segunda-feira, 18 de maio de 2020

“Rigoberto Urán aponta à Volta a França e ao Mundial”

Colombiano de 33 anos olha para o novo calendário e traça metas

Por: Lusa

Foto: Instagram

O colombiano Rigoberto Urán (Education First) disse esta segunda-feira ter como objetivos para a época de 2020 a Volta a França, agendada entre 29 de agosto e 20 de setembro, e os Mundiais de estrada, que arrancam logo a seguir.

Segundo explicou o colombiano de 33 anos à agência noticiosa France Presse, a "incerteza" causada pelo calendário reorganizado, por 'culpa' da pandemia de covid-19, torna difícil estabelecer objetivos, mas "o mais importante" é o Tour, em que foi segundo classificado em 2017, e os Mundiais.

"É um calendário muito curto, com três meses cheios de corridas. A equipa terá de analisar e escolher os melhores, mas eu vou voltar a estar no Tour e depois nos Mundiais", garantiu.

Com "algum medo" devido à pandemia, o medalhado de prata na corrida de fundo dos Jogos de Londres2012, colega de equipa do português Rúben Guerreiro na Education First, estima que os quatro meses de preparação que tem pela frente lhe permitirão "chegar em boa forma" à 'Grande Boucle'.

Urán, que foi segundo no Giro em 2013 e 2014 e é um dos 'eternos' candidatos à geral das Grandes Voltas, foi sétimo na última edição da Volta a França.

No "muito curto" calendário da temporada velocipédica, revelado pela União Ciclista Internacional (UCI) em 05 de maio, a Volta a Itália e a Volta a Espanha vão coincidir em datas, com o Giro a decorrer entre 03 e 25 de outubro e a Vuelta, numa versão mais reduzida, a ir para a estrada entre 20 de outubro e 08 de novembro.

Fonte: Record on-line

“Europeu de clubes em estafetas mistas de triatlo mantém-se em Alhandra”

Prova agendada para 10 de outubro

Por: LusaPor: Lusa

Foto: Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

O campeonato da Europa de clubes em estafetas mistas de triatlo permanece marcado para Alhandra, em 10 de outubro, após a reorganização do calendário devido à covid-19, revelou esta segunda-feira a Federação de Triatlo de Portugal (FTP).

A calendarização anunciada pela União Europeia de Triatlo (ITU) vai depender das restrições impostas pelos países organizadores nas datas das provas, advertiu a FTP, realçando as novas datas para a Taça da Europa de Quarteira, que vai ser disputada em 21 e 22 de novembro, depois de ter estado marcada para 4 e 5 de abril.

Já em 2019 o Europeu de clubes em estafetas mistas foi disputado no concelho de Vila Franca de Xira, onde o Benfica, campeão em 2017 e bronze em 2018, terminou no segundo lugar, atrás dos franceses do Poissy Thriatlon, e a equipa local, o Alhandra, conquistou o título em juniores.

As competições de triatlo em Portugal estão suspensas até 30 de junho.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas - Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 315.000 mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Fonte: Record on-line

“Paramos, mas não desistimos!”

Paramos, mas não desistimos!

Ironia das ironias … dizíamos - porque assim aprendemos - que parar é morrer.

Até percebermos que não é bem assim.

Até termos a prova de que não há certezas e que fomos abalroados pela incerteza.

Parar, afinal, é viver. É contribuir para que se viva.

Paramos, mas não desistimos!

Resistir em vez de desistir!

Sim, vamos voltar.

Voltar a sorrir.

Voltar a abraçar.

Voltar a tentar fazer acontecer.

Sim, vamos voltar!

Força Minho!


ou no Facebook https://www.facebook.com/CiclismoMinho da ACM :

Fonte: ACM

“Lance Armstrong: «Se tive cancro devido ao doping? Não posso garantir que não»”

Ex-ciclista admitiu que usou substâncias ilegais desde a primeira época como profissional

Lance Armstrong prometeu contar "a sua verdade" num documentário da ESPN intitulado ‘Lance’, que vai ser emitido no próximo dia 24. Para promover o trabalho, têm sido publicados alguns excertos da entrevista na qual o ex-ciclista fala do uso de doping que levou a que lhe tivessem sido retirados os sete títulos da Volta à França. Esta segunda-feira, foram revelados, na primeira pessoa, novos detalhes.

"Não quero que sirva de desculpa, mas toda a gente usava substâncias ilegais e eu ganharia na mesma se estivesse limpo. A primeira vez que me dopei tinha 21 anos. Na minha primeira época como profissional já tomava cortisona", garante o norte-americano.

O ciclista do Texas falou ainda do cancro nos testículos que teve de debelar: "Se fiquei doente por causa das substâncias dopantes? Não posso garantir que não tenha sido esse o motivo. As hormonas de crescimento têm um efeito estimulante de crescimento de alguns tipos de células e são usadas para fomentar as que fazem aumentar o rendimento desportivo. Mas faz sentido que as hormonas também estimulem o crescimento de células malignas".

Fonte: Record on-line

“Provas internacionais de Triatlo 2020”

Foto: Alhandra Sporting Club

Já há marcações de provas internacionais, entre as quais duas competições em Portugal.

Os tempos continuam incertos um pouco por todo o mundo quanto à realização de provas de triatlo, mas existem já diretrizes da European Triathlon Union (ETU) para o regresso às competições. De qualquer forma, os eventos só se realizarão caso os organizadores locais consigam garantir todas as orientações da ETU, sendo necessário ainda que o país anfitrião não possua restrições internas ou limitações de viagens para a maioria dos países europeus.

A Federação de Triatlo mantém as suas instalações encerradas até dia 30 de maio, perspetivando retomar os serviços no dia 1 de junho. Ainda sem novidades, as provas do calendário nacional encontram-se suspensas até dia 30 de junho.

O regresso às provas da ITU está planeado para setembro encontrando-se já calendarizadas duas Taças do Mundo e uma etapa do Campeonato do Mundo.


Alguns critérios para o regresso às provas internacionais de Triatlo:

Prazo para cancelamento de eventos: as provas que incluam a participação de Grupos de Idade terão um prazo limite de cancelamento até 10 semanas antes da data da marcada. No caso do Campeonato Europeu (sem a categoria de Grupos de Idade), e para todas as Taças da Europa (elite e juniores), o prazo limite para o cancelamento é até 8 semanas antes. Aconselha-se a reservar as viagens posteriormente à  confirmação da prova e, eventualmente, a constituir um seguro de cancelamento, já que é possível que a prova não se realize por circunstâncias diversas e/ou alheias aos próprios organizadores locais.

O Campeonato Europeu Clubes Estafetas Mistas está marcado para 10 de outubro 2020



Provas ETU internacionais no nosso país:

Existem duas provas internacionais já marcadas para o nosso país em 2020: o Campeonato da Europa de Clubes de Estafetas Mistas, que se realizará no dia 10 de outubro em Alhandra e a Taça da Europa de Quarteira que foi adiada para os dias 21 e 22 de novembro.

Todas as competições estão ainda sujeitas a nova confirmação, conforme tabela seguinte:

A FTP irá atualizando as informações conforme se justifique.

Mantenha-se ativo e protegido.

Fonte: FTP