sexta-feira, 23 de março de 2018

“Conferência de imprensa Taça da Europa de Quarteira 2018”

Realizou-se hoje a Conferência de Imprensa da 17ª Edição do Triatlo Internacional de Quarteira Carlos Gravata.

Marcaram presença algumas entidades envolvidas na prova como o presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Vasco Rodrigues, o Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto e o Vice-presidente do Município de Loulé, Pedro Pimpão. O impacto que estes eventos alcançam, nomeadamente o triatlo, é positivo para o turismo, para a região e para os próprios munícipes, que apreciam visitas, sobretudo numa altura em que o sol já costuma espreitar, mas que não existem ainda as ‘enchentes’ de verão. Para os visitantes, entre atletas, acompanhantes, famílias e staff envolvido na prova, podem desfrutar de boa gastronomia, praia e outras atividades já que Quarteira e as outras localidades circundantes apresentam excelentes condições para o desporto e lazer.

Alguns dos triatletas que amanhã irão disputar uma das taças de triatlo mais competitivas do panorama europeu foram também convocados para esta conferência e partilharam connosco as suas expectativas para a prova.

A Taça da Europa de Elites, que irá decorrer amanhã 24 de março em Quarteira, inicia com a elite feminina às 13h45 e termina com a competição de elite masculina que irá partir às 16h30.

De recordar que se encontram 26 nacionalidades em prova, 108 triatletas da elite nacional e internacional, num panorama muito competitivo, a começar pelos atletas presentes nesta conferência.

Melanie Santos falou-nos das suas expectativas…

Melanie Santos inaugurou da melhor forma esta época com um 5º lugar na WTS em Abu Dhabi

Entre os triatletas presentes estiveram Melanie Santos, que já venceu a Taça de Quarteira, como júnior em 2012, foi 6ª em 2015 e 8ª em 2017. A triatleta está a crescer e a evoluir no triatlo, e prova disso foi um excelente 5º lugar na WTS, a prova inaugural do campeonato do mundo.

«O meu objetivo é dar o meu melhor, já fiz várias vezes esta prova e sei como gerir o esforço competitivo. Obviamente que vou tentar lutar pelo pódio, é para isso que cá estou, mas é ainda das primeiras provas da época, vamos ver como vai correr.», disse a triatleta.

Miguel Arraiolos foi 9º na Taça de Quarteira 2017

O atleta olímpico iniciou a temporada com medalha de prata na Taça Continental em Havana, Cuba

Outro triatleta também convocado para a conferência foi Miguel Arraiolos, atleta olímpico em 2016 no Rio de Janeiro, foi 9º o ano passado nesta prova e iniciou bastante bem a temporada com um segundo lugar na Taça Continental de Havana, em Cuba, numa estratégia concertada.

«Gosto muito desta prova, já perdi a conta das vezes em que participei nela, vou tentar um dos lugares da frente como é óbvio, mas esta é uma prova muito competitiva.  Conheço o percurso de trás para a frente o que é sempre positivo, assim como a presença do público que é também muito motivante.», declarou Miguel Arraiolos.

Quase totalista na Taça de Quarteira, Gil Maia é um dos triatletas mais experientes desta competição

Gil Maia já participou oito vezes na Taça de Quarteira, desde que passou para a elite

O triatleta português Gil Maia esteve também presente na conferência de imprensa, já que o triatleta participou oito vezes nesta competição, comparecendo em quase todas as Taças da Europa, uma prova que existe desde 2009.

«Tinha que vir a esta prova, é uma competição importante em Portugal, com um panorama competitivo elevado e é sempre experiência que se adquire. Costuma estar um tempo maravilhoso, aproveitamos o que o nosso país tem para oferecer . A experiência da prova dá-me segurança, vou tentar dar o melhor», afirmou Gil Maia.

Ficou em terceiro em 2017, vai dar tudo para ser o primeiro na Taça da Quarteira, mas quer desfrutar do percurso…

Ganhou em 2015, ficou em 3º no ano passado e vai tentar novamente o pódio

Dorian Coninx, de nacionalidade francesa, ficou em terceiro lugar o ano passado, num emocionante final ao sprint com Uxío Abuín Ares, espanhol, e com o triatleta João Pereira, que acabou por ganhar a prova. O atleta, que é também campeão nacional de França, tem sido uma presença regular nesta Taça da Europa.

«Já ganhei esta competição, o ano passado fui terceiro e por isso obviamente que a minha intenção é ganhar, mas claro que o quadro competitivo é elevado e estamos no início da época, por isso quero principalmente desfrutar da prova e divertir-me. Serve sobretudo como preparação, mas claro que vou tentar lutar para a vitória», afirmou Dorian.

Ao todo irão realizar-se três provas, no dia 24 de março tem lugar a Taça da Europa (Elites) e no dia 25 de março acontece a Taça da Europa de Juniores e a Taça de Portugal. A Taça de Europa de Elites terá a distância olímpica (1500 metros a nadar, 40km de ciclismo e 10km de corrida), e a Taça da Europa de Juniores e a Taça de Portugal serão realizadas na distância sprint (750 metros a nadar, 20km de ciclismo e 5km de corrida). De salientar a crescente participação na Taça de Portugal, que esgotou inscrições, batendo o recorde de participantes com cerca de 500 inscritos.

Fonte: FTP

 

“MELHORES PORTUGUESES AUSENTES DA ETAPA DA TAÇA DA EUROPA EM QUARTEIRA”

Prova terá 250 participantes de 26 nacionalidades diferentes

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha

Três dos melhores triatletas portugueses vão estar ausentes da etapa de Quarteira da Taça da Europa, marcada para este fim-de-semana, com cerca de 250 participantes de 26 nacionalidades.

De acordo com Vasco Rodrigues, presidente da Federação de Triatlo de Portugal, João Pereira (14.º do ranking mundial) e João Silva (21.º), em elites masculinos, e Vanessa Fernandes (182.ª), em elites femininos, prescindiram da prova algarvia no calendário de preparação da época.

"É uma questão de opção. Cada vez mais o circuito internacional é tão competitivo e tem tantas provas que os atletas têm de se dividir. Um atleta de triatlo não pode fazer mais de dez, 11 ou 12 provas por ano e elas têm de ser bem escolhidas", explicou à agência Lusa o dirigente, à margem da conferência de imprensa de apresentação do evento, realizada numa unidade hoteleira de Quarteira, no concelho de Loulé.

João Pereira, vencedor em Quarteira no ano passado, e João Silva ficaram de fora porque estão "a apontar a sua forma para meio da época", enquanto Vanessa Fernandes, que voltou à competição há cerca de um ano e "precisa de pontos" para o ranking internacional a pensar nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio (Japão), está a competir na Nova Zelândia.

O presidente da federação sublinhou, contudo, que a prova continua a ser das mais competitivas e procuradas no circuito europeu, esperando que os atletas portugueses presentes "possam começar a época da melhor forma, se possível com pódios".

Miguel Arraiolos, em masculinos, e Melanie Santos, em femininos, serão assim os principais representantes de Portugal em prova na Taça da Europa de elites, no sábado, enquanto no domingo decorrem as provas de juniores, com os dois escalões a juntarem cerca de 35 atletas lusos.

Arraiolos, que ocupa o 108.º lugar no ranking mundial, participa na etapa da Taça da Europa de Quarteira pelo oitavo ano seguido e, em 2017, foi nono classificado, esperando agora repetir um bom resultado.

"Já conheço o percurso de cor e salteado. Quero fazer melhor do que já fiz aqui e esse melhor pode passar pelo pódio. Espero contar com o apoio extra dos portugueses e da minha família", referiu o atleta, em conferência de imprensa.

Melanie Santos, 37.ª triatleta mundial, quer mostrar em Quarteira a boa forma que a levou a ser quinta classificada na primeira etapa do circuito mundial de triatlo, em Abu Dhabi, no início do mês de março.

"Já tenho um historial grande em Quarteira, é o meu quinto ano consecutivo aqui. Espero que o meu resultado me orgulhe e orgulhe os portugueses. Qualquer atleta sonha com o pódio e é para isso que vou lutar amanhã [sábado]", disse a atleta, oitava classificada em Quarteira no ano passado.

A prova de elites integra 1.500 metros de natação, 40 quilómetros de ciclismo e 10 quilómetros de atletismo, com a meta instalada no Calçadão de Quarteira.

Esta é a décima etapa europeia de triatlo que se realiza na cidade algarvia, estando inserida no 17.º Triatlo Internacional de Quarteira Carlos Gravata, que inclui ainda uma prova da Taça de Portugal, o que aumenta o número de atletas presentes no Algarve, durante o fim-de-semana, para cerca de 700.

"Na Taça de Portugal, há um crescimento enorme. O número de atletas inscritos aumentou 15% em relação ao ano anterior, confirmando que há cada vez mais gente a fazer triatlo", destacou Vasco Rodrigues.

Fonte: Record on-line

“HOLANDÊS NIKI TERPSTRA VENCE E3 HARELBEKE”

Nelson Oliveira foi 32.º classificado

Por: Lusa

Foto: Facebook Niki Terpstra

O ciclista holandês Niki Terpstra, da Quick-Step Floors, venceu esta sexta-feira isolado a E3 Harelbeke, prova de 210 quilómetros disputada nas estradas da Flandres, Bélgica, deixando o seu companheiro de equipa Philippe Gilbert, belga, a 20 segundos.

O melhor dos portugueses em prova foi Nelson Oliveira, da Movistar, que depois de integrar uma das fugas do dia, a meio da prova, com mais de sete minutos de avanço, acabou por ser 32.º, a 7.03 minutos de Terpstra. Quanto a José Gonçalves (Katusha), foi um dos muitos desistentes na corrida.

A Quick-Step foi claramente a equipa que mais fez por ganhar a prova, colocando a 70 quilómetros da meta, na subida de Taaienberg, dois elementos na frente - Terpstra, já vencedor da Paris-Roubaix, e ainda Yves Lampaert.

Só o holandês continuou o esforço, depois da passagem de Karnemelkbeek, última grande dificuldade, com a Quick-Step a ter uma 'opção B' com Gilbert, que vinha no primeiro grupo perseguidor.

Terpstra demorou 5:03.34 horas a concluir a corrida, menos 20 segundos dos que os dez ciclistas que lhe moviam a perseguição, enquanto os restantes 'sobreviventes' chegaram em pequenos grupos. Apenas 92 ciclistas concluíram a prova, registando-se 79 desistências.

Fonte: Record on-line

“PANTANO VENCE QUINTA ETAPA E VALVERDE MANTÉM LIDERANÇA DA VOLTA À CATALUNHA”

Quinta etapa ganha pelo colombiano Jarlinson Pantano

Por: Lusa

Foto: Reuters

Alejandro Valverde (Movistar) manteve esta sexta-feira a liderança da Volta à Catalunha, após a quinta etapa, entre Llívia e Vielha, ganha pelo colombiano Jarlinson Pantano (Trek-Segrafredo).

No final da etapa mais longa da prova, com 212,9 quilómetros, Pantano impôs-se ao norueguês Vegard Stake Laengen (UAE-Team Emirates), cortando a meta em 5:20.53 horas.

A 10 segundos ficou o esloveno Matej Mohoric (Barhain-Merida), enquanto Valverde chegou na oitava posição, a 14 segundos de Pantano.

Após uma ronda de média montanha, Valverde manteve a vantagem sobre os colombianos Egan Arley Bernal (Sky), que está a 16 segundos, e Nairo Quintana (Movistar), que está a 26.

O português Ricardo Vilela (Manzana Postobon) terminou a etapa na 55.ª posição, com o mesmo tempo de Valverde, enquanto Joaquim Silva (Caja Rural) foi 96.º, a 38 segundos do vencedor.

Vilela subiu a 28.º da geral, a 2.46 minutos, e Joaquim Silva ascendeu ao 92.º lugar, a 25.07.

No sábado, disputa-se a sexta e penúltima etapa, entre Vielha e Torrefarera, num percurso de 203 quilómetros, com três contagens de montanha de segunda categoria.

Fonte: Record on-line 

“Ambição na hora de correr em “casa”

          Equipa EFAPEL quer lutar pela vitória na Clássica Aldeias do Xisto

          Prova selectiva para promover o espectáculo da modalidade

A Equipa EFAPEL está pronta para um novo e especial desafio. A formação está de regresso à estrada, logo numa região que tem tanto significado para a estrutura liderada por Américo Silva. É nas Aldeias de Xisto, que os sete ciclistas da equipa vão procurar um bom resultado para oferecer aos adeptos.

A segunda edição desta prova de um dia vai para a estrada já no próximo domingo, dia 25. Serão 145 quilómetros entre Álvaro e Aldeia das Dez. Na região Centro, o pelotão internacional encontra características muito específicas para um excelente espectáculo de ciclismo.

No percurso, o pelotão vai passar por seis das Aldeias do Xisto desta região tão particular. Além disso, os ciclistas vão ter de subir uma primeira montanha de segunda categoria ao fim de 44,2 km (Portela de Unhais). Logo a seguir, ao km 57,3, os corredores ascendem ao Alto Fajão (terceira categoria). Coincidente com a meta, nova contagem de terceira categoria, que deverá ser determinante para a definição do vencedor.

“Esta é uma prova clássica com características para podermos brilhar. Nós queremos muito obter um bom resultado e oferecê-lo aos nossos adeptos”, afirmou o director desportivo da Equipa EFAPEL, Américo Silva.

A partida da Clássica Aldeias do Xisto está marcada para as 12 horas. O final deverá acontecer entre as 15h52 e as 16h16, isto se a média variar entre os 40 e os 36 km/h.

Além da Equipa EFAPEL, também os elementos da EFAPEL Escola de Ciclismo Ovar “Território de Emoções” vão estar em acção no fim-de-semana. Jennyfer Puentes vai competir no sábado e no domingo. Amanhã corre na 1ª Prova da Taça de Portugal - Elites Femininas, que se realiza em Albufeira. No domingo, estará em Setúbal, na 2ª Prova da Taça de Portugal Femininas em Palmela/Setúbal. Também no dia 25, os 12 atletas cadetes da Escola vão participar na 1ª Prova da Taça de Portugal Cadetes, Canidelo - Gaia.

Nome da prova

Clássica Aldeias do Xisto - Troféu Liberty Seguros

Data

25 de Março de 2018

Director desportivo

Américo Silva

Ciclistas

Bruno Silva (Trepador)

Daniel Mestre (Sprinter)

Henrique Casimiro (Trepador)

Jesus Del Pino (Trepador)

Marcos Jurado (Rolador)

Rafael Silva (Rolador/Sprinter)

Sérgio Paulinho (Completo)

Fonte: Efapel

“UCI Junior Series”

Equipa Portugal com quatro juniores em Marselha

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal de cross country olímpico (XCO), a disciplina olímpica de BTT, participa neste sábado na etapa francesa do circuito UCI Junior Series, em Luminy, Marselha, França.

A estreia de Portugal no equivalente para juniores à Taça do Mundo será feita através de um quarteto formado por Guilherme Mota (CPR A-do-Barbas), João Macedo (BTT Seia), Rafael Rita e Rodolfo Serafin (BTT Loulé/Elevis).

“O principal objetivo passa pela aquisição de experiência internacional e pela oportunidade de evoluir num patamar competitivo mais elevado. Esta participação na corrida da UCI Junior Series será também um importante elemento de preparação para outros eventos, designadamente para o Campeonato da Europa”, afirma o selecionador nacional, Pedro Vigário.

A prova está marcada para as 13h45 (hora portuguesa).

Fonte: FPC

“Bombarralense Luta Contra a Corrente”

Texto: Ciclismo 24 por 24

Fotos: João Fonseca

Entre os dias 14 e 18 de Março, o Sport Clube Escolar Bombarralense, com a sua equipa sub-23, a FGP / Cube / Bombarral, marcou presença na 36ª Volta ao Alentejo.

A equipa marcou presença com Emanuel Duarte, Diogo Lopes, Isaac Pereira, Francisco Duarte, Jorge Marques e Diogo Tavares. O objectivo passava por proporcionar uma boa experiência aos atletas junto dum pelotão composto por 21 equipas, 8 das quais estrangeiras.

Esta 36ª edição foi marcada por 6 etapas, 6 contagens de montanha contabilizadas ao longo dos 751,9 quilómetros a percorrer e muita dureza, não só típica da região mas também criada pelas condições climatéricas adversas. 

  O 1º dia foi marcado pelos abanicos alentejanos, que reduziram o pelotão a cerca de 20 atletas. O 2º dia proporcionou uma chegada compacta, após 205,2 quilómetros de muito sofrimento. A equipa chegou ao 3º dia com metade da formação e assim se manteve até final. Diogo Tavares, Isaac Pereira e Francisco Duarte tudo deram pela camisola do Bombarral mas os 15% do fecho do controle não chegam quando se trata duma prova com perfil difícil, agravado pelas condições climatéricas adversas e para jovens a darem os primeiros passos junto dos elites.

Jorge Marques, Emanuel Duarte e Diogo Lopes foram os sobreviventes até final. Finalizaram a Alentejana nas 111ª, 113ª, 115ª posições à geral e em 42º, 44º, 46º lugares no escalão sub-23, atribuindo à nossa equipa o 20º lugar por equipas, 3º lugar a nível de clube. A equipa congratula todos os vencedores da prova.

A equipa sub-23 prepara agora a presença este Domingo na II Clássica Aldeias do Xisto.

Fonte: Sport Clube Escolar Bombarralense