o 21.º BTT XCO - ACRAP, sexta e última prova Campeonato do Minho de BTT XCO - Score Tech de 2019 disputada em Prozelo (Arcos de Valdevez).

Organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pela ACRAP - Associação Cultural e Recreativa Amadora Proselense, o 21.º BTT XCO – ACRAP, que se realizou nas imediações do Campo de Futebol da ACRAP, tinha como aliciante o facto de muitos dos títulos de Campeão do Minho ainda estarem por decidir. Assistiu-se, também por isso, a lutas interessantíssimas em vários escalões, com alguns atletas a confirmarem o favoritismo e outros a surpreenderem.

Uma das corridas com a luta mais acesa foi a de Elites Masculinas. António Azevedo, da equipa famalicense Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo, superiorizou-se aos adversários e triunfou em Prozelo, conquistando também o título de Campeão do Minho de BTT XCO – Score Tech. Na segunda posição terminou Carlos Rego (Bombos São Sebastião / MonçãoBike / Lusomotor), enquanto Diogo Fernandes (BTT Braguinhas / Padim da Graça) concluiu a prova em terceiro.

Em femininos, Daniela Pereira (Saertex Portugal / Edaetech) não encontrou obstáculos de monta para a revalidação do título de Campeã do Minho. A atleta de Famalicão, que representa a equipa vianense Saertex Portugal / Edaetech, venceu sem oposição a prova da ACRAP e somou a quinta vitória em seis provas do Campeonato do Minho de BTT XCO - Score Tech.

Em Sub 23 a luta também foi grande, com os três primeiros classificados a terminarem o Campeonato do Minho muito próximos pontualmente. No 21.º BTT XCO - ACRAP, José Simões (Tomatubikers/Toyota – Macedo & Macedo) foi o grande vencedor, terminando José Ribeiro (Joane BTT/Trilhos Bike) em segundo e Tiago Alves (AXPO/FisrtBike/Vila do Conde) em terceiro. Nas contas do Campeonato do Minho de BTT XCO - Score Tech, José Ribeiro (Joane BTT/Trilhos Bike) conquistou o primeiro lugar enquanto Tiago Alves concluiu a competição em segundo.

Em Femininos, Ana Moreira (Tomatubikers/Toyota – Macedo & Macedo) venceu a sexta e última etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - Score Tech.

Rúben Queirós (AXPO/FisrtBike/Vila do Conde) foi o mais rápido na corrida de Juniores, deixando na segunda posição Lucas Braga (Seissa/KTM - Bikesen/Matias&Araújo/Frulact) que, ainda assim, garantiu o título de campeão minhoto. Tiago Silva (Tomatubikers/Toyota – Macedo & Macedo) foi o terceiro classificado em Prozelo. Na prova feminina venceu Joana Santos (Tomatubikers/Toyota – Macedo & Macedo) que também se sagrou Campeã do Minho.

Em Cadetes, João Cruz (AXPO/FirstBike/Vila do Conde) confirmou o favoritismo vencendo a etapa de Arcos de Valdevez e conquistando invicto a competição minhota. Ivo Pereira (Saertex Portugal/Edaetech) foi segundo Gabriel Conde (Avanza AD) o terceiro. Laura Mira (Redondela II Piccolo) venceu em femininos, deixando Catarina Lopes (Batotas/Ponte de Lima), que já tinha garantido o título de Campeã do Minho, na segunda posição.

Rúben Nunes (AXPO/FisrtBike/Vila do Conde) regressou em Prozelo às provas no Minho e venceu a corrida de Master 30. Cláudio Veloso (BTT Braguinhas/Padim da Graça) conquistou o Campeonato, concluindo a prova de Prozelo em segundo lugar, à frente de Duarte Monteiro (Joane BTT/Trilhos Bike).

Em Master 40, António Viana (Bombos S. Sebastião/MonçãoBike/Lusomotor) superiorizou-se aos seus adversários e, além de vencer na última prova, assegurou o triunfo na classificação geral final. Na segunda posição ficou António Rocha (Saertex Portugal/Edaetech), enquanto Roberto Lopes (Batotas/Ponte de Lima) terminou em terceiro. Rodolfo Lopes, da AXPO/Firstbike Team/Vila do Conde, venceu a corrida de Master 50 e a sua equipa triunfou coletivamente.

A equipa AXPO/Firstbike Team/Vila do Conde esteve também em destaca ao somar em Prozelo a quinta vitória em seis provas do Campeonato do Minho de BTT XCO - Score Tech de 2019.

Nos escalões de escolas, João Martins (Seissa/KTM - Bikesen/Matias&Araújo/Frulact) e Beatriz Silva (BMC/Póvoa de Varzim/CDC Navais) venceram em Juvenis, José Cardoso (Tomatubikers/Toyota -Macedo&Macedo) e Sara Alvarez (Club Ciclista Ponteareas) em infantis, Afonso Silva (BTT Braguinhas/Padim da Graça) e Ainoa Posada (Club Ciclista Ponteareas) em iniciados e em Pupilos/Benjamins evidenciaram-se Samuel Gomes e Matilde Fernandes, ambos da equipa Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact.

Por equipas venceu a Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, seguida do BTT Braguinhas/Padim da Graça e do Tomatubikers/Toyota – Macedo & Macedo.

Emília Cerdeira (Vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez)

Emília Cerdeira, vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, considera a realização das provas de BTT uma mais valia para a região. “Estamos em plena área do Parque Nacional da Peneda-Gerês que tem quilómetros de trilhos, que podem e devem ser aproveitados, pelos desportos de natureza. Esta prova de BTT, assim como a que aconteceu há algumas semanas de Downhill, aliam o desporto à natureza e contam com o nosso apoio. Ao mesmo tempo divulgamos as condições e as paisagens que temos no concelho. Esta é uma boa forma de divulgarmos Arcos de Valdevez”.

De resto, considera a autarca, “este tipo de provas traz sempre muita gente a Arcos de Valdevez, desde os atletas, staff, famílias e amigos até ao simples adepto.

Ricardo Brito (Presidente da ACRAP)

Ricardo Brito, presidente da ACRAP - Associação Cultural e Recreativa Amadora Proselense, mostrou-se bastante satisfeito com a forma como decorreu a prova.

“O balanço é muito positivo, desde logo porque não houve incidentes, ninguém se magoou e isso é muito importante. Depois esta era uma prova que decidia os títulos de campeão e assistimos a corridas muito interessantes. Tivemos aqui bastante gente, apesar de ser a última prova da época, que deram um colorido bonito a este 21.º BTT XCO”.

Ricardo Brito salientou ainda a circunstância do 21.º BTT XCO - ACRAP receber as Escolinhas, fator “muito importante e incentivador para que as pessoas venham ver estes miúdos em ação. É aqui que se começa a gostar de XCO, de ciclismo e para nós isto é muito importante”.

António Costa (Tomatubikers/Toyota – Macedo&Macedo)

António Costa, diretor desportivo da Tomatubikers/Toyota – Macedo&Macedo, não escondeu a satisfação pelo desempenho da equipa que representa. “Conseguimos confirmar a conquista do título de Campeão do Minho em Elites Masculinos, em Sub-23 e Juniores Femininos. Hoje estamos muito satisfeitos. Temos uma equipa pequena, mas vamos conquistando bons resultados”, referiu António Costa salientando que “os resultados são fruto de muito trabalho” e que o clube “trabalha em função dos atletas, a pensar neles e criando-lhes condições para que eles possam atingir os seus sonhos, mas não estamos obcecados pelos resultados de equipa. Alegra-nos ver jovens que começaram nos escalões de escolas e hoje brilham nos escalões de competição”.

Daniela Pereira (Saertex Portugal/Edaetech)

Daniela Pereira (Saertex Portugal/Edaetech), Campeã do Minho de BTT XCO – Score Tech, reconheceu que encarou a prova de Prozelo de forma diferente por já ter assegurada a conquista do título minhoto. “Não valia a pena desgastar-me muito, até porque ainda estou a recuperar da prova de XCM e em breve começa a Taça de Ciclocrosse onde pretendo apresentar-me nas melhores condições para lutar por uma boa campanha”, começou por afirmar Daniela Pereira.

Lucas Braga (ACRRoriz)

Lucas Braga (Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact), conquistou o título de Campeão do Minho de BTT XCO na escalão de Juniores, um dos seus grandes objetivos para a época desportiva de 2019. “Parti para esta prova decidido a confirmar a conquista do título de Campeão do Minho, que era o meu grande objetivo e conseguiu-o. Tentei de tudo para vencer a prova e terminar em beleza, mas acabei por ficar em segundo. Este é um circuito muito duro, que ficou ainda mais duro devido ao mau tempo, mas consegui fazer uma boa prova e conquistar o título, que era o que mais queria”, disse o jovem atleta da equipa de Barcelos.

João Cruz (AXPO/Firstbike Team/Vila do Conde)

João Cruz, ciclista de Viana do Castelo que alinha na Axpo/Firstbike Team/Vila do Conde, também fez um balanço positivo da sexta e última prova do Campeonato do Minho de BTT XCO – Score Tech: “A prova correu muito bem. Ataquei na primeira volta e assumi o comando, depois fui controlando. Esta pista é muito rápida e dura, boa para este tipo de ciclismo. A organização está de parabéns”.

O 21º BTT XCO - ACRAP teve o apoio da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Junta de Freguesia de Prozelo, IPDJ, Federação Portuguesa de Ciclismo, Score Tech, Cision, Arrecadações da Quintã, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, AFAcycles e Navega Rías Baixas.

Recorde-se que os prémios finais dos Campeonatos do Minho e da Taça do Minho de Ciclismo de Estrada serão entregues na Gala de Encerramento da Época Desportiva de 2019, agendada para o dia 23 de novembro (Auditório da Universidade do Minho - Campus de Azurém - Guimarães), em que também serão homenageados os atletas minhotos que se sagraram Campeões Nacionais em 2019 e que conquistaram resultados de relevo a nível internacional.

Fonte: ACM

“Agenda de Ciclismo”

Melgaço recebe o arranque da época de Ciclocrosse

A época de 2019/2020 de ciclocrosse vai começar este domingo no Centro de Estágios de Melgaço, com a realização da primeira prova da Taça de Portugal.

A prova irá ser realizada para as categorias de juvenis, cadetes, juniores, sub-23, elite e masters. O tiro de partida para a primeira prova será dado pelas 9h30, para a categoria dos juvenis, prova que não contará para as contas da Taça de Portugal, visando cativar o interesse dos mais jovens na sua participação. De seguida, iniciar-se-á às 10h30 a prova de masters. As femininas e os cadetes masculinos partem às 11h30.

A última corrida do dia será a de juniores e a de elite masculina, às 12h30, encerrando o programa. A competição também irá apurar os campeões regionais do Minho.

Depois de aberta a temporada em Melgaço, os corredores irão ter a segunda jornada da Taça de Portugal no dia 3 de novembro, em Santo Tirso. No dia 17 de novembro passam por Bragança para a terceira prova e a 8 de dezembro realizam a quarta jornada, em Vouzela, duas épocas depois da última passagem da competição por terras vouzelenses.

No dia 29 de dezembro, os corredores irão concluir as provas da Taça de Portugal, em Paços de Ferreira. O Campeonato Nacional de Ciclocrosse irá ser corrido no dia 12 de janeiro, em Vila Real. Estas serão as provas a nível nacional, mas o calendário de ciclocrosse é complementado pelas provas regionais desta disciplina.

No domingo, 27 de outubro, também irá ser realizada a Mêda 100 World Marathon Series, prova que é integrante do circuito mundial de maratonas BTT (XCM) pelo quinto ano consecutivo. O Município de Mêda acolhe mais uma prova UCI, com os atletas de alta competição a poderem pontuar para o ranking.

A maratona dos corredores masculinos terá um percurso de 95,2 quilómetros e a prova feminina será de 79,5 quilómetros.

Ainda no domingo, irá ser realizada mais uma edição, a décima, Bike Tour Tiago Machado. Além do passeio de bicicleta habitual, desta vez verifica-se a introdução de uma caminhada, que é aberta à participação de todos os entusiastas. A iniciativa irá decorrer em Vale de São Martinho, freguesia de Vila Nova de Famalicão. A partida será às 9h30, com o passeio de bicicleta a ter 18 quilómetros e a caminhada 6 mil metros. A receita angariada reverterá para uma associação de cariz solidário.


Mais eventos oficiais

27 de outubro: 8.º Passeio BTT ArcoBike, Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto

27 de outubro: Polvoreira Bike Challenge VI Trilho do Fundador- Prof. Orlando Lemos, Polvoreira, Guimarães

27 de outubro: 9.º Passeio de BTT Vale Maravilhoso, Campeã, Vila Real

27 de outubro: Convívio de Encerramento da Época, Oliveira de Azeméis

27 de outubro: Raid BTT Serra de Monchique 19, Faro

27 de outubro: Taça XCM- Monchique

27 de outubro: 3.ª Taça da Madeira BTT DHU, Madeira

28 de outubro: 11.º Passeio BTT Rota da Castanha e do Castanheiro, Sernancelhe, Viseu

Fonte: FPC