sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

“Volta ao Algarve.2018/Volta ao Algarve transmitida em 120 países”

Por: José Carlos Gomes

A 44.ª edição da Volta ao Algarve, que irá realizar-se entre 14 e 18 de fevereiro, terá transmissão televisiva em direto para 120 países dos cinco continentes.

De Portugal à Nova Zelândia, do Japão ao Canadá, milhões de lares terão acesso transmissão – 60 a 90 minutos diários - das cinco etapas da competição. A Volta ao Algarve poderá ser vista em Portugal através da Eurosport 2 e da TVI24, de quarta a domingo.

A transmissão e a distribuição internacionais estão a cargo da Eurosport, que colocará as imagens da Volta ao Algarve em 51 países da Europa, em 50 nações da África subsariana, no Canadá, na Austrália, na Nova Zelândia e em 16 países asiáticos.

A Volta ao Algarve tem transmissão televisiva em direto pelo segundo ano consecutivo. Em 2017 a corrida foi transmitida em 54 países. A Volta ao Algarve é um dos principais eventos desportivos do país, atraindo anualmente as melhores equipas e os melhores ciclistas internacionais.

A edição de 2018 contará com 175 corredores, distribuídos por 25 equipas, 13 das quais do seleto circuito WorldTour. Entre os ciclistas inscritos estão dois corredores do top 10 mundial, o polaco Michal Kwiatkowski (Team Sky), oitavo, e o belga Philippe Gilbert (Quick-Step Floors), décimo, um total de 19 ciclistas do top 80 mundial, o campeão europeu de contrarrelógio, Victor Campenaerts (Lotto Soudal), e campeões nacionais de 15 países.

A qualidade desportiva da Volta ao Algarve atrai a comunicação social nacional e internacional. Até ao momento, estão acreditados mais de 100 profissionais dos média, oriundos de oito países europeus, americanos e asiáticos.

A edição anterior mereceu 485 peças em órgãos de comunicação social estrangeiros e 512 em Portugal. O retorno da Volta ao Algarve (Automatic Advertising Value) nos média portugueses ascendeu, em 2017, a €6.106.780.

A Volta ao Algarve é o evento-âncora do programa Cyclin’Portugal, que visa afirmar o país como destino privilegiado para a prática de ciclismo, em todas as suas vertentes: competição, treino, estágio, deslocações quotidianas e turismo com bicicleta.

A transmissão internacional de um evento com forte apelo popular, pela presença de algumas das maiores figuras internacionais da modalidade, permite mostrar o Algarve como local onde a prática de ciclismo é aprazível ao longo de todo o ano, mesmo no inverno.

 

Etapas

14 de fevereiro: 1.ª Etapa: Albufeira – Lagos, 192,6 km

15 de fevereiro: 2.ª Etapa: Sagres – Fóia (Monchique), 187,9 km

16 de fevereiro: 3.ª Etapa: Lagoa – Lagoa, 20,3 km (CRI)

17 de fevereiro: 4.ª Etapa: Almodôvar – Tavira, 199,2 km

18 de fevereiro: 5.ª Etapa: Faro – Malhão (Loulé), 173,5 km

 

Participantes do Top 80 Mundial

8.º Michal Kwiatkowski (Team Sky)

10.º Philippe Gilbert (Quick-Step Floors)

11.º Daniel Martin (UAE Team Emirates)

18.º Arnaud Démare (FDJ)

23.º Richie Porte (BMC Racing Team)

28.º Bauke Mollema (Trek-Segafredo)

33.º Jasper Stuyven (Trek-Segafredo)

34.º John Degenkolb (Trek-Segafredo)

39.º Dylan Teuns (BMC Racing Team)

50.º Dylan Groenewegen (Team LottoNL-Jumbo)

43.º Edvald Boasson Hagen (Team Dimension Data)

55.º Jasper de Buyst (Lotto Soudal)

65.º Geraint Thomas (Team Sky)

66.º Jens Keukeleire (Lotto Soudal)

68.º Simon Spilak (Team Katusha Alpecin)

71.º Bob Jungels (Quick-Step Floors)

72.º Zdenek Stybar (Quick-Step Floors)

79.º Louis Meintjes (Team Dimension Data)

80.º Tejay van Garderen (BMC Racing Team)

 

Campeões

Aleksejs Saramotins, campeão da Letónia de Contrarrelógio

Arnaud Démare, campeão de França de Fundo

Bob Jungels, campeão do Luxemburgo de Fundo

Domingos Gonçalves, campeão de Portugal de Contrarrelógio

Edvald Boasson Hagen, campeão da Noruega de Contrarrelógio

Ignatas Konovalovas, campeão da Lituânia de Fundo e de Contrarrelógio

Jan Polanc, campeão da Eslovénia de Contrarrelógio

Michal Kwiatkowski, campeão da Polónia de Contrarrelógio

Ramon Sinkeldam, campeão da Holanda de Fundo

Rúben Guerreiro, campeão de Portugal de Fundo

Ryan Mullen, campeão da Irlanda de Fundo e de Contrarrelógio

Stefan Kung, campeão da Suíça de Contrarrelógio

Tony Martin, campeão da Alemanha de Contrarrelógio

Yves Lampaert, campeão da Bélgica de Contrarrelógio

Victor Campenaerts, campeão da Europa de Contrarrelógio

Zdenek Stybar, campeão da República Checa de Fundo

Fonte: FPC

“Cadetes e juniores no V Duatlo de Rio Maior!”

Os resultados dos nossos escalões jovens do Campeonato Nacional de Clubes do V Duatlo de Rio Maior a 3 de fevereiro.

Mariana Vargem e Inês Rico conquistaram respetivamente o primeiro e segundo lugares da competição. Parabéns!

No escalão de cadetes feminino, Mariana Vargem, do Ludens Clube de Monchico, alcançou a primeira posição, com o tempo de 00.59.30, com 18′ de vantagem em relação a Inês Rico, do Alhandra Sporting Clube, que conseguiu passar a meta em segundo lugar com 00.59.48.

A completar o pódio ficou Maria Tomé; a atleta do Clube de Natação Torres Novas concluiu a prova em 01.02.44.

Quanto aos juniores femininos, o primeiro lugar pertenceu a Carolina Serra, uma atleta do Clube de Natação Torres Novas, que fez a prova em 01.03.07. Joana Miranda, do mesmo clube, alcançou o segundo lugar no pódio ao terminar a competição 30’, com o tempo de 01.03.37. Em terceiro lugar ficou Lúcia Vera Cruz, do Sporting Clube de Portugal, que fez a prova em 01.06.44.

Nas provas não contam apenas os resultados, mas principalmente o convívio e espírito de equipa que estes momentos proporcionam!

Em primeiro lugar dos cadetes masculinos ficou José Pedro Vieira, do Clube Natação Torres Novas, que terminou a prova em 00.52.42. A apenas 3’ da primeira posição ficou Alexandre Ribeiro, do Rio Maior Triatlo, que alcançou o segundo lugar em 00.52.45. A completar o pódio ficou Afonso do Canto, Clube de Natação Torres Novas, a 24’ do primeiro lugar, com o tempo 00.52.55.

A primeira posição dos juniores masculinos pertenceu a Ricardo Batista, do Clube Natação Torres Novas, com 00.52.36 e apenas 13’ depois Diogo Gonçalves, do Alhandra Sporting Clube, que cortou a meta em segundo lugar. O pódio ficou completo com Bernardo Aguiar, do Sport Lisboa e Benfica, com 00.52.54.

Fonte: FTP