segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

“Espanhóis avançam que Vuelta pode passar pela Torre em 2020”

Prova do país vizinho regressará ao nosso país no próximo ano

Foto: EPA

Por: Fábio Lima

A agência EFE adianta este domingo que a próxima edição da Vuelta deverá voltar a passar por solo português, numa incursão que terá como maior aliciante a possível passagem pelo alto da Torre. De acordo com a agência noticiosa do país vizinho, os planos da Vuelta passam por contar com duas etapas em solo nacional, uma delas com chegada na região do Porto e outra com partida em Viseu e final em Ciudad Rodrigo (Salamanca).

Ainda segundo a EFE, que cita fontes do Turismo do Porto, em princípio a etapa de 3 de setembro irá iniciar-se em solo espanhol, na zona de Pontevedra, cruzará a fronteira, passará por Viana do Castelo e acabará na zona da Invicta - ainda se desconhece onde será colocada a meta.

Quanto à segunda tirada, irá disputar-se no dia seguinte, contando como maior aliciante a possibilidade de levar os ciclistas da Vuelta a subir ao ponto mais alto de Portugal Continental, a Torre. A suceder esse cenário, a passagem pela Serra da Estrela poderia mesmo ser um dos derradeiros pontos de decisão da classificação geral, já que estaria a apenas dois dias do final da prova, a 6 de setembro, provavelmente com uma tirada final na zona de Madrid.

Cenários para confirmar muito em breve, quando a organização da prova anunciar-se, em conferência de imprensa todos os detalhes daquela que será a 75.ª edição. De notar, por fim, que a última vez que a Vuelta passou por Portugal foi em 1997, ano no qual três tiradas cobriram solo nacional (Lisboa-Estoril, Évora-Vilamoura e Loulé-Huelva).

Fonte: Record on-line