sábado, 1 de julho de 2017

“Filipe Azevedo segundo na Taça Asiática de Triatlo”

Filipe Azevedo foi segundo classificado na etapa coreana da Taça Asiática de Triatlo. Em Sokcho, Coreia do Sul, o internacional português disputou a liderança da prova ao longo de todo o percurso e foi batido apenas pelo vencedor, o australiano Nicholas Free.

Ao longo de 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida o pelotão internacional disputou mais uma etapa da taça continental com a conquista de importantes pontos internacionais como objectivo. Filipe Azevedo cumpriu um bom segmento de natação e desde cedo integrou o restrito grupo perseguidor da frente da corrida. Ao longo do percurso de ciclismo o triatleta da casa Ji Hwan Kim conseguiu manter-se isolado na liderança da competição, cabendo ao grupo de perseguidores procurar anular a vantagem no derradeiro segmento da prova. Azevedo foi capaz de anular a vantagem para o triatleta coreano e bateu-se pela vitória na competição com Nicholas Free até cerca de 5km para o final. O australiano foi o primeiro a cortar a meta e Filipe Azevedo conquistou um dos seus melhores resultados internacionais ao ser segundo classificado. Ji Hwan Kim completou o pódio na terceira posição.

O resultado conquistado pelo triatleta português reafirma a sua qualidade e competitividade internacional e acrescenta mais uma participação positiva aos recentes bons resultados da seleção nacional de triatlo.

Fonte: FTP

“Altafulla recebe comitiva lusa”

A Taça da Europa de Triatlo que decorrerá no próximo domingo dia 2 de Julho em Altafulla, Espanha, e receberá alguns dos melhores triatletas europeus da modalidade. A cidade catalã será igualmente palco de disputa dos Campeonatos Mediterrânicos de Triatlo e contará com a presença de sete triatletas nacionais.

Andreia Ferrum e Helena Carvalho serão as duas mulheres da comitiva lusa enquanto nos homens a representação nacional será levada a cabo por intermédio de Alexandre Nobre, André Dias, Gil Maia, João Ferreira e Pedro Afonso Gaspar. A competição ficará marcada pela exigência do percurso e pela beleza natural da região. Após o segmento inicial de 750m natação, cumprido nas águas do Mediterrâneo, a competição levará os triatletas a percorrer 20km de ciclismo ao longo de um percurso com desnível acentuado e exigência técnica que colocará à prova todos os participantes. No final, a prova será concluída com um segmento de 5km de corrida.

A disputa de uma prova no formato Sprint traduzir-se-á em momentos de grande intensidade e competitividade entre os internacionais presentes e contribuirá para a espetacularidade deste evento. Para além das exigências dos percursos, o forte contingente espanhol será um dos maiores desafios da prova onde os triatletas lusos procurarão a conquista de importantes pontos internacionais.

O contingente português entrará em competição no domingo com a partida feminina agendada para as 11h15, locais. No mesmo dia os homens iniciarão a sua prova às 13h. Acreditamos na qualidade dos nossos triatletas e na sua vontade de representar o nosso país ao mais alto nível.

Fonte: FTP

“IV Coastal Challenge recebe Campeonato Nacional Jovem no Funchal”

O Campeonato Nacional Jovem desloca-se até ao Funchal como parte integrante do 4º Coastel Challenge Funchal Triathlon 2017. O evento tem data marcada para o próximo dia 9 de Julho e será disputado com as belas paisagens da ilha da Madeira como pano de fundo. Terá como organizadores a Empresa Municipal Frente de Mar, a Associação Regional de Triatlo da Madeira e a Câmara Municipal do Funchal.

O atletas que competem em representação dos seus clubes pela disputa da 10ª etapa do Campeonato Nacional Jovem terão como desafio uma prova de Aquatlo disputada em Mar e ao longo da zona costeira. Como habitual em provas jovens os atletas serão divididos em diversos escalões etários e cumprirão distâncias ajustadas às diversas idades. Todos os presentes marcarão presença no Funchal com a oportunidade de competir pelos seus clubes e de desenvolver o gosto pela prática da modalidade num ambiente perfeito de harmonia com o meio ambiente.

No mesmo dia serão realizadas duas provas de triatlo. A principal disputada no formato Olímpico que totalizará 1500 metros de natação, 40km de ciclismo e 9km de corrida, e que será pontuável para os Campeonatos Regionais de Triatlo 2017– Powerade. Sendo a seguinte uma Prova Aberta destinada a todos os interessados em participar e que será disputada no formato super-sprint totalizando 375 metros de natação, 8km de ciclismo e 3km de corrida.

Esperamos encontrar no Funchal um grande número de participantes para mais um dia de competições para todas as idades.

Fonte: FTP

“Geraint Thomas é o primeiro camisola amarela”

Britânico da Sky impõe-se no contrarrelógio que abriu a prova em Dusseldorf

Por: Lusa

Foto: EPA

O britânico Geraint Thomas (Sky) é o primeiro líder da Volta a França de 2017, depois de ter vencido este sábado a etapa inaugural, um contrarrelógio individual de 14 quilómetros disputado em Dusseldorf, na Alemanha.

Num 'crono' disputado sob chuva, Thomas cumpriu o percurso em 16.04 minutos, batendo o suíço Stefan Küng (BMC) por cinco segundos, e o bielorrusso Vasil Kiryenka (Sky) por sete. O também britânico Chris Froome (Sky), triplo vencedor do Tour (2013, 2015 e 2016), foi o melhor dos favoritos, ao terminar em sexto lugar, a 12 segundos do companheiro de equipa.

O português Tiago Machado (Katusha Alpecin) foi 96.º, a 1.04 minutos de Thomas, numa etapa marcada pela queda e consequente abandono do espanhol Alejandro Valverde, um dos líderes da equipa Movistar, juntamente com o colombiano Nairo Quintana.

Classificação da 1.ª etapa

1. Geraint Thomas (Grã-Bretanha/Team Sky), 16:04"

2. Stefan Küng (Suíça/BMC Racing), +5"

3. Vasil Kiryienka (Bielorrússia/Team Sky), +7"

4. Tony Martin (Alemanha/Katusha), +8"

5. Matteo Trentin (Itália/Quick-Step), +10"

6. Chris Froome (Grã-Bretanha/Team Sky), +12"

7. Jos van Emden (Holanda/LottoNL), +15"

8. Michal Kwiatkowski (Polónia/Team Sky), m.t.

9. Marcel Kittel (Alemanha/Quick-Step), +16"

10. Edvald Boasson Hagen (Noruega/Dimension Data), m.t.

(...)

96. Tiago Machado (Portugal/Katusha Alpecin), +1:04''

Fonte: Record on-line

“Alejandro Valverde abandona devido a queda”

Espanhol azarado logo no arranque da Volta a França

Foto: EPA

O espanhol Alejandro Valverde (Movistar) abandonou este sábado a Volta a França, devido a uma queda logo na etapa inaugural, um contrarrelógio de 14 quilómetros disputado em Dusseldorf, na Alemanha, anunciou a organização.

Num 'crono' disputado quase permanentemente sob chuva, Valverde caiu numa curva e bateu com pernas nas barreiras que ladeiam a estrada, ficando no chão com muitas queixas. Segundo a equipa, o ciclista sofreu vários golpes e foi evacuado de ambulância para o hospital de forma a fazer mais exames, não se descartando eventuais fraturas.

O espanhol, de 37 anos, estava a cumprir uma das melhores épocas da sua carreira e partilhava com o colombiano Nairo Quintana a chefia da equipa Movistar na 104.ª edição do Tour, que arrancou hoje e termina a 23 de julho, em Paris.

Fonte: Record on-line

“Campeonato Nacional Estrada”

Pedro Silva campeão nacional de cadetes

Por: José Carlos Gomes

Pedro Silva (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) sagrou-se hoje campeão nacional de fundo na categoria de cadetes, impondo-se ao sprint no final da corrida de 79,5 quilómetros, disputada em Castelo de Vide.

A corrida teve três voltas ao circuito de 26,7 quilómetros, cuja maior dificuldade estava no último quilómetro. Nas duas voltas iniciais, o pelotão partiu-se em cada passagem pela meta, muito por ação da equipa Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact.

Apesar das movimentações, foi um grupo numeroso que iniciou a última subida para a meta. A prova acabou por decidir-se numa intensa disputa ao sprint. Pedro Silva levou a melhor, ao fim de 2h16m56s de corrida. O campeão nacional de contrarrelógio, João Macedo (Ass. 20 Km Almeirim/Restaurante O Forno), foi o segundo e João Carvalho (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) fechou o pódio.

“A equipa trabalhou muito para este resultado. Nas duas primeiras voltas colocámos sempre muitos corredores nos grupos que se destacaram. Na chegada, o segredo da vitória foi esperar pelo momento certo para lançar o sprint e vencer”, conta o campeão nacional de cadetes.

O programa dos Campeonatos Nacionais de Estrada termina, em Castelo de Vide, neste domingo. Durante a manhã corre-se a prova de fundo para todas as categorias femininas, com tiro de partida às 9h30. As corredoras de elite vão cumprir 106 quilómetros, as juniores 79,5, as cadetes e as masters 53. O Campeonato Nacional de fundo para juniores corre-se a partir das 15h00, tendo uma distância de 132,5 quilómetros, que será cumprida sob calor intenso, segundo as previsões.

Classificação

1.º Pedro Silva (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), 2h16m56s

2.º João Macedo (Ass. 20 Km Almeirim/Restaurante O Forno), mt

3.º João Carvalho (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), mt

4.º Diogo Narciso (Maia), mt

5.º Daniel Dias (Maia), mt

6.º Daniel Fortes (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), mt

7.º Alexandre Alves (Anipura/GDM/EC Alexandre Ruas), mt

8.º Lucas Braga (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), mt

9.º Daniel Casquilho (ACD Milharado/EC Manuel Martins), mt

10.º Tiago Moreira (Tensai/Sambiental/Santa Marta), mt

Fonte: FPC

“Sprinter francês repetiu triunfo na Volta a Portugal do Futuro”

Camisola Amarela está tranquilo

Foi sem a menor preocupação e com bastante tranquilidade que José Fernandes (Liberty Seguros-Carglass) cortou a meta no Sabugal após os 150,6 quilómetros da 3ª etapa da Volta a Portugal do Futuro iniciados, este sábado, em Tondela. Perdendo escassos três segundos para o vencedor do dia, o francês, Cyril Barthe (Fundacion Euskadi), o líder da prova sabia que não colocaria em causa a Camisola Amarela

A chegada ao Sabugal foi feita com o altaneiro e vigilante Castelo das Cinco Quinas a apreciar um pelotão lançado para uma discussão ao sprint, onde o vencedor da etapa inaugural repetiu o triunfo relegando novamente o mesmo adversário, Francisco Campos (Miranda-Mortágua), para a posição secundária. Sem bonificações mas com pontos atribuídos em cada chegada, Cyril Barthe reforçou o negro da Camisola Preta Kia da regularidade.

Depois de Tondela a subida às Penhas Douradas

A história da etapa, depois da partida em Tondela, conta-se com um grupo de 12 jovens em fuga na subida para as Penhas Douradas. Pouco antes da contagem de montanha de 1ª categoria, Marcelo Salvador (Sicasal-Constantinos-Delta Cafés) destacou-se e garantiu, desde logo, a Camisola Castanha, atribuída nesta prova ao “Rei dos Trepadores”. Para concretizar o objectivo da equipa da região oeste, Marcelo apenas precisava de chegar ao Sabugal, o que fez para gáudio da família que o esperava para o felicitar.

Sempre atenta às movimentações e a controlar o tempo da fuga, a formação do líder foi aumentando o ritmo do pelotão à medida que a meta se aproximava. Depois da passagem na Aldeia Histórica de Sortelha, os últimos quilómetros, apesar de algumas tentativas de reacção, foram feitos num bloco com cerca de 20 corredores que discutiu o sprint no Sabugal.

Ainda que sendo esta uma competição exclusiva para corredores Sub23, há uma classificação para os mais jovens e neste caso o espanhol Roger Adria (Lizarte) mantem a liderança e a Camisola Branca RTP.

Etapa de Consagração

A derradeira etapa da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros além de consagrar, este domingo, o município do Sabugal como grande embaixador do ciclismo e de onde vai partir o último dia de competição, 148,2 Km, vai revelar uma estreia absoluta, com a chegada marcada para a vila de Alcains (Castelo Branco), por volta das 15h30. Teoricamente será a jornada mais fácil, no entanto, entre os futuros campeões que buscam uma oportunidade e aqueles que ainda acreditam na possibilidade de destronar os líderes, prevê-se um dia muito animado e percorrido a alta velocidade. Ao fim de quase 600 quilómetros de competição, Alcains vai coroar os vencedores das diversas classificações.


A 25ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros tem o apoio de Oliveira de Azeméis, Oliveira do Hospital, Arganil, São Pedro do Sul (São Macário), Tondela, Sabugal e Alcains. São patrocinadores: Liberty Seguros, KIA, Delta Cafés, RTP, Fundação INATEL, KTM, Vitalis, Glassdrive, Shimano, 4XP by DietSport, Antena 1, Pacto, Infraestruturas de Portugal e Centro de Informação Geoespacial do Exército.

Fonte: Podium

“14 Horas a pedalar, edição 2017”

Pedalar para ajudar

Texto: José Morais/Clube Cicloturismo Pombal

Cartazes: Clube Cicloturismo Pombal

Com organização do Clube de Cicloturismo de Pombal, realiza-se nos próximos dias 22 e 23 de julho, mais uma edição da “14 Horas a Pedalar”, a Festa das Bicicletas e dos Ciclistas, este ano sobe o lema, “PEDALAR PARA AJUDAR”, a receita líquida do evento vai ser doada às vítimas dos incêndios.

 O evento será realizado no circuito de 400 metros, terá início às 22 horas de sábado, e terminará às 12 horas de domingo, sempre com os ciclistas a pedalarem, ainda com dois passeios pela cidade, um noturno no sábado no início do evento, o outro no domingo no final do mesmo.

Vão existir muitas surpresas, animação, e vontade de pedalar, para participar basta possuir uma bicicleta, e pede-se ainda que seja original, já que existem surpresas para as bicicletas mais originais.

Venha participar, neste evento único em Portugal, nós vamos lá estar com reportagem total do evento, e alguns diretos, para informações e inscrições podem ser feitas para clube através do e-mail cicloturismopombal@gmail.com  ou pelo telemóvel 968130525.

Aqui fica o programa do evento, seguido do regulamento, participe e seja solidário…

PROGRAMA

 

- SÁBADO

20:00 - Concentração e confirmação das inscrições

22:00 - Início das 14HP

22:10 - Apresentação à Cidade das 14HP (Desfile do pelotão pelas principais ruas)

22:15 – Ginástica Acrobática ACROPombal

23:00 - Regresso ao Circuito

- DOMINGO

02:00 - Caldo Verde em Tigelas 14HP2017

08:00 - FullProtein – Derovo

09:00 - Hora da Pasteleira (concurso)

10:30 - Passeio Domingueiro (pela Cidade)

11:30 - Sorteio 14HP2017

12:00 - Fim das 14HP

12:05 - Entrega de Prémios e Lembranças

 

REGULAMENTO GERAL

1.         O evento denominado 14 HORAS A PEDALAR, poderá ser identificado pela sigla 14HP, sendo organizado pelo Clube de Cicloturismo de Pombal.

2.         Especialmente para as 14HP, o Clube de Cicloturismo de Pombal criou um logótipo que não pode ser copiado ou usado por terceiros sem autorização do autor.

3.         O evento 14HP é uma Festa das Bicicletas e dos Ciclistas, isento de competição e classificações, tendo como objetivo homenagear as bicicletas num ambiente de festa e de amizade entre todos aqueles que as utilizam. No entanto, todos os participantes devem-se submeter ao presente regulamento.

4.         Sob o lema “PEDALAR PARA AJUDAR”, a receita líquida do evento vai ser doada às vítimas dos incêndios.

5.         O evento está agendado para os dias 22 e 23 de Julho de 2017, entre as 22H00 de Sábado e as 12H00 de Domingo. Inicia-se na Avenida Heróis do Ultramar, à Rotunda em Homenagem ao Bombeiro, com destino à cidade (Apresentação das 14HP à Cidade), percorrendo os principais arruamentos. A partir das 23H00, decorre em circuito fechado, com um perímetro de 400 metros, na Av. Heróis do Ultramar, entre a Rua dos Bombeiros Voluntários e o Viaduto sob a Alameda Europa, na cidade de Pombal, até de manhã. Às 10H00, tem início o Passeio Matinal pelo centro e a periferia da cidade, regressando o pelotão ao circuito para as voltas finais e encerramento do evento.

6.         Podem participar todos os Ciclistas, organizados em equipas com um mínimo de 12 elementos, entre os 14 e os 75 anos de idade.

7.         Não é permitido no evento ciclistas individuais e ou equipas não inscritas.

8.         Todos os ciclistas devem usar no pulso as pulseiras de controlo distribuídas pela organização.

9.         As inscrições, limitadas a 20 equipas, salvo casos excecionais, terminam na quarta-feira, dia 19 de julho, data limite para as equipas entregarem a Ficha de Inscrição devidamente preenchida e o respetivo donativo.

10.      O donativo corresponde a 2,5€ por pessoa inscrita acrescido de 25€ por equipa.

11.      Os interessados podem contactar o clube através do e-mail cicloturismopombal@gmail.com ou pelo telemóvel 968130525.

12.      Os Ciclistas e as Equipas têm direito a lembranças de presença. Os prémios especiais são sujeitos a regulamento próprio (ver verso).

13.      Qualquer alteração às inscrições decorre entre as 19H00 e as 20H00, do dia 22 – Sábado, no próprio recinto, nos termos do programa previamente elaborado para o efeito.

14.      Às 22H00, em ponto, serão iniciadas as 14HP, com a presença obrigatória no circuito de todas as equipas e todos os ciclistas inscritos, até ao fim desta primeira hora.

15.      Entre as 23H00 (Sábado) e as 10H00 (Domingo), é obrigatória a participação no circuito de todas as equipas com um mínimo de 3 ciclistas.

16.      Entre as 10H00 e as 12H00 – Domingo, é obrigatória a participação de todas as equipas e de todos os ciclistas inscritos.

17.      Às 12H00, terminam as 14HP, seguindo-se de imediato a entrega de lembranças e dos prémios.

18.      Os ciclistas poderão utilizar todo o tipo de bicicletas, sem motor auxiliar, sendo obrigatório o uso de capacete de proteção aprovado e recomendada a utilização de sistema de iluminação e material refletor.

19.      São proibidas bicicletas com atrelado e cadeiras assim como o transporte de crianças.

20.      Entre as 00H00 e as 08H00, é proibida a utilização de campainhas ou outros sinais sonoros. Também, os participantes devem respeitar a Lei Geral do Ruído e as determinações do Município, da PSP e da Organização.

21.      Os ciclistas devem apresentar-se em perfeitas condições físicas, não se responsabilizando a organização por qualquer problema de saúde e também com incidentes que eventualmente possam surgir antes, durante e após o evento, que não estejam cobertos pelo seguro temporário de acidentes pessoais a cargo da organização se for o caso.

22.      O não cumprimento voluntário de presente Regulamento e ou algum comportamento antissocial implica o afastamento do (s) ciclista (s) ou da(s) equipa(s), perdendo o direito aos prémios e à inscrição.

23.      Nos termos do número anterior, em caso de expulsão de qualquer (quaisquer) ciclista (s) e ou equipa (s), não é (são) admitida (s) na próxima edição das 14HP.

24.      A organização não se responsabiliza por eventuais inscrições fraudulentas, falsas declarações, participações não declaradas e por todos os atos socialmente reprováveis e ou criminalmente puníveis.

25.      É proibida a exploração de serviço de bar (comes e bebes) pelas equipas ou por terceiros sem autorização da organização.

26.      É proibido a colocação no recinto de telas ou outra forma de publicidade sem autorização da organização.

                                                                                                                                                                           

REGULAMENTO DOS PRÉMIOS ESPECIAIS

 

I - TROFÉU “PASTELEIRA” – SICOCONSTRÓI

1.         O Troféu “Pasteleira” vai ser entregue à equipa que apresentar a concurso a bicicleta MAIS ANTIGA E ORIGINAL.

2.         O concurso vai decorrer no domingo, entre as 09h00 e as 10h00, durante a “Hora da Pasteleira”.

3.         Só são consideradas a concurso as bicicletas usadas pelos ciclistas no evento.

 

II - TROFÉU MAIS – MUNICÍPIO DE POMBAL

1.         O prémio é destinado à equipa que contar MAIOR NÚMERO DE INSCRIÇÕES.

2.         Em caso de empate ganha a equipa com mais elementos femininos.

3.         Se a igualdade persistir será feito um sorteio.

 

III - TROFÉU CHARME FEMININO – FLÔR EDEN

1.         O prémio caberá àquela equipa que MAIS ELEMENTOS FEMININOS inscrever.

2.         Em caso de empate ganha a equipa com menos elementos masculinos.

 

IV - TROFÉU PEDALÁSTICO – CRÉDITO AGRÍCOLA

1.         O troféu está reservado para a equipa que apresentar e utilizar a BICICLETA MAIS CRIATIVA ou ENGRAÇADA.

2.         Para a nomeação do vencedor será constituído um júri composto por um representante da cada equipa.

3.         Se houver empate caberá à Organização escolher o vencedor. 

 

V – TROFÉU SOLIDÁRIO – PEDALAR PARA AJUDAR

1.         O troféu será destinado à equipa que, até às 11 horas de domingo (uma hora antes do evento acabar) entregar o maior donativo em dinheiro para se juntar à receita líquida a doar às vítimas dos incêndios.