sábado, 26 de maio de 2018

“Taça de Portugal de Cadetes”

João Ferreira assume comando em Anadia

Por: José Carlos Gomes

João Ferreira (Cruz de Cristo) assumiu o comando da Taça de Portugal de Cadetes, vencendo hoje, em Anadia, a primeira corrida da final em duas mangas da competição de regularidade.

A primeira corrida que decidirá o vencedor da edição de 2018 da Taça de Portugal de Cadetes foi um contrarrelógio individual de 14 quilómetros, disputado com partida e chegada na zona desportiva anadiense, mais uma manifestação de apoio à candidatura de Anadia a Cidade Europeia do Desporto 2020.

João Ferreira, segundo classificado na fase de apuramento da zona B, apresentou-se em grande forma, sendo o único corredor a cumprir o exercício individual em menos de 21 minutos. Gastou 20m42s, vencendo folgadamente.

Fábio Fernandes (Efapel/Escola de Ovar), que não deu nas vistas na fase de apuramento, está agora na discussão da geral da Taça, graças ao segundo posto no contrarrelógio deste sábado, no qual gastou mais 25 segundos do que o vencedor. O terceiro classificado, a 39 segundos, foi Diogo Neves (BTT Loulé/Elevis).

Os minhotos da Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact assumiram a dianteira na geral coletiva.

A Taça de Portugal de Cadetes termina, neste domingo, com a disputa da segunda prova da final. Será uma corrida de 68,8 quilómetros, com início às 10h30. A partida e a chegada estão colocadas no Monte Crasto, Anadia.

Fonte: FPC

“VOLTA À BÉLGICA: JENS KEUKELEIRE ASSUME LIDERANÇA E TIAGO MACHADO É 18.º”

Após a quarta etapa da prova

Por: Lusa

Foto: DR

O português Tiago Machado (Katusha-Alpecin) terminou este sábado na 18.ª posição a quarta etapa da Volta à Bélgica em bicicleta, após a qual o belga Jens Keukeleire (Lotto-Soudal) assumiu a liderança.

Keukeleire, que foi segundo na etapa de hoje, atrás do seu compatriota e companheiro de equipa Jelle Vanendert, roubou a camisola de líder ao francês Christophe Laporte (Cofidis), que perdeu hoje 21.44 minutos, e segue agora no lugar 47 da geral.

Na etapa rainha da prova, com partida e chegada a Wanze e passagem pela região das Ardenas, Jelle Vanendert impôs-se em 3:33.24 horas, deixando o seu compatriota Keukeleire a 16 segundos, na segunda posição.

Tiago Machado, que concluiu a etapa a 5.05 minutos do vencedor, subiu do 22.º ao 18.º lugar da geral, a 5.15 minutos do líder, que soma um tempo total de 10:56.11 horas.

Jens Keukelerie, que venceu a prova em 2017, lidera com 15 segundos de vantagem sobre Jelle Vanendert, que é segundo, e com 26 em relação ao francês Anthony Turgis (Cofidis), terceiro da geral.

A quinta e última etapa disputa-se no domingo, numa distância de 157,7 quilómetros, entre Landen e Tongeren.

Fonte: Record on-line

“CHRIS FROOME É O VIRTUAL CAMPEÃO DO GIRO E JOSÉ GONÇALVES EM 14.º”

Britânico festeja domingo em Roma primeiro triunfo

Por: Ana Paula Marques

Chris Froome está a um dia e a 115 quilómetros de festejar o primeiro triunfo na Volta a Itália, depois de a etapa deste sábado, a última de montanha e onde se poderiam operar alterações quanto à liderança, manter o britânico com a camisola rosa e com 46 segundos de vantagem para o holandês Tom Dumoulin (Sunweb), ciclista que vai ceder o trono ao adversário da Sky.

Mas Dumoulin não entregou de bandeja o trono, tendo colocado à prova a resistência de Froome nos derradeiros 8 quilómetros da subida final, mas o britânico respondeu sempre à investidas, tendo depois o holandês passado por dificuldades nos dois quilómetros finais.

A etapa foi ganha pelo espanhol Mikel Nieve (Mitchelton-Scott), após uma fuga, cortando a meta com seis minutos de vantagem para o grupo de Froome. A tirada não provocou alterações quanto ao líder, mas viu o então terceiro classificado, o francês Thibaut Pinot (FDJ), claudicar por completo.

Froome tem assim a oportunidade este domingo de se tornar no sétimo ciclista a vencer as três Grandes Voltas.

Já o único português no Giro de 2018, José Gonçalves, conseguiu entrar para os 15 primeiros da classificação geral, sendo o 14.º, depois de ter sido 27.º na etapa deste sábado. Um resultado muito importante para o ciclista da Katusha.

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Guilherme Mota consolida estatuto de melhor trepador”

Por: José Carlos Gomes

Guilherme Mota continuou hoje em evidência no Tour du Pays de Vaud, prova da Taça das Nações de Juniores que decorre na Suíça. O corredor português foi o mais combativo do setor matinal da terceira etapa, reforçou o estatuto de melhor trepador da prova e é o luso mais bem colocado na classificação geral.

A jornada de hoje foi dupla e começou com uma etapa em linha de 78,7 quilómetros, entre Cully e Savigny. Logo nos primeiros quilómetros deu-se uma queda coletiva de grandes proporções, que obrigou à paragem da corrida e na qual estiveram envolvidos dois portugueses, Afonso Silva e Guilherme Mota. Afonso Silva foi o mais afetado, conseguindo terminar a etapa, mas já não podendo alinhar no setor vespertino.

A ambição de Guilherme Mota não foi travada pela queda. O campeão nacional de fundo voltou a integrar a fuga do dia, foi considerado o mais combativo do pelotão e somou pontos suficientes para ter a classificação da montanha praticamente conquistada. Além disso, Mota foi ainda o melhor português no setor matinal, ganho pelo francês Hugo Page.

Durante a tarde disputou-se um contrarrelógio de 10,2 quilómetros, em redor de Savigny. Guilherme Mota voltou a ser o melhor elemento da Equipa Portugal, finalizando o setor vespertino com o 19.º melhor registo, a 1m02s do vencedor, o dinamarquês Mattias Jensen Skjelmose.

A um dia do final do Tour du Pays de Vaud, a geral é dominada pelos dinamarqueses. Mattias Jensen Skjelmose comanda com 18 segundos de vantagem sobre o compatriota e anterior camisola amarela, William Blume Levy. O terceiro, a 37 segundos, é o norueguês Ludwig Fischer AAsheim.

Guilherme Mota é o mais bem colocado da Seleção Nacional, na 16.ª posição, a 2m23s do primeiro. Recorde-se que o português cedeu cerca de um minuto no primeiro dia, devido a um furo no contrarrelógio coletivo de abertura, azar que o impede de estar dentro do top 10.

Pedro Andrade é o 40.º, a 5m26s, Francisco Guerreiro é 47.º, a 6m33s, Diogo Ribeiro é 61.º, a 12m06s, e Wilson Esperança ocupa o 89.º lugar, a 40m15s.

O Tour du Pays de Vaud termina neste domingo. A última etapa, com três subidas pontuáveis para a classificação da montanha, terá 112,9 quilómetros, ligando Cossonay a Tartegrin.

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/João Rocha 69.º na prova de sub-23”

Por: José Carlos Gomes

João Rocha foi hoje o 69.º classificado na prova de sub-23 da etapa da Taça do Mundo de Cross Country Olímpico (XCO), que decorre em Nove Mesto na Morave, República Checa.

O gondomarense, que partiu da posição 80, recuperou 11 lugares durante a prova, para fechar em 69.º, a 8m32s do vencedor, o romeno Vlad Dascalu, que foi acompanhado no pódio pelo suíço Filippo Colombo e pelo sul-africano Alan Hatherly, segundo e terceiro, respetivamente.

Bruno Silva foi o outro português em prova. Arrancou da 136.ª posição e galgou lugares atrás de lugares para cortar a meta em 83.º, a 9m10s do primeiro classificado.

“Os sub-23 masculinos demonstraram evolução face à corrida anterior. O João Rocha terminou na primeira metade da classificação. Já o Bruno, mesmo adoentado, com sintomas gripais, fez uma grande recuperação. Estes resultados mostram que há um trabalho a fazer, de participar em cada vez mais provas, somar cada vez mais pontos para partir mais à frente. Isso é determinante para os resultados”, defende o selecionador nacional de BTT, Pedro Vigário.

Marta Branco vestiu as cores nacionais na prova feminina de sub-23, sendo 57.ª classificada e última, a três voltas da vencedora. O desfecho da corrida foi determinado pelo início. Marta Branco caiu com cerca de 100 metros percorridos, ficou com algumas mazelas físicas e ainda teve de parar para receber assistência mecânica.

Na luta pelo pódio, a prova foi emocionante, deixando na frente, em luta ombro a ombro pela vitória, as duas melhores da geral da Taça do Mundo. Impôs-se a suíça Sina Frei, diante da dinamarquesa Malene Degn, as duas com o mesmo tempo. A terceira, a 19 segundos, foi a italiana Marika Tovo.

Amanhã correm-se as provas de elite, com a Equipa Portugal a estar representada no setor masculino por David Rosa. O campeão nacional terá a companhia dos compatriotas Mário Costa e Ricardo Marinheiro, que também competem, a partir das 13h35, mas em representação das respetivas equipas. Joana Monteiro vai alinhar na prova feminina de elite.

Fonte: FPC

“Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa”

Maria Martins vence etapa e Fiona Hunter-Johnston mantém comando

Por: José Carlos Gomes

A corredora portuguesa Maria Martins (Sopela Women’s Team) venceu hoje, na categoria de elite, a quarta etapa da Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa, um contrarrelógio individual de 18,7 quilómetros, disputado em Vila Nova de Tazem, que permitiu à britânica Fiona Hunter-Johnston (Fusion Velo Performance) manter-se no comando da geral.

O exercício individual mostrou Maria Martins num excelente momento de forma. A corredora ribatejana completou o exercício individual em 30m11s, menos 49 segundos do que a segunda classificada, a colombiana Jenyffer Puentes(Efapel/Escola de Ovar). Fiona Hunter-Johnston defendeu o primeiro lugar na geral com o terceiro posto no contrarrelógio, a 1m18s da vencedora.

Fiona Hunter-Johnston e Maria Martins são agora as duas corredoras em destaque na luta pela Taça de Portugal Jogos Santa Casa na categoria de elite. A britânica parte para a quinta e última prova pontuável com 130 pontos, mais 20 do que Maria Martins. A vitória na corrida decisiva vale 50 pontos.

A luta pela conquista da Taça de Portugal está ao rubro na categoria júnior, cujas corredoras, tal como as cadetes e as masters, competiram num percurso de 15,5 quilómetros. Joana Vinagre (Bairrada) foi hoje a mais forte, em Vila Nova de Tazem, precisando de 27m58s para completar o percurso. Foi 34 segundos mais rápida do que Joana Pereira (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ). A terceira foi Nádia Henrique (Mato Cheirinhos/Vila Galé/Etopi), a 58 segundos. Com este resultado, deu-se um volte-face no topo da geral. Joana Vinagre ultrapassou Joana Pereira. Vão para a corrida final separadas por apenas cinco pontos.

Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ) demonstrou grande superioridade na categoria de cadetes, concluindo o exercício individual em 25m58s. A segunda classificada foi Beatriz Roxo (Maiatos/Reabnorte), a 1m25s. A terceira foi Beatriz Pereira (Bairrada), com mais 1m40s do que a vencedora. Daniela Campos reforçou o comando na geral, mas não tem ainda o troféu matematicamente garantido.

A master 30 Raquel Marques (ASC/Focus Team/Vila do Conde) estreou-se na edição de 2018 da Taça de Portugal com uma vitória no contrarrelógio de Vila Nova de Tazem, graças a um registo de 26m11s. Rita Reis (Mato Cheirinhos/Vila Galé/Etopi) foi a segunda classificada, a 1m15s. Um resultado que lhe permitiu garantir desde já a conquista da Taça de Portugal Jogos Santa Casa em masters 30.

Ana Neves (Bike & Nutrition Shop) venceu em master 40 e reforçou o comando nessa categoria. Cláudia Ribeiro (Maiatos/Reabnorte) foi a única master 50 em prova e é, até ao momento, a única ciclista pontuável nessa categoria.

A Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa termina neste domingo. A final acontece no centro da cidade de Gouveia, a partir das 10h00.

Fonte: FPC

“2º Grande Prémio de Ciclismo RS Bikes (cadetes e juniores)”

Está agendado para o dia 2 de junho o 2º Grande Prémio de Ciclismo RS Bikes, prova de ciclismo de estrada para as categorias de cadetes e juniores que terá partida e chegada na freguesia de Gondar (Guimarães). Pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã a iniciativa é promovida conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pela RS Bikes.

O 2º Grande Prémio RS Bikes integrará corridas para as categorias de cadetes e de juniores, começando e terminando ambas na rua da Cabreira (Gondar – Guimarães). A corrida de cadetes terá início às 14h00 e a de juniores às 16h00, prevendo-se a chegada, respetivamente, para as 15h30 e para as 18h00.

As provas serão disputadas num percurso de 57,6 Kms (cadetes) e 78,4 Kms (juniores) com passagens pelos seguintes locais: rua da Cabreira (Gondar), rua da Variante, rua da Liberdade, rua 1º Maio, rua 25 Abril, rua Albano M. Coelho Lima (partida real), em frente para Serzedelo, rua Arnaldo Gama, VIM, avenida  São Pedro, rua da Liberdade e rua da Cabreira (metal final).No decurso da prova os corredores da categoria de cadetes terão metas volantes nas passagens pela meta (Moto Jomi, RS Bikes, Pneus Batoca, Ourivesaria Millennium e Restaurante Recanto do Ave), rua da Varziela (Freguesia de Serzedelo), Avenida São Pedro (Freguesia de Pedome), Rua Arnaldo Gama (Pão Quente das Carreiras) e rua da Liberdade (RS Bikes). Por sua vez, o pelotão de juniores terá igualmente metas volantes nas passagens pela meta (Tony Auto, Pneus Vidém, Unimoda, Café Cruzeiro, MibilBanho, Escola de Condução Ronfense e Peviconta), rua da Varziela (Freguesia de Serzedelo), avenida São Pedro (Freguesia de Pedome) e rua da Liberdade (RS Bikes).

O 2º Grande Prémio RS Bikes conta com o apoio das Juntas de Freguesia de Gondar, Pedome, Serzedelo e Riba de Ave, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Salvaggio, Guimarpeixe, Pevigel, Interfios, MibilBanho, Moto Jomi, Pneus Batoca, Associação Joanense Unidança, Agro Jardim, Sunshine, Recanto do Ave, Barbearia - Cabeleireiro Gomes, Farmácia de Gondar, Peviconta, Ourivesarias Milenium, Movicasa, Amape, Táxis JL&F, Pão Quente das Carreiras, Motofreitas, Unimoda, Pneuvidém, Tony Auto, Pneus Silva, Stand Carmo, Funerária São Jorge, OpenVision, Bom Gosto - Churrasqueira, Escola de Condução Ronfense e Conceito Criativo.

No ano passado, Fábio Costa e Pedro Silva venceram o 1º Grande Prémio Manuel Abreu - RS Bike prova de ciclismo para as categorias de cadetes e juniores. Ana Azenha e Jéssica Ribeiro venceram as classificações femininas da prova que começou e terminou na freguesia de Gondar (Guimarães).

Além de muito público, o 1º Grande Prémio Manuel Abreu - RS Bike contou com a presença de várias individualidades, entre as quais José Cunha (Presidente da Junta de Freguesia de Gondar), o ciclista profissional José Mendes, o ex-ciclista Paulo Barroso, o ex-treinador e ciclista Mário Miranda, os sócios honorários da ACM Jorge Oliveira, José Campos, José Luís Galdamez e Manuel Nóbrega, assim como representantes de patrocinadores e entidades que se associaram à iniciativa. Notada foi igualmente a presença de Fernando Mendes, popular apresentador do programa televisivo “Preço Certo” (RTP1), que também aplaudiu e incentivou os jovens ciclistas.

Com a participação de cerca de centena e meia de jovens atletas, a competitividade e a emoção foram tónicas dominantes das corridas do 1º Grande Prémio Manuel Abreu - RS Bike, assim como a dificuldade do percurso e o forte vento que dificultaram o desempenho dos corredores. As provas foram disputadas num percurso de 45,8 Kms (cadetes) e 68,6 Kms (juniores) com diversas metas volantes a servirem de aliciante extra.

Fonte: ACM