segunda-feira, 20 de abril de 2020

“Froome ri-se de declarações sobre nunca ter enfrentado Quintana cara a cara”

O diretor da Movistar afirmou que o britânico não teria conseguido bater o ciclista colombiano sem a ajuda da sua equipa.

Chris Froome (INEOS) admitiu hoje ter-se rido das declarações do diretor da Movistar, que alegou que sem a sua equipa o ciclista britânico teria tido “um momento terrível” na luta com Nairo Quintana na Volta a França.

“O Tour não fez justiça ao Nairo. Creio que ele foi quem mais problemas causou a Froome. Acredito que o Froome, sem uma equipa, teria tido um momento terrível. Nunca enfrentou Nairo cara a cara”, declarou Eusebio Unzúe, referindo-se ao antigo líder da equipa espanhola, que esta temporada corre pela francesa Arkéa Samsic.

Na sua conta na rede social Twitter, Chris Froome começou por partilhar a notícia com as declarações de Unzúe, ‘legendando’ a publicação com uma série de ‘emojis’ em que ‘chora a rir’.

“Para ser claro, tenho o maior respeito pelo Nairo Quintana e correr contra ele ao longo dos anos foi um prazer absoluto. [Contudo] aquele título fez-me rir um pouco”, esclareceu, num novo ‘tweet’, o quatro vezes vencedor da Volta a França.

A rivalidade entre o ciclista britânico da INEOS e o colombiano foi uma das maiores, senão mesmo a maior, da última década na Volta a França: Quintana foi segundo classificado em 2013 e 2015, e terceiro em 2016, em três das edições que Froome ganhou – venceu ainda em 2017, ano em que o antigo líder da Movistar foi apenas 12.º

A formação britânica, anteriormente denominada Sky, venceu todas as edições do Tour desde 2012, exceto a de 2014, conquistada pelo italiano Vincenzo Nibali e na qual Froome abandonou na sequência de várias quedas.

Fonte: Sapo on-line

“Entrevista a Jorge Pina”

A Associação de Ciclismo do Minho promove na próxima quarta-feira (22 de abril, 21h30) uma reunião informal com os clubes e agentes desportivos que contará com a participação do Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira.


A reunião surge no âmbito do acompanhamento constante da situação que se atravessa e será promovida numa plataforma digital.
Entretanto, no âmbito das entrevistas que a ACM tem promovido, amanhã (terça-feira, 21h15), será transmitida uma entrevista com o Jorge Pina, Diretor da Federação Portuguesa de Ciclismo e responsável pelo projeto das Escolas de Ciclismo. Os conteúdos podem ser acedidos através do Facebook da ACM (
aqui) ou do canal do Youtube (aqui).

Fonte: ACM

“Bicicleta de Alberto Contador rende 22.500 euros para a Cruz Vermelha”

Antigo ciclista espanhol leiloou a 'companheira' da Volta a Itália de 2011

Por: Lusa

A bicicleta utilizada pelo ciclista espanhol Alberto Contador na Volta a Itália de 2011 foi arrematada por 22.500 euros, durante um leilão destinado a recolher fundos para a Cruz Vermelha, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

De acordo com o resultado do leilão, realizado na sexta-feira, a bicicleta de Contador recebeu 77 ofertas, que elevaram o valor até 22.500 euros, ao qual acresce uma comissão de 10% doada pelo organizador do evento.

A bicicleta leiloada por Contador foi utilizada pelo espanhol para vencer o Giro de 2011, triunfo do qual foi desapossado por ter acusado doping, com o título a ser entregue ao italiano Michele Scarponi.

A Espanha é o terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia, depois dos Estados Unidos e da Itália, com um total de 20.852 mortos e mais de 200 mil casos confirmados de infeção.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 164 mil mortos e infetou mais de 2,3 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 525 mil doentes foram considerados curados.

Fonte: Record on-line

“Sabe tudo sobre a Vuelta? Então responda a este quis”

Inquérito Record