quarta-feira, 14 de setembro de 2016

“Mototuristas de todo o Mundo no FIM Mototour of Nations 2016”

Norte de Portugal foi palco de enorme sucesso turístico


Das paisagens sublimes da Serra do Barroso e das terras de Basto à riqueza história de Guimarães. Da deliciosa gastronomia minhota à animação noturna do Porto. Das estradas prazenteiras às mais pitorescas aldeias. Das sublimes paisagens do Alto Douro Vinhateiro aos mais requintados vinhos verdes e do Porto. De tudo teve o FIM Mototour of Nations, evento que, sem ponta de exagero, deixou Portugal, e sobretudo o Norte do País, no coração dos 205 mototuristas que, ao longo de quatro dias, aceitaram o desafio do Moto Clube do Porto.

O enorme e sentido aplauso, com todos os participantes de pé, no Salão Nobre da Alfândega do Porto, durante o Jantar de Gala, ou os emocionados abraços, na despedida no paisagístico parque junto ao Santuário de Nossa Senhora do Sabroso, em Tabuaço, foram as provas mais evidentes da satisfação de todos os 205 motociclistas que visitaram o nosso País, entre 8 e 11 de setembro. Na 3.ª edição do FIM Mototour of Nations, evento mototurístico organizado sob a égide da Federação Internacional de Motociclismo e da Federação de Motociclismo de Portugal, tudo foi delineado para mostrar a variedade e imponência das paisagens lusitanas, de forma serena, em perfeito convívio entre os motociclistas e a natureza.

O percurso começou em terras flavienses, cidade que acolheu viajantes de 17 países, sobretudo europeus e americanos, com o Jantar de Receção no elegante e moderno Hotel Casino de Chaves a proporcionar os primeiros momentos de grande animação. Antevisão do que viria a ser este Mototour, comunhão perfeita entre mototuristas e organizadores, bem patente no coro internacional que acompanhou os One Vision, banda portuguesa de tributo aos Queen cujo espetáculo teve o condão de pôr toda a plateia a dançar.

Ponto de partida para ambiente ímpar nos dias seguintes, com arranque de Chaves de caravana de 147 motos divididas por quatro grupos, melhor forma de a todos dar a máxima atenção, evitando confusões na estrada como nas diversas paragens previstas. A começar pela bem conservada pitoresca aldeia transmontana de Vilarinho Seco, logo após a passagem por Boticas, no sopé da Serra do Barroso, onde a dureza do granito das construções tradicionais e dos espigueiros constrastou com a gentileza das gentes barrosãs. Oferecedoras do melhor que a terra dá, com petiscos tradicionais n’Adega O Palheiro, geradores dos mais rasgados elogios. Primeira paragem a meio da travessia entre terras de Barroso e de Basto, passando pelas pastagens que satisfazem as vacas barrosãs e algumas bem conservadas zonas florestais. Paisagens que levaram a caravana até Cabeceiras de Basto, com visita aos claustros e igreja do mosteiro beneditino de S. Miguel de Refojos, o único dos 29 existentes em Portugal que possui um zimbório e cuja construção remonta ao século XII. Monumento cuja história foi esclarecida ao pormenor para os mais curiosos durante o agradável petisco na Casa do Tempo, local de preservação do património cabeceirense.

Mas o tempo era de passear, pelo que seguiram os motociclistas até Guimarães, surpreendendo os muitos turistas que passeavam pelo belíssimo centro histórico e até os convidados de um casamenteo, partilhando espaço e cumprimentos com os motociclistas franceses, belgas, suiços, britânicos, dinamarqueses, croatas, irlandeses, holandeses, canadianos, norte-americanos, checos, gregos, italianos e espanhóis mas também portugueses. Que, depois da passeata e muitas fotos, subiram ao Monte da Penha, a grande área verde da cidade de Guimarães, integrando a Reserva Ecológica Nacional, e onde se situa o Santuário da Penas, no seu o ponto mais alto. Tempo para respirar o ar mais puro, aproveitando a área de piqueniques para aconchegar o estômago antes da viagem, curta e rápida, até ao Porto.

De curiosidade aguçada para a animação noturna do Porto, os experimentados viajantes não desperdiçaram oportunidade para descobrir alguns dos locais emblemáticos da Cidade Invicta, mas sem exageros. É que o passeio do dia seguinte, junto ao litoral atlântico, era oportunidade imperdível para apreciar a extrema variedade paisagística depois das serranias da véspera. Dia que começou com saída do Porto rumo a norte, seguindo boa parte do Caminho de Santigo com passagem pela Igreja Românica de São Pedro de Rates, ponto de passagem entre a planície poveira e o onduloso território do Baixo Minho, marcado pelos vales dos rios Este e Ave. Outro rio, o Cávado, pode ser apreciado bem de perto na passagem por Fão, antes da travessia para a Quinta da Barca rumo à espetacular Quinta de Curvos. Com mais de quatro séculos de recheada história e uma área de 16 hectares completamente murados, a Quinta de Curvos, que terá incluído uma capelinha, construída por volta de 1600, em honra de S. Roque, patrono e defensor das pestes e das fomes,  ganhou nova alma com a aquisição, em Dezembro de 1916 por parte de António Rodrigues Alves de Faria, com fortuna feita no Brasil.

Momento histórico acompanhado pela prova de vinhos verdes produzidos pela Quinta de Curvos e adocicado pela tradicionais Clarinhas de Fão, antes de seguir caminho até Esposende, com vistas únicas das praias minhotas e paragem na marginal esposendense para desfrutar do excelente clima que acompanhou todo o evento. Tardou, pois, o regresso ao Porto tal era o bem-estar generalizado dos participantes, com idades entre os 40 anos do condutor mais jovem, o italiano Claudio Dogliani, e os 83 do experiente francês André Charbonnier. Ainda assim, a tempo do Jantar de Gala, oferecido em espaço único da cidade do Porto, no Salão Nobre do Edifício da Alfandega, com vista privilegiada sobre o Rio Douro, em memorável sunset. Momento de enorme convívio que teve a entrega de prémios como ponto alto, com vitória da federação francesa (FFM) na classificação por pontos (número de participantes vezes o número de quilómetros efetuados) bem como de participantes inscritos, enquanto os croatas do BMW MK Zagreb arrecadaram o troféu para o motoclube com mais pontos.

Ambiente de festa que se prolongou no dia seguinte, o último de iniciativa de grande peso na divulgação turística de Portugal entre a comunidade mototurísticaa internacional, levando a caravana a desfrutar da incomparável paisagem duriense. Pelas mais bonitas estradas do vale do Douro seguiu-se até à Quinta do Seixo, onde a Sandeman produz alguns dos mais requintados Vinhos do Porto, que os participantes apreciaram de forma extasiada depois de enriquecedora visita às instalações, sempre acompanhada de interessantes apontamentos históricos. E, marcando o final de programa delineado ao pormenor para ir de encontro aos desejos das centenas de mototuristas que visitaram o nosso País, o almoço no Parque de Sabroso, em Tabuaço, foi o culminar de oportunidade única de descobrir paisagens deslumbrantes, apreciar sabores ímpares, desfrutar de uma história riquissíma e conhecer gentes verdadeiramente únicas, levando imagem forte de Portugal.

Fonte: MOTO CLUBE DO PORTO/Parceria Notícias do Pedal

“José Dias e Ana Rita Vale venceram o 13º BTT de Creixomil – Barcelos”

O Campeão Nacional de Cross Country Olímpico José Dias e Ana Rita Vale venceram em elites o 13º BTT de Creixomil - Barcelos, sétima etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros.

Organizada em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Grupo Desportivo de Creixomil, a competição decorreu nas imediações do Campo de Jogos do Grupo Desportivo de Creixomil.

O 13º BTT de Creixomil - Barcelos contou com a vitória, além de José Dias e e de Ana Rita Vale em elites, de João Rocha e Marta Branco (juniores), Ruben Nunes (master 30), Mário Fernandes (master 40), João Araújo (master 50), Hélder Gonçalves e Raquel Queirós (cadetes), Lucas Braga e Ana Santos (juvenis), João Oliveira e Mariana Líbano (infantis), David Ferreira e Ana Costa (iniciados), Rui Sabino e Leonor Silva (pupilos/benjamins) e Wilson Cardoso (promoção). Coletivamente triunfaram ASC / Focus Team / Vila do Conde (competição) e a Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact (escolas).

No escalão de elites, o Campeão Nacional José Dias (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) venceu destacado o 13º BTT de Creixomil - Barcelos, enquanto Jacinto Fiúza (Batotas / Ponte de Lima) e Saul Lopez (Academia Postal-Actyon) terminaram a sétima prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros,, respetivamente, na segunda e terceira posições.

Em femininos, Ana Rita Vale (Batotas / Ponte de Lima), Campeã do Minho de BTT Maratonas, também venceu de forma clara, deixando Diana Ferreira (BMC/ SRAM/ Póvoa de Varzim) e Tânia Lima (Torcatense / Casa Myzé) nas posições seguintes do pódio.

Os Campeões Nacionais e do Minho de BTT XCO, João Rocha (Rodabike / ACRG / Gondomar) e Marta Branco (ASC / Focus Team / Vila do Conde), vencerem as corridas masculina e feminina de juniores, concluindo o circuito à frente, respetivamente, de Tiago Tiago Fernandes (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) e Débora Figueiredo (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact), segundos classificados, e de António Azevedo (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) e Ana Moreira (Tomatubikers / Toyota-Macedo & Macedo) que completaram os pódios.

Em masters 30, o também Campeão Nacional Ruben Nunes (ASC / Focus Team / Vila do Conde) foi o vencedor do 13º BTT de Creixomil - Barcelos, ficando na segunda posição Pedro Marques (Maiatos / Reabnorte / BikeZone) e na terceira Hélder Braga (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact).

Mário Fernandes (Rodabike / ACRG / Gondomar) venceu a corrida de master 40, deixando no segundo posto Abel Machado (ASC / Focus Team - Vila do Conde) e no terceiro José Magalhães (ASC / Focus Team - Vila do Conde).

No escalão de master 50 triunfou João Araújo (JUM - Sanitop - KTM) com as restantes posições do pódio a serem ocupadas por Vítor Santos (ASC / Focus Team - Vila do Conde) e Mário Cruz (JUM - Sanitop - KTM).

Hélder Gonçalves (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) e Raquel Queirós (ASC / Focus Team - Vila do Conde) foram os melhores no escalão de cadetes, deixando na segunda posição Vinício Rodrigues (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) e Jéssica Costa (ASC / Focus Team - Vila do Conde) e na terceira Tiago Sousa (ASC / Focus Team - Vila do Conde) e Beatriz Faria (JUM - Sanitop - KTM).

Nos escalões de Escolas, os vencedores foram Lucas Braga (Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact) e Ana Santos (ASC / Focus Team - Vila do Conde) em juvenis, João Oliveira (BMC/ SRAM/ Póvoa de Varzim) e Mariana Líbano (ASC / Focus Team - Vila do Conde) em infantis, David Ferreira (CRC / Garbo / Vegas Cosmetics) e Ana Costa (CRC / Garbo / Vegas Cosmetics) em iniciados, Rui Sabino (CRC / Garbo / Vegas Cosmetics) e Leonor Silva (Tomatubikers / Toyota-Macedo & Macedo) em pupilos/benjamins.

Wilson Cardoso (Casa do Povo de Retorta) foi o melhor na vertente de promoção.

A vitória coletiva (competição) no 13º BTT de Creixomil - Barcelos, antepenúltima etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros, foi da ASC / Focus Team / Vila do Conde, ficando na segunda posição a equipa Seissa/MGB Bikes/Matias e Araújo/Frulact e na terceira a JUM - Sanitop - KTM. A equipa Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact foi a vencedora coletiva nos escalões de escolas com a BMC / SRAM / Póvoa de Varzim a assegurar o segundo posto e a Escola BTT Matosinhos o terceiro.

O 13º BTT de Creixomil - Barcelos teve o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, Junta de Freguesia de Creixomil, Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, Federação Portuguesa de Ciclismo, MAPFRE | Seguros, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, POPP Design, Salvaggio, Controlsafe e Bike Magazine (revista oficial).

A próxima prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguro será o 6º BTT XCO Os Braguinhas - Troféu Manuel Ferreira a disputar no dia 25 setembro em Padim da Graça – Braga, terminando a competição minhota no dia 9 de outubro com a realização do 18º BTT XCO - ACRAP (Proselo - Arcos de Valdevez).

Fonte: ACM

“Subida à Glória Jogos Santa Casa” procura novo recordista

24 setembro 2016
Estão todos convocados
Em 1910, José Moura subiu de bicicleta a Calçada da Glória em 1 minuto e 23 segundos. Dezasseis anos depois, ainda moço, Alfredo Piedade que viria a ser um “Às” do ciclismo, gastou 1 minuto e 10 segundos para trepar os íngremes 265 metros no coração de Lisboa. No próximo dia 24 de setembro a fasquia está muito mais alta! O desafio é subir a mítica rampa que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara, em menos de 35,59 segundos. Este foi o tempo recorde alcançado pelo vencedor do ano passado, o jovem Ricardo Marinheiro, que ganhou consecutivamente as últimas três edições do evento.
A “Subida à Glória Jogos Santa Casa” tem início às 20 horas de sábado, 24 de setembro, e noite dentro vai juntar amantes anónimos da bicicleta a figuras do ciclismo nacional. Juntos vão enfrentar a vertiginosa Calçada que a banda Rádio Macau imortalizou em música nos anos 80. Todas as subidas são cronometradas, sendo apurados os quatro melhores resultados masculinos e femininos que, por sua vez, vão discutir as semifinais e a finalíssima para descobrir quem é o “Torpedo da Glória” 2016.
O atual vencedor da Taça de Portugal de Ciclocrosse, Ricardo Marinheiro, conquistou a vitória em 2015, pelo terceiro ano consecutivo, e estabeleceu o recorde da subida em 35,59 segundos. Entre as mulheres, a mais rápida foi a bi-vencedora Vanessa Fernandes, também ela com o recorde de 1 minuto e 1 segundo, mas alcançado há dois anos. Quem não tiver pernas para subir a Calçada da Glória em grandes velocidades pode sempre apostar num visual original que será uma vez mais premiado.
Depois de muitos anos sem se realizar, a mítica prova regressou em 2013. É uma organização da Podium Events e conta com o apoio dos Jogos Santa Casa como patrocinador principal, entidade que está novamente associada à Semana Europeia do Desporto.
A “Subida à Glória Jogos Santa Casa” é realizada a pedalar entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto, em Lisboa, num trajeto com 265 metros de comprimento e um declive médio superior a 17%. As inscrições estão abertas e são limitadas a 300 participantes, homens e mulheres, a partir dos 16 anos. O levantamento do Kit de participante, incluindo a placa frontal da bicicleta, será efetuado no secretariado da prova, a funcionar na zona de partida, localizado na Praça dos Restauradores, das 15h às 19h  do dia 24 de setembro.
As inscrições estão abertas em www.subidagloria.com.

“DIVERSÃO SOBRE 2 RODAS” PROMOVE O USO DA BICICLETA E A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL”

18 de setembro, em S. João da Madeira, no âmbito da Semana da Mobilidade

Início marcado para as 10h00 da manhã, junto à Torre da Oliva

O Município de S. João da Madeira promove, no dia 18 de setembro (sábado), mais uma edição do passeio de bicicleta "Diversão Sobre 2 Rodas", que visa promover a mobilidade sustentável e o uso de modos suaves de deslocação na cidade.

Trata-se de um percurso de aproximadamente nove quilómetros, dentro de S. João da Madeira, com ponto de encontro junto à Torre da Oliva (Welcome Center do Turismo Industrial), às 10h00.
Inscrições online

Os interessados em participar nesta iniciativa – inserida na comemoração da Semana Europeia da Mobilidade e do Dia Mundial do Turismo – devem efetuar a sua inscrição online, consultando a página do Município de S. João da Madeira na Internet (www.cm-sjm.pt).

Os ciclistas são desafiados a usarem adereços divertidos,  sendo que, no final do passeio, esse aspeto vai dar direito a prémio para quem se revelar mais criativo. Haverá ainda ofertas diversas para os participantes em geral. 

Recolha de alimentos e exposição de bicicletas antigas

Contando com a colaboração de diversas entidades, este passeio de bicicleta tem ainda uma componente solidária, uma vez que é pedido a cada participante que faça a oferta, no local de início da prova, de um produto alimentar, de forma a apoiar o Centro Comunitário da associação Ecos Urbanos. 

No âmbito desta “Diversão Sobre 2 Rodas” e da Semana Europeia da Mobilidade, estará patente também, no 1.º piso do edifício da Torre da Oliva, uma exposição de três dezenas de bicicletas antigas. Para ver de 18 a 30 de setembro (de segunda a sexta-feira).

Autocarros do TUS gratuitos (16 a 22 de setembro)

 A Semana Europeia da Mobilidade em S. João da Madeira fica ainda marcada pelo facto de as deslocações nos autocarros dos Transportes Urbanos do município sanjoanense (TUS) serem gratuitas até 22 de setembro.

Esta é uma forma de promover uma utilização ainda maior deste serviço público de S. João da Madeira, contribuindo para uma melhor mobilidade e uma cidade ambientalmente mais sustentável.

Fonte: Câmara Municipal de S. João da Madeira

“Missão Swim Challenge: Nadar por oceanos mais limpos”

5ª edição decorre este fim de semana e traz novidades

Tem pulmões para aceitar este desafio? A 5ª edição do Swim Challenge Cascais decorre já este domingo, junto à praia da Duquesa, com as novidades da prova de 3,8km com e sem fato isotérmico e a sensibilização ambiental e das alterações climáticas, um flagelo que atinge a vida marinha e todo o nosso ecossistema, pondo em risco a vida no Planeta.

O programa abre no sábado com a Caminhada dos Oceanos e com uma mensagem ambiental. O Swim Challenge e a Ocean Recovery Alliance dão as mãos por uma causa; nadar na mais bela baía do mundo contra a poluição e por oceanos mais limpos.

Esta Caminhada parte às 10h00 da Praia da Poça, em S. João do Estoril, e termina na Praia da Duquesa, percorrendo os 3km de Paredão Marítimo, onde será feito o alinhamento para um grande mergulho coletivo.

Os caminhantes são desafiados a desfilar mascarados com o tema “Oceano”, existindo no final um concurso que elegerá como vencedoras as 3 máscaras mais originais.

No domingo são várias as provas em que podem participar, de acordo com a idade, experiência e forma física. Provas Milha oficial com regras da FINA, para nadadores federados; provas abertas 3,8km e 1,9km, para todos, permitindo fato isotérmico e Kids 200m e 400m, incluindo prova extra onde é permitido acompanhamento por parte de um adulto.

As provas decorrem num percurso retangular junto da Praia da Duquesa na baía de Cascais. O percurso é cumprido em duas ou mais voltas.

O Swim Challenge organizado pela 3 IRON Sports, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, Junta de Freguesia Cascais Estoril, Associação de Nadadores dos Estoris e Associação de Natação de Lisboa, tem visto desfilar as grandes estrelas da natação em Portugal, que regressam anualmente como Vasco Gaspar, Mário Bonança, Rafael Gil, e Arseniy Lavrentyev, assim como muitos triatletas de renome como João Silva, Vanessa Pereira, Bruno Pais e Sérgio Marques. Nadadores de todos os cantos do planeta visitam-nos anualmente para participar na maior prova de águas abertas em Portugal.

Cerca de 400 nadadores inscreveram-se pelo site esgotando algumas das provas, no entanto, no sábado é ainda possível participar nas provas, pelo que a organização prevê que o número de atletas aumente.

Espanha lidera as inscrições estrangeiras que representam cerca de 20% do total.

Notas:


Website Swim Challenge: http://www.swim-challenge.com

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Jogos Paralímpicos”

Luís Costa oitavo classificado nos Jogos Paralímpicos

O português Luís Costa foi hoje o melhor luso no contrarrelógio dos Jogos Paralímpicos, disputado no Rio de Janeiro.

O paraciclista nacional foi o oitavo classificado no exercício individual de 20 quilómetros para corredores de classe H5. Luís Costa terminou a prova em 31m03s, mais 2m26s do que o vencedor, o italiano Alessandro Zanardi, ex-piloto de Fórmula 1, que domina a competição internacional em H5. O segundo classificado, a 3 segundos foi o australiano Stuart Tripp. O estadunidense Oscar Sánchez fechou o pódio, a 15 segundos do vencedor.

O resultado de Luís Costa esteve de acordo com a perspectiva do próprio, que antecipava ser dos menos credenciados para o contrarrelógio, conseguindo, ainda assim, deixar atrás de si dois dos participantes.

Telmo Pinão também competiu no contrarrelógio, cumprindo os 20 quilómetros da classe C2 em 30m38s, o que lhe valeu a 12.ª posição em 15 concorrentes. O paraciclista português gastou mais 2m53 do que o vencedor, Tristen Chernove, do Canadá. O segundo, a 19 segundos, foi o irlandês Colin Lynch, e o terceiro, a 34 segundos, foi o chinês Ghihua Liang.

“Os dois corredores evoluíram muito. Destaco os tempos que fizeram e que, neste momento, os colocam muito mais próximos dos homens mais fortes. Neste tipo de exercícios, o Luís Costa costumava perder cerca de 4 minutos para o primeiro e, desta vez, ficou a menos de dois minutos e meio. O mesmo se aplica ao Telmo Pinão. Estou muito satisfeito com esta evolução”, declara o selecionador nacional de paraciclismo, José Marques.

Luís Costa regressa à competição já nesta quinta-feira para disputar a prova de fundo de classe H5. Terá pela frente 60 quilómetros, a iniciar às 17h30 (hora portuguesa).

“V Festival de Bicicleta Urbana”

Dia 17 de Setembro de 2016, pelas 10h00

Pç. Império, Lisboa (Jardins de Belém em frente ao Mosteiro dos Jerónimos)

Por: Samuel Araújo

O V Festival da Bicicleta Urbana traz novamente a Lisboa a corrida de bicicletas mais elegante do mundo, abrindo uma vez mais a Semana Europeia da Mobilidade da cidade com bicicletas dobráveis e indumentária formal!

O abre uma vez mais a Semana Europeia da Mobilidade de Lisboa com um evento recheado de animação e actividades.

A 5ª edição acolhe novamente uma Corrida da Brompton. Como sempre, será uma competição diferente em que se segue um rigoroso código de indumentária que exclui qualquer tipo de roupa desportiva e as bicicletas dobráveis utilizadas são exclusivamente da mais famosa marca britânica. O percurso será em tudo idêntico aos anos anteriores com todo o cenário esplendoroso de Belém e, após um começo tipo Le Mans, os participantes disputarão os diversos prémios em 7 voltas de 1,8 Km, num total aproximado de 12,6 Km sem declives, num percurso definido nos jardins por ciclistas de todos os estilos.

Vídeos dos anos anteriores disponíveis aqui, aqui e aqui

Mais informações em https://goo.gl/bMqSW0

Caso pretenda participar, directamente ou com recurso a um representante, poderá solicitar a cedência de uma bicicleta para o efeito de forma a partilhar uma experiência diferente junto do V/ público-alvo. Contacte-nos para mais informações.

Fonte: Bike.POP

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Campeonato da Europa”

Portugueses na primeira metade da tabela

Os corredores portugueses que hoje competiram no Campeonato da Europa, em Plumelec, França, terminaram os contrarrelógios na primeira metade da tabela, num dia em que o vento endureceu muito as provas.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros esteve representada nos exercícios individuais de sub-23 e de juniores. Em sub-23 Ivo Oliveira foi o 24.º classificado, completando os 25,5 quilómetros da competição em 36m31s, mais 2m32s do que o vencedor, o alemão Lennard Kämna, que conseguiu um tempo-canhão de 33m59s. O pódio completou-se com o italiano Filippo Ganna, a 30 segundos do vencedor, e com o francês Remi Cavagna, a 35 segundos.

“Dei o meu melhor na minha estreia em europeus de sub-23. O vento estava tão forte que eu, com 70 quilos, cheguei a ziguezaguear em cima da bicicleta com as rajadas”, descreve Ivo Oliveira.

Os dois juniores, João Almeida e Daniel Viegas, cumpriram os objetivos com que se apresentaram à partida: melhorar o desempenho que ambos conseguiram no Europeu júnior do ano passado. João Almeida foi o 18.º, subindo 20 posições face a 2015. Daniel Viegas foi 25.º, uma melhoria de 33 lugares relativamente à edição anterior.

João Almeida, mais leve, sofreu na primeira metade dos 25,5 quilómetros de contrarrelógio. Essa parte, plana e fustigada pelo vento, foi aquela onde os corredores mais possantes fizeram a diferença. Em contrapartida, João Almeida defendeu-me melhor na segunda fase, marcada pelas elevações. Terminou com 37m55s, mais 1m57s do que o francês Alexys Brunel, que se sagrou campeão europeu, com 35m58s. O segundo classificado foi o suíço Marc Hirschi, a 11 segundos do primeiro, a mesma diferença a que ficou o terceiro, o norueguês Iver Knotten.

“O vento lateral dificultou-me muito a tarefa, especialmente na primeira parte da corrida, mais plana, onde o meu peso não me favoreceu. Recuperei na fase final”, resume João Almeida.

Daniel Viegas colocou-se também na primeira metade da classificação, a 2m22s do vencedor, e também ele sofreu com as condições meteorológicas. “O vento lateral endureceu muito a corrida. A bicicleta praticamente não parava, abanava constantemente com a força do vento”, diz o algarvio.

O selecionador nacional, José Poeira, destaca “a evolução do João Almeida e do Daniel Viegas, que melhoraram muito relativamente ao ano passado, e a primeira experiência como sub-23 num Europeu de Estrada do Ivo Oliveira. É importante percebermos que só estando mais vezes nestes patamares podemos crescer”.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros volta a competir nesta quinta-feira, através de Nelson Oliveira, representante português na prova de contrarrelógio para elite. O exercício individual, com partida em Josselin e final em Plumelec, terá 44 quilómetros. O bairradino parte às 14h14 (hora portuguesa).

Fonte: FPC

“José Mendes e Sérgio Sousa associam-se ao Passeio “Guimarães à noite”

Semana Europeia da Mobilidade - Guimarães, 16 de setembro

Os ciclistas profissionais José Mendes (Bora / Argon 18) e Sérgio Sousa (Vorarlberg) participam na próxima sexta-feira no passeio de Bicicleta “Guimarães à noite” que a Associação de Ciclismo do Minho organizada no âmbito do programa da Semana Europeia da Mobilidade promovido pela Câmara Municipal de Guimarães, Laboratório da Paisagem e pela Unidade de Missão "Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia".

O vimaranense e Campeão Nacional José Mendes - de regresso da Vuelta a Espanha, na qual foi o português melhor classificado depois de ter participado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro – e Sérgio Sousa, que conta no palmarés - entre outros - com os títulos de Vice-Campeão Nacional de fundo e medalha de bronze no contrarrelógio, associam-se à Semana Europeia da Mobilidade marcando presença do Passeio “Guimarães à noite” agendado para as 21h30 da próxima sxeta-feira.

A participação no Passeio de Bicicleta “Guimarães à noite” é gratuita (oferta do seguro desportivo) e as inscrições podem ser efectuadas online (www.acm.pt)

Com partida e chegada no Largo Cónego José Maria Gomes, junto à Câmara Municipal de Guimarães, o passeio promovido pela Associação de Ciclismo do Minho terá um percurso de dificuldade baixa, procurando-se assim incentivar a participação de todos os interessados, independentemente da idade e da condição física. Em simultâneo, será organizada no Largo Cónego José Maria Gomes, em parceria com a Decathlon - Guimarães, uma exposição e demonstração de bicicletas elétricas.

A partida está marcada para as 21h30 e o trajeto inclui passagens pelas principais artérias do Centro Histórico de Guimarães.

A Semana Europeia da Mobilidade é uma iniciativa promovida pela União Europeia que tem como principal objetivo consciencializar os cidadãos europeus para a importância e implicações que a melhoria das condições de mobilidade urbana podem ter na evolução da qualidade de vida nas cidades, no ambiente e saúde pública.

Em Guimarães, ao longo dos sete dias, 22 ações serão levadas a cabo, com a colaboração de diversos parceiros, que vão desde o passeio de bicicleta noturno, um percurso interpretativo de bicicleta pela Ribeira de Couros, uma manhã sem carros no Toural e Alameda de São Dâmaso, com transporte e parques públicos gratuitos, a uma conferência técnica cujo tema será o mote para a edição de 2016 da Semana Europeia da Mobilidade: “Mobilidade inteligente. Economia forte”.

A Semana Europeia da Mobilidade é uma campanha anual sobre mobilidade urbana sustentável, organizada com o apoio da Direção Geral da Mobilidade e dos Transportes da Comissão Europeia, coordenada em Portugal pela Agência Portuguesa do Ambiente, e que será organizada em Guimarães pelo Laboratório da Paisagem, Município de Guimarães e a Unidade Operacional de Transporte Local da Estrutura de Missão da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020.

O objetivo é alertar para os benefícios de um correto planeamento e da utilização racional dos transportes para a economia local, sabendo-se que a transição para modos de mobilidade alternativos conduz à diminuição dos impactos negativos do uso individual do automóvel, o que, por sua vez, permite a redução dos custos que lhe estão associados.

Fonte: ACM

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Campeonato da Europa de Estrada”

Nelson Oliveira à procura de um dia bom em Plumelec

Nelson Oliveira é o primeiro corredor português de elite a entrar em ação no Campeonato da Europa de Estrada, em Plumelec, França. Vai disputar, nesta quinta-feira, o contrarrelógio individual.

A prova tem 44 quilómetros e vai ligar Josselin a Plumelec, através de um percurso com uma primeira metade em que pontificam as estradas planas, entrecortadas por alguns topos, mas com uma fase final para homens todo o terreno, com três subidas curtas, mas exigentes, uma das quais, na Côte de Cadoudal, coincidente com a meta.

“Todos conhecemos a qualidade do Nelson Oliveira e sabemos que está num bom momento de forma. Se conseguir apresentar-se ao seu nível habitual, contamos com ele para disputar as primeiras posições”, afirma o selecionador nacional, José Poeira.

O corredor está em boa forma, mas teme o desgaste da viagem desde o Canadá, onde competiu no passado fim de semana. “Senti-me bem nas clássicas do Canadá, mas a longa viagem de avião deixou algumas marcas. Se amanhã já estiver totalmente recuperado desse desgaste, irei lutar por um lugar entre os melhores. O que posso prometer é que vou dar o máximo”, assegura Nelson Oliveira.

O corredor bairradino reconheceu o traçado do contrarrelógio na manhã desta quarta-feira e ficou agradado com o que viu. “Gostei do percurso. Não é demasiado plano nem demasiado a subir, penso que está equilibrado. Prevê-se vento, o que tornará a prova ainda mais dura”, antevê o ciclista.

As ambições lusas têm pela frente uma lista de rivais que impõe respeito. Entre outros, há que ter em conta os espanhóis Jonathan Castroviejo e Luis León Sánchez, o esloveno Primoz Roglic, o austríaco Matthias Brändle, o francês Sylvain Chavanel, o luxemburguês Bob Jungels e os belgas Yves Lampaert e Victor Campanaerts.

O contrarrelógio inicia-se às 13h04 (hora portuguesa). Nelson Oliveira parte às 14h14 e depois do luso apenas competem o holandês Steven Lammertink, Jonathan Castroviejo e Victor Campanaerts.

Fonte: FPC

“Atualização do Canal NP-TV com o “Vídeo da 11ª Clássica do Afonsoeiro.2016”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o “Vídeo da 11ª Clássica do Afonsoeiro.2016”


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated 

Desejamos que passem e recordem bons momentos.