segunda-feira, 20 de agosto de 2018

“Lance Armstrong visita antigo rival Ullrich: "Está a passar por um momento difícil”

Antigo ciclista alemão deixou recentemente uma clínica psiquiátrica, onde tinha dado entrada depois de agredir uma prostituta num hotel em Frankfurt.

Lance Armstrong deslocou-se até à Alemanha para visitar Jan Ullrich, antigo ciclista que deixou recentemente uma clínica psiquiátrica onde tinha dado entrada depois de agredir uma prostituta num hotel em Frankfurt.

Os dois ex-ciclistas foram adversários em várias edições da Volta a França, há mais de uma década.

"Gosto muito de Jan Ullrich. Ele foi um adversário muito especial para mim. Ele assustava-me, motivava-me e trazia ao de cima o que de melhor eu tinha em mim. Hoje ele está a passar por um momento difícil. Não podia deixar passar a oportunidade para vir à Alemanha passar uns dias com ele. Ele precisa do nosso apoio", escreveu o norte-americano nas redes sociais, onde publicou uma fotografia com o alemão.

Fonte: Sapo on-line

“Nelson Oliveira na lista da Movistar para a Volta a Espanha”

Contrarrelogista português ficou em 47.º na última edição da Vuelta

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha

O português Nelson Oliveira, de 29 anos, integra a equipa da Movistar para a Volta a Espanha em bicicleta, entre 25 de agosto e 16 de setembro, anunciou esta segunda-feira a formação espanhola.

O contrarrelogista luso, 47.º na última edição da Vuelta, vai competir no apoio aos dois comandantes da equipa: o colombiano Nairo Quintana, vencedor em 2016, e o espanhol Alejandro Valverde, que triunfou na prova de 2009. A estes juntam-se também Andrey Amador, Winner Anacona, Daniele Bennati, Richard Carapaz e Imanol Erviti.

De fora da lista de oito ciclistas definida pelo diretor da Movistar, Eusebio Unzué, ficou o espanhol Mikel Landa, sétimo classificado nesta última Volta a França, ao não recuperar a tempo de uma queda na Clássica de San Sebastian, a 04 de agosto, que lhe causou a fratura de duas costelas e uma vértebra.

A Movistar regista em 2018 a sua 39.ª presença consecutiva na Vuelta, um recorde absoluto no pelotão internacional, tendo já alcançado um total de quatro triunfos finais, 12 pódios e 58 vitórias em etapas.

A 73.ª edição da Vuelta começa este sábado, em Málaga, com um contrarrelógio individual de oito quilómetros, e termina no dia 16 de setembro, com a chegada à capital Madrid, depois de mais de 3.200 quilómetros de percurso.

Fonte: Record on-line

“Vincenzo Nibali confirmado com o dorsal número um na Volta a Espanha”

Italiano foi o escolhido devido à ausência de Chris Froome

Por: Lusa

Foto: EPA

A organização da Volta a Espanha confirmou esta segunda-feira a presença do ciclista italiano Vincenzo Nibali na próxima edição da prova, que se realiza entre 25 de agosto e 16 de setembro.

O corredor da Bahrain-Merida foi dado como apto pelos médicos, depois de recuperar da fratura na décima vértebra da coluna, motivada por uma queda que o afastou da Volta a França, e vai envergar o dorsal número um na ausência do vencedor do ano passado, o britânico Chris Froome.

"O meu objetivo na Vuelta é ser protagonista em várias etapas. O ideal para mim seria ganhar várias etapas da última semana. Como estou em fase de recuperação, custa mentalizar-me para a classificação geral, já que tive pouco tempo para me treinar", admitiu o vencedor da edição de 2010 e segundo classificado em 2013 e 2017.

Para o diretor da organização espanhola, Javier Guillén, a informação da disponibilidade de Nibali é um trunfo que se soma às presenças de outros três antigos campeões: o espanhol Alejandro Valverde (2009), o italiano Fabio Aru (2015) e o colombiano Nairo Quintana (2016).

"É um luxo poder contar com ele uma vez mais. No ano passado voltou a demonstrar-nos o seu valor e o compromisso para com a Vuelta, terminando no segundo lugar. É um corredor elegante, combativo e carismático. Por tudo isso, merece o dorsal número um", explicou Guillén.

A edição de 2018 da Vuelta começa no sábado, em Málaga, com um contrarrelógio individual de oito quilómetros, e termina no dia 16 de setembro, em Madrid.

Fonte: Record on-line

“José Neves termina Colorado Classic no 48.º lugar”

Fez a primeira prova ao serviço da equipa norte-americana Education First

Por: Lusa

Foto: DR

O ciclista português José Neves terminou este domingo na 48.ª posição a Colorado Classic, naquela que foi a primeira prova ao serviço da equipa norte-americana Education First.

A correr como estagiário, o jovem português, de 22 anos e que pertencia aos quadros da W52-FC Porto, terminou a quarta e última etapa em 59.º, a 1.00 minuto do vencedor, o norte-americano Travis McCabe.

O ciclista da UnitedHealthcare concluiu em 2:24.04 horas os 114,8 quilómetros do percurso com partida e chegada em Denver, o mesmo tempo do compatriota Ty Magner (Rally Cycling) e do australiano Joe Lewis (Holowesko).

A UnitedHealthcare terminou com dois ciclistas nos dois primeiros lugares da geral, com o norte-americano Gavin Mannion a gastar menos 15 segundos do que o romeno Serghei Tvetcov, ficando o britânico Hugh Carthy (Education First).

José Fernandes concluiu a prova a 15.19 minutos do vencedor.

Fonte: Record on-line

“Taça de Portugal Jogos Santa Casa/Vencedores da Taça de Paraciclismo coroados em Alcobaça”

Por: José Carlos Gomes

A Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Paraciclismo terminou, na tarde desta segunda-feira, em Alcobaça, numa prova integrada na festa do Circuito de S. Bernardo.

Foram 16 os paraciclistas que alinharam na corrida alcobacense. Os vencedores da corrida desta segunda-feira também conquistaram a Taça de Portugal Jogos Santa Casa na respetiva classe competitiva.

Telmo Pinão (Casa do Benfica Montemor-o-Velho/APCA/Paracycling) impôs-se na classe C2, Francisco Martins levou a Taça na classe C3, João Monteiro (Mozinho RT Martos Pallets) triunfou em C4 e Manuel Ferreira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) foi o mais forte em C5.

Nas “hanbikes” impuseram-se o H3 João Pinto e o H4 Flávio Pacheco (Sporting/Tavira/Paracycling). João Marques (ACD Milharado/EC Manuel Martins) foi o melhor corredor entre os portadores de deficiência auditiva.

O C1 Bernardo Vieira e o H5 Luís Costa (Sporting/Tavira/Paracycling) não correram em Alcobaça, mas foram os vencedores da Taça nas respetivas classes.

A Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Paraciclismo contou, no conjunto das cinco provas pontuáveis, com a participação de 24 paraciclistas.

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/Portugal limita perdas no contrarrelógio por equipas”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal cumpriu as expectativas na quarta etapa da Volta a França do Futuro, um contrarrelógio por equipas de 20,2 quilómetros, em redor de Orléans.

O bloco português cumpriu a prova em 23m14s, cedendo apenas 1m03s para a Dinamarca, que conseguiu o melhor registo no exercício coletivo. O tempo conseguido pelos ciclistas portugueses valeu à Equipa Portugal o 17.º lugar na etapa.

A Equipa Portugal ganhou tempo a seleções como a colombiana e a espanhola e, perante os outros coletivos com sérios candidatos à discussão das primeiras posições da geral, o bloco nacional limitou as perdas a cerca de meio minuto.

“Fizemos uma boa prova. Sabíamos que numa etapa deste género não poderíamos pensar em vencer. A ideia era limitar as perdas. Penso que ceder um minuto ou menos para seleções com roladores possantes, como Dinamarca, Noruega ou Bélgica é positivo. Mais ainda porque ficámos perto de outras seleções que têm sérios candidatos à camisola amarela final. A equipa teve um bom desempenho e as diferenças hoje estabelecidas são perfeitamente ultrapassáveis numa etapa de montanha”, avalia o selecionador nacional, José Poeira.

O contrrrelógio coletivo mudou a face à classificação geral. A camisola amarela passou para o corpo do norueguês Hakon Lunder Aalrust, que tem uma vantagem de 11 segundos sobre o anterior comandante, o francês Alan Riou. O terceiro é o dinamarquês Andreas Nielsen, a 1m54s.

Os portugueses baixaram provisoriamente na geral, esperando pelas próximas etapas para corrigir a classificação. Rui Oliveira é 63.º, a 2m57s. Tiago Antunes, 72.º, e João Almeida, 73.º, estão a 3m02s. André Ramalho é 81.º, a 3m13s, Ivo Oliveira é 99.º, a 3m47s, e Marcelo Salvador fecha a representação nacional, no 105.º posto, a 4m10s.

Rui Oliveira é o terceiro classificado na geral por pontos. A Equipa Portugal ocupa o 16.º lugar na classificação coletiva.

Os velocistas deverão regressar ao protagonismo na quinta etapa, 145,8 quilómetros unindo Beaugency a Levroux, marcada para esta terça-feira. Será uma das duas jornadas de transição entre a fase inicial da corrida, na região bretã, e as últimas quatro etapas, que serão determinantes, em plenos Alpes.

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/Portugal com três corredores no Europeu de Pista para sub-23 e juniores”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal de pista contínua num pico de atividade, competindo, entre amanhã e sábado, no Campeonato da Europa para Sub-23 e Juniores, que se realiza no Centro Mundial de Ciclismo, em Aigle, Suíça.

O selecionador nacional, Gabriel Mendes, convocou os sub-23 Maria Martins e Miguel do Rego e o júnior Guillaume Couto.

Todos os selecionados irão participar nas disciplinas de resistência da respetiva categoria etária: eliminação, corrida por pontos, omnium e scratch.

“Estabelecemos para os três o mesmo objetivo: concluir cada disciplina dentro dos primeiros dois terços da classificação. No caso específico do omnium masculino, tentaremos que o Miguel do Rego consiga o máximo de pontos possível, tendo em conta o ranking do país”, afirma Gabriel Mendes.


Programa de participações da Equipa Portugal

21 de agosto

8h00: Eliminação Sub-23 Masculinos (qualificação)

8h30: Scratch Juniores Masculinos (qualificação)

15h55: Final de Eliminação Sub-23 Femininas

16h15: Final de Eliminação Sub-23 Masculinos

18h00: Final de Scratch Juniores Masculinos


22 de agosto

8h00: Scratch Sub-23 Masculinos (qualificação)

8h30: Eliminação Juniores Masculinos (qualificação)

17h45: Final de Scratch Sub-23 Femininas

18h00: Final de Scratch Sub-23 Masculinos

18h55: Final de Eliminação Juniores Masculinos
 

24 de agosto

8h00: Omnium Juniores Masculinos (qualificação)

8h30: Corrida por Pontos Sub-23 Masculinos (qualificação)

9h50 – 19h30: Omnium Juniores Masculinos

16h30: Final Corrida por Pontos Sub-23 Femininas

17h15: Final Corrida por Pontos Sub-23 Masculinos
 

25 de agosto

8h00: Omnium Sub-23 Masculinos (qualificação)

8h30: Corrida por Pontos Juniores Masculinos (qualificação)

9h00 – 18h40: Omnium Sub-23 Femininas

9h20 – 19h05: Omnium Sub-23 Masculinos

16h50: Final Corrida por Pontos Juniores Masculinos

Fonte: FPC

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “13ª Clássica Afonsoeiro.2018”

OJornal de Ciclismo”, publicou a reportagem do evento: “13ª Clássica Afonsoeiro.2018” realizado este domingo no Afonsoeiro/Montijo, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=48656 ou em: http://jornalciclismo.com  onde pode ainda visualizar outras notícias.

Reportagem no “O Praticante” do evento: “13ª Clássica Afonsoeiro.2018”

O “O Praticante” publicou a reportagem do evento: “13ª Clássica Afonsoeiro.2018” realizado este domingo no Afonsoeiro/Montijo a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/afonsoeiro-canha-afonsoeiro-ao-rubro/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.