domingo, 18 de setembro de 2016

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Campeonato da Europa”

Rui Costa sexto no Campeonato da Europa

O português Rui Costa foi hoje o sexto classificado na prova de fundo do Campeonato da Europa de Estrada, fechando em bom plano o excelente trabalho de toda a Seleção Nacional/Liberty Seguros na corrida 232,9 quilómetros, disputada em Plumelec, França, com vitória do eslovaco Peter Sagan.

A equipa portuguesa assumiu a ambição de discutir a corrida. Optou por deixar a responsabilidade e o desgaste de anular a fuga inicial às equipas com mais elementos. No entanto, na fase decisiva da prova, nas últimas cinco das 17 voltas ao circuito bretão, as cores da Seleção Nacional/Liberty Seguros surgiram na cabeça do pelotão, impedindo que as movimentações mais perigosas tivessem êxito.

Tendo sempre o foco na necessidade de proteger Rui Costa, de modo a que o poveiro pudesse chegar ao final em condições de bater-se pelos melhores lugares, a Seleção Nacional/Liberty Seguros, por intermédio de Tiago Machado e de Sérgio Paulinho, pôs fim ao avanço de um grupo de 18 unidades de enorme perigo.

Essa fuga foi anulada em plena subida da Côte do Cadoudal, à entrada para a última volta, perante uma multidão entusiasta de milhares de adeptos. O trabalho dos portugueses eliminou o esforço dos fugitivos e, simultaneamente, endureceu a corrida de modo a que do pelotão restasse apenas um grupo reduzido. Não foi, todavia, o suficiente para deixar de fora todos os homens rápidos.

Rui Costa entrou na derradeira ascensão do Cadoudal na frente do pelotão e fez o que lhe competia: bateu-se pelas primeiras posições. No entanto, a presença de alguns homens rápidos impediu o poveiro de chegar ao pódio. Ainda assim, o português alcançou um honroso sexto lugar, com o mesmo tempo do vencedor, o eslovaco Peter Sagan, do segundo classificado, o francês Julian Alaphilippe, e do terceiro, o espanhol Daniel Moreno.

“A equipa está de parabéns, cumpriu tudo o que planeámos. Assumimos a corrida nos momentos decisivos, de maneira a podermos colocar um homem nos dez primeiros, o que também aconteceu. Podemos dizer que trabalhámos como um verdadeiro coletivo. Os corredores souberam ler a corrida de forma exemplar, graças à qualidade e à experiência que têm”, afirma o selecionador nacional, José Poeira.

Rui Costa, pela sua parte, lamenta que a prova não tenha sido mais seletiva. “A única dificuldade era a subida para a meta, tornando o final demasiado explosivo para as minhas caraterísticas e permitindo que chegassem muitos homens rápidos. A Seleção fez um excelente trabalho e merecia que eu conseguisse uma boa posição, o que acabou por acontecer”, considera o poveiro.

Tiago Machado e Sérgio Paulinho foram os rostos mais visíveis do trabalho coletivo da Seleção Nacional/Liberty Seguros. “Nem me importava de ter trabalhado mais um bocadinho, se pudesse. Tínhamos como objetivo pôr o Rui na discussão da corrida e conseguimo-lo”, congratula-se Tiago Machado.

“Todos queríamos proteger o Rui para levá-lo à discussão da corrida. Fizemo-lo e ele esteve com os melhores. Cumprimos o nosso dever”, conclui Sérgio Paulinho.

Com a missão de trabalhar para o chefe de fila, o resultado final dos restantes elementos da equipa foi, naturalmente, prejudicado. Sérgio Paulinho foi 33.º, a 57 segundos, Tiago Machado foi 59.º, a 3m43s, o mesmo tempo a que chegaram André Cardoso, 62.º, e José Gonçalves, 68.º.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros de elite tem feito uma época exemplar, terminando todas as provas em que participou no top 10. Foi assim nos Jogos Olímpicos, com o décimo lugar de Rui Costa na prova de fundo e o sétimo de Nelson Oliveira no contrarrelógio, e também no Campeonato da Europa, com o sexto posto de Costa e o quarto de Oliveira nas mesmas especialidades.

Fonte: FPC

“Taça Cyclin’Portugal de XCO”

Mário Costa e Lucia Vázquez ganham Taça em Oliveira de Azeméis

O português Mário Costa (ASC/Focus Team/Vila do Conde) e a espanhola Lucia Vázquez (Maiatos/Reabnorte/BikeZone) sagraram-se hoje, em Oliveira de Azeméis, vencedores da edição de 2016 da Taça Cyclin’Portugal de Cross Country Olímpico (XCO).

A ausência, devido a lesão, do comandante da geral, David Rosa (Tropix), fazia prever uma corrida mais aberta e foi isso mesmo que aconteceu. Na primeira prova da Taça de XCO em que participou na presente temporada, Rúben Almeida (BTT Seia) levou a melhor, deixando o segundo classificado, Mário Costa, a 42 segundos.

Este resultado foi o suficiente para Costa desalojar Rosa do topo da classificação geral, terminando a competição com 117 pontos contra os 115 do campeão nacional. José Dias (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) foi o terceiro classificado em Oliveira de Azeméis e conquistou a Taça Cyclin’Portugal na categoria de sub-23.

A corrida feminina assistiu a um despique entre a espanhola Lucia Vázquez e a campeã portuguesa, Joana Monteiro (ASC/Focus Team/Vila do Conde), do que a qual estrangeira saiu duplamente vencedora: conquistou a prova oliveirense com 37 segundos de vantagem sobre a lusa e assegurou a vitória na Taça Cyclin’Portugal na categoria de elite. Joana Monteiro venceu a Taça em sub-23. A terceira classificada em Oliveira de Azeméis foi a estoniana Maaris Meier (ProRebordosa/Garrafeira Gomes/Oforsep), a 3m23s da primeira.

Bruno Silva (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) foi o mais forte na prova de juniores deste domingo. João Rocha (Rodabike/ACRG/Gondomar) não foi além da quarta posição, mas esse desempenho foi suficiente para juntar a Taça ao Campeonato Nacional. Marta Branco (ASC/Focus Team/Vila do Conde) ganhou em Oliveira de Azeméis e também conseguiu a dobradinha Taça-Campeonato.

Rafael Rita (BTT Loulé/BPI) impôs-se hoje entre os cadetes, mas a geral foi para Guilherme Mota (Marrazes/Gui/Breijinho/BikeZone Leiria). Entre as cadetes, tanto a Taça como a última prova pontuável foram para Raquel Queirós (ASC/Focus Team/Vila do Conde).

Rúben Nunes (ASC/Focus Team/Vila do Conde) ganhou hoje e, dessa forma, subiu ao topo da geral de masters 30. Em masters 40, Oliveira de Azeméis assistiu ao triunfo de Davide Inácio (Nutrimaia Sports Nutritin/GDVP), mas a Taça ficou na bagagem de António Sousa (ProRebordosa/Garrafeira

Gomes/Oforsep). Em masters 50 e em masters femininas, impuseram-se, neste domingo, aqueles que viriam a ser consagrados vencedores da Taça Cyclin’Portugal, António Silva (ProRebordosa/Garrafeira Gomes/Oforsep) e Ângela Gonçalves (BTT Seia). O mesmo aconteceu entre os paraciclistas, com dupla vitória de Fábio Luiz (Marrazes/Gui/Breijinho/BikeZone Leiria).

A ASC/Focus Team/Vila do Conde ganhou a Taça por equipas.

Fonte: FPC

“Víctor Goméz e Sarah Coutts vencem Swim Challenge Cascais 2016”

Provas com participação record em Portugal

Por: Rita Nunes Ferreira

Quase 500 nadadores marcaram hoje presença na 5ª edição de uma jornada de águas abertas da qual Víctor Goméz e Sarah Coutts, com fato isotérmico, saíram vencedores da prova principal e grande desafio do evento, 3,8 km, que também contou com as provas 1,9km, KIDS 400m, 200m e 200m Extra e Milha.

Com a participação de 161 nadadores, a prova 3,8km foi ganha, na categoria com fato isotérmico, por Víctor González Goméz, do Club Triatlón Pisuerga Valladolid, com 00:47:18, e por Sarah Coutts, da Associação de Nadadores dos Estoris, com 01:04:02. Em segundo lugar ficou André Santos, que completou a prova em 00:48:25, seguido de Amaury Rocha de Oliveira, um nadador de 16 anos que terminou com 00:49:42.

Na categoria sem fato isotérmico, saíram vencedores Rafael Gil, com 00:46:20, Luísa Santo, do SLB, com o tempo 00:55:21. Em segundo lugar Arseny Lavrentyev, nadador já assíduo em anteriores edições Swim Challenge, que completou em 00:51:26 minutos e Susana Novais Santos, da Associação de Nadadores dos Estoris, com 01:03:25 de prova. Em terceiro lugar passou a meta, aos 00:52:47, Cláudio Pinheiro, e Stephanie Heath, com 1:48:12.

Já a prova 1,9km, que reuniu 209 nadadores, teve como vencedores Vasco Gaspar com 00:27:46 e Maria Tomé, 15 anos, com 00:35:17. Seguiram-se os atletas Gonçalo Santos, do Clube Olímpico de Oeiras com 00:28:05, Joana Isabel Arantes com 00:37:01 e, em terceiro lugar, Ruben Fuentes, do Aguas Abiertas Extremadura e em segundo lugar na edição de 2015, que completou a prova com 00:30:51 minutos e Suzana Faria que terminou com 00:39:47.

Na classificação coletiva por clubes, do conjunto das provas 3,8km e 1,9km, venceu a Associação de Nadadores dos Estoris com 77 pontos e 43km nadados, seguido da Associação Humanitária dos Bombeiros dos Estoris com 56 pontos e do Aguas Abiertas Extremadura com 55 pontos.

A Milha, prova da World Open Water Swimming Series, foi vencida por Mário Bonança do Sporting Clube de Portugal com 00:24:46 e por Alexandra Frazão, do Olivais e Moscavide, com 00:28:31. Seguiram-se os nadadores Tiago Campos com 00:24:46 e Mariana Mendes com 00:28:33. Em terceiro lugar ficou Diogo Cardoso, com 00:24:54 e Sofia Rolão com 00:29:53. Por equipas venceu o Sport Algés e Dafundo com 40 pontos, seguido de Olivais e Moscavide com 31 pontos e da Associação de Nadadores dos Estoris.

Nas provas KIDS, disputadas nas distâncias 200m, 200m extra e 400m participaram 49 nadadores. Na prova 200m venceram Hugo Rocha, seguido de Rodrigo Pissarra e Rodrigo Leite. Na prova 400m venceram Alexandra Frazão, Mariana Mercedes e António Carvalho. Nos 200m Extra, prova com acompanhamento de um adulto e que permitiu uma primeira experiência em águas abertas, venceram Ricardo Pissarra, Mariana Montenegro e Raquel Sanches.

O Swim Challenge organizado pela 3 IRON Sports, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, Junta de Freguesia Cascais Estoril, Associação de Nadadores dos Estoris e Associação de Natação de Lisboa tem visto desfilar as grandes estrelas da natação em Portugal. Nadadores de todos os cantos do planeta visitaram Cascais para participar na maior prova de águas abertas em Portugal.





“Reportagem no “O Praticante” do “Mega Evento Bicla Fest Lisboa Ciclável.2016”

Já está on-line a reportagem no “O Praticante” do “Mega Evento Bicla Fest Lisboa Ciclável.2016” realizado este domingo em Lisboa, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/mega-eventobicla-festlisboa-ciclavel-junta-cerca-1500-participantes/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.

“Galeria Multimédia” divulgação das Fotos do “Mega Evento Bicla Fest Lisboa Ciclável.2016”

Já estão on-line na “Galeria Multimédia”, as fotos do “Mega Evento Bicla Fest Lisboa Ciclável.2016” realizado este domingo em Lisboa, as mesmas podem ser visualizadas em:

“Mega Evento/Bicla Fest/Lisboa Ciclável, junta cerca de 1500 participantes”

Assunção Cristas e Fernando Medina, marcaram presença, e foram participantes no evento

 

Texto e fotos: José Morais


Lisboa, recebeu hoje domingo 18 de setembro, cerca de 1500 amantes da bicicleta para participarem na “Bicla Festa/Lisboa Ciclável, um evento inserido na semana da mobilidade, sobe o lema “Mobilidade Inteligente, Economia Forte”, numa organização da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa – Departamento de Ambiente e Espaços Verdes, tinha o mesmo objetivos na divulgação da ciclabilidade de Lisboa, num percurso plano e acessível a todos, com o evento a estar cheio de muitas atividades e surpresas, além do tradicional passeio de “Lisboa Ciclável”, o Mega Evento teve concentração de bicicletas antigas, um Audace da Mobilidade, um “Cycling Chic da Mobilidade”, sendo ainda preparado para os mais novos o Crianças e a Mobilidade em Strider Bikes, contou ainda com muita animação musical.

O Terreiro do Paço em Lisboa foi o local de encontro, bem cedo começaram a chegar os participantes, pelas 8 horas, era dada a partida para o Audace, os outros, depois de confirmarem a sua inscrição, terem recebido uma T-Shirt e um bidon, foram convidados a desfilarem na passadeira vermelha, fazendo a sua foto, a qual mais tarde estará a votação no Facebook da FPCUB, e as que juntarem mais gostos, as oito mais votadas, terão por ordem sequencial, direito a quatro bicicletas, e quatro cadeiras para transporte de crianças.

Com pouco mais de 20 quilómetros, de distância, o passeio teve a saída pelas 10 horas do Terreiro do Paço em direção ao Poço Bispo, aqui era feito a inversão de marcha, passando novamente pelo local de partida, em direção a Belém, onde junto á Torre de seu nome, foi feita uma paragem, com distribuídas águas a todos os participantes. Qui existiu convívio, animação, e animadas conversas, depois do descanso, foi a pedalada final até ao local da concentração o Terreiro do Paço, onde cerca das 12.30, terminaram as pedaladas pelo ambiente.

Aqui, foi altura de conviver mais algum tempo, ainda fazer mais algumas fotos na passadeira vermelha, e a despedida de todos depois de uma foto de grupo, onde os participantes deram os parabéns á organização, e deixaram os votos de nova presença nos seus eventos.

Com um convite a participar neste Mega Evento a diversas individualidades, marcaram presença alguns vereadores do Município, o mesmo contou também a presença do Embaixador da Dinamarca em Portugal Michael Suhr, o qual referia que deve haver mais ciclovias em Lisboa, assim seria possível haver mais pessoas a deslocarem-se de bicicleta, referindo que em Copenhaga as pessoas estão habituadas a se deslocarem para o trabalho na mesma, e que cerca de 30% da população utiliza diariamente a bicicleta para ir trabalhar, o que deu origem a uma grande mudança em Copenhaga, e afirma que ele próprio vai na mesma para o trabalho, apesar de ter estacionamento para o seu carro, aqui em Portugal apenas utiliza a bicicleta para lazer, já que falta ainda muita coisa a fazer em prol da mesma.

Outra das presenças, foi Assunção Cristas, candidata a Câmara de Lisboa que aceitou o convite da FPCUB, a referiu que estava ali para pedalar e descontrair, e passear de bicicleta, e que era cedo para falar da mobilidade e das políticas das mesma para Lisboa, mas afirmou que será possível encontrar equilíbrio para que todos estejam bem, numa cidade moderna e cosmopolita que Lisboa tem de ter.

Também o atual Edil da Capital não quis deixar de marcar presença, e que também foi pedalar, antes do início das mesmas referia que, existe muito a fazer no domínio das redes cicláveis, principalmente nos transportes públicos, uma das mudanças que falta fazer.

Para o presidente da FPCUB, José Manuel Caetano este evento marcou sem dúvida o ano, as pessoas compareceram em força, não só os Lisboetas, mas como outros amantes da bicicleta que vieram de outras zonas da área da grande Lisboa, vieram pedalar á Capital, por uma Lisboa Ciclável. Os objetivos foram conseguidos, e o evento acabou por ser um grande sucesso, referiu que foram convidados diversas entidades e instituições, foi positiva a presença de Fernando Medina, o atual presidente da Câmara Municipal, como Assunção Cristas do CDS, e referiu que a Federação convidou a mesma, agora candidata à Câmara de Lisboa, como poderia convidar qualquer outro que existisse a candidato, já que a Federação pedala tanto com o pedal esquerdo como o direito, o nosso interesse é a bicicleta, e é por isso que lutamos, condições para a mesma, finalizando com um agradecimento a todos.

E foi um domingo diferente, um passeio diferente, onde a originalidade esteve presente, e todos que gostam de pedalar, puderam disfrutar de uma agradável manhã desportiva, e de convívio, novos, menos jovens, a idade não interessava, o importante era participar, as bicicletas essas, eram para todos os gosto e feitios, desde a mais sofisticada, á simples pasteleira, a tradicional de corrida, ou de btt, ainda as modificadas, ou as inventadas, as de dois lugares, até uma de seis lugar marcou presença, e marcou a pedalada, tudo o que mais importava era marcar presença e pedalar.

Estando assim de parabéns tanto a organização pelo seu empenho, dedicação e trabalho elaborado em prol da bicicleta, como todos os participantes que animaram o evento, e que sem eles não seria possível este sucesso, não podendo esquecer, o excelente trabalho elaborado pela Brigada de Trânsito da PSP de Lisboa, que deu segurança a todos os presentes, e que sem eles era impossível organizar um evento desta envergadura.

Com os votos de bons passeios, boas pedaladas, até um destes dias num evento realizado por ai.

Parceria FPCUB/Notícias do Pedal