quarta-feira, 4 de outubro de 2017

“Rumsas Jr.: Doping regressa 14 anos depois”

Jovem de 23 anos seguiu, literalmente, as pisadas do pai

Por: Ana Paula Marques

Raimondas Rumsas Jr. seguiu, literalmente, as pisadas do pai, que tem o mesmo nome. Tal como o progenitor, de 45 anos, tornou-se ciclista e recorreu ao doping. O jovem, de 23 anos, acusou positivo a hormona de crescimento num controlo realizado no início de setembro em Itália...14 anos depois de o pai ter passado pelo mesmo.

No Giro de 2003, então com a camisola da Lampre, Raimondas Rumsas acusou EPO, vendo o 6º lugar anulado. Mas o lituano ficou famoso mais pelo que aconteceu um ano antes, no Tour. Ele e a sua mulher protagonizaram a história dessa edição, ao terem sido presos na posse de substâncias dopantes no carro que conduzia Edita. Dois anos mais tarde ambos viriam a ser condenados a quatro meses de prisão por tráfico de estupefacientes.

Agora, é o filho a ser notícia pelas mesmas razões: envolvimento com o doping. Raimondas Rumsas Jr. foi 3º na prova de contrarrelógio e 6º da corrida de fundo dos nacionais da Lituânia, mas ainda não tinha dado o salto para uma equipa profissional, o que também não irá acontecer para já.

Os Rumsas, radicados em Itália, não têm tido vida fácil. O positivo do filho mais velho surge meses depois da notícia da morte, ainda em circunstâncias por apurar, do filho mais novo, Linas, de 21 anos.

"Nunca falámos de doping com os nossos filhos. Queremos saber por que morreu Linas. Somos um casal que perdeu um filho, mas continuam a fazer-nos mal", disse recentemente a mãe Edita.

Fonte: Record on-line

“Diretor do Giro desafia Froome a participar e fazer história no próximo ano”

Britânico ainda não ganhou a prova

Foto: EPA

O diretor da Volta a Itália, Mauro Vegni, desafiou Chris Froome a participar e tentar vencer a prova em 2018, o que faria do britânico o primeiro ciclista a vencer, sucessivamente, o Tour, a Vuelta e o Giro.

"Ele deve ter vontade de se tornar o primeiro ciclista a conseguir essa proeza. Seria histórico", disse Vegni, em entrevista à agência noticiosa AP, acreditando que o britânico "estará motivado" para participar na prova transalpina.

O Giro é a única das três grandes provas velocipédicas que não consta do currículo de Froome, que venceu no mês passado a Volta a Espanha e já se impôs em quatro edições da Volta a França (2013, 2015, 2016 e 2017).

Apesar de o belga Eddy Merckx e o francês Bernard Hinault, dois dos maiores vultos da modalidade, terem vencido as três provas em anos seguidos, nunca o conseguiram fazer de forma sucessiva, o que faria de Froome o primeiro a alcançar esse feito, caso se imponha no Giro de 2018.

"Se vencer o Giro quem o conseguirá parar? Há muito em jogo, mas terá de ser ele [Froome] a decidir de vale a pena tentar", observou Vegni.

Fonte: Record on-line

“Lazer anuncia oficialmente o seu novo capacete de estrada Bullet aero”

Por: Nuno Candeias

 No desporto de competição, as diferenças são tão pequenas que cada oportunidade necessita ser agarrada para a tornar-mos ainda melhor. E este Bullet aero é um desses casos.” Andre Greipel

Uma bala mágica, uma bala de prata, uma bala a alta velovidade, isto é o capacete Bullet (Bala) da Lazer.

Esta grande novidade vem enriquecer a variada oferta da LAZER na  alta gama. Oferecendo assim ao ciclista competitivo de estrada uma nova  opção aerodinâmica de alta tecnologia. Os ciclistas hoje em dia estão bastante esclarecidos e exigindo sempre  o melhor dos seus equipamentos  de modo a conseguir sempre mais alguma vantagem sobre as forças da mãe natureza, neste caso a resistência aerodinâmica. O Bullet foi meticulosamente desenhado ao detalhe para conseguir trazer ao ciclista mais vantagem aerodinâmica sem sacrificar o conforto ou estilo.

Aerodinâmico sem sacrificar o conforto

O capacete aero  não é um novo conceito, Desenhar um capacete para superar os limites de um capacete aero tradicional, criar algo hibrido situado entre estrada e contra-relógio é contudo uma parte necessária para uma linha de capacetes de alta performance. Como comprendemos as forças aerodinâmicas e como lutar contra esses fatores, exige alterar os parâmetros do design para um outro nivel.

Com o  Bullet evitou-se as tipicas entradas de ar para obter um design lustroso e superfices para criar menos resistência e mais ganhos de watt.

Em resposta à perda de ventilação, a Lazer desenhou o Bullet com uma entrada de ar denominada Air Slide na parte frontal do capacete. Esta zona frontal não só pode ser totalmente aberta ou fechada para um aumento de ventilação quando necessário, mas pode ser também facilmente substituida para se conseguir o máximo de ventagens aerodinâmicas. A performance do Bullet contra a resistência  foi cuidadosamente estudada para não compreter o conforto do utilizador mesmo num dia quente com uma pequena briza.

2 anos de intenso desenvolvimento e pesquisa na sede da Lazer em Antuérpia resultaram na produção do Bullet. Adicionalmente, o Bullet foi enviado para testes rigorosos em tunel de vento localizado em Flandres, no Bike Valley, de maneira a assegurar que o design técnico estava correto. Foi ainda entregue a atletas de topo, incluindo Andre Greipel para testar  nas condições reais que os ciclistas enfrentam diáriamente.

André Greipel: “Existe uma longa parceria entre a Lotto Stoudal e a Lazer.Estou com a equipa à 7 anos, por isso já assisti à evolução de diferentes capacetes.

Testei este  Bullet e discuti o meu feedback com a Lazer. Partilhar conhecimento e experiência é uma parte crucial de uma boa parceria.

 

Com a entrada deste novo capacete na gama as equipas Soudal e LottoNL-Jumbo vão ficar com outras opções de escolha para qualquer tipo de condição.

Para estrada, as escolhas vão variar entre o ultra-rápido Bullet, o ventilado e super-leve Z1 e Z1 com aeroshield. Para contra-relógio têm o Wasp Air.

Especificações Técnicas

     315 gramas ( tamanho S)

     Ganho Watts: Bullet vs Z1 : 7 watts a 45km/h e em sprint até 10 watts 

          Com o Air Slide colocado e fechado mais um ganho de 5 a 6 watts

          4 tamanhos - XS, S, M, L

          Inclui 2 tampas substituiveis Air Slide

          Tampa traseira personalizável

          compativel com o LifeBEAM

Fonte: Sociedade Comercial do Vouga, Lda

“Mobilidade Sustentável”

Cascais integra bicicleta no sistema de transportes

Por: Pedro Venâncio

A vila de Cascais integrou a bicicleta no seu sistema municipal de transportes com o objetivo de dinamizar deslocações limpas e sustentáveis de todos os munícipes. O MobiCascais terá, após todas as instalações previstas, 81 estações de bikesharing divididas por Cascais e Estoril (22), São Domingos de Rana (19), Carcavelos/Parede (19) e Alcabideche (21).

Este serviço de bicicletas partilhadas estará ao dispor de todos os utilizadores, mediante inscrição e subscrição no site www.mobicascais.pt. As bicicletas encontram-se parqueadas em pontos estratégicos espalhados por todos o concelho de Cascais.

O projeto piloto MobiCascais teve início em setembro do ano passado, passando por diversas alterações e ajustamentos do serviço. Numa primeira fase, o serviço contou com apenas 11 estações entre Cascais e Estoril. O projeto augura-se ambicioso estando prevista a instalação de 61 novas estações, face às 20 já construídas. Além das estações de parqueamento, o MobiCascais espera ter 1200 bicicletas para o usufruto dos utilizadores e 70 quilómetros de vias cicláveis.

O serviço já está disponível para todos os aderentes do MobiCascais, que conta atualmente com mais de 50 bicicletas ‘biCas’ restauradas e com uma nova pintura, segundo informa o Diário de Notícias.

Fonte: Transportes Online

“Pedalada ao Cais da Ribeira de Esgueira”

O Ciclaveiro organiza no próximo dia 8 de outubro, domingo, uma pedalada desde o centro de Aveiro até ao Cais da Ribeira de Esgueira.

Com ponto de encontro às 14h45 no Rossio, o percurso circular com cerca de 9 km irá percorrer o centro histórico da freguesia de Esgueira, realizando-se uma pequena paragem no Parque de Merendas da Fonte do Meio antes de chegar ao Cais da Ribeira de Esgueira.

Este cais onde se podem observar vários barcos de pesca artesanal, situa-se na zona onde a ribeira de Esgueira desagua na Ria de Aveiro. O local permite desfrutar duma paisagem que se estende no horizonte até à Murtosa e São Jacinto, possuindo também um posto de observação de avifauna. O regresso ao Rossio deverá acontecer por volta das 17 horas.

Não é necessária inscrição no evento, bastando comparecer no local à hora indicada.
Fonte: Ciclaveiro - Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta

“Agenda de Ciclismo”

Tavira e Santarém no centro das atenções

Por: José Carlos Gomes

O pelotão de estrada nacional encontra-se na pista do Ginásio de Tavira, na quinta-feira, para encerrar a época no Festival de Pista. Entre sexta-feira e domingo é a vez de Santarém se transformar na capital do ciclismo e das bicicletas, por ocasião do Festival Bike, no qual a Federação Portuguesa de Ciclismo terá uma presença forte, organizando sessões de autógrafos e diversos eventos velocipédicos.

Aproveitando o feriado comemorativo da Implantação da República, o Festival de Pista de Tavira vai animar a tarde do dia 5 de outubro, a partir das 15h00. Estarão presentes corredores das equipas continentais e de clube portuguesas, assim como ciclistas femininas.

O Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, recebe, de sexta a domingo, o Festival Bike. Além das últimas novidades em bicicletas, equipamentos, componentes, acessórios e tudo o que diz respeito à bicicleta e ao ciclismo, será uma oportunidade para participar em diferentes manifestações velocipédicas e para contactar com craques de diferentes vertentes e disciplinas da modalidade.

O espaço da Federação Portuguesa de Ciclismo, no átrio do CNEMA, será um ponto de encontro privilegiado para toda a família do ciclismo, acolhendo inúmeras atividades, incluindo a apresentação do Lisboa Granfondo e do Aldeias do Xisto Granfondo, e uma sessão de autógrafos, com David Rosa, Luís Costa, Maria Martins, Nelson Oliveira, Soraia Silva Telmo Pinão e Tiago Machado, na tarde de domingo.

Durante toda a duração do Festival Bike a Federação Portuguesa de Ciclismo irá dinamizar um circuito de iniciação/escolas de ciclismo, onde todas as crianças poderão experimentar divertir-se sobre a bicicleta.

Mais eventos oficiais

5 de outubro, 9h00: Passeio de BTT Padeirinhas Sobre Rodas, Oliveira de Azeméis

5 de outubro, 10h00: XCO Urbano do Juncal, Porto de Mós

7 de outubro, 9h00: Granfondo das Serras, CNEMA, Santarém

7 de outubro, 9h30: Maratona BTT do Festival Bike, CNEMA, Santarém

7 de outubro, 13h30: Desafio Downhill Festival Bike do Castelo à Vila, Alcanede, Santarém

7 de outubro, 14h30: Encontro de Escolas de BTT de Águeda

8 de outubro, 9h00: VII Rota BTT Rosa do Adro, Santa Maria da Feira

8 de outubro, 9h00: IX Maratona BTT Terras do Coa, Sabugal

8 de outubro, 9h00: Granfondo das Planícies, CNEMA, Santarém

8 de outubro, 9h00: Maratona BTT Brava Race, Fonte do Bispo, Ribeira Brava, Madeira

8 de outubro, 9h30: VIII BTT dos Gorazes, Mogadouro

8 de outubro, 9h30: 4.ª Maratona BTT Berço do Alvarinho, Monção

8 de outubro, 9h30: Passeio BTT Rota dos Bifes 2017, Póvoa de Lanhoso

8 de outubro, 9h30: 7.ª Rota Rosa do Adro, S. Bartolomeu, Aveiro

8 de outubro, 10h00: 1.º Circuito Pedalar pela Vida, Oliveira do Bairro

8 de outubro, 12h30: XCO do Baixo Alentejo, Amoreiras, Odemira

8 de outubro, 13h00: 5.º DHI de Sendim, Felgueiras

8 de outubro, 14h00: Troféu da Juventude, Festival Bike, Santarém

8 de outubro, 15h30: Taça de Setúbal de BMX Race

Fonte: FPC