sábado, 6 de outubro de 2018

“Este domingo mais um direto no Facebook…”

Este domingo 7 de outubro, o Notícias do Pedal-TV vai marcar presença no Cacém, no “1º Passeio de Agualva-Cacém.

A partir das 8.30 horas da manhã iremos estar em direto para o Facebook no recinto da Escola Gama Barros no Cacém, com mais um grande passeio de bicicleta, muita festa e animação.
Entrevistas, a partida, o pelotão na estrada, entre outros momentos, poderão ser vistos em direto.

Se não vai participar neste grande passeio, assista a bons momentos que este evento promete.
Não se esqueça, domingo a partir das 8.30 horas, aqui em direto para todos.

Nota da Redação.

“Mundiais de estrada de 2022 realizam-se na Austrália”

Na cidade de Wollongong

Por: Lusa

Os campeonatos do mundo de ciclismo de estrada de 2022 vão realizar-se na Austrália, na cidade de Wollongong, anunciou este sábado a União Ciclista Internacional (UCI).

Wollongong, com cerca de 290.000 habitantes, situa-se no estado de Nova Gales do Sul, a menos de 100 quilómetros a sudoeste de Sydney. Esta será a segunda edição dos Mundiais organizada pela Austrália, depois da de 2010, em Geelong, perto de Melbourne.

"O nosso principal evento realiza-se de novo fora da Europa, após cinco edições neste continente. Isto demonstra que os nossos campeonatos do mundo se tornaram verdadeiramente universais, não só ao nível da participação, mas também da localização. O caráter global será reforçado com a sua realização em África em 2025", afirmou o presidente da UCI, David Lappartient.

As próximas três edições estão previstas para o Yorkshire, na Grã-Bretanha (2019), os cantões de Vaud e Valais, na Suíça (2020) e a Flandres, na Bélgica (2021). O organizador de 2023 ainda não foi designado, enquanto a Suíça deverá voltar a acolher os Mundiais em 2024.

Fonte: Record on-line

“Benfica em terceiro na Taça dos Clubes Campeões Europeus”

Águias não revalidam título

O Benfica ficou em terceiro na Taça dos Clubes Campeões Europeus de equipas mistas, realizado este sábado, na zona ribeirinha junto à Torre de Belém e Museu do Combatente. As águias não conseguiram, por isso, revalidar o título alcançado o ano passado em Espanha, ficando agora atrás de duas formações francesas, o Poissy Triathlon e o Metz Triathlon.

As águias competiram com a norte-americana Katie Zaferes, João Silva (foi pai de madrugada), Vera Vilaça e João Pereira.

Já o Olímpico de Oeiras e o Alhandra terminarem em oitavo e 12º, respetivamente.

Em juniores, a equipa do Alhandra também foi medalha de bronze.

Fonte: Record on-line

“Falta o aval de Lisboa à W52-FC Porto”

Nuno Ribeiro explicou situação a Record

Foto: Lusa

Na primeira divulgação das equipas Continental Pro (2º) para 2019 não consta a W52-FC Porto, que pediu subida de escalão. O processo só encerra no dia 1 de novembro, faltando ao vencedores da Volta a Portugal concluir o dossier com a entrega dos documentos em falta e completar o plantel.

Um desse documentos, como nos deu conta Nuno Ribeiro, diretor-desportivo, é a garantia bancária, no valor de 30 por cento do orçamento dos salários dos ciclistas. "Já temos o papel do banco com essa garantia, falta apenas a confirmação vinda de Lisboa". Explicou Ribeiro, referindo ainda que falta também completar o plantel, que deverá ter no mínimo 16 ciclistas. "Como é uma equipa nova, é um processo mais demorado. Temos até 1 de novembro para completar o dossier e está tudo bem encaminhado para que isso aconteça", esclareceu Nuno Ribeiro.

Fonte: Record on-line

“Floyd Landis investe em equipa de ciclismo”

Antigo ciclista aguarda licença da UCI

Por: Ana Paula Marques

Foto: Reuters

Ainda se lembram de Floyd Landis? Sim, esse mesmo, o antigo ciclista, que perdeu o Tour que venceu em 2006 devido a doping, e que depois foi um dos que integrou a teia que tramou o então colega Lance Armstrong.

Agora é notícia porque decidiu investir... imagine-se, no ciclismo. Landis quer construir uma equipa Continental (3º escalão da UCI) e tem mais de 650 mil euros para o fazer. E de onde vem este dinheiro?

Depois de ter deixado, em desgraça, o ciclismo – em 2010 confessou ter consumido substâncias dopantes, revelando ainda o esquema de doping na US Postal –, Floyd Landis acabou por arranjar outras maneiras de se sustentar. A primeira foi ganhar dinheiro com entrevistas e reportagens sobre a sua história no ciclismo e as acusações ao compatriota Lance Armstrong. Depois, fundou uma empresa, a Floyd’s of Leadville, na qual trabalham 50 pessoas e que se dedica ao fabrico e distribuição de produtos derivados de canábis para uso terapêutico.

"Continuo a sentir o mesmo pelo ciclismo como quando era pequeno. Arrependo-me do que sucedeu, mas não posso mudar as decisões que tomei", confessou o antigo ciclista, agora com 42 anos.

A equipa que está a montar levará o nome de Floyd Leadville Pro Cycling Team e aguarda licença da UCI para poder começar a competir já em 2019.

Fonte: Record on-line

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “2º Passeio Manique Baixo.2019”

OJornal de Ciclismo”, publicou a reportagem do evento: “2º Passeio Manique Baixo.2019” realizado esta sexta-feira feriado em Manique, Cascais, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=49031 ou em: http://jornalciclismo.com onde pode ainda visualizar outras notícias.

Reportagem no “O Praticante” do evento: Apresentação “O sonho é o principio da conquista “Rui Sousa em livro”

O “O Praticante” publicou a reportagem do evento: Apresentação “O sonho é o principio da conquista “Rui Sousa em livro” realizado esta quinta-feira em Lisboa, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/sonho-principio-conquista-rui-sousa/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.