segunda-feira, 19 de março de 2018

“9ª Edição do Aquatlo Jovem de Machico”

Machico recebeu a 9ª edição do Aquatlo Jovem de Machico.

Realizou-se no  dia 17 de março de 2018, em Machico, na Madeira, a etapa única do Campeonato Nacional de Juvenis em Aquatlo. Nesta prova apuraram-se os campeões nacionais desta modalidade Luana Quaresma e Gabriel Santos.

Para além desta prova, teve lugar a 2º etapa do Campeonato Nacional Jovem de Clubes e Iniciados.

O município de Machico recebeu este Campeonato Nacional de Aquatlo, que contou com mais de duas centenas de atletas, 13 clubes nacionais (sete eram locais), assumindo ainda maior importância ao disputar o campeonato jovem numa única prova.

Os atletas participantes estavam incluídos em vários escalões de formação desde Benjamins, Infantis, Iniciados e Juvenis. Foram disputados os títulos nacionais absolutos de juvenis e as respetivas pontuações para os outros campeonatos.

Esteve um agradável dia de sol, apresentando-se um percurso desafiante na baía de Machico devido à ondulação.

O percurso da corrida correu bem a Luana Quaresma

Luana Quaresma, do Alhandra Sporting Club, foi a vencedora desta competição, referindo as dificuldades do percurso da natação devido à ondulação que se fazia sentir na baía. «Em geral a prova correu bem, mas a natação foi um pouco difícil por causa da ondulação. Como começamos a prova já dentro de água, foi só começar a nadar, mas para sair foi mais complicado», conta a campeã nacional de 13 anos. «A transição para a corrida correu bem, saí em segundo lugar e depois foi só apanhar a primeira atleta», diz Luana que nos revela que a corrida é o seu segmento mais forte. A atleta conseguiu alcançar a primeira atleta em prova e ganhar esta competição com 0:12:48.

Em segundo lugar dos juvenis femininos ficou a Rafaela Cananó Silva, do Clube Natação do Cartaxo, que terminou a competição em 0:13:05. O terceiro lugar no pódio foi ocupado por Catarina Moutinho, do Sport Lisboa e Benfica, terminando a competição em 0:13:50.

A boa temperatura da água foi uma das características salientadas por Gabriel Santos

O campeão nacional masculino foi Gabriel Santos, do Sport Lisboa e Benfica, que terminou a prova em 0:11:50. O atleta partilha da mesma opinião quanto ao percurso de natação. «Andei cá mais atrás na natação, havia ondas e pedras e não consegui passar para a frente». E foi também na corrida que Gabriel conseguiu dar o seu melhor: «Fui a poupar apesar de estar atrás e depois ganhei no sprint final na chegada à meta, foi mesmo no sprint final! Fiz o que senti naquele momento». O atleta de Famalicão, que tem 13 anos e está a fazer o seu primeiro ano de juvenis, contou à FTP que «está muito contente com o resultado, não estava à espera que a corrida lhe ‘corresse’ tão bem».

A segunda posição foi alcançada por João Martins, do SFRAA TRIATLO, que terminou a competição em 0:11:52, sendo o terceiro lugar conseguido por João Nuno Marote, do Ludens Clube de Machico, que terminou o aquatlo com 0:12:07.

Vencedores por equipas do Aquatlo Jovem!

O Sport Lisboa e Benfica foi a equipa que ficou em primeiro lugar com 1285 pontos, ao Alhandra Sporting Club pertenceu a segunda posição com 1112 pontos e em terceiro lugar no pódio ficou o Ludens Clube de Machico com 541 de pontuação.

Mais uma prova que decorreu no belo cenário na baía de Machico, na Madeira, local que reúne excelentes condições para a prática de aquatlo e triatlo.

Victor Rodrigues, presidente da Associação Regional de Triatlo da Madeira, referiu à FTP «que a prova correu muito bem, o feedback foi muito positivo por parte dos participantes e familiares, alguns deles aproveitaram para conhecer melhor a ilha da Madeira e a zona de Machico». A região tem condições excecionais para a prática de triatlo e aquatlo como a agradável temperatura da água, e a praia tem características próprias, por exemplo, a existência de calhaus. «Sabemos que existem particularidades – como por exemplo as pedras na saída da água– mas que os atletas contornam bem e enriquecem a sua experiência da prova», explica Victor Rodrigues.

Foi um sucesso esta IX Edição do Aquatlo Jovem de Machico 2018, que foi organizada pela Associação Regional de Triatlo da Madeira e pelo Ludens Clube de Machico (A.R.T.M e LCM). A competição contou com o apoio do Município de Machico e da Federação de Triatlo de Portugal.

Fonte: FTP

“Duatlo de Grândola Contrarrelógio 2018”

Realizou-se no dia 18 de março a mítica prova do Duatlo de Grândola Sprint em formato contrarrelógio.

Após um interregno de onze anos, regressa a Vila Morena uma prova única no calendário nacional de duatlo, a contar para a Taça de Portugal. Participaram nesta competição quase duas centenas de participantes, com a chuva a dar tréguas, tornando a prova ainda mais agradável.

Esta competição tem um segmento inicial de corrida, seguindo-se o ciclismo de estrada para terminar com a segunda corrida. O facto de ser em formato contrarrelógio, com as partidas dos atletas individuais a cada 30 segundos, confere-lhe uma competitividade diferente. Significa que o atleta tem que dar o seu melhor em prova, não comparando o seu tempo com o dos outros, já que não tem a certeza da sua posição.

As vencedoras femininas do Duatlo de Grândola

O pódio feminino deste contrarrelógio

Foi Katarina Larsson, do Sporting Clube de Portugal, que venceu esta competição com o tempo de 01:03:49. «Gostei muito de participar nesta prova», conta-nos Katarina, que competiu pela primeira vez num duatlo  de contrarrelógio. «O feedback é positivo, dei o melhor na bicicleta que é o meu forte e acabou por correr muito bem, apesar ter caído no parque de transição porque travei a fundo. A queda não teve consequências, levantei-me logo e segui!» A atleta do Sporting mostrou-se duplamente satisfeita pelo seu desempenho, «até porque esta é a sua primeira prova desde que se lesionou». «O piso estava seco, mesmo no empedrado, e gostei muito formato de prova, não sabia se estava em primeiro ou segundo, é extremamente desafiante», explica Katarina. De lembrar que a vencedora do Duatlo de Grândola, entre outros títulos nacionais, foi campeã da europa da distância sprint do seu grupo de idade em 2016 no campeonato da Europa em Lisboa e venceu o Triatlo Longo de Cascais no mesmo ano.

Na segunda posição ficou Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã, com o tempo de 01:03:51, a apenas 2’’ do primeiro lugar, seguindo-se de Pauline Vie, do Alhandra Sporting Club, que terminou a prova em 01:05:44.

E o pódio masculino foi composto por…

Os vencedores desta competição na entrega de prémios

João Francisco Ferreira, do Estoril Praia Triatlo, que terminou a prova em 00:53:29. O vencedor desta competição, ganhou as duas primeiras provas de duatlo da época e foi campeão nacional de duatlo de estrada em 2017. «Foi a primeira vez que competi cá em Portugal neste formato contrarrelógio e senti-me muito bem, tanto na bicicleta como na corrida», explica o atleta. A sensação de não saber bem qual o lugar que se ocupa aumenta a motivação dos atletas que dão o seu melhor sem se compararem com os outros. «Foi a dar sempre o meu melhor do principio ao fim, gostei muito», conclui.

Em segundo lugar no pódio ficou Rui Narigueta, do Outsystems Olímpico de Oeiras, que completou a prova em 00:54:43. A terceira posição foi alcançada por Rui Dolores, do Amiciclo Grândola, com o tempo de 00:55:00.

Os clubes vencedores…

O primeiro lugar por clubes em femininos pertenceu ao Sporting Clube de Portugal constituído pelas atletas Katarina Larsson (vencedora absoluta e no seu escalão), com o tempo de 01:03:49, Inês Oliveira, que fez a marca de 01:06:33 e Mariana Talhinhas que terminou a prova em 01:07:59.

O clube a ficar em segundo lugar foi o CNCVG, com Raquel Dias (01:12:01), Patrícia Carrazedo (01:12:34) e Margarida Lopes (01:13:12).

O terceiro lugar de clubes femininos foi o Escola Triatlo Santo António Évora composto por Ana Torres (01:12:07), Inês Santos (01:14:01) e Beatriz Saramagaio (01:17:31).

Os clubes masculinos a vencer foram:

João Ferreira na transição, vencedor da prova e por clubes

O Estoril Praia Triatlo com João Ferreira (vencedor da prova) com a marca 00:53:29, Diogo Silva com 00:56:11 e Rafael Domingos com 00:56:45.

Em segundo lugar ficou o Outsystems Olímpico de Oeiras com Rui Narigueta (00:54:43), Nuno Carvalho (00:56:40) e Marco Costa (00:57:45).

O CPA fechou o pódio dos clubes com João Bragadeste (00:55:47), Pedro Lomba (00:56:33) e Jorge Duarte (00:56:59).

O Duatlo de Grândola 2018 é uma organização da Câmara Municipal de Grândola e do Clube Amiciclo de Grândola, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

Fonte: FTP

“ÁLVARO JOSÉ HODEG VENCE ETAPA INAUGURAL DA VOLTA À CATALUNHA”

Colombiano impõe-se ao sprint

Por: LUsa

O ciclista colombiano Álvaro José Hodeg (Quick-Step Floors) venceu esta segunda-feira ao sprint a etapa inaugural da Volta à Catalunha, tornando-se no primeiro líder da classificação geral individual.

Hodeg, de 21 anos, triunfou no final da etapa, em Calella, cumprindo os 152,3 quilómetros em 3:39.31 horas, à frente de dois corredores da Bora-Hansgrohe, o irlandês Sam Bennet, segundo, e o australiano Jay McCarthy, terceiro.

Três dias depois da vitória na Handzame Classic, na Bélgica, o colombiano voltou a brilhar, desta feita numa prova WorldTour, tornando-se no primeiro novato (ciclista no primeiro ano de profissional) a vencer uma prova do principal escalão do calendário mundial.

Hodeg vestiu assim a camisola amarela e conta com quatro segundos de vantagem sobre Bennet e sobre o ucraniano Andrei Grivko (Astana), que liderou a fuga do dia até ser apanhado nos últimos 20 quilómetros.

O vencedor da prova em 2017, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), intrometeu-se entre os sprinters e terminou o dia no oitavo lugar, estando já colocado no nono posto da geral individual.

Os dois portugueses em prova terminaram hoje o dia integrados no pelotão, com o mesmo tempo do vencedor. Ricardo Vilela (Manzana Postobon) foi 116.º, enquanto Joaquim Silva (Caja Rural-Seguros RGA) terminou no 144.º posto.

Na terça-feira, os ciclistas fazem a ligação entre Mataró e Valls, de 175,6 quilómetros, com a segunda etapa a incluir duas contagens de montanha de terceira categoria.

Fonte: Record on-line

“AQUATLO JOVEM DE MACHICO”

JOÃO NUNO BATISTA – 1ºlugar em Iniciados

A ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS esteve em duas frentes este fim-de-semana.

Na ilha da Madeira, realizou-se a 2ªetapa do Campeonato Nacional de Triatlo Jovem, o AQUATLO de MACHICO, aonde estiveram presentes apenas 4 jovens torrejanos.

JOÃO NUNO BATISTA venceu a sua prova no escalão de Iniciados, de forma bem destacada, enquanto em Juvenis, JOÃO GRAÇA alcançou o 6ºlugar e JOSÉ TADEIA foi 9ºclassificado, e no setor feminino, MARGARIDA INÁCIO em Infantis terminou na 13ªposição.

Uma boa prestação destes 4 jovens que viajaram até à Ilha da Madeira, que alcançaram o 10ºlugar coletivamente entre 20 equipas participantes.

 

DUATLO DE GRÂNDOLA

MARCO SOUSA – 2ºlugar em Veteranos

No domingo, foi a vez de MARCO SOUSA, atleta e treinador da Escola de Triatlo torrejana participar na 2ªetapa da Taça de Portugal de Triatlo, o Duatlo de Grândola disputado em sistema de contrarrelógio.

MARCO SOUSA, terminou este Duatlo no 2ºlugar do seu escalão de 40-44 anos, sendo 24ºclassificado à geral.

No próximo fim-de-semana, realiza-se na Quarteira, a Taça da Europa de Triatlo nas categorias de Elites e Juniores, aonde vão estar presentes 3 atletas torrejanos em representação da Seleção Nacional de Triatlo, JOANA MIRANDA, RICARDO BATISTA e JOSÉ PEDRO VIEIRA. Ainda na manhã de domingo, dia 25 de Março, no mesmo palco mas a nível nacional, terá lugar a 3ªetapa da Taça de Portugal de Triatlo

Também no sábado, dia 24 de Março, teremos em Portalegre a realização de uma prova de Duatlo Jovem a contar para o Campeonato Regional Jovem do Centro Interior.

Fonte: ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“4º BTT XCO de Melgaço (Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma)”

O Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço recebe no dia 25 de março o 4º BTT XCO Vila de Melgaço, pontuável para o Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma. A iniciativa decorrerá entre as 10 e as 16h00 e a entrada do público é livre.

Promovida em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e por Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço - www.melgacosportscenter.com), com o apoio do Município de Melgaço, a segunda prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma será aberta à participação (além das categorias de competição) de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

O programa do 4º BTT XCO Vila de Melgaço  começará com um período para treinos entre as 9 e as 12h00 (condicionado para os escalões de competição aquando das provas de escolas), realizando-se a partir das 10 horas as atividades para pupilos, benjamins e iniciados que têm a cerimónia protocolar agendada para as 12 horas. Pelas 13 horas começará a prova para cadetes, femininos, paraciclismo e promoção e às 14h30 a corrida elites, sub23, juniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 16h00. A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 9 horas e as inscrições devem ser efetuadas através do email geral@acm.pt.

O 4º BTT XCO Vila de Melgaço tem o apoio do Município de Melgaço,  Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, POPP Design, Salvaggio e do comércio e industria local. .

No ano passado, José Dias e Daniela Pereira venceram em elites o 3º BTT XCO Vila de Melgaço, terceira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros.Com a participação de mais de uma centena de atletas provenientes de todo o norte do País e da Galiza, o 3º BTT XCO Vila de Melgaço foi disputado numa nova pista de XCO bastante elogiada pelos participantes.

O Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço) é um espaço idealizado e construído de forma a oferecer um serviço de elevada qualidade, com equipamentos adjacentes que visam a atividade desportiva, tanto na vertente lúdica como na vertente competitiva ao mais alto nível.

O complexo, centro de treinos oficializado pela UEFA, constitui-se como um pólo dinamizador do desenvolvimento do desporto, lazer e turismo na região e posiciona-se como um dos mais modernos, melhor equipados e mais completos complexos desportivos.

Divide-se em duas grandes áreas. A primeira é a área de lazer, com diversos equipamentos que permitem a prática do desporto de manutenção e equipamentos destinados a atividades lúdicas e culturais.

A segunda grande área é destinada ao desporto de alta competição. Está servida por infraestruturas capazes de acolher diversas modalidades, tanto para competição como para treino. É nesta área que se situa o Centro de Estágios, dotado de um conjunto de equipamentos próprios, disponibilizados em exclusivo aos clubes em estágio. É composto por estádio de futebol, pista de atletismo, campo de treinos, balneários, clube saúde, ginásio de manutenção, salas de tratamentos e massagem, entre outros.

Estes equipamentos encontram-se vedados ao exterior, mas interligados entre si, visando oferecer as condições necessárias a um melhor estágio, em segurança, tranquilidade e com privacidade.

Fonte: ACM