terça-feira, 27 de março de 2018

“Taça de Portugal de Quarteira 2018 bate recorde de participantes!”

Realizou-se no dia 25 de março a Taça de Portugal em Quarteira que este ano esgotou inscrições.

Passavam poucos minutos das 11h quando se começaram a juntar na praia os triatletas que iriam participar na Taça de Portugal de Quarteira. Alguns triatletas iam experimentado o mar, que estava com muita ondulação, e sentir a temperatura da água. Dos 500 participantes, cerca de 100 eram mulheres, que iniciaram a prova dez minutos depois dos homens. Foi uma verdadeira festa colorida, com um ambiente fantástico que dava vontade de participar a quem estava de fora, mesmo que para isso tivesse que treinar muito!

Começou a prova e os triatletas nadaram em direção à boia, um trajeto sprint que conta com 750 metros para alcançarem a boia amarela e regressarem a terra. O percurso foi desafiante, principalmente para os menos experientes em mar. A ondulação forte dificultou os tempos, mas pouco a pouco os atletas iam saindo da água, sensivelmente entre os dez minutos e os 28 minutos, o contrariando o efeito da ‘máquina de lavar’.

Alguns dos últimos atletas saíram da água um pouco atordoados pelo esforço, ao mesmo tempo que suspiravam de alívio com satisfação de se terem portado à altura do desafio.

Depois da natação, a transição para o ciclismo foi tranquila, com o movimento habitual da deslocação do público da praia para o parque de transição. Este triatlo de Quarteira permite acompanhar facilmente os triatletas, já que a ação das partidas, das chegadas e das transições acontece num curto espaço, o que torna a prova ainda mais emocionante!

Algum vento no ciclismo, mas com o chão seco, o que permitiu fazer todo o percurso que estava planeado.

Na corrida houve vários triatletas na frente, mas foi Hanna Munday, individual, que venceu esta Taça de Portugal com 01:11:12, seguida de Sofia Hipólito, do Alhandra Sporting Club, com 01:11:37. A fechar o pódio feminino absoluto ficou Inês Oliveira, do Sporting Clube de Portugal, com 01:11:50

João Francisco Ferreira, do Estoril Praia Triatlo, com 01:01:34 , fez o melhor tempo da competição, vencendo também no seu escalão e por clubes, Tiago Pinto, do Alhandra Sporting Club, ficou em segundo com 01:01:37 e João Mansos, do Sporting Clube de Portugal, alcançou a terceira posição com 01:01:59.

Os clubes vencedores na Taça de Portugal de Quarteira

O Sporting Clube de Portugal ficou em primeiro lugar com Inês Oliveira, com o tempo de 01:11:50, Katarina Larsson, que fez a marca de 01:13:01 e Mónica Vera Cruz em terceiro com 01:14:56.

O segundo lugar por equipas pertenceu ao Alhandra Sporting Club com Sofia Hipólito, com a marca de 1:11:37, Ana Filipa Ferreira, que completou a competição em 01:13:06 e Ana Filipa Sampaio, que terminou a prova em 01:16:35.

Foi o Núcleo do Sporting da Golegã que alcançou o terceiro lugar no pódio com Liliana Veríssimo (01:16:06), Beatriz Ferreira (01:19:54) e Bárbara Galinha (01:26:56)

Os clubes masculinos que foram ao pódio na Taça de Portugal de Quarteira

O Estoril Praia Triatlo venceu esta prova por clubes, com João Francisco Ferreira a conseguir vitória tripla, com a marca de 01:01:34, Diogo Silva com 01:02:19 e Rafael Domingos (01:03:31).

Em segundo lugar ficou o Alhandra Sporting Club, em que Tiago Pinto fez 01:01:37, Diogo Gonçalves 01:03:43 e Rafael Ribeiro, 01:04:36.

O Outsystems Olímpico de Oeiras alcançou o terceiro lugar no pódio com os triatletas José Cabeça (01:02:32), Afonso Garcia (01:04:08) e Gonçalo Oliveira (01:06:04).

Nesta que é uma das provas mais concorridas do calendário nacional, assistiu-se à verdadeira festa do Triatlo, com meio milhar de participantes e 5 mil a apoiar!

Fonte: FTP

“Taça da Europa de Quarteira Juniores 2018”

Realizou-se dia 25 de março a Taça da Europa de Quarteira Juniores 2018, num cenário de sol, com ondas desafiantes.

Esta competição iniciou às 8h45 com as triatletas juniores a lançarem-se ao mar. Gabriela Ribeiro fez este segmento isolada na frente e saiu em primeiro para o parque de transição, juntando-se a ela no segmento do ciclismo mais sete triatletas, ficando oito elementos a disputar a prova no grupo da frente, onde seguia também Inês Rico.

No segundo grupo encontrava-se Mariana Vargem e Maria Tomé, esta última que tinha realizado uma boa natação, acabou por se atrasar na montagem da bicicleta. É importante despender o mínimo tempo possível nas transições, já que o relógio não para, e além disso o triatleta pode sentir-se desmotivado para continuar ao mesmo ritmo. Mas o triatlo é mesmo assim e implica muita destreza não apenas nos segmentos, mas na passagem entre eles.

Os resultados da Taça da Europa de Quarteira Juniores 2018

Entretanto o tempo abriu completamente e o sol fez-se sentir quando o primeiro grupo passou a segunda transição para a corrida, continuando sempre na disputa dos primeiros lugares. Inês Rico entrou inserida no grupo da frente no parque de transição antes do início da corrida, realizando uma prova espetacular. A triatleta, que estava na sua segunda prova internacional, conseguiu manter um bom ritmo nos três segmentos, acabando por sagrar-se vice campeã da Taça da Europa de Quarteira de Júnior 2018.

«Eu não ia para a prova com uma expectativa tão elevada,  porque é ainda a minha segunda prova internacional (a primeira foi na Lituânia no ano passado). Esperava por exemplo um top 15. Por isso, a prova correu muito bem, entrei muito bem na água e consegui sair em oitava naquele que é o meu segmento mais fraco. Depois foi trabalhar para me manter no grupo e ganhar distância. A corrida também fiquei bem e consegui ganhar ao sprint à triatleta que ficou em terceiro», explica Inês Rico.

Inês Rico manteve um ritmo elevado durante a prova, ganhando à italiana no sprint final

Inês Rico finalizou a prova com um emocionante sprint, acabando por ficar em segundo lugar ao vencer a italiana Carlota Missaglia que terminou em terceiro. As atletas fizeram respetivamente 01:05:41 e 01:05:43.

Pauline Landron, de nacionalidade francesa, terminou a prova na primeira posição, com o tempo 01:05:25.

Em geral, as triatletas portuguesas tiveram boas prestações, demonstrando estar em boa forma: Gabriela Ribeiro obteve um excelente quarto lugar na competição com o tempo de 01:06:24, Mariana Vargem ficou em 14º , Maria Tomé terminou a prova em 18º, Joana Miranda ficou em 27º e Lúcia Vera Cruz em 32º.

A performance na Taça da Europa de Quarteira Juniores 2018

Entrada no segmento da natação com agitação marítima

No dia 25 de março, às 10h da manhã, foi a vez dos triatletas juniores iniciarem a sua competição na Taça da Europa de Quarteira. O mar manteve-se com bastante ondulação, mas mesmo assim os portugueses conseguiram fazer bons segmentos de natação, com três triatletas a sair nos primeiros lugares: Guilherme Pires, José Vieira e Ricardo Batista, este último que acabou por se atrasar na transição, o que lhe adicionou tempo na passagem para o ciclismo.

As dificuldades logísticas nas transições atrasam por vezes os triatletas

A prova discutiu-se no grupo da frente, acabando pelo primeiro lugar pertencer ao norueguês Vetle Bergsvik Thorn, sendo as segundas e terceiras posições de nacionalidade francesa, com o segundo lugar no pódio de Arthur Berland e o terceiro de Valentin Morlec, com as marcas 00:58:15, 00:58:16 e 00:58:20.

O primeiro triatleta português a passar a meta foi Guilherme Pires com 01:09:02, o segundo atleta nacional a terminar a competição foi José Vieira com 00:59:45, em terceiro dos portugueses ficou Tiago Fonseca e o quarto triatleta foi Ricardo Batista, com 00:59:57 e 00:59:59 respetivamente. De destacar as excelentes marcas destes dois últimos triatletas no segmento da corrida

O ambiente dos triatletas mais jovens é de interajuda dentro e fora das competições, existindo espírito de equipa e de incentivo pelos resultados uns dos outros. O facto de estarem alguns dias juntos a treinarem e a competirem aproxima-os, criando neles laços de forte amizade.

De salientar também o maravilhoso e entusiasta público já habitual nesta competição, de turistas e apoiantes do triatlo, que deram uma motivação extra ao ‘puxar’ pelos triatletas.

Fonte: FTP

“Etapa#3 - Troféu BTT Ribatejo Norte 2018”

As melhores provas BTT da Região num só Troféu...

INSCRIÇÕES ABERTAS

Evento - 15 Julho 2018

É com enorme prazer que vimos por este meio apresentar a XIV edição da CS DESIGN - MARATONA BTT DE OURÉM, a mais conceituada e antigo evento BTT do Clube e do Concelho de Ourém, que se realiza no próximo dia 15 de Julho 2018, com centro operativo no Pavilhão do Caneiro (Ourém) e que este ano volta num novo formato - pensado para o máximo gozo dos atletas ao longo do percurso.

A prova integra uma vez mais o Troféu BTT do Ribatejo Norte (a mais completa competição da zona centro), sendo dividida em duas distâncias: Meia-Maratona BTT (35 km) e Maratona (60 km), com espaço, pelo meio, para a Maratona Jovem, pensada para todos os menores de 20 anos (Percurso da Meia-Maratona).

No final, espaço para o habitual almoço convívio (facultativo), servido na Associação Cultural e Recreativa do Outeiro das Matas.

Com organização a cargo do BTT Clube dos Pinheiros / BTT Pedais a Fundo, entre outras associações de referência no Concelho, será com toda a certeza um evento capaz reunir todos os ingredientes para um Domingo memorável.

Não hesite.... Aventure-se!

 

Programa

15 de Julho de 2018

07h30 - Abertura do Secretariado

08h30 - Abertura do Controlo 0

09h00 - Briefing de Recepção aos Atletas e ultimas notas

09h15 - Partida do Evento

12h00-13h00 - Hora média de Chegada prevista

12h30/13h00 - Cerimónia de podium com entrega de prémios (Geral e Classes).

13h00 - Almoço Convívio

15h15 - Fecho do Controlo Horário de Chegada

 

Local:

Pavilhão do Caneiro (Ourém)

 

Distâncias (evento BTT):

Meia-Maratona BTT - 35km - 650m acumulado (valor aproximado)

Maratona BTT - 60km - 1150m acumulado (valor aproximado)

Maratona Jovem - 35km - 650m acumulado (valor aproximado)

 

Troféus em Disputa:

* Meia-Maratona BTT (35 km - Pontuável para o Troféu BTT do Ribatejo Norte - SPRINT):

Troféus para os 3 primeiros classificados à Geral e Classes (Sub23/Elites - Veteranos A - Veteranos B - Veteranos C - Elites Femininas - Veteranas Femininas)

* Maratona BTT (60 km - Pontuável para o Troféu BTT do Ribatejo Norte - MARATONAS):

Troféus para os 3 primeiros classificados à Geral e Classes (Sub23/Elites - Veteranos A - Veteranos B - Veteranos C - Elites Femininas - Veteranas Femininas)

* Maratona Jovem (Para atletas Sub-20 - Pontuável para o Troféu BTT do Ribatejo Norte - SPRINT):

Troféus para os 3 primeiros classificados à Geral

 

Inscrições

Link Directo:


Inscrições Online:

Até às 00 Horas de dia 12 de Julho

(APÓS A DATA REFERIDA, APENAS SERÃO REABERTAS AS INSCRIÇÕES NO PRÓPRIO DIA, COM UM AUMENTO DE 2 EUROS POR ATLETA)

Inclui: Participação, Seguro, T-Shirt do Evento, 5 a 8 pontos de abastecimento, Assistência Médica e Mecânica durante o evento, Cronometragem, Lavagem de Bikes, e Banhos de água quente.

Inscrições realizadas no próprio dia (disponíveis no secretariado do evento):

Acresce 2 euros ao preço do evento.

(Sujeitas à abertura das mesmas)

Extras:

1€ - Dorsal Personalizado

(com nome do atleta)

6€ - Almoço Convívio de Domingo

(Cidade de Ourém)

Preço da inscrição (Acompanhantes):

8€ - Almoço Convívio de Domingo

(Cidade de Ourém)

Método de Pagamento:

O pagamento é processado em sistema de entidade / referência (dispensando envio de comprovativo).

Site oficial do evento: www.bttclubedospinheiros.com

 

“GONÇALVES BRILHA EM PALMELA”

Texto: After Two //works 

Fotos: Ricardo Dias, João Calado e Patrícia Nunes                                                                                               

Daniel Gonçalves alcançou a primeira vitória de 2018 para a Academia Joaquim Agostinho, ao triunfar na 1ª prova da Taça de Portugal de Cadetes que se disputou este domingo em Palmela. O objetivo principal da equipa passava por criar condições para uma vitória individual e cedo começaram a trabalhar nesse sentido, com Pedro Santos a encetar uma fuga logo no início da corrida que viria a prolongar-se por cerca de 38 quilómetros, chegando a impor 5 minutos de vantagem sobre toda a concorrência. A equipa controlou sempre bem todas as movimentações da corrida, até que ao quilómetro 45 Daniel Gonçalves disfere o ataque que só terminaria com a vitória isolada em Palmela. Miguel Bandeiras na 31ª posição e Tomás Gouveia na 32ª foram os outros dois elementos da equipa que cruzaram a meta final. O treinador Cláudio Areias era o espelho da felicidade de todo o grupo, adiantando que "A palavra foi transmitida e cumprida, a vitória individu al foi fruto de um grande trabalho de equipa. Sinto - me um treinador realizado. Foi uma jornada de ciclismo na sua mais pura essência."

Mais atividade e mais pódios

O desempenho do Cadete foi o grande destaque, mas este fim-de-semana houve muito mais atividade e vários pódios alcançados pelas diferentes equipas da Academia torriense sediada na União Desportiva do Oeste. As femininas disputaram a 1ª e 2ª prova da Taça de Portugal, sábado em Albufeira e domingo em Palmela. Com apenas 18 anos, Pauline Vie deu boas indicações entre as elites, mas foram as Masters 30 a arrecadar 4 lugares no pódio, com Catarina Simões em 2º e Soraia Gil em 3º na prova Algarvia e com Carla Oliveira e Liliana Silva a alcançarem as mesmas posições respectivamente, na corrida de Palmela. As classes Escolares estiveram presentes no 1º Encontro Inter-regional em Alpiarça onde alcançaram um excelente 3º lugar no pódio coletivo entre as 18 equipas presentes. A infantil Rita Casquilho destacou-se com a obtenção do 2º lugar no pódio da sua categoria. A equipa Sub-23 Sicasal-Constantinos-Delta Cafés participou este domingo na Clássica das Aldeias do Xisto, evento do calendário profissional que encerrou a Taça Liberty Seguros 2018. Hélder Miranda teve alguma dificuldade em formar equipa devido aos vários episódios de saúde que afetaram a maioria dos elementos da equipa nos últimos dias. Daniel Silva foi o único Atleta da equipa a terminar a prova classificado, sendo 21º da juventude.

 Fonte: Academia Joaquim Agostinho


 

“Agenda de Ciclismo”

Pelotão júnior mede forças no Algarve

Por: José Carlos Gomes

A 24.ª edição da Volta ao Concelho de Loulé, prova por etapas para juniores a disputar entre quinta-feira e sábado, é a competição em destaque na agenda de ciclismo para esta primeira semana de férias escolares.

A Volta ao Concelho de Loulé é uma das mais importantes e tradicionais corridas para juniores do calendário nacional. Em 2018, as estradas louletanas irão receber 21 equipas, entre as quais três espanholas e uma francesa. Os corredores irão cumprir quatro etapas, ao longo de três dias, num total de 258,8 quilómetros.

A corrida inicia-se no dia 29 com uma etapa curta e, essencialmente, plana, com partida e chegada na Câmara Municipal de Loulé. A ligação terá 59,2 quilómetros, iniciando-se às 16h30 e terminando cerca das 18h00.

No dia seguinte a jornada é dupla. A partida e a chegada também acontecem junto à sede da edilidade louletana, mas o percurso já é mais exigente do que o da primeira etapa. Os ciclistas partem 10h00 para uma viagem de 81,3 quilómetros com passagem pela Eira da Cevada e pela Picota, que deverá terminar pouco depois das 12h00. Entre as 17h00 e as 20h30, a Pista Bexiga Peres assiste a um contrarrelógio por equipas, em que cada conjunto cumprirá dez voltas.

A etapa-rainha está guardada para sábado. Será uma ligação de 115,8 quilómetros, com partida e chegada junto ao Pavilhão Municipal de Loulé e passagem por Alte e pelo Barranco do Velho, totalizando um desnível positivo de 2037 metros. A partida será dada às 10h00, esperando-se que o final aconteça às 13h15.

Ainda no Algarve e aproveitando as férias letivas, o Clube Bicross de Portimão organiza um dia aberto de BMX na pista do Parque da Juventude portimonense, no sábado, 31 de março. A ocasião será indicada para os jovens experimentarem esta disciplina olímpica de ciclismo, entre as 15h00 e as 18h00.

Mais eventos oficiais

30 de março: Rota das Estevas em BTT, Monte Ruivo, Alte, Loulé

31 de março: 3.ª Rota dos Milhos em BTT, Ribeira de Pena

31 de março: 12.º BTT Isabelinha, Barcelos

31 de março: Nova Rota do Folar, Odeceixe

Fonte: FPC