domingo, 16 de dezembro de 2018

“11 Cidades para aproveitar de bicicleta”

Cidade onze: Travessia artística em Copenhague, hoje apresentamos a última cidade

Por: Lonely Planet

DINAMARCA

A capital dinamarquesa é uma das cidades mais bikefriendly do mundo. As bicicletas circulam em total liberdade —cerca de 30.000 bicicletas por dia— em suas ciclovias (muitas separadas por um meio-fio) e vias largas, tudo em nome da segurança. Em 2015, foi inaugurada uma ciclovia elevada, a cykelslangen, pela qual as bicicletas podem descer diretamente ao porto e a um centro comercial. Os dinamarqueses vão de bicicleta para o trabalho, para a escola e até quando saem para beber, jantar ou ir a festas. Há 125 pontos de bicicletas públicas para alugar, também em estações de trem, como Osterport.

A bicicleta é o melhor meio para desfrutar o lado divertido de Copenhague, desde as cafeterias do parque Amager até os jardins de Frederiksberg. Os fãs da arquitetura podem descer pelo bulevar Orestads até o auditório de Jean Nouvel. Os amantes da comida podem passear pelos canais de Christianshavn até a antiga localização do famoso restaurante Noma e de seu vizinho, o 108. Um dos locais mais ciclistas da cidade é Christiania, tanto que dá nome a um tipo de bicicletas de transporte na qual os dinamarqueses levam suas compras e seus filhos. Christiania é também o único local em que se fabricam as extravagantes bicicletas Pedersen. E nos arredores, uma sugestão muito atraente: duas horas de pedal (40 quilômetros) pela Riviera Dinamarquesa até o Museu Louisiana de Arte Moderna, perto de Helsingor (Elsinor), onde está o castelo de Kronborg, o cenário escolhido por Shakespeare para seu Hamlet.

Fonte: El País

“Taça de Portugal de Ciclocrosse/Miguel Salgueiro e Sandra dos Santos foguetes em Reborbosa”

Miguel Salgueiro (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés) e Sandra dos Santos (CC Périgueux Dordogne) venceram hoje a terceira etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse, disputada em Rebordosa, Paredes.

Por: José Carlos Gomes

A corrida de elite masculina permitiu a Miguel Salgueiro reforçar o estatuto de comandante da classificação geral da Taça. O corredor multifacetado – além de ciclocrosse, vai acumulando currículo na estrada, no BTT e na pista – cortou a meta isolado, deixando o adversário mais próximo, Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano-Uli), a 20 segundos. O terceiro, a 34 segundos, foi Vítor Santos (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão). Na geral, Salgueiro tem 40 pontos de vantagem sobre Santos.

No setor feminino, Sandra dos Santos chegou, viu e venceu. Na primeira corrida da época em Portugal, a lusodescendente que, na próxima época competirá por uma equipa feminina UCI de estrada, quebrou o domínio de Isabel Caetano. Sandra dos Santos triunfou em solitário, seguida por Raquel Queirós (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão), a 43 segundos, e por Isabel Caetano, a 1m49s. Na geral, Isabel Caetano mantém-se na dianteira, mercê das vitórias nas etapas anteriores da Taça. Dispõe de 45 pontos de vantagem sobre Marta Branco (Maiatos/Reabnorte).

Ana Santos (ASC/Focus Team/Vila do Conde) continua invicta entre as sub-23, somando três vitórias em outras tantas corridas. Diogo Neves (BTT Loulé/Elevis) ganhou em Rebordosa e regressou ao topo da geral de juniores.

O cadete Tomás Sacramento (Maiatos/Reabnorte) também voltou ao comando da geral graças à vitória na corrida deste domingo. Em cadetes femininas a vitória de hoje foi assinada por Laura Simão (BTT Loulé/Elevis), mas a geral continua encimada por Mariana Líbano (Maiatos/Reabnorte).

O melhor master 30 em Rebordosa foi Augusto Midão (Rompe Trilhos/Apcar), mas o colega de equipa Rogério Matos segurou a primazia na Taça. Hugo Moreira (Clube Desportivo em Movimento) impôs-se em masters 40, mas não incomodou Afonso Ferreira, que segue destacado no topo da geral. Também em masters 50 a vitória em Rebordosa e o primeiro lugar na Taça tiveram protagonistas diferentes, António Sousa e António Moreira, respetivamente.

A master 30 Andreia Freitas (BTT Loulé/Elevis), a master 40 Flávia Vieira (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) e o master 60 João Pinto (Boavista/Servigás/Duobike/Nast) voltaram a correr sem adversários nas respetivas classes.

Lucas Ferreira (Bila Bikers/Carnes Silva/Cycles Oliveira) foi o melhor juvenil em Rebordosa.

O calendário nacional de ciclocrosse continua no dia 6 de janeiro, na Quinta do Conde, Sesimbra, local escolhido para a quarta etapa da Taça de Portugal.

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/Maria Martins com estreia promissora na Taça do Mundo”

Por: José Carlos Gomes

A portuguesa Maria Martins estreou-se hoje na Taça do Mundo de Pista, em Londres, com um promissor 14.º lugar no concurso de omnium. No setor masculino, Portugal esteve representado pela dupla César Martingil e Miguel do Rego, que não terminou a prova de madison.

Maria Martins foi ganhando confiança ao longo do concurso, melhorando sucessivamente ao longo das três primeiras corridas pontuáveis para a geral de omnium. A ribatejana foi 16.º em scratch, 13.ª na corrida tempo e oitava em eliminação.

A corredora da Equipa Portugal entrou na decisiva corrida por pontos no 14.º lugar, que manteve após a intensa final disputada à média de 47,584 km/h. Maria Martins terminou o concurso de omnium com 54 pontos, o que lhe valeu um lugar nos primeiros dois terços da tabela.

A holandesa Kirsten Wild mostrou por que ostenta a camisola arco-íris e bateu toda a concorrência, com 124 pontos. Seguiu-se a estadunidense Jennifer Valente, com 118, e a canadense Allison Beveridge, com 106.

César Martingil foi o outro estreante nacional em Londres, fazendo dupla com Miguel do Rego, em madison. Os portugueses acusaram a inexperiência, perante um pelotão de nível muito elevado, não terminando a corrida, dado que já acumulavam duas voltas de atraso, no momento em que receberam indicação para abandonar a pista.

A vitória foi discutida pelas equipas que, há uma semana, no Troféu Internacional Município de Anadia, também ocuparam as duas primeiras posições. Desta vez inverteram-se os lugares, ganhando os dinamarqueses Casper von Folsach e Julius Johansen, com 46 pontos, seguidos pelos britânicos Fred Wright e Matthew Walls, com 30. Os espanhóis Albert Torres e Sebastián Mora fecharam o pódio, com 21.

A etapa londrina da Taça do Mundo de Pista termina neste domingo. A Equipa Portugal estará representada por João Matias no concurso de omnium. O minhoto subirá à pista para as provas de scratch (9h45), tempo (12h00), eliminação (15h10) e corrida por pontos (17h10).

Fonte: FPC

Revista Notícias do Pedal “Galeria Multimédia” Divulgação das Fotos do “Passeio de Natal, Amadora.2018”

Já estão on-line na “Galeria Multimédia” do Notícias do Pedal, as fotos do “Passeio de Natal, Amadora.2018” realizada este sábado na Amadora, as mesmas podem ser visualizadas em: