sábado, 4 de fevereiro de 2017

“Volta ao Dubai: Nelson Oliveira ficou no 37.º lugar”

Marcel Kittel venceu a prova pela segunda vez consecutiva

Por: Lusa

Foto: Lusa

O alemão Marcel Kittel (Quick-Step Floors) venceu pela segunda vez consecutiva a Volta ao Dubai em bicicleta, impondo-se ao sprint na última etapa da prova, na qual o português Nelson Oliveira (Movistar) foi 37.º.
Kittel, que liderava a corrida desde a primeira etapa, foi o primeiro a concluir os 124 quilómetros da derradeira etapa, em 02:34.12 horas, relegando os italianos Elia Viviani (Sky) e Riccardo Minali (Astana) para a segunda e terceira posições, respetivamente.

Nelson Oliveira concluiu a tirada seis segundos depois, no 45.º lugar, permitindo-lhe subir ao 37.º posto da classificação final, a 36 segundos de Kittel, que venceu três das quatro etapas disputadas, uma vez que a quarta foi cancelada devido às condições atmosféricas.
O alemão segurou o triunfo, deixando a 18 segundos o holandês Dylan Groenewegen (LottoNL-Jumbo) e a 20 o seu compatriota John Degenkolb (Trek-Segafredo), o único a impedir o pleno de triunfos em etapas de Kittel, ao vencer a terceira tirada.

Fonte: Record on-line

“Rádio Popular-Boavista apresenta-se com reforços”

Filipe Cardoso é uma das principais novidades da equipa de José Santos

Foto: MoveNotícias

Filipe Cardoso é uma das caras novas da Rádio Popular-Boavista. Depois de seis anos em equipas de Carlos Pereira, a última das quais a Efapel, vai estar agora às ordens de José Santos. "Com o passar dos anos dou cada vez mais importância ao bom ambiente dentro de uma equipa, a relação staff, ciclistas, patrocinadores e este foi um dos motivos pelo qual optei pelo Boavista", disse-nos.
João Benta (Louletano) e Domingos Gonçalves (Caja Rural) – este regressa ao pelotão nacional e à equipa que o lançou –, são os outros reforços de peso, num grupo que viu sair para o estrangeiro Daniel Silva, terceiro na Volta a Portugal de 2016.

De resto, a formação axadrezada, a segunda mais antiga do pelotão nacional, a seguir ao Clube de Ciclismo de Tavira, mantém Rui Sousa como o rosto principal, sendo o mais velho (40 anos) do pelotão nacional.
Como tem sido apanágio, a equipa axadrezada tem previsto disputar algumas provas no estrangeiro, nomeadamente em Espanha e França.

Fonte: Record on-line

“Volta à Comunidade Valenciana: Amaro Antunes terceiro na 4.ª etapa”

Nairo Quintana foi vencedor da tirada e é o novo líder da prova

Por: Lusa

Foto: EPA

O português Amaro Antunes (W52-FC Porto) foi este sábado terceiro classificado na quarta etapa da Volta à Comunidade Valenciana, a 45 segundos do colombiano Nairo Quintana (Movistar), vencedor da tirada e novo líder.
Os restantes corredores da W52-FC Porto terminaram a etapa de 180,9 quilómetros, entre Segorbe e Llucena, todos a mais de 20 minutos do líder: Rui Vinhas em 61.°, Joaquim Silva em 72.°, o espanhol Raúl Alarcón em 85.º, António Carvalho em 86.°, o espanhol Gustavo Veloso em 127.º e Samuel Caldeira em 128.°.

Na etapa rainha da prova, Nairo Quintana aproveitou o final coincidente com contagem de montanha de primeira categoria para cortar a meta isolado, com 40 segundos de avanço sobre o eritreu Merhawi Kudus (Dimension Data).
O colombiano, segundo classificado da Volta a França em 2016 e vencedor da Volta a Espanha, destronou da liderança o belga Greg van Avermaet (BMC) - 31.º, a 4.44 minutos - e tem a vitória final praticamente assegurada.
O segundo da geral é agora outro belga, Ben Hermans, também da BMC, que segue a apenas 23 segundos de Nairo Quintana, depois de ter terminado a etapa em sétimo. O italiano Manuel Senni permanece na terceira posição da geral, a 42 segundos do líder.
Amaro Antunes é agora o português mais bem classificado da geral - passou de 61.º para 21.º -, seguido de Joaquim Silva (75.º), Rui Vinhas (77.º), Samuel Caldeira (87.º) e António Carvalho (123.º).
No domingo, a quinta e última etapa vai ligar Paterna a Valência, na distância de 130,2 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Equipa EFAPEL começa época a “jogar” em casa”

Prova de Abertura realiza-se este domingo e termina em Ovar

A nova temporada de ciclismo está prestes a começar. O início oficial acontece já amanhã com a Prova de Abertura Região de Aveiro, uma competição que vai ligar Anadia a Ovar e para a qual a formação EFAPEL está pronta. Os comandados por Américo Silva têm trabalhado para melhorarem a condição física com vista ao arranque da época e apresentam-se em bloco para o primeiro teste em competição.

Os objectivos são claros. Os nove corredores da EFAPEL vão procurar estar na discussão pelo triunfo mesmo que os níveis físicos estejam em diferentes estágios consoante os objectivos definidos pela equipa técnica. Não obstante esta condição, a possibilidade de discutir os melhores lugares está sempre presente e a equipa deseja entrar da melhor forma em 2017.

Para o director desportivo, Américo Silva, “esta prova é sempre uma incógnita porque independentemente de como seja feita a preparação da fase inicial da temporada, nunca se sabe como estão os adversários”, explica. Apesar disso, o responsável não esconde que se houver oportunidade, a equipa tentará ganhar. “É algo que faz parte da nossa forma de ser. A nossa postura é sempre essa. E nesta corrida isso não é excepção”, afirmou.

A Prova de Abertura marca o início de temporada em que os pontos altos são a Volta ao Algarve, que se realiza de 15 a 19, e a Volta ao Alentejo, de 22 a 26. A equipa EFAPEL preparou-se para estar melhor do que em edições anteriores. “O facto de estas provas se realizarem em datas próximas levou-nos a preparar esta fase do ano de outra forma. Acreditamos que estamos mais avançados. Perante a presença e o nível das formações estrangeiras presentes, procuramos obter o melhor lugar possível na classificação final em qualquer uma das provas”, comentou Américo Silva.

A Prova de Abertura Região de Aveiro apresenta um percurso com 160 quilómetros e duas contagens de montanha de segunda categoria. Contudo, o final deve ser discutido ao sprint. A equipa EFAPEL vai competir com os nove corredores do plantel. Já hoje haverá uma cerimónia de apresentação de todas as equipas profissionais e de clube a competirem em Portugal. A iniciativa promovida pela Federação Portuguesa de Ciclismo realiza-se a partir das 16 horas no Centro Cultural e de Congressos de Aveiro.

 

Nome da prova

Prova de Abertura Região de Aveiro - Troféu Liberty Seguros

 

Data

5 de Fevereiro de 2017

 

Director desportivo

Américo Silva

 

Ciclistas

António Pereira Barbio (Contra-relogista/Rolador)

Álvaro Trueba (Contra-relogista/Trepador)

Bruno Silva (Trepador)

Daniel Mestre (Sprinter)

Henrique Casimiro (Trepador)

Jesus Del Pino (Trepador)

Mateo Garcia (Contra-relogista/Trepador)

Rafael Silva (Rolador/Sprinter)

Sérgio Paulinho (Completo)

Fonte: Efapel