segunda-feira, 18 de novembro de 2019

“Gala Fé no Triatlo realiza-se no dia 23 de novembro 2019”

Terminada mais uma época de Triatlo, celebre connosco os grandes feitos dos nossos atletas e clubes!

A Federação de Triatlo de Portugal, em conjunto com a Câmara Municipal de Portimão, irá celebrar a época 2019 com os triatletas, familiares e amigos do Triatlo no evento anual ‘Gala Fé no Triatlo’ que decorrerá pelas 15h00 no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, localizado no Largo 1.º Dezembro, nº 34.

Chegou a altura de reconhecer o mérito de atletas e clubes que tão bem representaram a época transata, através da atribuição de prémios relativos aos Campeonatos Individuais e de Clubes, da Taça de Portugal, do Campeonato Nacional Jovem e do Paratriatlo. Haverá nesta Gala também um momento para entregar os Troféus aos Campeões Nacionais de Grupos de Idade que tão bem demonstraram o grande empenho como triatletas amadores.

O evento conta ainda com as distinções Fé no Triatlo, onde se destacam as personalidades do ano e se presta a merecida homenagem pela sua dedicação à modalidade.

A Gala Fé no Triatlo é um momento por excelência para enaltecer os valores do Triatlo, recordando da melhor forma a época que agora termina.

Bem-haja pelo seu contributo à modalidade.

 

PROGRAMA DA GALA FÉ NO TRIATLO 2019

15:15 Discurso de Abertura – Presidente / Vereador do Desporto CM Portimão

15:35 Início da Cerimónia de Entrega de Prémios

Campeonato Nacional Jovem de Clubes + Juvenis

Campeonato Nacional Individual de Aquatlo

Campeonato Nacional Individual de Duatlo Cross

Campeonato Nacional Individual de Duatlo Sprint

Campeonato Nacional Individual de Triatlo Cross

Campeonato Nacional Individual de Triatlo Longa Distância

 INTERVALO – 17:10 – 17:30

17:35 Discurso do Presidente da Federação de Triatlo de Portugal

 17:50 Vídeo dos 30 anos da Federação de Triatlo

Campeonato Nacional Individual de Triatlo Média Distância

Campeonato Nacional Individual de Triatlo Sprint

Campeonato Nacional Individual de Triatlo Standard + Cadetes

Individuais Absolutos (Elite, Absoluto e Paratriatlo

Taça de Portugal

Campeonatos Nacionais de Clubes

18:40

Prémio “Fé no Triatlo”

Menções Honrosas

Prémio Espírito Desportivo / Ética Desportiva

Prémio Organizador do Ano

Prémio Revelação do Ano

Prémios do Ano 2019

Treinador do Ano: Paulo Antunes, Pedro Leitão e Rodolfo Lourenço,

Atleta feminina do ano: Gabriela Ribeiro, Madalena Almeida e Melanie Santos.

Atleta masculino do ano: João Pereira, João Silva e Ricardo Batista

Pode votar até dia 21 de novembro às 13h59 aqui

Hora prevista para o final da Gala Fé no Triatlo: 19h15

Contamos com toda a família do Triatlo em mais uma Gala Fé no Triatlo!

Fonte: FTP

“Ironman Portugal-Cascais espera receber 5 mil participantes na estreia”

Cascais vai acolher também a quarta edição do Ironman 70.3

Por: Lusa

A primeira edição do Ironman Portugal-Cascais, na distância completa, deverá contar com 5 mil participantes, segundo Jorge Pereira, responsável pela prova de triatlo de longa distância, a disputar em 26 de setembro de 2020.

"É um sonho tornado realidade. Em 2017 pusemos Cascais no mapa internacional do triatlo. Agora, estamos a ampliar este legado com um evento de distância completa. Estamos ansiosos por criar momentos memoráveis para os nossos atletas e um enorme impacto económico e desportivo em Portugal", afirmou Jorge Pereira, diretor do Ironman Portugal, defendendo ser expectável "triplicar o impacto económico verificado nos últimos três anos".

A primeira prova da distância completa de Ironman, 3,8 quilómetros de natação, 180 de ciclismo e 42,2 de atletismo, Cascais vai acolher também a quarta edição do Ironman 70.3, com metade das distâncias, no dia seguinte, 27 de setembro.

Além de Cascais, as duas competições vão percorrer ainda território dos concelhos de Sintra, Oeiras e Lisboa, o que levou o edil cascalense, Carlos Carreiras, a agradecer já a disponibilidade e compreensão dos presidentes das respetivas Câmaras Municipais para a relevância e impacto da prova.

"Em que outro lugar do mundo pode uma prova acontecer, em terra ou no mar, num cenário tão idílico como o nosso? O Ironman é uma prova que diz muito a Cascais. Porque os seus atletas partilham com os habitantes desta terra a capacidade de superação, a resiliência e o desejo de ultrapassar os desafios por maiores que eles sejam", destacou Carreiras.

Apesar de ausente, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto enviou uma mensagem realçando como "extraordinário" chegar a esta organização "em tão pouco tempo".

Tal como João Paulo Rebelo, também Stefan Petschning, diretor geral do Ironman Europa, Médio Oriente e África, não esteve presente no lançamento, mas fez questão de dar as boas-vindas à prova portuguesa que, segundo anunciou, vai atribuir alguns vagas para o Mundial de Ironman de 2021, a disputar no Havai.

"O espírito de comunidade, a beleza das paisagens ao longo dos diferentes percursos e o ambiente de alta competição que são proporcionados em Portugal fazem com que todos tenham vontade de regressar. Fez sentido para nós que o passo seguinte fosse adicionar um evento Ironman neste lugar fantástico", reconheceu.

O percurso, apresentado hoje, vai ter o ponto de partida na Praia dos Pescadores, onde os atletas cumprem uma única volta de 3,8 quilómetros a nadar, entre a baía de Cascais e a margem do Estoril.

A zona de transição estará localizada no Hipódromo de Cascais e os 180 quilómetros vão passar pela estrada da praia do Guincho, Parque Natural de Sintra, autódromo do Estoril e estrada marginal.

O último setor do triatlo, a corrida de 42,2 quilómetros será disputada entre a estrada do Guincho, seguindo a costa, em direção ao Cabo Raso, ficando a meta instalada na baía de Cascais.

Fonte: Record on-line

“«Este é o rosto daquele que quase mataste»: ciclista italiano arrasa "condutor ignorante"”

Alessandro De Marchi faz relato revoltado do que lhe sucedeu num treino

"Estou farto, literalmente farto e no limite. Ainda me dói a garganta de gritar e gritar com o milésimo condutor durante o milésimo 'quase acidente' em que estive envolvido hoje.

Não aguento mais." É desta forma que Alessandro De Marchi, ciclista da CCC, começa a descrever o que lhe aconteceu no domingo. O italiano publicou no seu Instagram um relato pormenorizado (e revoltado) do sucedido, com direito a recado ao "ignorante" que estava atrás do volante do "Audi A6 metálico cinza".

"Saio de casa como todos os dias e vou em direção ao centro de Buja, subindo a ladeira de 'Tonino 2', como é conhecida aqui. Subo devagar, à direita, sem atrapalhar. Aproximadamente a metade dessa subida, ouço o som de um carro e depois a sensação de que quase me ia levando o cotovelo e a mão esquerda. O carro, um grande Audi, ultrapassa-me ao triplo da minha velocidade, a apenas alguns centímetros, repito CENTÍMETROS.

Desequilibrei-me, cai, e após a subida e com toda a minha voz gritei contra o motorista. O mesmo faz o carro que o segue, um pequeno jipe ??azul que, vendo a cena toda, buzina. À distância, vejo que o motorista do jipe ??está a discutir com o outro.

Ao chegar ao local em que o Audi estava parado, grito-lhe que ele me podia ter matado e ele só respondia: 'Não te toquei, vai para o inferno!!!'. Nem tive tempo de responder porque começou novamente a gritar. Parou 200 m depois, à frente a uma banca de jornais, tirei uma fotografia da matrícula, do carro e do motorista (quando ele saiu para ir à banca) e ainda ouço ele mandar vir", escreveu.

E atira: "Caro condutor ignorante, decora bem a cara que aparece nesta foto: é o rosto daquele que quase mataste esta manhã. Porque, querido condutor ignorante, se tivesses chegado a tocar-me, na melhor das hipóteses atiravas-me para o hospital ou para uma cadeira de rodas... e na pior para um caixão! Caro condutor ignorante, hoje, com teu belo Audi A6 metálico cinza, quase me mataste ... para chegar primeiro à banca de jornais! Caro condutor ignorante, odeio-te de todo o coração e espero que leias estas linhas ou que alguém que se lembre do teu carro se lembre de ti e permita que tu leias".

Fonte: Record on-line

“GALA DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL”

Ricardo Batista, distinguido pelo COP com Prémio Juventude 2019

Por: Paulo Vieira

A Celebração Olímpica de 2019, promovida pelo Comité Olímpico de Portugal (COP) no SUD Lisboa Hall, consagrou na quinta-feira, dia 14 de Novembro, alguns desportistas nacionais entre atletas e/ou treinadores e jovens promessas.

O triatleta torrejano RICARDO BATISTA foi distinguido nesta Gala do COP, com o Prémio Juventude 2019, tendo em conta a sua brilhante época que culminou com o título de Campeão Mundial de Triatlo Júnior 2019, alcançado em Lausanne na Suíça, no final do mês de Agosto.

O Prémio Juventude destina-se a premiar o atleta nacional masculino e a atleta nacional feminina, de escalões jovens, que mais se tenham distinguido pela obtenção de resultados de excelência em competições internacionais ao mais alto nível desportivo, sendo relevante o mérito do percurso académico.

RICARDO BATISTA, é Campeão do Mundo de Juniores, em 2019, e Medalha de Bronze no Campeonato da Europa. Alcançou a 2ªposição na Taça da Europa de juniores, em Quarteira. Durante o ano de 2018, foi 3º classificado em duas etapas da Taça da Europa de juniores, entre outros resultados desportivos nacionais alcançados, como foi o caso de Campeão Nacional Absoluto de Triatlo em 2019.
 

GALA FÉ NO TRIATLO 2019

Entretanto, realiza-se no próximo sábado, dia 23 de Novembro, no Teatro Municipal de Portimão, a GALA “FÉ NO TRIATLO 2019”, organizada pela Federação de Triatlo de Portugal, que se destina a reconhecer o mérito de atletas e clubes que tão bem representaram na época 2019, através da atribuição de prémios relativos aos Campeonatos Individuais e de Clubes, da Taça de Portugal, do Campeonato Nacional Jovem e do Paratriatlo.

Para além disso, o evento com ainda com as distinções Fé no Triatlo, onde se destacam as personalidades do ano e se presta a merecida homenagem pela sua dedicação à modalidade, estando nomeados RICARDO BATISTA e MADALENA ALMEIDA para Atletas do ANO 2019, e também o técnico fundador da Escola de Triatlo torrejana, PAULO ANTUNES, para Treinador do ANO 2019.

Fonte: Clube Natação Torres Novas

“Taça de Portugal de Ciclocrosse”

Roberto Ferreira e Ana Santos mais fortes em Bragança

Por: José Carlos Gomes

Roberto Ferreira (BTT Seia) e Ana Santos (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) ganharam em Bragança, a terceira prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse. Enquanto Ana Santos prosseguiu uma trajetória de invencibilidade entre as femininas, Roberto Ferreira foi o terceiro homem a ganhar em três corridas já disputadas.

A prova de elite masculina acabou por terminar num duelo a dois entre Roberto Ferreira e Mário Costa (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde). O corredor da equipa de Seia foi o mais lesto, cortando a meta 17 segundos mais cedo do que o representante da formação vila-condense. O terceiro, a 47 segundos, foi o campeão nacional, Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano). Mário Costa manteve o primeiro lugar na geral da Taça.

Entre a elite feminina manda uma júnior. Ana Santos não tem dado hipóteses à concorrência e, por isso, comanda destacada a classificação geral. Em Bragança repetiu o que já fizera nas rondas anteriores. Venceu isolada, com 2m47s de vantagem sobre a adversária mais próxima, Melissa Maia (Korpo Activo BTT/UD Lorvanense). A terceira classificada, a 4m51s, foi Joana Monteiro (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde).

Nas camadas jovens, Bragança consagrou a sub-23 Jéssica Costa (Guilhabreu BTT), o júnior Vasco Cunha (BTT Matosinhos) e os cadetes Tomás Mota (ACD Milharado/DrevionHolidays/Mafra) e Laura Mira (Redondela Il Picolo).

As provas de veteranos foram ganhas pelo master 30 Rúben Nunes (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), pelos masters 40 Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Estela Lago (Bike O Facho), pelo master 50 António Sousa e pelo master 60 Joaquim Pinto (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel).

Paulo Fernandes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) foi o melhor juvenil, uma categoria não pontuável para a geral da Taça.

A quarta prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse 2019/2020 disputa-se no dia 8 de dezembro, em Vouzela.

Fonte: FPC