domingo, 9 de dezembro de 2018

“11 Cidades para aproveitar de bicicleta”

Cidade Quatro - As cores do outono de bicicleta

KIOTO (Japão)

Por: Lonely Planet

O mosaico de cores formados pelas koyo (folhas) de Kioto no outono é uma imagem menos comercial do que a explosão rosa e branca da primavera (com a floração das cerejeiras), mas é igualmente sensacional, sobretudo vista a partir do selim. Desde meados de setembro, uma maré carmesim - o chamado frente koyo - tem início em Hokkaido e baixa por todo o país. Um local genial para ver as árvores e arbustos em suas tonalidades mais vermelhas é o templo de Tofukuji, que pode ser explorado em um circuito ciclista muito fácil a partir da estação de Kioto. É preciso reservar duas horas para fazer a rota (11 quilômetros, com paradas), que avança para oeste desde a estação de aspecto espacial da cidade (por vias mistas para bicicletas e pedestres), segue para o sul por Higashinotoin-dori, continua (de novo rumo oeste) até o templo de Toji (construído no ano de 796 e patrimônio mundial) e depois margeia o rio Kamo até o grande templo zen de Tofukuji. Os incríveis bordos são melhor apreciados da ponte de Tsutenkyo. Dali, chega-se ao santuário de Meiji-jingu, e logo em direção leste, seguindo o rio, volta-se ao centro.

Por: El País

“Troféu Internacional Município de Anadia/Gémeos Oliveira à porta do pódio em Madison”

Por: José Carlos Gomes

Os portugueses Ivo e Rui Oliveira terminaram hoje com uma boa exibição o Troféu Internacional Município de Anadia, conseguindo a quarta posição na disciplina olímpica de madison. Já antes, Ivo Oliveira alcançara o segundo lugar em perseguição individual.

Os 25 quilómetros da prova de madison foram disputados num ritmo muito intenso, ao qual os gémeos Oliveira corresponderam da melhor forma, pontuando em sete dos dez sprints. Na última volta perderam alguns metros para os adversários diretos, o suficiente para saírem do pódio, tendo em conta a pontuação a dobrar no último sopro da corrida. Ivo e Rui Oliveira fecharam a prova com 17 pontos.

Os britânicos Fred Wright e Matthew Walls revelaram-se superiores à concorrência, somando 28 pontos. Seguiram-se os dinamarqueses Casper von Folsach e Julius Johansen, com 22, e os franceses Bryan Coquard e Donovan Grondin, com 21.

As duplas formadas por César Martingil e Miguel do Rego e João Matias e Iuri Leitão também se apuraram para a final de Madison. Os primeiros perderam uma volta, acabando no 15.º lugar, enquanto os compatriotas ficaram no 17.º posto, com três voltas de atraso.

Apesar de o objetivo principal ser a disciplina olímpica de madison, os gémeos Oliveira também estiveram em destaque na perseguição individual, apurando-se para as finais. O canadense Jay Lamoureux bateu Ivo Oliveira. O polaco Adrian Kaiser ficou com o terceiro posto, atirando Rui Oliveira para a quarta posição.

Maria Martins também deu boas indicações no último dia do Troféu Internacional Município de Anadia. A sub-23 portuguesa apurou-se para a final de elite de scratch, acabando a prova no primeiro terço da tabela, com o oitavo lugar em 24 participantes. A francesa Laurie Berthon foi a mais forte, seguida pela italiana Martina Fidanza e pela mexicana Lizbeth Salazar.

A ribatejana terminou a participação no torneio com a corrida por pontos para sub-23 femininas. Maria Martins foi a sexta classificada, com 12 pontos. A luta pelo pódio restringiu-se às corredoras que conseguiram dobrar o pelotão. Venceu a britânica Lauren Dolan, com 25 pontos, mais um do que a francesa Marie Le Net e mais três do que a polaca Marta Jaskulska.

Hoje foi o dia guardado para as corridas da disciplina olímpica de keirin. No setor masculino brilhou o italiano Francesco Ceci, que bateu o espanhol José Moreno e o azerbaijanês Sergi Omelchenko. Entre as mulheres, a mais rápida foi a espanhola Helena Casas, seguida por duas canadenses, Kesley Mitchell e Amelia Walsh.

Os juniores também estiveram em ação na jornada final. Na corrida por pontos impôs-se o espanhol Jaime Muñoz (Gimenez Ganga), com 17 pontos. Rodrigo Caixas (Bairrada) foi o segundo classificado, com 14. Guillaume Couto (Olympique Marseille) fechou os lugares de honra, com 11 pontos.

Wilson Esperança (Academia Joaquim Agostinho/UDO) bateu a concorrência na prova júnior de scratch, sendo acompanhado no pódio por Guillaume Couto e por Jaime Muñoz, segundo e terceiro classificados.

Fonte: FPC

“Troféu Internacional Município de Anadia”

Canadá domina competição de omnium

Por: José Carlos Gomes

O Canadá foi a nação em destaque no segundo dia de Troféu Internacional Município de Anadia, ganhando os dois concursos de omnium de elite, ontem sábado, disputados no Velódromo Nacional, em Sangalhos.

A competição de elite masculina decidiu-se apenas no derradeiro sprint da corrida por pontos, a quarta e última disciplina integrada no omnium – as restantes são scratch, corrida tempo e eliminação. Gee Derek conquistou a vitória graças ao primeiro lugar no sprint final da competição, acabando com 138 pontos, apenas mais um do que o britânico Matthew Walls, campeão europeu de eliminação. O terceiro, com 112 pontos, foi outro britânico, Fred Wright.

Rui Oliveira destacou-se entre os portugueses, conseguindo o quinto lugar no concurso de omnium, com 97 pontos. O gaiense completou as três primeiras disciplinas no sexto lugar, conseguindo subir um degrau na geral final devido a uma corrida por pontos em que esteve muito ativo, pontuando em quatro sprints. Pela Equipa Portugal correram também Ivo Oliveira, 15.º, e César Martingil, vítima de queda em eliminação, 17.º. João Matias (Vito-Feirense-BlackJack) foi 12.º classificado.

A portuguesa Maria Martins foi a representante portuguesa na prova masculina de omnium, terminando o concurso olímpico na 12.ª posição, com 61 pontos. O resultado final da ribatejana foi prejudicado pela saída precoce na prova de eliminação, porque o pé esquerdo saltou do pedal, na sequência de um toque entre corredoras, que atrasou irremediavelmente a ciclista nacional.

A medalhada olímpica Allison Beveridge (Canadá) venceu confortavelmente a competição de omnium, somando 139 pontos. A lituana Olivija Baleisyte ficou na segunda posição, com 117, a mesma pontuação obtida pela terceira classificada, a francesa Laurie Berthon, vice-campeã mundial desta especialidade em 2016.

O concurso de omnium para juniores assistiu a um duelo entre portugueses e espanhóis, no qual os nacionais levaram a melhor. Numa competição intensa e equilibrada, Carlos Barreiros (Tensai/Sambiental/Santa Marta) foi o mais forte, com 134 pontos, mais três do que o segundo, Rodrigo Caixas (Bairrada), e do que o terceiro, Wilson Esperança (Academia Joaquim Agostinho/UDO).

Além das corridas internacionais, a jornada de hoje englobou o Campeonato Nacional Universitário de perseguição e de scratch. Francisco Duarte (AEFCL) ganhou as duas provas. Em perseguição individual teve a companhia no pódio de Francisco Moreira (AEFMH) e de Bernardo Gonçalves (AAC). Em scratch o segundo classificado foi Filipe Loureiro (AAUAv) e o terceiro, novamente, Bernardo Gonçalves.

O Troféu Internacional Município de Anadia termina neste domingo. O programa começa às 9h00 e termina às 15h45. Haverá corridas das disciplinas olímpicas de madison e de keirin, assim como de perseguição individual, scratch e corrida por pontos. A entrada é gratuita para o público.

Fonte: FPC