terça-feira, 22 de novembro de 2016

“19.º Portugal de Lés-a-Lés"

Vila Pouca de Aguiar – Algarve

14 a 17 de junho 2017

 Maior conforto e diversão no Portugal de Lés-a-Lés com três etapas e partida de Vila Pouca de Aguiar

Aventura em novos moldes

É certo que ainda falta algum tempo. É certo que o percurso ainda não está definido. É certo que ainda é muito cedo para preparar as bagagens para a grande aventura. Mas, também é certo, que nunca é cedo para dar boas notícias sobre a grande maratona mototurística. Com entrada na maioridade comemorada pela maior caravana de sempre e com sucesso absoluto em 2016, o Portugal de Lés-a-Lés prepara já a festa dos 19 anos com grandes e boas surpresas. Certo é que 2017 será um ano “mais”!

Mais gozo mototurístico. Mais conforto para os participantes. Mais diversão. Mais tempo para descansar. Mais oportunidades para saborear sítios únicos. Mais descontração na estrada. Mais locais para descobrir. Mais paisagens para apreciar com a luz do sol. Mais e mais e mais em interminável soma de prazeres que resulta do novo formato que a Federação de Motociclismo de Portugal decidiu criar para a maior aventura mototurística, respondendo aos desejos de milhares de participantes que, ano após ano, aceitam o desafio de conhecer Portugal de forma diferente. 

E foi a pensar nos participantes, no seu conforto e prazer, que a Comissão de Mototurismo da FMP, mudou o ‘calendário’ da Lés-a-Lés, agendado para os dias 14 a 17 de junho de 2017. Notaram alguma coisa diferente? Não?… Então peguem num calendário e reparem que o arranque está marcado para uma quarta-feira e o final para um sábado. Sim! São quatro dias de aventura, desde o dia habitualmente dedicado às Verificações Técnicas e ao Prólogo, e mais três etapas! O que permite, mesmo mantendo os já tradicionais 1000 quilómetros de extensão, ir a locais mais distantes e bonitos, rebuscando mais segredos do nosso País.

Quarto formato desde o arranque da maratona que, desde 1999, liga dois extremos do território nacional, sucede às 24 horas das 4 primeiras edições; às duas etapas de 12 horas entre o 5.º e 8.º ano; e às duas etapas antecedidas de pitoresco prólogo que, desde 2007, faz as delícias dos aventureiros. E que, assim, permitirá reforço de comodidade a todos os mototuristas, amenizando os arranques demasiado madrugadores (ainda que pela extensão da caravana as partidas continuem a ser cedo!) e permitindo a chegada a todos com a luz do dia. E que permitirá controlos mais calmos, paragens mais alargadas e divertidas, melhores refeições e menos ‘engarrafamentos’. Mas há mais: o novo calendário permitirá tirar partido do feriado de dia 13 de junho, dia de Santo António, para lisboetas e não só fazerem a deslocação até ao local de partida, podendo regressar a casa, com toda a tranquilidade no dia 18, domingo, aproveitando ainda o feriado de Corpo de Deus, no dia 15. Ou seja, com dois ou três dias de férias, muitos poderão ter uma semana verdadeiramente ímpar, de aventura e descoberta, de novas paisagens e sabores.

Querem mais novidades? Pois bem, a partida acontecerá em Vila Pouca de Aguiar, sendo que todo o procedimento das Verificações Técnicas e Documentais decorrerá de forma muito mais expedita face a anos anteriores, em local com condições para acolher com conforto e dignidade toda a caravana. Por maior que esta seja! Por isso, vão marcando as datas na agenda.

Fonte: Comissão Portugal de Lés-a-Lés/Parceria Notícias do Pedal

“Agenda de Ciclismo”

Taça de Portugal de Ciclocrosse ruma a Trás-os-Montes

A segunda corrida pontuável para a Taça de Portugal de Ciclocrosse disputa-se no próximo domingo, em Torre Dona Chama, Mirandela.

A prova vai desenrolar-se num circuito de 2,5 quilómetros de perímetro, junto ao campo de futebol de Torre Dona Chama. Os primeiros a correr são os juvenis, que entram em ação às 9h30. Às 10h00 competem os veteranos e os ciclistas de promoção. Uma hora mais tarde é a vez das femininas e dos cadetes masculinos. A corrida de elite e de juniores masculinos está marcada para as 12h00.

Embora as inscrições encerrem apenas amanhã, 23 de novembro, estão já inscritos cerca de 150 praticantes.

Espera-se que o espetáculo proporcionado na corrida de arranque da Taça de Portugal, em Vouzela, se repita, especialmente na categoria de elite masculina, onde o equilíbrio e a incerteza quanto ao vencedor foram a tónica dominante. Na altura impôs-se Mário Costa (ASC/Focus Team/Vila do Conde), mas o campeão nacional, Vítor Santos (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão), deu boa réplica, sendo os favoritos para domingo. No setor feminino, Joana Monteiro (ASC/Focus Team/Vila do Conde) assume-se como a principal candidata ao triunfo, depois da exibição de Vouzela.

A Taça de Portugal de Ciclocrosse contará com mais três corridas, marcadas para os dias 18 de dezembro, 15 e 22 de janeiro. A época nacional desta disciplina de inverno irá ainda coroar os campeões nacionais, no dia 8 de janeiro.

Outros eventos oficiais

26 de novembro, 10h00: Taça do Algarve de DHI, Fonte Férrea, S. Brás de Alportel

26 de novembro, 14h00: 6.ª Rota da Castanha em BTT, Darque, Viana do Castelo

27 de novembro, 9h00: 2.º Passeio BTT Roda Regadas, Fafe

27 de novembro, 9h00: Maratona BTT Invernal da Guarda

27 de novembro, 9h00: Maratona BTT Ao Tom d'Ella, Tondela

27 de novembro, 9h00: Bikery Tour, Madeira

Fonte: FPC