quinta-feira, 11 de abril de 2019

“Estamos vivos…”


 

Por: José Morais

Diariamente, vamos divulgando as mais diversas notícias sobre as diversas modalidades que se praticam com a bicicleta. Cicloturismo, ciclismo, triatlo, btt, bmx, paraciclismo, notícias diversas, vão sendo divulgadas no nosso espaço diário, como nas redes sociais, gostávamos muito de estar presentes em muitos eventos, mas é sempre impossível, porem as notícias são bem-vindas e quando nos chegam até nós são publicadas.

Sobre o cicloturismo, não tem sido possível marcar presença, os passeios que tinha confirmado presença, por motivo de força maior, foi impossível estar presente, mas, as pessoas certas foram avisadas, e apesar de não ter marcado presença, as informações chegaram até mim, caso do Penteado e do Pinhal Novo, já que tentei saber o que se passou, e os artigos foram sem dúvida feitos com imenso prazer.

Tudo isto, como esclarecimento, de algumas mensagens privadas que tenho recebido muito esquisitas, e ainda e-mails duvidosos, por isso… quero dizer que vamos sobrevivendo, vamos publicando, temos notícias, e não esquecemos ninguém, e vamos aparecer quando quisermos, onde quisermos, e quando pudermos, a Revista Notícias do Pedal está bem viva e recomenda-se.

Obrigado a todos que nos vão apoiando, o meu muito obrigado.   

 

“Motorclássico – Salão Internacional de Automóveis, Motociclos Clássicos e Bicicletas”

SALÃO MOTORCLÁSSICO RECEBE 40 MIL VISITANTES

Por: Tatiana Ferreira 

Terminou no passado Domingo na FIL, em Lisboa, a 15ª edição do Motorclássico – Salão Internacional de Automóveis e Motociclos Clássicos que registou, de novo, uma grande afluência de público, com 40 mil visitantes ao longo dos três dias de evento.

O êxito da 15ª edição do maior evento português relacionado com a temática dos Clássicos e da História Automóvel confirma assim a grande adesão de aficionados e do público em geral ao universo dos clássicos e a vitalidade do mercado.

Automóveis históricos e desportivos, raridades e veículos de culto, uma exposição dedicada aos 100 anos da Citroën, um leilão de automobilia, a concentração dedicada aos 60 anos do Mini, a celebração dos 110 anos da Bugatti, assinalados com a presença do Bugatti Type 40 Grand Sport e do EB 110, a exposição de veículos antigos dos Bombeiros Voluntários do Dafundo, diversos passeios de clássicos de duas e quatro rodas e as Motor Talks em directo, realizadas pelo Jornal dos Clássicos, foram alguns dos ingredientes de uma programação que conquistou público e expositores.

O Leilão Motorclássico encontrou um novo proprietário para 98% dos cerca de 50 lotes oferecidos para venda. Já o Gaming Center, uma das grandes novidades da edição deste ano, permitiu aos visitantes do salão experimentar gratuitamente vários simuladores, as retro arcade, flippers americanas originais, o catch de light, matraquilhos e ainda a Xbox, tendo garantido muita animação durante os três dias.

O Salão Motorclássico é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL – Feira Internacional de Lisboa.

Sobre o Museu do Caramulo Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma coleção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos.

O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. Mais informação em www.museu-caramulo.net

Fonte: Museu Caramulo/Parceria Revista Notícias do Pedal

“Viseu Triathlon 2019 com 5 embaixadores”

Nos dias 25 e 26 de maio a cidade de Viseu será palco de um fim-de-semana repleto de animação e desporto com o Viseu Triathlon.

Já abriram inscrições para a 3ª edição do VISEU Triathlon 2019, um triatlo, um evento que escolheu cinco triatletas para serem embaixadores da prova: Jorge Duarte, Ana Filipa Santos, Márcio Neves, Vanessa Pereira e João Ferreira serão apenas cinco dos triatletas, mais muitos mais se esperam neste triatlo do calendário regional.


Veja aqui o programa:

Sábado, 25 de maio, o dia começa pelas 14h00 com a prova de triatlo jovem BTT que inclui várias distâncias. No mesmo dia às 18h00 irá ter lugar uma atividade surpresa exclusiva para famílias e acompanhantes para a diversão não ficar reservada só aos atletas. O dia termina com às 19h00 com a Rice & Pasta Party.

Domingo, 26 de maio, o check in da prova principal deste grande evento em Viseu está marcado para as 8h, competição que tem o tiro de partida previsto para as 10h da manhã.
 

O percurso da prova principal:

O VISEU Triathlon inclui 2km natação, 60km bicicleta e 15 km corrida pelo que é uma oportunidade de participar em distâncias pouco habituais no triatlo num percurso rápido e seguro para os atletas. A natação é feita nas cristalinas águas da Barragem de Calde, o ciclismo percorre zonas verdes de ar puro e a corrida é plana, feita sempre junto ao rio Pavia , com a Sé da cidade à espreita.

O dia irá terminar pelas 14h00 com a entrega do Prize Money e os respetivos Troféus para os atletas vencedores desta prova.

Para mais informações relativas ao programa, horários e inscrições consulte o site da prova aqui: https://bit.ly/2CvWh7A

Fonte: FTP

“GP Beiras: Passagem pela Torre deve decidir sucessor de Dmitry Strakhov”

Quarta edição do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela começa na sexta-feira e tem prevista a passagem pela Torre na última etapa.

 A quarta edição do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela começa na sexta-feira e tem prevista a passagem pela Torre na última etapa, que deverá ser decisiva na sucessão do russo Dmitry Strakhov.

Os 529 quilómetros das três etapas da edição de 2019 serão feitos em constante sobe e desce, mas as decisões estarão em teoria reservadas para a derradeira tirada, entre Celorico da Beira e a Covilhã, num total de 177 quilómetros.

Apesar de a passagem pela Torre, contagem de primeira categoria, estar sensivelmente a meio da etapa, a ascensão ao ponto mais alto de Portugal continental, feito a partir de Seia, deverá ser seletiva e deixar os principais favoritos na frente para a difícil chegada à Covilhã.

No ano passado, a subida à Torre acabou por ser cancelada no próprio dia da corrida, devido à neve que tinha caído e que impossibilitava a passagem dos ciclistas.

Apesar de as previsões serem mais 'simpáticas' este ano, na última semana nevou na Serra da Estrela e poderão ainda existir alguns condicionamentos.

A quarta edição do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela inicia-se na sexta-feira, com uma ligação de 155 quilómetros entre Vilar Formoso e Pinhel, com duas contagens de montanha, em Cidadelhe (segunda categoria) e em Marialva (terceira).

A segunda etapa, também em constante sobe e desce, vai ligar Manteigas ao Fundão, naquela que será a maior tirada desta edição, com 197 quilómetros.

As bonificações podem vir a ser decisivas na atribuição da vitória final, como aconteceu em 2018, quando o russo Dmitry Strakhov, então na Lokosphinx, com um segundo de vantagem sobre português César Fonte (W52-FC Porto), depois de na última etapa ter conseguido recuperar os seis segundos de atraso com as bonificações.

Strakhov, que se mudou para a Katusha-Alpecin, será o único dos três anteriores vencedores que não poderá tentar novo triunfo no GP Beiras, uma vez que Jóni Brandão (Efapel), vencedor em 2016, e o espanhol Jesus del Pino (Vito-Feirense), em 2017, deverão estar presentes.

Entre as equipas presentes, destaque para as três continentais profissionais, a portuguesa W52-FC Porto, a israelita Israel Cycling Academy e a norte-americana Rally UHC.

Os 'dragões' chegam a esta prova após o triunfo na Volta ao Alentejo, por João Rodrigues, enquanto a Rally UHC conquistou a Volta à Sicília, por Brian McNulty.

De resto, em prova estarão as oito equipas continentais portuguesas: Rádio Popular-Boavista, LA-Alumínios, Miranda-Mortágua, Efapel, Oliveirense-Inoutbuild, Vito-Feirense, Aviludo-Louletano e Sporting-Tavira.

Do mesmo escalão, estarão ainda a EvoPro (Irlanda), VIB Sports (Barhein), Monkey Town (Holanda), Amore & Vita-Prodir (Letónia), Hurom (Polónia), Massi Vivo (Paraguai) e Lokosphinx (Rússia).

Fonte: Sapo.pt

“Queda força abandono de Julian Alaphilippe na Volta ao País Basco”


Ciclista francês tem várias contusões no ombro e anca direitos

Por: Lusa

Foto: EPA

O ciclista francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quick Step), vencedor da segunda etapa da 59.ª edição da Volta ao País Basco, foi forçado a abandonar.

Alaphilippe, que caiu na etapa de quarta-feira, a terceira, quando era segundo na classificação geral, sofreu várias contusões na queda a cinco quilómetros da meta, e acabaria por perder a vice-liderança.

"Após avaliação dos médicos e face às lesões sofridas ontem [quarta-feira] e às condições meteorológicas na corrida, a equipa decidiu que é preferível parar e concentrar-se na recuperação", anunciou a Deceuninck-Quick Step nas redes sociais.

O ciclista, que chegou a retomar a corrida após a queda que envolveu vários ciclistas, tem várias contusões no ombro e anca direitos.

A etapa de quarta-feira deixou também de fora o ciclista espanhol Jonathan Castroviejo, quatro vezes campeão espanhol de contrarrelógio, que na mesma queda fraturou a clavícula, segundo informou a equipa Sky.

O alemão Maximilian Schachmann (BORA-hansgrohe), que venceu a terceira etapa, lidera a Volta ao País Basco desde o triunfo no primeiro dia.

Hoje, a quarta etapa liga Vitoria-Gasteiz a Arrigorriaga, ao longo de 163,6 quilómetros, com um traçado que inclui três contagens de montanha de terceira categoria e uma de primeira, na subida a Bikotz Gane, a cerca de 40 quilómetros da meta.

Fonte: Record on-line