terça-feira, 3 de março de 2020

“Triatlo/Provas em março 2020”

O mês de março inclui variadas provas das diversas vertentes e formatos do Triatlo. Já te inscreveste?

Desde uma prova de triatlo standard destinada a elites e grupos de idade, passando pelo primeiro triatlo realizado na Quinta do Lago na distância super sprint, um duatlo contrarrelógio e um duatlo cross, este é um mês muito eclético.


II Triatlo de Portimão – Campeonato Nacional Clubes de Triatlo, domingo, 8 de março

No domingo, dia 8 de março, realiza-se o II Triatlo de Portimão que recebe a primeira etapa do Campeonato Nacional de Clubes, uma prova na distância standard que será também de apuramento para o Campeonato da Europa de Elites.

A partida da natação é realizada na praia, num percurso composto por duas voltas que totalizam 1500 metros num trajeto delineado em frente à praia da Marina, com uma saída na entre voltas. O trajeto de ciclismo, que terá quatro voltas, terá um itinerário entre a Marina de Portimão e a Rotunda da Prainha, com passagem pela Avenida S. Lourenço da Barrosa até à Rotunda do empreendimento turístico Oceano Atlântico. O percurso de corrida de quatro voltas será feito na Marina de Portimão totalizando os 10 km deste segmento.

Prova feminina: 10h30

Prova masculina: 12h30

As inscrições no II Triatlo de Portimão devem ser efetuadas através do site da Federação de Triatlo de Portugal, até às 23h59 do dia 2 de março (segunda-feira)


O II Triatlo de Portimão é uma organização da Câmara Municipal de Portimão, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e das associações locais.


XXVI Duatlo Sprint Contrarrelógio de Grândola, Taça de Portugal, domingo 15 de março

No dia 15 de março, realiza-se Duatlo de Grândola que irá ser disputado na distância sprint e no formato de contrarrelógio individual.

Nesta prova, os atletas iniciam individualmente de 30 em 30 segundos, sendo o vencedor aquele que completar a competição no menor tempo.

9h30: Partida feminina (os atletas masculinos iniciarão cinco minutos depois da partida da última atleta).

A primeira corrida terá um percurso circular de duas voltas em asfalto em boas condições, entre o Jardim 1º de Maio, onde se localiza a partida e o percurso circular no interior da Escola Secundária António Inácio da Cruz e depois entre o Complexo Desportivo Municipal José Afonso e a zona habitacional a Sul do Complexo. Haverá algum desnível nas zonas dos retornos. O ciclismo será delineado num percurso em asfalto em boas condições, sem desníveis consideráveis, entre o centro da Vila de Grândola e o circuito fechado da EN 261-1 onde se realizam duas voltas, antes do regresso à área de transição. A segunda corrida, em sentido único, terá um percurso idêntico à primeira, com uma volta até à meta que se encontra instalada no estacionamento anexo ao Complexo Desportivo Municipal José Afonso.

As Listagens de Partida serão publicadas no site da FTP para consulta até às 23h59 do dia 13 de março de 2020, sexta-feira. No dia da prova serão afixadas junto ao Secretariado e à zona de artida.

As inscrições do Duatlo Sprint Contrarrelógio de Grândola devem ser efetuadas através do site da Federação de Triatlo de Portugal, até às 23h59 do dia 9 de março (segunda-feira)


O Duatlo Sprint Contrarrelógio de Grândola 2020 é uma organização da Câmara Municipal de Grândola e do Clube Amiciclo, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.


I Triatlo da Quinta do Lago, Campeonato Nacional de Estafetas Mistas e de Juvenis, Campeonato Nacional Jovem, 21 e 22 de março

O I Triatlo da Quinta do Lago recebe nos dias 21 e 22 de março uma prova do Campeonato Nacional Jovem e uma prova de Triatlo do Campeonato Nacional de Clubes que será realizada no formato de estafetas mistas na distância super sprint: a equipa é composta quatro participantes, duas atletas femininas que partirão em primeiro e terceiro lugar, e dois atletas masculinos que partirão em segundo e quarto lugar da sua equipa. Todos os atletas cumprem a totalidade dos segmentos da prova antes de passarem o testemunho ao próximo colega de equipa. Esta é uma prova rápida que inclui um formato muito dinâmico com um panorama desportivo que está em constante mudança.


21 de março, Campeonato Nacional Jovem-Aquatlo

Início da prova: 14h. O Campeonato Nacional Jovem terá a partida na areia e um percurso em U de uma volta, a corrida será realizada pela esquerda, num trajeto de ida e volta em terra batida.

17h Palestra de nutrição destinada a pais, treinadores e atletas

22 de março, Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo por Estafetas Mistas (super sprint).

Início da prova: 10h30

A natação será composta por uma volta em U de 300m com partida na areia, o ciclismo tem um percurso técnico, realizado pela esquerda que inclui uma volta em asfalto em boas condições. A corrida tem um percurso de ida e volta realizado em terra batida.

As inscrições no I Triatlo da Quinta do Lago devem ser efetuadas através do site da Federação de Triatlo de Portugal, até às 23h59 do dia 16 de março (segunda-feira)

Não são permitidas inscrições de última hora no Campeonato Nacional de Estafetas Mistas.

O I Triatlo da Quinta do Lago é uma organização da Câmara Municipal de Loulé que irá oferecer uma lembrança a todos os atletas que concluírem o Triatlo de Portimão.

A prova conta com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e das associações locais.


X Duatlo de Famalicão, Campeonato Nacional Individual de Duatlo Cross, domingo 29 de março

O 10.º Duatlo de Famalicão recebe as provas do Campeonato Nacional de Cadetes, Campeonato Nacional de Juniores, Campeonato Nacional Individual de Duatlo Cross, Campeonato Nacional de Paratriatlo e a Prova Aberta de Duatlo Cross na distância sprint.

Início das provas: 10h00

A corrida de uma volta totalmente em asfalto percorrerá o centro da cidade de Vila Nova de Famalicão, o ciclismo em BTT inclui duas voltas, com um percurso misto de asfalto e terra, combinado zonas rápidas com outras mais técnicas, incluindo os conhecidos singletracks e trilhos novos e desafiantes. A segunda corrida de uma volta no Parque da Devesa, será realizada em piso de terra.

As inscrições dos atletas Federados no Duatlo de Famalicão devem ser efetuadas através do site da Federação de Triatlo de Portugal, até às 23h59 do dia 23 de março (segunda-feira)

As inscrições dos atletas Não Federados no Duatlo de Famalicão devem ser efetuadas através do site da prova, até às 23h59 do dia 23 de março (segunda-feira)

O Duatlo de Famalicão é uma organização da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e da Associação Amigos do Pedal, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e das associações locais.

Fonte: FTP

“Coronavírus: Cofidis compara isolamento a "tomada de refém"”

Presidente da equipa de ciclismo faz duras críticas

Por: Lusa

O presidente da equipa de ciclismo Cofidis, Thierry Vittu, disse esta terça-feiera que o isolamento em Abu Dhabi, desde o cancelamento da Volta aos Emirados Árabes Unidos há cinco dias, devido ao surto de Covid-19, parece "uma tomada de reféns".

"Estamos aqui contra a nossa vontade, num lugar que não escolhemos e por um período desconhecido. E este último ponto é que é o mais complicado", comentou na rede social Facebook Thierry Vittu, que se encontra em quarentena num hotel em Abu Dhabi com os outros membros da equipa francesa.

A comitiva da Cofidis está, juntamente com as equipas francesa da Groupama-FDJ e a russa da Gazprom, confinada ao hotel depois de ter participado na Volta aos Emirados Árabes Unidos, devido à suspeita de dois testes positivos de coronavírus em participantes no mesmo andar das três formações.

As autoridades dos Emirados Árabes Unidos aguardam os resultados de uma segunda bateria de testes antes de deixar os corredores partirem.

A maioria dos ciclistas que integravam as 20 equipas participantes, 'staff', jornalistas, técnicos e responsáveis pela Volta aos Emirados Árabes Unidos que ocupavam os outros andares do mesmo hotel puderam retornar à Europa.

O surto de Covid-19, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3.100 mortos e infetou mais de 90.300 pessoas em cerca de 70 países e territórios, incluindo duas em Portugal.

Das pessoas infetadas, cerca de 48 mil recuperaram, segundo autoridades de saúde de vários países.

Além de 2.943 mortos na China, onde o surto foi detetado em dezembro, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América, San Marino e Filipinas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional de risco "muito elevado".

A Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou os dois primeiros casos de infeção em Portugal, um homem de 60 anos e outro de 33, internados em hospitais do Porto.

Um tripulante português de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infeção.

Fonte: Record on-line

“Coronavírus: Federação de Ciclismo tem plano para antecipar riscos em provas”

FPC adaptou as "boas práticas da DGS" para aglomerados de pessoas, seja em eventos ou grandes empresas

Por: Lusa

Foto: DR

A Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) colocou em ação no fim de semana um plano delineado para antecipar o risco da participação de atletas das zonas mais afetadas pelo surto de covid-19.

No Grande Prémio de Portugal de BMX, que decorreu no município de Anadia, distrito de Aveiro, em torno do Velódromo Nacional de Sangalhos, a federação seguiu as práticas da Direção-Geral de Saúde (DGS) e da Organização Mundial de Saúde (OMS), aplicando ainda uma medida preventiva junto dos inscritos na corrida.

"O que fizemos foi simplesmente tentar observar se poderia haver algum risco, observar se as pessoas estavam sintomáticas e recomendar fortemente, à luz do que são as recomendações da OMS e da DGS", explicou à Lusa o médico da FPC Filipe Lima Quintas.

Durante o Mundial de ciclismo de pista, que terminou no domingo em Berlim, Quintas esteve reunido com "um painel de médicos de várias outras federações" e a União Ciclista Internacional (UCI), no qual foram discutidas várias medidas preventivas em linha com a OMS e a DGS, para impedir "não só a disseminação da doença no mundo desportivo, como também para a população em geral".

Dessa reunião surgiu a medida de contactar "pessoas que potencialmente viriam para as provas", um plano que vai continuar para as próximas provas em solo português.

Por não existirem ainda "normas ou indicações para eventos de massa do âmbito desportivo", a FPC adaptou, assim, as "boas práticas da DGS" para aglomerados de pessoas, seja em eventos ou grandes empresas, e "tentar aplicar à realidade" do ciclismo.

Evitar "viagens desnecessárias" e que toquem em regiões de risco é uma medida em linha com as práticas internacionais, incluindo recomendações do Comité Olímpico Internacional (COI), e que são recomendações deixadas pela FPC aos próprios atletas.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3.000 mortos e infetou quase 90 mil pessoas em 67 países, incluindo duas em Portugal.

Das pessoas infetadas, cerca de 45 mil recuperaram.

Além de 2.912 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.

Fonte: Record on-line

“Diretor da Cofidis ameaça fazer greve de fome”

Equipa está de quarentena nos EAU

Quatro equipas de ciclismo, entre elas a UAE Emirates e a Cofidis, ainda permanecem em quarentena nos hotéis, nos Emirados, depois de ter sido dada por encerrada a Volta a este país, na sexta-feira, por suspeita de dois elementos do staff da UAE estarem contaminados com o coronavírus.

A situação tem provocado alguns constrangimentos às equipas retidas, uma vez que os ciclistas não podem treinar, tentando passar o tempo com atividades nos quartos. Mas há já quem esteja mesmo a chegar ao limite, como é o caso de um dos diretores da Cofidis, que não concorda com a situação de quarentena a que foi sujeita a sua equipa.

"Creio que já passámos os limites da decência. Na nossa equipa não há qualquer problema e estamos confinados ao hotel, simplesmente porque estivemos no mesmo andar dos supostos infetados", disse Roberto Damiani, que ameaçou com uma medida drástica. "Se a situação não se alterar nas próximas horas, iniciarei uma greve de fome para defender os ciclistas."

Fonte: Record on-line

“Sporting Bike 2020/Edição Joaquim Agostinho”

Evento vai ter lugar no dia 12 de setembro

Por: Ana Paula Marques

O Sporting vai levar a efeito um evento, no dia 12 de setembro, para homenagear Joaquim Agostinho, um dos expoentes máximos do clube de Alvalade.

O evento é designado por Sporting Bike 2020, Edição Joaquim Agostinho, e, como foi referido esta segunda-feira,por Miguel Afonso, vogal do Conselho Diretivo para as modalidades, destina-se "essencialmente às famílias", e terá o seu início e final junto ao Estádio de Alvalade e servirá para homenagear "uma das figuras mais marcantes da nossa história".

Na apresentação do evento estiveram ainda presentes a viúva do malogrado ciclista, Ana Maria, bem como Delmino Pereira, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Num ano que que o clube colocou fim à ligação ao Clube de Ciclismo de Tavira (foi de quatro anos), ligação essa que Miguel Afonso classificou de "cordial, simpática e respeitosa", o Sporting anunciou também a criação da "Academia Sporting", um projeto para arrancar no início da próxima temporada, e "pensado a médio e longo prazo, para voltarmos a ter grandes campeões", frisou o dirigente leonino.

Fonte: Record on-line

“João Rocha e Jessica Costa venceram o 6º BTT XCO Vila de Melgaço”

João Rocha e Jessica Costa venceram o 6º BTT XCO Vila de Melgaço, primeira prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design que se realizou no Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço. No destino de natureza mais radical de Portugal, em Melgaço, Pedro Miguel Lopes (AAUM) e Daniela Campelo (AEUFP) foram consagrados como Campeões Nacionais Universitários de BTT XCO.

Promovida em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço - www.melgacosportscenter.com ), com o apoio do Município de Melgaço, a primeira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design contou com um número elevado de participantes que não se assustaram com a previsão de mau tempo e fizeram questão de comparecer no município mais a Norte de Portugal.

Na corrida de elites, João Rocha (Rodabike/ACRG/Gondomar) foi o mais forte e venceu o circuito de Melgaço deixando o seu mais direto perseguidor, Carlos Cruz (Saertex Portugal/Edaetech), na segunda posição e Carlos Rego (Bombos S. Sebastião/ MonçãoBike) na terceira. Em femininos, triunfou Jessica Costa (Guilhabreu BTT) terminando Tânia Cardoso (Bombos S. Sebastião/ MonçãoBike) em segundo.

Em Sub-23 a vitória foi de José Simões (Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo) que se superiorizou a Tiago Sousa (JV Perfis – Gondomar Cultural), segundo classificado, e a Nuno Mesquita (Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo) que completou o pódio. Ana Moreira (Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo) venceu em femininos.

Carlos Viana (Casa Myzé Team) e Inês Lapa (Clube BTT Matosinhos) foram os vencedores em Juniores. O ciclista do clube de Guimarães deixou na segunda posição Rúben Queirós (do Guilhabreu BTT) e na terceira Marcelo Gabriel (Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact). Na corrida feminina de juniores, Inês Lapa (Clube BTT Matosinhos) foi a vencedora, terminando nas posições seguintes do pódio Joana Santos e Rute Silva, ambas da formação famalicense Tomatubikers / Toyota - Macedo & Macedo.

Ivan Fernandez (Bici Verde CC) e Beatriz Silva (Proteu Cycling Team-Casa do Povo Retorta) foram os melhores em cadetes, Manuel Parada (RS Bike Boiro CC) em masters 30, António Viana (Bombos S. Sebastião/ MonçãoBike) em masters 40, António Sousa em masters 50 e José Castro na vertente de promoção.

Por equipas venceu a equipa de Viana do Castelo Bombos S. Sebastião/ MonçãoBike, terminando em segundo a Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact e em terceiro o Clube BTT Matosinhos

 

Campeonato Universitário

No Campeonato Nacional Universitário, Pedro Miguel Lopes, a representar a Associação Académica da Universidade do Minho, foi o grande vencedor, terminando a prova à frente de José Simões e Tiago Sousa, ambos da Universidade do Porto. Em femininos o triunfo foi de Daniela Campelo (Associação de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa), enquanto Ana Moreira (Associação Académica da Universidade Lusíada do Norte) foi segunda classificada.

Nos escalões de escolas, a Seissa/KTM-Bikesen/Matias&Araújo/Frulact venceu a classificação coletiva terminando em segundo a formação Sabor do Norte/ Escola Ciclismo BilaBiker’s e em terceiro a União de Ciclismo da Trofa.

Em termos individuais destacaram-se Carlos Palmeira (Clube BTT Matosinhos) e Margarida Vasconcelos (Clube BTT Matosinhos) em juvenis, Hugo Ramalho (Clube BTT Matosinhos) e Leonor Lopes (Clube BTT Matosinhos) em infantis, José Gomes (Seissa/ KTM - Bikesen/ Matias&Araújo/ Frulact) e Matilde Correia (Sabor do Norte/Escola Ciclismo BilaBiker’s) em iniciados e Samuel Gomes (Seissa/KTM - Bikesen/ Matias&Araújo/Frulact) e Matilde Fernandes (Seissa/ KTM - Bikesen/ Matias&Araújo/Frulact) em pupilos/benjamins.

 

José Adriano Lima (Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Melgaço)

José Adriano Lima, Vereador do Desporto da Camara Municipal de Melgaço, manifestou-bastante satisfeito com a realização de mais uma prova de ciclismo em Melgaço e com a expressiva adesão de atletas.

“Este ano marcamos o arranque do Campeonato do Minho de BTT XCO, prova que atribuiu também os títulos nacionais Universitários, o que acabou por trazer a Melgaço mais participantes e muitas mais pessoas para assistir”, referiu José Adriano Lima salientando que “temos aqui um grande evento desportivo, que trouxe a Melgaço muitos participantes. Esta é uma prova que eu gosto particularmente porque tem a participação de todos os escalões, desde as Escolas até aos Masters. Este ano conseguimos despertar nos locais o bichinho do ciclismo e contamos com três atletas a participar”.

Um dos objetivos do Município de Melgaço passa mesmo por “despertem o entusiasmo nos melgacenses para que usufruam das excelentes condições que possuímos e, ao mesmo tempo, aproveitem os muitos eventos que vamos realizando para se lançar na modalidade”.

“Nesta prova contamos com a presença de mais de 260 atletas - o que, por si só, já é muito bom - mas não vêm sozinhos, trazem sempre gente a acompanhar, os diretores dos clubes, os treinadores, os familiares, os amigos. Hoje tivemos aqui uma moldura humana muito boa e isso é bom para Melgaço. São eventos que geram um impacto muito grande para a economia local. E hoje estas pessoas vêm cá para assistir à prova, amanhã podem vir para visitar o concelho e usufruir do que temos de bom para oferecer”, explicou José Adriano Lima.

De resto, salientou o autarca, só este fim-de-semana o Centro de Estágios de Melgaço recebeu três eventos: o Campeonato do Minho de BTT XCO, o Campeonato Regional de Boccia e tem ainda uma equipa de futebol da Suíça a estagiar. “Tudo isto não acontece por acaso, é fruto de muito trabalho, de muita gente, de toda uma equipa. Sabemos que isto dá trabalho, mas é bom para Melgaço, para a economia do concelho, faz movimentar a economia local”, concluiu José Adriano Lima.

O 6º BTT XCO Vila de Melgaço teve o apoio do Município de Melgaço, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, POPP Design , Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Arrecadações da Quintã, Bike - Tudo sobre o mundo do BTT, Quinta do Regueiro, Quintas de Melgaço, Ukubo, Polisport e do comércio e industria local.

O Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço), onde foi promovida a competição, é um espaço idealizado e construído de forma a oferecer um serviço de elevada qualidade, com equipamentos adjacentes que visam a atividade desportiva, tanto na vertente lúdica como na vertente competitiva ao mais alto nível.

O complexo, centro de treinos oficializado pela UEFA, constitui-se como um pólo dinamizador do desenvolvimento do desporto, lazer e turismo na região e posiciona-se como um dos mais modernos, melhor equipados e mais completos complexos desportivos.

Divide-se em duas grandes áreas. A primeira é a área de lazer, com diversos equipamentos que permitem a prática do desporto de manutenção e equipamentos destinados a atividades lúdicas e culturais.

A segunda grande área é destinada ao desporto de alta competição. Está servida por infraestruturas capazes de acolher diversas modalidades, tanto para competição como para treino. É nesta área que se situa o Centro de Estágios, dotado de um conjunto de equipamentos próprios, disponibilizados em exclusivo aos clubes em estágio. É composto por estádio de futebol, pista de atletismo, campo de treinos, balneários, clube saúde, ginásio de manutenção, salas de tratamentos e massagem, entre outros.

Estes equipamentos encontram-se vedados ao exterior, mas interligados entre si, visando oferecer as condições necessárias a um melhor estágio, em segurança, tranquilidade e com privacidade.

Fonte: ACM

“Prémio de Ciclismo de Barroselas (juniores)”

Barroselas (Viana do Castelo) acolhe no próximo dia 8 de março o pelotão de juniores para a disputa do Prémio de Ciclismo de Barroselas, prova pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã.

Com partida e chegada no Largo de São Sebastião (Barroselas), os ciclistas do escalão de juniores vão percorrer 115,90 km pelas estradas do Vale do Neiva. O percurso da prova incluirá passagens por Mujães e Vila de Punhe (largo das Neves), Alvarães, Tregosa, Durrães, Carvoeiro e Barroselas, num circuito com 5 passagens.

O arranque está marcado para as 14 horas e o final previsto para as 17h00.

O 23.º Prémio de Ciclismo de Barroselas é organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho, m2o_eventos e Associação de Ciclismo de Barroselas, contando com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Juntas de Freguesia e empresas locais, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Infraestruturas de Portugal e revista Ciclismo a Fundo.

O Prémio de Ciclismo de Barroselas, que será realizado no dia seguinte à Prova de Abertura de Juniores - Zona A (Prémio Cidade de Fafe), contará com a presença das melhores equipas nacionais e algumas estrangeiras, prometendo um bom espetáculo desportivo.

Fonte: ACM

“Fafe no início da época de ciclismo de estrada de juniores”

A época desportiva de ciclismo de estrada para a categoria de juniores arranca no dia 7 de março com a realização do Prémio Cidade de Fafe, uma organização da Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Fafe.

A prova será disputada ao longo de 78,2 quilómetros, com passagens pelos concelhos de Fafe, Póvoa de Lanhoso e Guimarães, sendo pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã.

O Prémio Cidade de Fafe começará às 15h00 na Praça 25 de Abril e terminará no mesmo local pelas 17h03.

Após a partida simbólica a caravana seguirá por um percurso que terá passagens pelas seguintes localidades: Fafe (15h00 - Praça 25 de Abril - Partida simbólica), Rua Montenegro, Rua do Retiro, S. Comba de Fornelos, EN 207 (partida real), Travassós, Requeixo, Vila Cova, Freitas, Serafão (15h16), Arosa, Taíde, Porto D´Ave, Ralde, EN 205, Fontarcada (15h31), Póvoa de Lanhoso, EN 310, S. Martinho do Campo (15h45), Santo Emilião, Donim, Briteiros, São Cláudio de Barco, Caldas das Taipas (16h00), Vila de Ponte, Souto Santa Maria (16h13), Arosa, Requeixo (16h42), Golães, ponte nova, Fafe, Rua Serpa Pinto (pelo sentido proibido), Praça 25 de Abril - Meta Final (17h03 - junto ao monumento).

No ano passado, João Silva venceu destacado o Prémio Cidade de Fafe, prova de abertura da época desportiva de ciclismo de estrada para a categoria de juniores pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã. A formação Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact venceu a classificação coletiva e a espanhola Maria de Jesus Barros a classificação feminina. Cumprido o percurso numa média superior a 38,8 kms/hora, o Prémio Cidade de Fafe foi disputado por um pelotão de 85 jovens corredores que foram muito aplaudidos e incentivados por muito público ao longo de todo o percurso que começou e terminou na praça 25 de Abril, em pleno centro de Fafe.

Além do Prémio de Ciclismo Cidade de Fafe (Prova de Abertura de Juniores - Zona A / Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã), o concelho de Fafe acolherá este ano a Taça de Portugal - Cadetes (Prémio de Freguesia de Golães / Troféu José Martins no dia 25 de abril), o Prémio Festas do Concelho de Fafe - Juniores (11 de julho), o Prémio Fafe - Sala de Visitas do Minho (12 de setembro) e ainda o 19º BTT DHI Freguesia de Armil (5 de abril) atividades apoiadas, como habitualmente, pela Câmara Municipal de Fafe.

O Prémio de Ciclismo Cidade de Fafe é organizado pela Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Fafe, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Guimarpeixe, Jopedois, Auto Terror, Polícia Municipal de Fafe, Bombeiros Voluntários de Fafe, Infraestruturas de Portugal e revista Ciclismo a Fundo.

Fonte: ACM

“Diretor desportivo da Ineos morre aos 40 anos vítima de enfarte”

Equipa britânica chora a morte do antigo ciclista francês Nicolás Portal

Foto: Getty Images

Nicolás Portal, diretor desportivo da equipa de ciclismo Sky-Ineos, faleceu esta terça-feira, vítima de uma paragem cardíaca fulminante. O antigo ciclista francês, de 40 anos, foi profissional entre 2001 e 2010, altura em que 'pendurou' a bicicleta e integrou a estrutura técnica do conjunto britânico. Sob a sua orientação, a Ineos (ex-Sky) conquistou o Tour com Chris Froome, Geraint Thomas e Egan Bernal.

O francês fez grande parte do seu percurso profissional ao serviço da Caisse d'Epargne, equipa que antecedeu a atual Movistar, entre 2006 e 2009. Disputou em seis ocasiões o Tour e a Vuelta numa ocasião. No seu palmarés consta um terceiro lugar no campeonato francês de contrarrelógio (2003) e uma etapa do Dauphiné Libéré (2004).

Fonte: Record on-line