segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

“Sam Bennett triunfa na consagração de Winner Anacona em San Juan”

Tiago Machado foi o melhor português, no 24.º lugar

Fonte: Lusa

Foto: @vueltasanjuanok

O ciclista colombiano Winner Anacona (Movistar) conquistou este domingo a Volta a San Juan, após a sétima e última etapa, ganha pelo irlandês Sam Bennett (Bora-hansgrohe).

No final dos 141,3 quilómetros da tirada, com partida e chegada em San Juan, Bennett impôs-se no 'sprint', em 2:54.26 horas, à frente do colombiano Álvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) e do eslovaco Erik Baska (Bora-hansgrohe).

Nos quilómetros finais, o italiano Nicola Toffali e o português Tiago Machado ainda tentaram surprender o pelotão, mas o melhor do Sporting-Tavira voltou a ser o búlgaro Alexander Grigoryev, na 22.ª posição.

Na geral, Anacona defendeu a liderança e venceu a prova com 35 segundos de avanço sobre o francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) e 57 sobre Óscar Sevilla (Medellín).

Grigoryev foi o melhor dos leões, na 14.º posição, a 1.48 minutos, com Tiago Machado a ser o melhor português, no 24.º lugar, a 3.07.

Fonte: Record on-line

“Marcel Kittel vence derradeira prova do Challenge de Maiorca”

Alemão mais rápido do que belgas Timothy Dupont (Wanty-Groupe Gobert) e Christophe Noppe (Vlaanderen-Baloise)

Por: Lusa

Foto: Reuters

O sprinter alemão Marcel Kittel (Katusha Alpecin) venceu este domingo a quarta e última prova do Challenge velocipédico de Maiorca, impondo-se na chegada a Palma, aos belgas Timothy Dupont (Wanty-Groupe Gobert) e Christophe Noppe (Vlaanderen-Baloise), segundo e terceiro classificados.

Kittel concluiu os 159,6 quilómetros em 3:45.23 horas, o mesmo registo de Dupont e Noppe, e do seu compatriota André Greipel (Arkéa Samsic), quarto.

Rui Oliveira (UAE-Team Emirates) foi o 101.º a cruzar a meta, 25 segundos depois do vencedor, enquanto Dominic Mestre (EvoPro) terminou no 143.º posto, a 9.08 minutos.

Fonte: Record on-line

“ASFIC venceu individual e coletivamente o 3º Almodovar cycling Challanger”

Decorreu dia 3 de Fevereiro, o 3º Almodovar cycling Challanger, prova organizada na Vila de Almodovar e que era composta por 3 percursos, divididos em 3 distâncias diferentes. Um longo de 130 km, um médio de 105 km, e um mini de 70 km .

A ASFIC  participou nesta prova, a primeira da época 2019, com 9 atletas, sendo que 8 participaram na prova mais longa e 1 no percurso médio.

O objetivo da equipa era vencer a prova, pois tratava-se da revalidação da vitória alcançada pela equipa na época anterior, onde João Letras havia vencido a prova ao sprint e a equipa também vencido coletivamente..

A equipa tentou sempre controlar a corrida, e aniquilar as fugas onde não estivessem atletas da ASFIC.

Com cerca de 50 km percorridos, deu-se uma fuga de 9 atletas,  sendo 3 da ASFIC ( João Portela, João Letras e Jorge Letras).

A chegar aos 100 km percorridos, a corrida entrava na parte mais difícil, com uma subida longa e ingreme. Nesta altura a fuga tinha mais de um minuto de avanço, tentando os restantes atletas da equipa que não estavam na fuga, ( Edgar Oliveira, Humberto Careca, Diogo Sampaio, Daniel Ferreira e Ricardo Gonçalves)  a missão de controlar o pelotão.

Durante a subida, e a faltar então cerca de 26km, João letras atacou a corrida e no seu alcancee foi um adversário.

João Letras e o seu adversário foram colegas de fuga ate ao fim da prova, discutindo entre eles a vitória ao Sprint, e no qual o Atleta da ASFIC foi o mais forte, cortando a meta em 1º lugar.

No grupo intermédio chegou, João Portela e Jorge Letras, tendo João Portela cortado a meta em 4º lugar e Jorge letras em 5º lugar.

Os restantes atletas chegaram integrados no pelotão.

A ASFIC conseguiu o principal objetivo,  vencer individual e coletivamente, pois com a classificação dos seus 3 primeiros atletas, também venceu por equipas.

Por escalões, a equipa venceu no Escalão Elite e conquistou também o 3º Lugar, nos M30, a equipa conquistou o 2º e 3º lugar, e no escalão M40, a equipa conquistou o 3º Lugar. Anibal Santo, que participou no percurso médio, conquistou o 3º lugar do seu escalão.

O esforço despendido por todos, para a conquista da vitória individual e coletiva, foi demonstração da enorme raça e ambição dos atletas da equipa.

Dedicamos esta vitoria, que esperamos que venha a ser a primeira de muitas, a todos os nossos patrocinadores.

 Fonte: ASFIC Clube de Ciclismo

“DUATLO DE RIO MAIOR”

RICARDO BATISTA – Campeão Nacional de Duatlo

Por: Paulo Vieira

O Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas iniciou a sua época de 2019, com a participação no 6ºDuatlo da Cidade de Rio Maior que se realizou no passado sábado à tarde, dia 2 de Fevereiro. Uma prova disputada em formato sprint (5kms/corrida, 20kms/ciclismo e 2,5kms/corrida), que deu a conhecer os primeiros campeões individuais da época, nas categorias de Juniores e Cadetes, e que contou como a 1ªetapa do Campeonato Nacional de Clubes em Duatlo.

RICARDO BATISTA, sagrou-se Campeão Nacional de Duatlo na sua categoria de Juniores, ao alcançar o 5ºlugar à geral, enquanto JOSÉ PEDRO VIEIRA na sua estreia como Junior, foi 3ºclassificado neste escalão, alcançando o 7ºlugar na geral. Estes 2 atletas estiveram sempre integrados no grupo da frente deste Duatlo, e não fosse a penalização de tempo sofrida no início do segmento de ciclismo, as classificações absolutas poderiam ser ainda melhores.

No setor feminino, o destaque vai para a nova atleta do Clube de Natação de Torres Novas, MADALENA ALMEIDA que alcançou um excelente 5ºlugar na geral, sendo a vencedora no grupo de idades 20-24 anos. Em Juniores, JOANA MIRANDA foi 3ªclassificada, e 14ª à geral, contribuindo desta forma para o espetacular 2ºlugar por equipas alcançado pelo Clube de Natação de Torres Novas, fruto também do 3ºlugar obtido por Catarina Neves no grupo de idades 45-49 anos, sendo 38ª à geral.

Ainda por equipas, mas em masculinos, o Clube de Natação de Torres Novas também subiu ao pódio no 3ºlugar, com os resultados obtidos por Ricardo Batista e José Pedro Vieira, e também por Gonçalo Balbino, 29º na geral e 4ºclassificado em Cadetes. Afonso do Canto foi 42º na geral e 10ºclassificado em Juniores.

No Duatlo de Rio Maior, estiveram mais atletas torrejanos presentes nesta prova, e para alguns foi a sua estreia nesta distância, como foram os casos dos Cadetes, Duarte Santos, Abel Afonso e João Graça, 7º, 16º e 34ºclassificados, João Diogo Correia, Guilherme Marques, foram 11º e 26ºclassificados também em Cadetes. Rodrigo Ladeira no grupo de idades 20-24 anos alcançou o 17ºlugar, o mesmo lugar obtido por Cristiano Marques no grupo de idades 30-34 anos. No grupo seguinte, 35-39 anos, Leandro Brito terminou na 15ª posição e André Leal na 22ª, enquanto Marco Sousa terminou na 6ªposição no grupo de idades 40-44 anos.

A próxima etapa deste Campeonato de Duatlo disputa-se em Arronches no dia 23 de Fevereiro, mas entretanto, RICARDO BATISTA desloca-se a Cape Town na África do Sul, para disputar uma Taça do Mundo de Triatlo em Elites, no próximo domingo dia 10 de fevereiro, enquanto os seus colegas JOSÉ PEDRO VIEIRA e AFONSO DO CANTO se encontram a participar até ao próximo dia 10 de fevereiro, num estágio da Seleção Nacional de Juniores a decorrer em Almeria, Espanha em conjunto com a Seleção espanhola.

Fonte: Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas

“EFAPEL apresenta-se com ambição de voltar a vencer a Volta a Portugal”

Jóni Brandão está de regresso à equipa

Por: Lusa

Foto: D.R.

A EFAPEL apresentou este sábado 2 de fevereiro a sua equipa para 2019, com Jóni Brandão como grande figura, e mostrou ambição de voltar a vencer a Volta a Portugal sete anos depois.

"[Este é] O ano do regresso às vitórias. Vamos lutar pelo primeiro lugar do pódio na Volta a Portugal", disse Carlos Pereira, presidente do Clube Desportivo Fulllracing, que dá estrutura à equipa.

De volta à EFAPEL, após duas temporadas na Sporting-Tavira, Jóni Brandão, segundo na Volta a Portugal em 2018, mostrou-se feliz por regressar.

"Estou muito feliz por voltar, tenho um carinho muito grande por esta equipa. Foi aqui que me tornei o ciclista que sou. E também por isso estou muito contente. Espero que tenhamos uma grande época e que consigamos alcançar todos os nossos objetivos, sendo o principal deles vencer a Volta a Portugal", disse.

O diretor desportivo da equipa, Américo Silva, considerou que o objetivo para esta época "é o mesmo das anteriores", ou seja, "estar em todas as competições com a máxima seriedade e empenho".

"Mas não escondemos que com o regresso do Jóni Brandão à nossa equipa, as ambições para a Volta a Portugal tornam-se como o primeiro de todos eles", assumiu.

Além de Joni Brandão, o espanhol Antonio 'Chava' Angulo (ex-Club Ciclista Rías Baixas), o uruguaio Fabricio Ferrari (ex-Caja Rural) e o búlgaro Nikolay Mihaylov (ex-Delko Marseille) são os restantes reforços.

Sérgio Paulinho, Rafael Silva, Bruno Silva, Pedro Paulinho, Marcos Jurado e Henrique Casimiro repetem a presença no conjunto de Ovar.

Fonte: Record on-line