quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

“Galeria Multimédia da Revista Notícias do Pedal”

Por: José Morais

A Galeria Multimédia mudou, a partir de 2019 passou a ser exclusiva da Revista Notícias do Pedal, sem estar ligada a qualquer instituição.

Para visualizar a nova Galeria Multimédia da Revista Notícias do Pedal, clique em: https://galeriamultimedianoticiasdopedal.blogspot.com/ , pode ainda subscrever a nossa “Galeria Multimédia” para receber as nossas fotos na sua caixa de correio, no canto superior esquerdo, insira o seu mail na caixa, e receba todas as notícias das fotos em primeiro, assim que as mesmas sejam publicadas.

Bons momentos…

“Blogue diário da Revista Notícias do Pedal”

Por: José Morais

Para visualizar o Blogue diário da Revista Notícias do Pedal, clique em: https://revistanoticiasdopedal.blogspot.com/ , pode ainda subscrever o nosso “BLOGUE” para receber as nossas notícias na sua caixa de correio, no canto superior esquerdo, insira o seu mail na caixa, e receba todas as notícias em primeiro, assim que as mesmas sejam publicadas.

Boas leituras…

“Hora de mudança…”

Nova página mensal da Revista Notícias do Pedal, e outras publicações

Por: José Morais

Como já se aperceberam, o nosso logotipo tanto do Facebook como do nosso Blogue diário, mudaram a partir do dia 1 de janeiro de 2019.

Temos novos desafios, temos novos visuais, a nossa Revista mensal Notícias do Pedal apresenta a primeira edição de 2019 com novo visual, e algumas alterações, as quais esperemos que sejam melhores, com mais facilidade para visitar e ter acesso aos nossos artigos.

Não só a Revista mensal mudou, como o nosso Blogue diário, e a nova Galeria Multimédia, a qual é totalmente nova, e pertencendo exclusivamente à Revista Notícias do Pedal, não existindo parceria com nenhuma entidade.

Esperamos assim poder continuar a chegar até vós como sempre, não desiludindo as expetativas, tentando sempre apresentar mais e melhor. A aposta também se vai estender ao nosso canal de televisão instalado no MEO e no YouTube, vamos tentar trazer emissões mais regulares, entrevistas, reportagens, e algumas novidades. É certo que os canais de televisão têm estado desatualizados, e ainda existem alguns filmes em atraso, mas problemas que tem surgido deu origem a isso, mas em breve todos estarão publicados.

Para visualizar a Revista Notícias do Pedal clique em: www.noticiasdopedal.com ai pode ter também acesso a todas as nossas rubricas.

Obrigado a todos, e um bom ano de 2019.

“Nova edição mensal da Revista Notícias do Pedal”

A “Revista Notícias do Pedal” acabou de lançar a edição número 281, de janeiro, a mesma contém uma grande diversidade de notícias, nas mais diversas modalidades, descubra e conheça a mesma, e ainda outras novidades, e outros projetos, e participe.

Temos espaço para divulgar o seu evento antes e após a realização do mesmo, pode divulgar ainda tudo o que se relaciona com a bicicleta, como um acontecimento, um passeio onde participou, uma novidade.

Temos espaço diário, e mensal, e damos liberdade aos nossos leitores, de se pronunciarem, e fazerem as suas divulgações, para que isso aconteça, basta enviarem um pequeno texto, algumas fotos, ou cartazes, e nós tratamos do resto.

Todas as notícias podem ser enviadas para os nossos mails:


A nossa publicação pode mensalmente ser visualizada em: www.noticiasdopedal.com onde vai encontrar todos os nossos projetos.

 Boas leituras…

“Última hora… Retificação…”

Pedimos desculpa pelo lapso, a data é 7 e não 5 como foi anunciada.

“XV Passeio de Cicloturismo do Penteado”

Penteado, 7 de Abril de 2019

Por: José Morais

Vai para a estrada no próximo dia 7 de abril, o 15º Passeio de Cicloturismo do Penteado, Moita, numa organização do Núcleo de Cicloturismo do Penteado, o qual está integrado nas comemorações do 54º aniversário da Coletividade.

O Penteado, tem ao longo dos anos superado alguma crise que tem surgido na modalidade, sendo um dos passeios acarinhado por muitos, com participantes a deslocarem-se muitas vezes de longe, para participarem.

O Notícias do Pedal, desde o primeiro dia que tem apoiado este evento, o qual foi colocado na estrada pela primeira vez pelo saudoso e meu Amigo José Manuel, um grande Amigo, que em conjunto com outros elementos da coletividade, e ainda tendo como padrinhos o Grupo de Cicloturismo Moitense, levaram há 15 anos este passeio para as estradas do concelho da Moita.

Ao longos dos anos, eles foram tomando posição, superando as dificuldades, e afirmando-se na modalidade, infelizmente os tempos são outros, e os tempo áureos de juntar grande multidões, tem descido, mas mesmo assim, com outros passeios muitas vezes a realizar-se no mesmo dia, a participação é sem dúvida muito boa, e muito positiva, o que engrandece este grande e bonito passeio, praticamente para rolar, ideal para inicio de época.

A apresentação fica feita, o convite a participar também fica aqui presente, resta a si, inscrever-se, e vir participar neste bonito passeio que muito promete, e se desejar no final, será servido um excelente almoço, apreciado por muitos.

Peça informações e inscreva-se em:

 E-mail: nc.pentado@gmail.com - Telefones: 968 693 740 ou 962 885 721

Marque já na sua agenda, marque presença, e faça como nós que vamos marcar presença para reportagem completa de todo o evento, como diretos antes, durante e após o evento.

Participe…

“José Gonçalves foi o melhor português na primeira prova do Challenge de Maiorca”

Português da Katusha foi 18.º; Jesús Herrada (Cofidis) venceu a prova

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha

O ciclista espanhol Jesús Herrada (Cofidis) venceu esta quinta-feira a primeira das quatro provas do Challenge de Maiorca, em Espanha, com José Gonçalves (Katusha-Alpecin) a ser o melhor português.

No final dos 176,9 quilómetros, entre Ses Salines e Felanitx, Herrada foi o mais forte, cortando a meta em 4:12.29 horas, menos 11 segundos do que um trio de ciclistas, composto pelo francês Guillaume Martin (Wanty-Groupe Gobert), pelo holandês Bauke Mollema (Trek-Segafredo) e pelo espanhol Alejandro Valverde (Movistar), campeão do mundo.

Ainda antes da subida final, ao alto de Puig de Sant Salvador, uma queda coletiva afetou vários ciclistas, entre os quais o espanhol Mikel Landa (Movistar), que acabou por ter de ser transportado para o hospital, devido a uma pancada no ombro.

Na ascensão para a meta, José Gonçalves (Katusha-Alpecin) foi o primeiro a atacar e, juntamente com Guillaume Martin, ainda entrou no último quilómetro com 15 segundos de avanço, mas acabaram por ser apanhados pelo grupo de perseguidores, tendo o corredor luso terminado no 18.º posto, com mais 54 segundos.

Na sexta-feira, corre-se o Troféu Andratx-Lloseta, num percurso entre as duas localidades maiorquinas, com 172,4 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Mikel Landa cai e vai parar ao hospital com golpe profundo no ombro”

Companheiro de Nelson Oliveira na Movistar azarado na sua primeira corrida da época

Por: Alexandre Reis

Foto: Reuters

O espanhol Mikel Landa, companheiro de Nelson Oliveira na Movistar, teve esta quinta-feira uma queda aparatosa no Challenge de Maiorca, sendo transportado de urgência para o hospital.

O corredor basco, que se estreou na nova temporada, viu-se envolvido numa queda coletiva a 15 km da chegada a Puig de Sant Salvador, onde estava instalada a meta.

O 4º classificado no Tour'2017, onde foi fiel escudeiro do vencedor Chris Froome (Sky), sofreu um golpe profundo no ombro, acabando estendido no chão.

O dinamarquês Rasmus Iversen (Lotto Soudal) também foi parar ao hospital, com suspeitas de fratura numa clavícula.

Quem aproveitou da melhor maneira a tirada foi o espanhol Jesús Herrada (Cofidis), que bateu por 11 segundos o francês Guillaume Martin (Wanty-Gobert), o holandês  Bauke Mollema (Trek) e o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), colocados nos lugares imediatos.

Já José Gonçalves (Katusha) foi 18º (a 54 segundos), Nelson Oliveira (Movistar) foi 43º (a 4.14 minutos) e Rui Oliveira (UAE) foi 54º (a 5.05).

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Seleção de sub-23 nos Camarões a pensar na Volta a França do Futuro"

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal participa, de 4 a 9 de fevereiro, no Tour de l’Espoir, prova da Taça das Nações de Sub-23 que se realiza nos Camarões e que é a primeira oportunidade de somar pontos tendo em vista a qualificação para a Volta a França do Futuro.

Portugal é a única seleção europeia presente, mas vai encontrar forte oposições das equipas nacionais africanas, mais adaptadas ao clima e com alguns corredores já rodados na Tropicale Amissa Bongo.

Para a estreia dos portugueses na época de 2019, José Poeira convocou Francisco Campos e Jorge Magalhães (W52-FC Porto), Gonçalo Carvalho (UC Monaco), Gonçalo Leaça (LA Alumínios-LA Sport), Miguel Salgueiro (Sicasal/Constantinos) e Pedro Miguel Lopes (UD Oliveirense-InOutBuild).

A prova terá cinco etapas e um dia de descanso. Começa, na segunda-feira, com um contrarrelógio por equipas de 18,8 quilómetros, em redor de Doula, com início às 13h00 (hora portuguesa). No dia seguinte, Douala recebe também a partida e a chegada da segunda etapa, que tem 101,2 quilómetros, parece talhada para sprinters e começa às 8h45.

A terceira tirada, na quarta-feira, é a etapa-rainha, apesar de contar apenas 66,8 quilómetros, entre Nkongsamba e Dschang. A 6800 metros da meta está colocado um prémio de montanha, que resulta de uma subida de 9,3 quilómetros a 7,6 por cento de inclinação média.

Após a jornada montanhosa que se adivinha determinante para acertar as contas da geral, até então, certamente marcadas pelo contrarrelógio coletivo, o pelotão beneficia de um dia de descanso. A quarta etapa chega no dia 8 de fevereiro, ligando Ngoulemakong a Yaoundé, através de um percurso de 106,9 quilómetros, que começa a ser percorrido às 9h00.

O Tour de l’Espoir fecha com uma etapa a disputar num circuito de sobe e desce, em Yanoundé, totalizando 100,5 quilómetros, a disputar desde as 9h00.

“Queremos conquistar o maior número de pontos possível, para isso teremos de estar na discussão das etapas e da classificação geral e é essa a nossa ambição para esta corrida”, afirma José Poeira.

Fonte: FPC

“Triatlo Critérios de Seleção 2019”

Desde o início de janeiro que se encontram publicados pela Federação de Triatlo de Portugal (FTP) os critérios de Seleção para a temporada 2019 para as participações internacionais dos atletas da Seleção Nacional de Triatlo, Triatlo Longo, Duatlo e Paratriatlo.

Para 2019 foram realizadas um conjunto de alterações propostas pela Comissão Técnica Nacional e aprovadas pela direção de FTP, passando os níveis FTP a estar equiparados às grelhas de integração nos Programas de Preparação Olímpica e de Esperanças Olímpicas do Comité Olímpico de Portugal.

Também com a extinção do anterior nível 3 da FTP, foi criado um modelo de progressão entre as diferentes tipologias de competições. Este modelo exige aos atletas a obtenção de resultados de mérito desportivo para que continuem a garantir as suas participações futuras e a progressão entre os diferentes patamares de acesso às competições internacionais.

Consideramos que é também um modelo mais assertivo e desafiante para quem procura a excelência e luta por uma participação olímpica ou por resultados em Campeonatos da Europa ou do Mundo.

No ano do último período de qualificação olímpica com o objetivo de Tóquio 2020, é importante proporcionar um grupo de trabalho coeso de modo a reforçar a qualificação individual e da equipa de estafetas mistas para obter o maior número possível de atletas a representar as cores de Portugal na prova desportiva mais consagrada de todas: Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Que 2019 seja um ano pleno de sucessos para os nossos triatletas!

Critérios de Seleção 2019 – inclusão do Cut-Off 5% para os atletas masculinos e 8% para as atletas femininas


Fonte: FTP

“W52-FC Porto apresenta-se no Estádio do Dragão com seis caras novas”

Formação 'azul e branca' subiu para o escalão Continental Profissional

Por: Lusa

Foto: MOVENOTICIAS

A equipa de ciclismo W52-FC Porto apresentou esta quarta-feira, publicamente, o grupo de trabalho para a temporada de 2019, numa formação que tem seis novos corredores.

A formação nortenha, vencedora das últimas três edições da Volta a Portugal em bicicleta, esteve esta noite no relvado do estádio do Dragão, antes da partida entre o FC Porto e Belenenses, da 19.ª jornada da Liga NOS, recebendo a primeira ovação da época.

Para este ano, em que a formação 'azul e branca' subiu para o escalão Continental Profissional, o segundo mais elevado da modalidade a nível internacional, foi composto um grupo com 16 elementos.

Dos seis reforços assegurados, merece destaque o regresso de Rafael Reis e Joaquim Silva, que alinhavam na Caja Rural, de Espanha, além das contratações de Daniel Mestre (ex-Efapel), Edgar Pinto (ex-Vito-Feirense) e dos jovens Jorge Magalhães e Francisco Campos, que corriam na Miranda-Mortágua.

O grupo, que continua ser liderado pelo diretor desportivo Nuno Ribeiro, mantém como chefe de fila Raul Alarcón, espanhol que venceu as duas últimas edições da Volta a Portugal.

Gustavo Veloso, Rui Vinhas e Ricardo Mestre, que também já venceram a prova rainha do ciclismo nacional, continuam de dragão ao peito, assim como Samuel Caldeira, Tiago Ferreira, João Rodrigues, César Fonte, Angel Sánchez, António Carvalho.

A temporada velocipédica em Portugal começa em 10 de fevereiro, com a Prova de Abertura - Região de Aveiro, seguindo-se a Volta ao Algarve, que estará na estrada entre 20 e 24 de fevereiro.

Fonte: Record on-line

“Fernando Gaviria vence quarta etapa da Volta a San Juan, Alaphilippe ainda líder”

Alaphilippe tem agora oito segundos de avanço para Gaviria e 22 para o italiano Valério Conti.

O ciclista colombiano Fernando Gaviria (EAU – Emirates) venceu ao 'sprint' a quarta etapa da Volta a San Juan, na Argentina, subindo ao segundo lugar, atrás do francês Julian Alaphilippe (Quick Step).

Gaviria, que já foi líder da competição, cumpriu os 185,8 quilómetros entre San José de Jáchal e Villa San Agustín em 4:20.26 horas, batendo o eslovaco Peter Sagan (Bora) e o colombiano Álvaro José Hodeg (Quick-Step).

Alaphilippe tem agora oito segundos de avanço para Gaviria e 22 para o italiano Valério Conti (EAU – Emirates) e para o belga Remco Evenepoel (Quick Step).

O russo Alexander Grigoryev voltou a ser o melhor do Sporting-Tavira, em 15.º, com o mesmo tempo do vencedor, mantendo-se em 14.º, a 58 segundos.

Fonte: Sapo on-line

“Petição sobe a plenário/Parlamento debate “direito a pedalar em segurança”

Por: José Carlos Gomes

A petição popular “Pelo Direito a Pedalar em Segurança”, cujo primeiro subscritor é o ciclista olímpico David Rosa, será debatida pela Assembleia da República, durante a sessão plenária que se inicia às 10h00 desta sexta-feira, 1 de fevereiro.

O documento, que reuniu mais de dez mil assinaturas, foi lançado em janeiro de 2016 e entregue na Assembleia da República um ano depois, sendo agora apreciado pelos deputados. Apesar de lançado há três anos, o texto mantém-se atual.

Os signatários da petição instam o Governo e demais entidades competentes "a fiscalizar com mais intensidade o cumprimento da lei, de forma diligente, regular e consistente, principalmente comportamentos perigosos em relação aos utilizadores vulneráveis: excessos de velocidade, incumprimento de regras de ultrapassagem (abrandamento da velocidade, ocupação da via adjacentes, no caso da ultrapassagem de ciclistas, e a distância mínima de 1,5 metros), o estacionamento ilegal sobre ciclovias e passeios".

A petição defende a revisão do Regulamento de Sinalização de Trânsito, "de forma a incluir sinalética específica para proteger peões e condutores de bicicleta e alertar para a necessidade de comportamentos mais responsáveis por parte de condutores de automóvel". Um exemplo seria a colocação de sinais de informação de presença de ciclistas, complementados com afixação de sinalética sobre a distância mínima de um metro e meio na ultrapassagem.

A iniciativa surgiu porque "Portugal continua a apresentar estatísticas vergonhosas no que respeita ao número de vítimas mortais e feridos graves", apesar das melhorias significativas na proteção aos utilizadores vulneráveis, conseguidas com a revisão do Código da Estrada, em 2014.

A petição foi uma iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo, da Estrada Viva e da MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta.

O texto completo da petição pode ser consultado nesta ligação: https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT79814  

Fonte: FPC