terça-feira, 13 de agosto de 2019

“Já se inscreveu… que espera para o fazer…”

Domingo todos os caminhos vão dar à 14ª Clássica Afonsoeiro/Canha/Afonsoeiro

Dia 18 agosto de 2019

Texto: José Morais

Cartaz: José Morais/G.C.Afonsoeiro

O mês de agosto por norma é muito reduzido em passeios, mas a Clássica Afonsoeiro/Canha/Afonsoeiro, marca o mês sempre com um interessante passeio, numa organização do Grupo de Cicloturismo Afonsoeiro/Móveis Jolar.

A concentração do evento está marcada para as 8 horas sede do Grupo Típico de Danças e Cantares do Afonsoeiro, com a partida a ser dada pelas 9 horas, para um percurso aproximado de 75 quilómetros, percorridos pelo concelho.

Muita animação, muito convívio promete este grande evento, numa organização que já nos habituou ao longos dos anos, a dar o seu melhor pela modalidade, e a proporcionar excelentes passeios, a todos que participam neles, deixando os cicloturistas muito satisfeitos.

No final as tradicionais lembranças para todos os participantes, e um almoço convívio, o qual está limitado apenas a 150 pessoas, o que se aconselha a inscrever e fazer a sua marcação o mais breve possível.

Informações e inscrições, pelos telefones: 912 158 478 - 912 998 947 – 210 852 272 ou pelo mail: aldiroleao@gmail.com  
 

Marque já na sua agenda e venha participar neste grande evento que muito promete, faço como nós que vamos marcar presença com reportagem completa de todos o passeio, antes, durante e após o mesmo, com os tradicionais diretos que muito promete.

Participe…

 

“Circuito de S. Bernardo dia 20 em Alcobaça”

O ciclismo regressa às ruas de Alcobaça no feriado municipal de 20 de Agosto com a realização da 28ª edição do Circuito de S. Bernardo, que este ano, uma vez mais contará com duas provas. Pelas 15 horas no tradicional circuito decorrerá a 5ª e última prova da Taça de Portugal de Paraciclismo e pelas 17 horas terá lugar a prova para Elites e Sub 23 com 30 voltas ao percurso e um total de 75 quilómetros.
A fim de garantir um circuito de qualidade foram convidadas todas as equipas nacionais de Elites (profissionais) que estiveram na 81ª Volta a Portugal em Bicicleta mantendo-se, no entanto a prova aberta também às equipas do escalão de sub23 que poderão correr juntamente com os Elites.
O percurso será o já habitual, com a meta instalada na Alameda do Mercado, junto ao tribunal prosseguindo pela rua de Olivença, Avenida General Humberto Delgado, Avenida Professor Joaquim Vieira Natividade e Rua Eduíno Borges Garcia regressando à Alameda do Mercado.
Este trajeto conta com algumas retas propícias à disputa em velocidade e ainda a subida junto às piscinas municipais própria para os trepadores e que promete ser um ponte quente na disputa, tanto mais que ai será feita a contagem intermédia de tempos para apurar o vencedor do prémio da montanha.
Um bom percurso permite uma boa competição que será estimulada pelo atrativo conjunto de prémios, com o primeiro classificado a arrecadar um prémio de 500,00 euros, numa prova em que serão atribuídos prémios monetários de valor que ascende aos dois mil euros.
Para completar o espetáculo desportivo, à semelhança dos anos anteriores, espera-se por um publico numeroso que completará a festa do ciclismo num circuito em que tudo faremos para que continue a ser o melhor do período do pós volta a Portugal.
Fonte: Alcobaça Clube de Ciclismo

“Pedro Lopes brilhante na Volta a Portugal”

Brilhante é o resultado alcançado por Pedro José Lopes na 81ª Volta a Portugal em Bicicleta, que se disputou de 31 de Julho a 11 de Agosto, e que terminou na posição 54 entre os 103 corredores que terminaram a prova de 1.531,3 quilómetros.

Este atleta formado no Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola é um jovem de 20 anos que agora integra a equipa UD Oliveirense/InOutBuild e que esteve a correr num pelotão cheio de figuras grandes do ciclismo nacional e algumas vedetas da modalidade de várias nacionalidades.

Para um jovem participar num evento desta grandeza seria já uma boa oportunidade, finalizar a prova seria óptimo, concluir no lote dos 50 melhores classificados é algo muito bom e que revela o elevado potencial deste atleta que se iniciou no ciclismo de formação no Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola.

A primeira prova em que participou foi no dia 6 de Maio de 2012, no Encontro Inter-Regional de Escolas, que teve lugar em Alpiarça e onde ficou na 42ª posição. O seu desenvolvimento foi notório e na última prova da época disputada no dia 23 de Setembro de 2012 ficou no 3º lugar.

A partir daí assistimos a um Pedro Lopes em contante evolução que o levou a excelentes classificações como o sagrar-se Campeão Nacional de Contra-Relógio em 2015.

Fonte: Alcobaça Clube de Ciclismo

“Alcobaça em 5º lugar na Taça de Esperanças”

O 5º lugar na classificação por equipas foi alcançado pela equipa de juniores do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola na Taça de Portugal de Esperanças, um conjunto de duas corridas que tiveram lugar na Anadia, no passado fim de semana, com uma prova na Murtosa e outra na Curia e que pôs a competir conjuntamente atletas dos escalões de juniores e Sub 23.

Rodrigo Fonseca viria a ser o atleta mais regular do Alcobaça Clube de Ciclismo/Crédito Agrícola, ficando no 10º do ranking de juniores, ele que na segunda prova disputada no domingo viria a ficar em 8º lugar da geral conjunta sendo o 4º melhor atleta do escalão de juniores.

No somatório das duas provas além do 10º lugar de Rodrigo Fonseca, Gabriel Casal ficou na 27ª posição, e Miguel Correia ficou em 32º lugar, enquanto Carlos Jorge, Carlos Fernandes e Rafael Mateus terminaram sem pontuação por não terem concluído uma das duas provas.

Alinharam à partida 125 corredores em representação de 23 equipas, umas de sub23, outras de juniores e outras mistas que no sábado tiveram pela frente uma prova de 123 quilómetros entre Torreira e Anadia e no domingo disputaram um circuito 90 quilómetros feitos em seis voltas na Cúria.

A Taça de Portugal de Esperanças é uma competição que inicialmente pretendia por em prova conjunta atletas juniores de segundo ano e sub23 de primeiro ano que não tinham conseguido colocação em equipas do respectivo escalão com objectivo de que pudessem ser avaliados pelas equipas de Sub23, mas que foi aberta a todas as equipas de ambos os escalões. A Taça de Esperanças foi disputada em quatro provas, duas em Abril e as duas provas deste fim de semana.

Fonte: Alcobaça Clube de Ciclismo

“Ciclismo: 44º Circuito de Santa Marta Portuzêlo (Viana do Castelo)”

O 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo disputa-se no dia 15 de agosto, numa iniciativa conjunta da Associação de Ciclismo do Minho e do Grupo Desportivo do Centro Paroquial de Santa Marta de Portuzêlo. A tradicional prova destina-se aos escalões de pupilos/benjamins, iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores.

Pontuável para Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã), o 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo (Viana do Castelo) integrará atividades de destreza para as categorias de pupilos/benjamins e provas em linha para iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores.

As atividades terão início pelas 09h00 estando a cerimónia protocolar e de entrega de prémios prevista para as 12h30.

As provas de destreza serão realizadas na Avenida Com. Parente Ribeiro e a prova em linha de infantis no seguinte percurso: Av. Com. Parente Ribeiro, Rua Santa Martinha, Perre, Rua do Cemitério, Rua do Pisco, Estrada do Centro Paroquial, cruzamento da Igreja, Rua Santa Martinha, Avenida Com. Parente Ribeiro.

As provas em linha de juvenis, cadetes e juniores serão disputadas no seguinte percurso: Avenida Com. Parente Ribeiro, EN 202, Samonde, Perre, cruzamento da Igreja, Santa Marta (Rua Santa Martinha), Avenida Com. Parente Ribeiro (7,5 kms/volta).

O 44º Circuito de Santa Marta de Portuzêlo tem o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Tensai, Sambiental, Auto Rodolima, Lda., AutOliveira, ViaByke, Eugénia Lopes & Filhos, Lda - Distribuidor oficial CocaCola, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Score Tech, Navega Rías Baixas e AFAcycles.

No ano passado, o tradicional Circuito de Ciclismo de Santa Marta de Portuzêlo levou à freguesia de Viana do Castelo a festa do ciclismo numa iniciativa pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã que contou com a participação de cerca de duas centenas e meia de jovens ciclistas.

Fonte: ACM

“Colegas e amantes do ciclismo prestam última homenagem a Bjorg Lambrecht”

Belga morreu na sequência de uma queda na Volta à Polónia

Por: Lusa

Foto: Reuters

Familiares, colegas de equipa e amantes do ciclismo reuniram-se esta terça-feira durante o funeral do ciclista belga Bjorg Lambrecht, que morreu em 5 de agosto, na sequência de uma queda na terceira etapa da Volta à Polónia.

Na igreja de Sint-Willibrordus, em Knesselare, na Bélgica, algumas dezenas de pessoas prestaram uma última homenagem a Lambrecht, entre as quais o sprinter alemão André Greipel e o belga Tiesj Benoot, da Lotto-Soudal, à qual pertencia Lambrecht, e o diretor da equipa, Marc Sergeant, entre outros.

Uma camisola da equipa Lotto foi depositada em cima do caixão do jovem belga, que foi transportado por diversos corredores profissionais que privaram com Lambrecht.

Bjorg Lambrecht, de 22 anos, era uma das grandes promessas do ciclismo belga e, na presente temporada, tinha obtido um quarto lugar na Flèche Wallone e um sexto na Amstel Gold Race, depois de já ter sido vice-campeão da Volta à França do Futuro, batido apenas pelo atual campeão do Tour, o colombiano Egan Bernal.

Lambrecht deveria participar na edição deste ano da Volta a Espanha, mas deixa de luto o ciclismo belga, do qual era uma das principais apostas de futuro, a par de Remco Evenepoel e Wout van Aert.

Fonte: Record on-line

“José Poeira define objetivos para Volta a França do Futuro”

Vencer uma etapa e colocar um corredor nos 10 ou 15 primeiros

Por: Lusa

Foto: COFINA MEDIA

A seleção portuguesa vai participar na Volta a França do Futuro em bicicleta, a "maior prova por etapas para sub-23", com o objetivo de "vencer uma etapa e colocar um corredor nos 10 ou 15 primeiros".

À Lusa, o selecionador nacional, José Poeira, traçou os objetivos para a participação na 56.ª edição da prova, entre quinta-feira e 25 de agosto com 10 etapas de um traçado "muito duro, com muita alta montanha, um contrarrelógio por equipas e menos hipóteses para 'sprinters'".

Sem João Almeida e André Carvalho, que vão correr pela Hagens Berman Axeon a prova, Portugal estará representado por Francisco Campos e Jorge Magalhães (W52-FC Porto), Gonçalo Carvalho (UC Mónaco), Marclo Salvador (Sicasal/Constantinos) e dois jovens no primeiro ano do escalão, Afonso Silva (Rádio Popular-Boavista) e Guilherme Mota (Oliveirense-InOutBuild).

Segundo José Poeira, os jovens lusos "têm qualidade" para começarem aqui "a trabalhar o futuro para outras oportunidades" e poderem mostrar-se a equipas estrangeiras, com muitos "já com experiência de correr provas da Taça das Nações".

O objetivo é tentar vencer uma etapa e discutir os primeiros postos da geral, à semelhança do que aconteceu em 2018, em que João Almeida acabou em sétimo lugar uma corrida em que Rui Oliveira era aposta regular nos sprints.

A prova está repleta de campeões ilustres, com os dois últimos a serem bons exemplos do papel como revelador de talentos, uma vez que o campeão de 2017 é o colombiano Egan Bernal, este ano vencedor da Volta a França, e em 2018 foi o esloveno Tadej Pogacar, que no início do ano venceu a Volta ao Algarve.

Ao serviço de Portugal, também João Rodrigues correu a Volta a França do Futuro, sagrando-se no domingo vencedor da 81.ª Volta a Portugal, ao serviço da W52-FC Porto, com o selecionador a destacar "mais um corredor que passou pela escola que é a seleção".

A corrida arranca com uma discussão ao sprint em Marmande, antes do contrarrelógio por equipas, na sexta-feira, em Bergerac, seguindo-se quatro dias de média montanha antes do descanso, em 21 de agosto.

As últimas quatro etapas vão continuar a testar os ciclistas jovens, com o fim marcado para 25 de agosto, em Le Corbier, numa etapa de alta montanha de 78 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Volta a Burgos: Rui Costa fica em quarto na 1.ª etapa”

Ciclista português terminou a cinco segundos do vencedor Giacomo Nizzolo

Por: Lusa

 Foto: Getty Images

O ciclista português Rui Costa (UAE-Team Emirates) foi esta terça-feira quarto classificado na primeira etapa da Volta a Burgos (Espanha), a qual teve vitória do italiano Giacomo Nizzolo (Team Dimension Data).

Rui Costa cumpriu os 162 quilómetros da etapa, com início e meta em Burgos, em 3:39.22 horas, mais cinco segundos do que o vencedor, que superou em cima da meta o espanhol Alex Aranburu (Caja Rural).

Além de Rui Costa, participa na prova espanhola a equipa da W52-FC Porto, na qual Rui Vinhas foi o melhor, ao cortar a meta no 19.º posto, a 15 segundos.

Na quarta-feira, disputa-se a segunda etapa da prova, cujos 155 quilómetros vão ligar Gumiel de Izan a Lerma.

Fonte: Record on-line