segunda-feira, 14 de maio de 2018

“Triatlo do Sabugal 2018”

Fim-de-semana com o Triatlo do Sabugal a receber duas provas pontuáveis do Campeonato Nacional de Clubes

Foram dois dias de provas desportivas, no dia 12 de maio disputou-se a segunda etapa do campeonato nacional de clubes de triatlo na distância sprint e no dia 13 de maio realizou-se o campeonato nacional de estafetas mistas que contou com um triatlo super sprint.

A prova correu bem, com algum frio a dificultar a competição. O segmento da natação foi realizado na barragem do Sabugal, um percurso de bicicleta técnico, com curva e contracurva e com subidas incluídas. A transição realizou-se no centro do Sabugal, sendo que o segmento da corrida realizou-se ao longo do rio Coa.

Os clubes vencedores do Triatlo do Sabugal

Os atletas do Portugal Talentus venceram esta segunda etapa do Campeonato Nacional de Clubes

O Portugal Talentus foi o clube vencedor desta segunda etapa, com Calum Johnson (00:56:41), Filipe Azevedo (00:57:38) e David Luís (00:57:42).

Calum Johnson que foi também vencedor absoluto contou-nos que «a corrida foi boa, gostei da corrida no Sabugal, uma região bonita e tranquila.» Na sua prestação, o triatleta considerou ‘que fez um bom segmento de natação, saindo numa boa posição da água’. A seguir no percurso de ciclismo «puxei muito na primeira subida como sei que é o meu forte, geri para ficar num grupo pequeno de oito pessoas. O grupo não funcionou, mas trabalhei em conjunto com o meu companheiro de equipa David Luís para nos afastarmos do grupo o mais possível.» O triatleta inglês gostou muito das subidas e do piso de calçada. «Depois na corrida também me senti bem e puxei desde o início sem olhar para trás. Esforcei-me muito nas subidas e tentei aumentar a distância dos outros triatletas.». Mostrou-se também muito contente com a vitória no Sabugal: «Fiquei muito feliz por ganhar e fazer uma boa prova. Também fiquei satisfeito pelo clube Portugal Talentus ter tido uma prestação global muito boa. Fui muito bem recebido, senti-me muito bem-vindo neste triatlo em Portugal.». Calum promete que vai voltar ao nosso país, especialmente para participar na prova no Sabugal. «Obrigado pela excelente prova!» agradeceu no final o triatleta.

Filipe Azevedo, triatleta que vive atualmente no Dubai, ficou contente com a prestação do clube e por competir em Portugal. «Correu bem em termos de equipa, conseguimos atingir o objectivo, que seria vencer por equipas.» Filipe faz uma autocrítica na prestação individual: «Fiz alguns erros nas transições e fiquei envolvido numa queda que me fez perder algum tempo e desgastar um pouco mais do que estava à espera.» De qualquer forma, o balanço foi positivo, dado que ficou em segundo da sua equipa: «Consegui mesmo assim fazer um bom segmento final, mas devido ao desgaste anterior cheguei sem força para o sprint. No geral senti- me bem e foi bom voltar a competir em Portugal.» concluiu o triatleta que venceu recentemente a Taça Continental da Ásia de Triatlo, nas Filipinas.

Já David Luís explica que ‘a prova correu bem a nível pessoal e coletivo’. «Tivemos uma prestação muito forte e a vitória coletiva acabou por ser fácil.» Na opinião do triatleta ‘o percurso é perigoso, mas tem subidas interessantes e de certa forma divertidas.’ O triatleta do Portugal Talentus partilhou connosco a sua performance: «A nível pessoal tive alguns problemas na água, no ciclismo trabalhei muito com o meu colega Calum Jonhson. E a corrida foi muito positiva apesar de o percurso ser complicado e o piso mau.»

Na segunda posição ficou o Clube de Natação de Torres Novas, com Ricardo Batista (00:57:28), José Pedro Vieira (00:58:20) e Afonso do Canto (00:58:26)

O Outsystems Olímpico de Oeiras fechou o pódio das equipas com Tiago Fonseca (00:57:25), Miguel Tiago Silva (00:58:23) e Afonso Garcia (00:59:31).

Campeonato Nacional de Clubes Femininos do Triatlo do Sabugal

O Alhandra Sporting Club alcança a vitória do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo

 Na competição feminina o Alhandra Sporting Club saiu-se vencedor com Melina Alonso (01:10:30), Inês Rico (01:10:35) e Ana Filipa Ferreira (01:12:06).

A triatleta espanhola Melina Alonso, que também venceu a prova absoluta, explicou-nos que «A competição correu muito bem, já que o objetivo da equipa era chegar o mais rápido possível.». Melina avalia a prova de modo muito positivo: «Eu pessoalmente estive muito bem nos três segmentos e estou feliz por conseguir ganhar a prova»!.

Inês Rico fala-nos da prova e da estratégia com o clube: «A prova começou um pouco dura pois apesar de a natação ser o meu segmento mais fraco, desta vez ainda me correu pior que o habitual, o que me deixou com maus indicadores para o resto da prova. No entanto, ao perceber que tínhamos duas colegas de equipa na frente, decidi não puxar, juntamente com mais duas colegas, para que as triatletas dos outros clubes trabalhassem. Como o grupo da frente ia lento, deu-nos oportunidade para as apanharmos».

A estratégia do Alhandra Sporting Club foi poupar no ciclismo, realizando um percurso lento para diminuir o desgaste. «Ao chegar à corrida, que é o meu segmento mais forte, decidi gerir o esforço e ir atrás da nossa atleta espanhola para a acompanhar o máximo que conseguisse!» explica Inês.

A triatleta esteve quatro semanas sem treinar a corrida como deve ser, por causa da recuperação de uma lesão. «Nos últimos metros acusei o desgaste e perdi assim cinco segundos importantes para Melina!» A atleta do Alhandra Sporting Club está feliz por esta prova e pela prestação da sua equipa!

O clube que ficou em segundo lugar foi o Outsystems Olímpico de Oeiras com Ana Ramos (01:11:14), Lúcia Vergara (01:12:01) e Liliana Alexandre (01:12:41)

A terceira posição do pódio foi conquistada pelo Sporting Clube de Portugal com Inês Oliveira (01:12:38), Mónica Vera Cruz (01:14:19) e Katarina Larsson (01:14:44).

Os resultados individuais do Campeonato Nacional no Triatlo do Sabugal

Melina Alonso, do Alhandra Sporting Club, foi a vencedora absoluta do Triatlo do Sabugal

Calum Johnson do Portugal Talentus venceu a competição absoluta do Campeonato Nacional de Clubes no Triatlo do Sabugal com o tempo de 00:56:41. Tiago Fonseca, do Outsystems Olímpico de Oeiras, ficou em segundo lugar com 00:57:25 e foi Ricardo Batista, do Clube de Natação de Torres Novas, que fechou o pódio desta prova com a marca de 00:57:28.

Na prova feminina Melina Alonso, do Alhandra Sporting Club, foi a triatleta mais rápida a chegar à meta com 01:10:30, seguida de Inês Rico, também do Alhandra Sporting Club, que completou a prova em 01:10:35. Na terceira posição ficou Ana Ramos, do Outsystems Olímpico de Oeiras, com 01:11:14.

O V Triatlo do Sabugal foi uma organização da Câmara Municipal do Sabugal, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal. Este evento decorreu nos dias 12 e 13 de maio de 2018 e contou com duas provas pontuáveis para o Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo.

Fonte: FTP

“Yokohama recebe 1ª WTS de qualificação olímpica”

Melanie Santos e João Silva estiveram presentes na primeira prova de qualificação olímpica na WTS Yokohama

Realizou-se hoje a primeira prova de qualificação olímpica com os triatletas Melanie Santos e João Silva como únicos portugueses em prova. Numa prova como esta onde estão os melhores dos melhores, tudo pode acontecer, tratam-se de competições disputadíssimas, mais ainda se estiver em jogo a qualificação olímpica.

Melanie fez um segmento de natação abaixo do que é habitual, condicionando o resto da sua prestação, fazendo mesmo assim uma boa prova

Melanie Santos terminou a prova na 21º posição, em 01:58:06, pelo que se sente satisfeita pelo resultado geral: «A minha prestação na natação ficou abaixo das espetativas devido a uma fraca partida, sei que consigo fazer muito melhor neste segmento.» conta Melanie.

No ciclismo foi no segundo grupo e sentiu-se bem: «Colaborei com as minhas colegas e foi um bom segmento e a corrida ficou dentro do esperado. Fiquei satisfeita com a minha prestação que considero boa para iniciar a qualificação olímpica» remata a triatleta.

Na primeira posição ficou Flora Duffy, com a marca de 01:53:26, que compete pelas Bermudas, e que já tinha ganho a WTS das Bermudas há cerca de duas semanas atrás.

A americana Katie Zaferes ficou na segunda posição e Non Stanford, da Grã-Bretanha, fechou o pódio com o terceiro lugar.

Na competição masculina João Silva ficou desiludido com a sua prestação: «Estava num dia não», confessou. O triatleta português ficou muito tempo no final do segmento de ciclismo a gerir a massa compacta de triatletas que tinha pela frente e conseguiu superar alguns lugares até ao final da prova, ficando na 39ª posição, com o tempo de 01:49:35.

Os próprios comentadores referiram ‘Silva’ como potencial top 10, dado as boas prestações que João Silva tem realizado, nomeadamente em Abu Dhabi, com um excelente 6º lugar.

Esta competição foi muito disputada até ao final, com um segmento de ciclismo compacto, que originou alguns problemas e quedas e com uma corrida fortíssima dos triatletas.

O primeiro lugar foi para Espanha com Mário Mola, que fez 01:44:59, seguido do austríaco Jacob Birtwhistl, com a marca 01:45:40 e na terceira posição ficou Fernando Alarza, também de nacionalidade espanhola, que completou a prova em 01:45:51.

Fonte: FTP

“PRIMEIRO TRIPLO 'IRONMAN' EM PORTUGAL VAI LIGAR RIO MINHO AO CABO DA ROCA”

Prova realiza-se no próximo dia 31

Por: Lusa

Foto: Miguel Barreira

O Portugal Ultra Triathlon, o primeiro triplo ironman a disputar em território luso, vai ligar o Rio Minho ao Cabo da Roca, no próximo dia 31, anunciou esta segunda-feira a organização.

A prova vai levar os participantes a nadarem 11,4 quilómetros, a percorrerem 540 de bicicleta e, a finalizar, 126,6 a correr, num total de 678, a cumprir no tempo máximo de 78 horas.

A distância entre o estuário do Rio Minho, em Caminha, e o Cabo da Roca, em Sintra, é de 456,5 quilómetros, superando os quase 430 quilómetros da anterior prova com partida e chegada mais distantes, o Arch to arc, entre o Marble Arch, em Londres, e o Arco do Triunfo, em Paris.

Além da componente competitiva, o Portugal Ultra Triathlon vai servir de recolha de fundos para quatro instituições solidárias, casos da Associação Jorge Pina, da Associação Edificar a Esperança, da Casa do Povo de Lanhelas e um projeto a desenvolver na área do Parque Natural de Sintra Cascais.

De acordo com a organização, já confirmada está a presença a solo dos portugueses Rui Pedras e Diogo Simão, que faz parte da organização, e ainda de uma equipa de estafetas (Manuel Maria Correia, Pedro Brito, e Luís Madeira), sendo que ainda estão abertas as candidaturas à participação.

Fonte: Record on-line

“IVO OLIVEIRA EM 11.º NA PRIMEIRA ETAPA DA VOLTA À CALIFÓRNIA”

Fernando Gaviria venceu a tirada inaugural em Long Beach

Por: Lusa

Foto: DR Record

O ciclista colombiano Fernando Gaviria (Quick-Step Floors) venceu ao sprint a etapa inaugural da Volta à Califórnia, no domingo, e é o primeiro líder da prova.

Numa tirada de 134,5 quilómetros - 12 voltas a um circuito de 11,5 km desenhado em Long Beach -, Gaviria foi o mais forte na pronta final, batendo o australiano Caleb Ewan (Mitchalton-Scott) e o esloveno Peter Sagan (BORA-hansgrohe), tricampeão mundial e vencedor da prova em 2015.

O português Ivo Oliveira (Hagens Berman Axeon) procurou estar entre os homens mais rápidos e terminou a tirada no 11.º posto, com o mesmo tempo de vencedor, que cumpriu o percurso em 3:02.23 horas.

O outro corredor luso em prova, Ruben Guerreiro (Trek-Segafredo), cortou a meta na 52.ª posição, também como o mesmo tempo.

Na geral, Gaviria lidera com quatro segundos de vantagem sobre Caleb Ewan e sobre o norte-americano Tanner Putt (UnitedHealthcare), que beneficiou de bonificações de metas volantes para assumir o terceiro lugar, à frente de Peter Sagan, este a seis segundos do colombiano.

Ivo Oliveira é o 14.º e Ruben Guerreiro o 55.º, ambos a 10 segundos do camisola amarela.

Na segunda-feira, a segunda das sete etapas, vai ligar Ventura a Gibraltar Road, onde a meta coincide com contagem de montanha de categoria especial.

Fonte: Record on-line

“Campeonato Nacional de XCM Maratonas 2018 decorre a 10 de junho”

INSCRIÇÕES PARA A MARATONA BTT VILA DE MELGAÇO JÁ ESTÃO ABERTAS

Por: Sara Pereira

A 10 de junho, Melgaço recebe a III Maratona BTT Vila de Melgaço. Três percursos, por magníficos locais da região, entre os quais o PNPG, fazem as delícias dos entusiastas desta modalidade: Maratona Elite | Campeonato Nacional de XCM Maratonas 2018 - 90km (acumulado aproximado subida/descida – 2658m); Maratona Curta - 67 km (acumulado aproximado subida/descida – 1980m | para as categorias Masters e Femininas) e Meia Maratona - 43km (acumulado aproximado subida/descida – 1250m).

O evento, organizado pela Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer E.M., em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho e a Federação Portuguesa de Ciclismo, com o alto patrocínio das Quintas de Melgaço, e ainda com o apoio de diversas entidades, irá desenrolar-se por trilhos e caminhos rurais do Município de Melgaço, começando e terminando no centro da localidade, mais propriamente no Largo Hermenegildo Solheiro. De realçar que a prova Maratona Elite, entre o Km 51 e o Km 54,6, irá circular por trilhos do Parque Nacional da Peneda Gerês.

O evento está aberto à participação de todos os interessados, a partir dos 18 anos, independentemente de serem ou não atletas federados e prevê a inscrição nas categorias de competição, lazer e de paraciclismo.

Os percursos da Maratona Elite e Maratona Curta poderão ser alterados em caso de intempérie que ponha em causa a integridade física dos atletas. No caso desta situação a organização reserva o direito de alterar o percurso da seguinte forma: Maratona Elite – duas voltas ao percurso da Meia Maratona; e Maratona Curta – 1,5 volta ao percurso da Meia Maratona (corte a definir).

O Padock será no Largo do Mercado Municipal de Melgaço. O secretariado estará localizado junto ao local de Partida/Chegada, no Antigo Quartel dos Bombeiros Voluntários de Melgaço para os atletas federados e de promoção. A entrega de prémios será no Largo Hermenegildo Solheiro e todos os outros serviços serão junto ao secretariado. Os banhos e lavagem de bicicletas serão no Complexo de Piscinas da Vila de Melgaço – Junto aos Bombeiros Voluntários e da Câmara Municipal de Melgaço, ou em alternativa no Centro de Estágios de Melgaço Comendador Rui Solheiro.

As inscrições na modalidade de Competição podem ser feitas em www.fpcilismo.pt e as de lazer poderão ser submetidas no site da Associação de Ciclismo do Minho www.acm.pt a participação tem um custo de 10,00€ e é possível até às 24 horas do dia 06 de junho. O programa, regulamento e track’s estão disponíveis em www.melsport.pt

 

AS BICICLETAS

Apenas é permitida a utilização de bicicletas todo-o-terreno (BTT) e com rodas de 26´´, 27,5´´ ou 29´´.

Não é permitida a utilização de bicicletas elétricas ou com qualquer outro mecanismo auxiliar, que não exclusivamente a força física do próprio utilizador.

A violação do disposto nos pontos anteriores implica a impossibilidade de alinhar à partida da prova, ou se tal for detetado durante a mesma, a desclassificação do atleta.

Divisão de Desenvolvimento, Educação e Cultura

Fonte: Gabinete de Comunicação e Imagem/Câmara Municipal de Melgaço

“Paredes de Coura recebe o Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma”

No dia 20 de maio, Paredes de Coura recebe o Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma com a realização do 7º BTT XCO de Paredes de Coura.

Organizado pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Câmara Municipal de Paredes de Coura, a concentração está marcada para o Largo 5 de Outubro, sendo o 7º BTT XCO de Paredes de Coura aberto à participação (além das categorias de competição) de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

O programa daquela que será a quinta etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - Raiz Carisma começará com um período para treinos entre as 9 e as 12h00 (condicionado para os escalões de competição aquando das provas de escolas), realizando-se a partir das 10 horas as atividades para pupilos, benjamins e iniciados que têm a cerimónia protocolar agendada para as 12 horas.

Pelas 13 horas começará a prova para cadetes, femininos, paraciclismo e promoção e às 14h30 a corrida elites, sub23, juniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 16h00.

A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para

Desde a sua estreia no Campeonato do Minho de BTT XCO, em 2012, Paredes de Coura tem brindado os participantes com um circuito bastante elogiado e de rara beleza.

Conjugando a excelência e as caraterísticas do percurso com o alto nível competitivo e organizativo, o BTT XCO de Paredes de Coura transforma-se com facilidade num surpreendente dia de ciclismo.

O 7º BTT XCO de Paredes de Coura tem o apoio da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Federação Portuguesa de Ciclismo, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Cision, Arrecadações da Quintã, POPP Design, Salvaggio, Controlsafe e AFAcycles

No ano passado, duas centenas de atletas marcaram presença no 6º BTT XCO de Paredes de Coura, quarta prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros que consagrou como vencedores Fábio Ribeiro e Susana Santos na categoria de elites.

Os vencedores das restantes categorias foram Pedro Lopes e Jéssica Costa (juniores), Filipe Ramos (masters 30), Monserrat Alonso (masters femininas), José Magalhães (masters 40), João Araújo (masters 50), Tiago Sousa e Ana Santos (cadetes), Lucas Lopes e Mariana Líbano (juvenis), João Martins e Beatriz Silva (infantis), Hugo Ramalho e Margarida Vasconcelos (iniciados), Pedro Martins e Lara Azevedo (pupilos-benjamins), e Marco Santos (promoção). Colectivamente triunfaram a ASC/Focus Team-Vila do Conde (competição) e a Seissa/KTM - Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact (escolas).

Fonte: ACM

“TRIATLO MAIS LONGO DO MUNDO REALIZA-SE EM PORTUGAL E É UMA AVENTURA SOLIDÁRIA”

Por: Gonçalo Nobre

          Portugal Ultra Triathlon unirá o Estuário do Rio Minho ao ponto mais ocidental da Europa

          Serão 11,4 km a nadar, 540 km de ciclismo e 126,6 km de corrida, o triplo de um triatlo longo

          Iniciativa vai apoiar instituições nas áreas do ambiente, desporto e saúde e vida saudável

          Pretende promover a prática desportiva e a adoção de estilos de vida saudáveis

          José Diogo Quintela, chef Kiko, Carlos Sá, Jorge Pina e Hélio Fumo são alguns dos atletas e personalidades que apoiam esta iniciativa solidária

          Diogo Simão vai realizar desafio em solitário, sendo acompanhado por uma equipa em estafeta composta por Manuel Maria Correia, Pedro Brito e Luís Madeira

          Berg Outdoor, Fleed, MDS, Sport Zone, Federação de Triatlo de Portugal e municípios de Caminha, Cartaxo e Sintra entre os parceiros da iniciativa

O sonho de quatro portugueses fez nascer o Portugal Ultra Triathlon, uma aventura solidária única que constitui o maior desafio desportivo já realizado em Portugal e um dos mais difíceis a nível mundial. A iniciativa conta com o apoio institucional da Federação de Triatlo de Portugal, das Câmaras Municipais de Caminha, Cartaxo e Sintra, bem como o patrocínio da Berg Outdoor e do portal Fleed.pt. Personalidades como José Diogo Quintela e chef Kiko Martins ou os atletas Carlos Sá, Jorge Pina e Hélio Fumo são alguns dos muitos portugueses que também apoiam esta aventura solidária.

O Portugal Ultra Triathlon é o triatlo com maior distância entre ponto de partida e chegada a nível mundial e vai realizar-se em Portugal unindo o Estuário do Rio Minho ao ponto mais Ocidental da Europa, o Cabo da Roca. Com início no próximo dia 31 de Maio, o desafio desportivo consiste num triple iron continuous, em que os participantes terão de percorrer 11,4 quilómetros de natação, 540 quilómetros de ciclismo e 126,6 quilómetros de corrida, ou seja, o triplo das distâncias de um triatlo longo. No total serão 678 quilómetros que deverão ser superados no tempo máximo de 78 horas. A distância em linha reta entre partida e chegada é de 456,5 quilómetros, um novo máximo.

No entanto, o Portugal Ultra Triathlon não é um mero desafio desportivo, é uma aventura solidária. A sua missão é promover a prática desportiva e a adoção de estilos de vida saudáveis, colocando as comunidades em contacto com o desporto e a natureza, ao mesmo tempo que lhes dá a oportunidade de contribuir para apoiar crianças, jovens e projetos que não têm os recursos necessários para o efeito.

Assim, todos os portugueses são convidados a participar na iniciativa de recolha de fundos que vai beneficiar quatro instituições que contribuem para a promoção do ambiente, do desporto ou da saúde e vida saudável em Portugal: a Associação Jorge Pina, a Associação Edificar a Esperança, a Casa do Povo de Lanhelas e um projeto a desenvolver na área do Parque Natural de Sintra Cascais. Os fundos obtidos serão atribuídos a projetos específicos, não podendo ser utilizados em gastos de funcionamento ou outros fins. De salientar que, sendo o Portugal Ultra Triathlon uma iniciativa sem fins lucrativos, os saldos sobrantes dos patrocinadores serão também doados no âmbito desta iniciativa.

Para recolher as contribuições de todos, foi criada uma conta específica na Caixa Geral de Depósitos com o IBAN PT50 0035 0127 00058650 003 20 (NIB 0035 0127 00058650 003 20), sendo que oportunamente será também possível a contribuição através do site da aventura solidária em www.portugalultratriathlon.com

Nesta primeira edição, o desafio será realizado por Diogo Simão a solo e por uma equipa em formato de estafetas constituída por Manuel Maria Correia, Pedro Brito, e Luís Madeira. As candidaturas para participar na iniciativa ainda estão abertas, estando a mesma sujeita à avaliação do currículo desportivo e à partilha dos valores da iniciativa.

No âmbito desta política de envolvimento com a comunidade, os cidadãos são também convidados a acompanhar e participar no desafio, podendo fazer parte do percurso desde que cumprindo todas as regras de segurança, nomeadamente o código da estrada e demais legislação em vigor aplicável a quem circula na via pública e/ou em espaços públicos.

Diogo Simão, membro da equipa promotora do Portugal Ultra Triathlon e atleta participante, afirma: “O Portugal Ultra Triathlon tem como objetivo incentivar a superação pessoal e fomentar o espírito de partilha e solidariedade, gerando valor social e apoiando as comunidades por onde se realiza. Queremos fazer a diferença na vida das pessoas, promovendo a vida ativa e saudável, mas também partilhando os nossos valores e princípios, beneficiando a comunidade. Por isso, gostávamos que os portugueses se juntassem nesta aventura solidária e dessem o seu contributo”.

E acrescenta: “A nível desportivo este será um desafio extremo, pois é o triplo da distância de um ironman para superar de forma contínua. A fadiga muscular, a privação de sono, a digestão dos alimentos, a falta de descanso são alguns dos desafios que teremos de enfrentar durante esta aventura, que deverá demorar 3 a 4 dias a concluir. Mas a grande aventura já começou há alguns meses quando nos propusemos a realizar este desafio conciliando atividades profissionais exigentes com o treino de três modalidades e a realização de uma iniciativa solidária para todos os portugueses”.

O Portugal Ultra Triathlon conta com o patrocínio principal BERG Outdoor, marca multinacional de origem portuguesa para a prática desportiva e vida ao ar livre, e do portal Fleed.pt, tendo como parceiros institucionais a Federação de Triatlo de Portugal, a Câmara Municipal de Caminha, a Câmara Municipal do Cartaxo e a Câmara Municipal de Sintra. Esta aventura solidária conta ainda com o apoio técnico da MDS, multinacional líder na corretagem de seguros e consultoria de riscos, e da Sport Zone, marca líder no retalho de desporto em Portugal, entre outros parceiros.

 

Instituições beneficiárias

A Associação Jorge Pina destaca-se pelo papel desempenhado na integração de jovens carenciados ou com necessidades especiais através do desporto. A sua missão é promover valores como a cidadania ativa, a paz, o bem-estar psíquico e social através da prática desportiva e de atividades lúdicas para jovens. No último ano, Jorge Pina, ex-pugilista, atleta português paralímpico e mentor e fundador da Associação Jorge Pina, foi agraciado com a mais distinção de Local Hero atribuída pela Comissão Europeia, na Cerimónia Oficial de entrega dos Prémios da Semana Europeia do Desporto 2017.


A Associação Edificar A Esperança tem como missão apoiar vítimas de traumatismo crânio-encefálico, estando a apoiar Susana Palma, uma praticante de desporto na natureza que se encontra numa situação clínica difícil e requer significativos cuidados de saúde.


A Casa do Povo de Lanhelas, localizada no concelho de Caminha, foi fundada em 1939, e atua na vertente social, cultural, desportiva e recreativa. Equiparada a uma Instituição Particular de Solidariedade Social, desenvolve atividades nas áreas de Creche, Jardim-de-Infância e Centro de Dia, além de outros serviços que beneficiam bebés, crianças, jovens e idosos. A promoção da prática desportiva e da saúde e hábitos de vida saudável faz parte do seu propósito.


Será também apoiado um projeto na área do ambiente na zona de influência do Parque Natural de Sintra Cascais, ainda a definir.

Mais informações sobre o Portugal Ultra Triathlon em www.portugalultratriathlon.com  

Fonte: BA&N Communications Consultancy

“Equipa Portugal/Seleção compete em duas etapas da Taça do Mundo de XCO”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal vai competir nas próximas duas etapas da Taça do Mundo de Cross Country Olímpico (XCO), na Alemanha e na República Checa, nos dois fins-de-semana que se avizinham.

O selecionador nacional de BTT, Pedro Vigário, convocou quatro corredores para o duplo compromisso, numa aposta na experiência de David Rosa e na juventude de um trio de sub-23, Bruno Silva (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão), João Rocha (Rodabike/ACRG/Gondomar) e Marta Branco (Maiatos/Reabnorte).

A ronda de Albstadt, Alemanha, no próximo fim-de-semana, contempla também uma prova do circuito World Junior Series, pelo que se juntam quatro juniores à convocatória para este evento: João Macedo (BTT Seia), Marcio Peralta, Rafael Rita e Rodolfo Serafin (BTT Loulé/Elevis).

Serão, aliás, os juniores os primeiros a competir, às 11h15 de sábado, 19 de maio. No mesmo dia, às 13h00, é a vez dos sub-23 masculinos. As sub-23 entram em pista no domingo, às 8h00. Às 9h20 será dado o tiro de partida para a corrida feminina de elite. A prova de elite masculina arranca às 13h35.

Na semana seguinte, em Nove Mesto na Morave, República Checa, apenas irão competir os sub-23 e os corredores de elite. No sábado, 26 de maio, entram em pista os mais jovens. A prova de sub-23 feminina inicia-se às 13h00 e a corrida de sub-23 masculina arranca às 15h00. No dia seguinte, às 13h35, é a vez da competição de elite masculina.

“Estamos aproximar-nos do ciclo de qualificação para os Jogos Olímpicos de 2020. Naturalmente, já temos esse objetivo em mente. No entanto, continuamos também a trabalhar para criar as raízes das seleções de futuro. Por esse motivo, apresentamo-nos com três sub-23 e, pela segunda vez nesta temporada, damos oportunidade aos juniores de competirem no circuito internacional, desta feita em contexto de Taça do Mundo”, Pedro Vigário.

Além da Equipa Portugal, o XCO luso estará representado pelos comandantes da Taça de Portugal de elite, Mário Costa e Joana Monteiro, que correrão as duas etapas da Taça do Mundo ao serviço da Brujula Bike Racing Team. Ricardo Marinheiro, com as cores da Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão competirá na etapa checa.

Fonte: FPC

“TRIATLO DO SABUGAL”

RICARDO BATISTA – 3ºlugar absoluto

CLUBE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS – 2ºlugar no Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo

RICARDO BATISTA, atleta da ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS, alcançou um excelente resultado no Triatlo do Sabugal, ao cortar a meta em 3ºlugar na 2ªetapa do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo, uma prova disputada no passado sábado à tarde, em distância sprint (750m/natação, 20kms/ciclismo e 5kms/corrida).

RICARDO BATISTA, cumpriu bem o segmento de natação ao sair na 2ªposição da Barragem do Sabugal, manteve-se sempre no grupo da frente no ciclismo, e na corrida apenas foi batido pelo atleta inglês da equipa do Portugal Talentus, Calum Johnson e pelo atleta do Outsystems Olímpico de Oeiras, Tiago Fonseca.

O CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS também esteve em muito bom plano nesta etapa do Nacional de Clubes, ao alcançar o 2ºlugar coletivamente, graças aos lugares absolutos alcançados por Ricardo Batista em 3º (2ºem Juniores), por José Pedro Vieira em 8º (1º em Cadetes) e por Afonso do Canto em 10º (2º em Cadetes). Apesar de muito jovens, estes atletas têm vindo a demonstrar em competição uma enorme evolução fruto da dedicação diária dos últimos anos sob a orientação do treinador Paulo Antunes.

Enquanto Ricardo Batista saía da água na 2ªposição, também José Pedro Vieira não perdeu o contacto com o grupo da frente do ciclismo, ao sair na 5ªposição do segmento de natação. Afonso do Canto que saiu apenas poucos lugares atrás dos seus colegas de equipa, recuperou distância no ciclismo e posicionou-se também bem para o segmento final de corrida.

No setor feminino, a equipa torrejana constituída por Margarida Razões, 17ª à geral (4ª em Cadetes), Mariana Correia, 21ª à geral (3ª em Juniores), e Beatriz Neves 29ª à geral (8ª em Cadetes), conquistou o 6ºlugar coletivamente.

Ainda em masculinos, Guilherme Marques concluiu a sua prova em 16ºlugar no seu escalão de Cadetes, sendo 71ºclassificado à geral.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLUBES DE TRIATLO - ESTAFETAS MISTAS

 

No domingo de manhã, decorreu a prova do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo em formato de Estafetas Mistas, com equipas constituídas por 4 atletas (2 femininas e 2 masculinos) em que cada elemento efetuou uma prova de triatlo na distância super-sprint (300m/natação, 8kms/ciclismo e 2kms/corrida).

A ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS esteve presente com 2 formações. Joana Miranda, José Pedro Vieira, Carolina Serra e Ricardo Batista constituíram a equipa torrejana melhor classificada que alcançou o 5ºlugar.

A 2ªequipa torrejana constituída por Mariana Correia, Afonso do Canto, Margarida Razões e Guilherme Marques, classificou-se na 8ªposição.

A próxima prova realiza-se no sábado, dia 19 de Maio, no Arripiado – Chamusca, e será a 4ªetapa do Campeonato Nacional de Triatlo Jovem.

Fonte: CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“26ª Edição Lisboa Antiga de Bicicleta”

Dia 3 de Junho de 2018

Praça do Comercio

Texto: José Morais
É o passeio mais antigo da capital, intitulado de “Lisboa Antiga de Bicicleta” este ano na sua 26ª edição, é uma organização da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) este ano realizado no “Dia Mundial da Bicicleta”, e dominado “Pelos Caminhos de Lisboa”.

O evento que terá uma distância de cerca de 30 quilómetros, percorrera alguns dos locais mais emblemáticos da cidade, e passará por alguns locais onde apenas de bicicleta ou a pé se pode percorrer.

Do Terreiro do Paço, á Sé, entrando por Alfama, parando nas Portas do Sol, entrando por São Tomé, descendo a uma das praças mais emblemática da capital, o Martim Moniz. Depois, evadindo o Largo de são Domingos, as Portas de Santo Antão com passagem pelo Coliseu, e paragem no famoso Largo da Anunciada, sendo convidados os participantes a subirem a Calçada do Lavre

Segue-se o atravessar da Av. Da Liberdade, destino o Bairro Alto, onde os participantes são convidados a subir a tão famosa Calçada da Glória, até ao cimo com paragem num dos mais importantes miradouros de Lisboa, o Jardim de São Pedro de Alcântara. Entrando Bairro alto dentro, a passagem pela Calçada do Combro, Assembleia da Republica, até Santos.

O passeio segue até Belém, onde junto à Torre Local, será feita a tradicional foto de grupo. Depois será feito o regresso até ao típico Cais do Sodré, onde ai, ou no local da partida, terminará a 26ª edição de Lisboa Antiga de Bicicleta, ainda por decidir.

Venha participar nesta bela descoberta pela cidade de Lisboa, marque já na sua agenda, e faça a sua inscrição, mais informações para, Telefones: 213 159 648 ou 912 504 851, mail: fpcub@fpcub.pt , ou ainda consultar o site: www.fpcub.pt

Participe…  

“15º Convívio de Cicloturismo de Cernache.2018”

Dia 3 de Junho de 2018

Vila Nova de Cernache

Por: José Morais

É um dos mais belos passeios de bicicleta organizado na zona centro do país, a forma com recebem todos que por lá passam, marca sem dúvida os mesmos, a organização é da Associação Desportiva e Recreativa Vilanovense, e o evento faz parte do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB).

O passeio vai ter um percurso de 65 quilómetros, percorrido por locais em dúvida muito interessantes, no final haverá um grande almoço convívio, como a organização tem por hábito esmerar os participantes.

As informações e inscrições podem ser feitas pelos telefones: 239 946 091 – 962 945 463 -934 422 232, ou ainda pelo mail: josepedrociclos@gmail.com

Marque já na sua agenda, venha participar neste passeio que muito promete, com uma excelente organização.

“13º Passeio “Os Cansados de Marinhais”

Dia 27 de Maio de 2018

Texto: José Morais

É um dos passeios sem dúvidas mais evoluídos que se realiza, e nas últimas duas edições, apresentou algo diferente, em 2016 filmou o passeio com um drone, em 2017, foi a vez de se fazerem filmagens e fotos de helicóptero, em 2018, um balão vai subir aos céus de Marinhais, para novamente se filmar e fotografar lá bem do alto.

Numa organização do Núcleo de Cicloturismo “Os Cansados de Marinhais”, o evento faz parte do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), a sua 13ª edição vai ter um percurso de 65 quilómetros, percorridos pelo concelho de Salvaterra de Magos, denominado “Terras do Ribatejo”.

A concentração está marcada para as 8.15 junto ao Pavilhão das Festas de Marinhais, tendo a partida marcada para as 9.15, horário a cumprir, motivadas pelas filmagens do Balão de ar quente.

Informações e inscrições pelo telefone: 914 272 399 – 917 190 229 – 963 490 506, ou pelo mail: friotecnica.marinhais@gmail.com , no final vai um almoço surpresa.

Venha participar neste passeio que muito promete, marque já na sua agenda, faça como nós que vamos estar presentes para fazer reportagem, completa do evento.