quarta-feira, 27 de março de 2019

“Portugal Talentos também apresenta protesto”

Em causa diferentes regulamentos na primeira etapa do Nacional de Clubes

A Federação de Triatlo de Portugal (FTP) terá de lidar com outro caso polémico, para além do que envolve o Benfica. Trata-se de um protesto apresentado pela equipa do Portugal Talentos, vencedora do Nacional de equipas mistas face à desclassificação das águias, mas cuja reclamação não diz respeito a esta competição.

O protesto é referente à primeira etapa do Campeonato Nacional de Clubes, também disputada em Portimão. Em causa está um diferendo entre os regulamentos da FTP, que estabelece a elegibilidade para pontuar de cada equipa "desde que apresentem no mínimo três atletas em prova" em masculinos, e por outro, o regulamento específico da primeira etapa, em que dizia que "a pontuação coletiva obedecia ao somatório dos tempos dos quatro atletas mais rápidos", refere a equipa em comunicado.

O clube em causa participou com três atletas, Alexandre Nobre (segundo classificado), Jacel Krawjvik (sétimo) e Maciej Bruzniak (17.º), o que permitiria um "terceiro lugar", mas o Portugal Talentos acabou  por não obter qualquer classificação no final.

Ainda de acordo com o clube, "os regulamentos específicos das competições não podem desrespeitar o regulamento geral e o regulamento técnico", mas os alertas que fez nesse sentido "não foram atendidos", o que os levou a participar, desde logo e antes do arranque da prova, sob protesto.

"Este caso seguirá para as instâncias adequadas no âmbito dos tribunais", lê-se ainda no documento.

Fonte: Record on-line

“Maratona BTT SodiGás Cidade de Braga (Campeonato do Minho BTT XCM - Discover Melgaço)”

Braga recebe, no próximo dia 7 de abril, a 1ª Maratona BTT SodiGás Cidade de Braga, terceira prova do Campeonato do Minho BTT XCM - Discover Melgaço. Promovida conjuntamente pelo BTT Margens do Cávado e pela Associação de Ciclismo do Minho, a iniciativa prevê a a inscrição nas categorias de competição, lazer e de paraciclismo.

Traduzindo uma evolução do já conceituado Raid BTT Margens do Cávado, a 1ª Maratona BTT SodiGás Cidade de Braga surgirá com um percurso totalmente renovado, com epicentro no Estádio Municipal de Braga, por entre trilhos e caminhos rurais de algumas freguesias do concelho de Braga.

Pontuável para o Campeonato do Minho BTT XCM - Discover Melgaço, a prova contempla a inscrição nas categorias de competição, lazer e de paraciclismo, estando previstos percursos de Maratona (75 e 60 kms), Meia-Maratona | XI Raid BTT Margens do Cávado (40 kms) e um passeio de BTT (20 kms) para os participantes que apenas pretendam pedalar mais tranquilamente pelos trilhos, desfrutando da natureza. A concentração será, a partir das 09h00, no Estádio Municipal de Braga.

Após o sucesso de dez edições do "Raid BTT Margens do Cávado", que catapultaram o BTT Margens do Cávado (Trilhos do Cávado - Associação Desportiva) para uma referência no seio do BTT, a iniciativa evolui em 2019 para o modelo de Maratona, integrando o calendário do Campeonato do Minho BTT XCM - Discover Melgaço.

Sérgio Magalhães, da organização, deseja para Maratona BTT SodiGás Cidade de Braga a presença de muitos atletas: “esperamos a presença de muita gente, de muitos dos melhores atletas de BTT de Portugal. Vai ser uma maratona dura, mas muito linda. A Maratona BTT Cidade de Braga vai impor-se no panorama do BTT em Portugal”.

As inscrições podem ser efetuadas online (Federados: www.fpciclismo.pt / Restantes participantes: www.bttmargensdocavado.com).

A 1ª Maratona BTT SodiGás Cidade de Braga conta com o apoio da Câmara Municipal de Braga, Federação Portuguesa de Ciclismo, SodiGás - Braga, Rubis Gás, Gráfica Santa Luzia, Discover Melgaço, Score Tech, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, Cision, Arrecadações da Quintã e POPP Design.

Trilhos do Cávado - Associação Desportiva, um dos clubes filiados na Associação de Ciclismo do Minho, é uma associação sem fins lucrativos que começou por promover em 2009 o Raid BTT Margens do Cávado com o objetivo de angariar fundos para a sustentabilidade da Associação de Solidariedade Social de São Paio (IPSS). Além do Raid BTT Margens do Cávado promov regularmente o Bracara Urban Race.

Fonte: ACM

“Última hora… nova data 1º BTT Urbano UA/Somamaratonas - Evento Solidário”

Por: João Afonso Correia

A Universidade de Aveiro (UA) informa que o 1º BTT Urbano UA/Somamaratonas - Evento Solidário, organizado em parceria com o clube Somamaratonas, planeado para 30 de março, foi adiado para 22 junho, visando proporcionar ainda melhores condições para a realização da prova.

O valor já pago na inscrição para o evento de dia 30 de março, entretanto cancelado, será válido para a nova data. Caso se pretenda a devolução do montante de inscrição, esta deve ser solicitada pelo email suporte@lap2go.com  ou pelo formulário presente em lap2go.com/pt/contacts    

As inscrições para o evento na nova data terminam a 19 de junho de 2019.

Fonte: Universidade de Aveiro

“Adam Yates vence terceira etapa da Volta à Catalunha”

De Gendt segue líder

Por: Lusa

Foto: Reuters 1/2

O britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) venceu esta quarta-feira a terceira etapa da Volta à Catalunha, subindo ao segundo posto da geral individual, ainda liderada pelo belga Thomas de Gendt (Lotto Soudal).

Na subida à estância de esqui Vallter 2000, nos Pirenéus, o britânico impôs-se ao fim de 5:02.18 horas, necessárias para cumprir os 179 quilómetros, cortando a meta primeiro do que outros três corredores que chegaram com o mesmo tempo.

O colombiano Egan Bernal (Sky) foi segundo, o irlandês Daniel Martin (UAE Emirates) foi terceiro e o também colombiano Nairo Quintana (Movistar) foi quarto, enquanto Thomas de Gendt, líder desde o primeiro dia, 'aguentou' a liderança, embora tenha cedido 2.22 minutos para a frente.

O belga tem agora uma vantagem de 27 segundos sobre Yates, de 30 sobre Bernal e 33 sobre Daniel Martin, enquanto Quintana é quinto a 35 segundos e o colombiano Miguel Ángel López (Astana) sexto a 39, com o restante pelotão a mais de um minuto.

O espanhol Alejandro Valverde (Movistar), atual campeão do mundo de estrada e vencedor das últimas duas edições da prova, perdeu hoje tempo e saiu do segundo lugar, ao ceder 2.19 minutos para a frente da corrida, sendo agora 25.º.

O português Ricardo Vilela (Burgos-BH) subiu hoje 14 posições, para o 50.º posto na geral, ao ser 56.º na etapa, enquanto o colega de equipa José Neves subiu a 94.º. Rui Oliveira (UAE Emirates) segue em 154.º, após cortar a meta em 160.º.

Na quinta-feira, os ciclistas saem de Llanars para uma ligação de 150,3 quilómetros a La Molina, de novo nos Pirenéus, com três contagens de montanha de primeira categoria, a última delas a coincidir com a meta.

Fonte: Record on-line

“Dylan Groenewegen vence Bruges-De Panne ao sprint”

Queda afastou vários candidatos

Foto: EPA/Arquivo

O holandês Dylan Groenewegen venceu esta quarta-feira ao sprint a 43.ª edição da prova Bruges-De Panne, pelo segundo ano realizada num só dia, batendo sobre a meta o colombiano Fernando Gaviria (UAE Emirates), segundo classificado.

Groenewegen demorou 4:36.32 horas a completar os 200,3 quilómetros da corrida, batendo Gaviria e o vencedor de 2018, o italiano Elia Viviani (Deceuninck-Quick Step), que hoje foi terceiro colocado e não conseguiu tornar-se apenas o sexto ciclista a vencer por mais de uma vez a prova.

Depois de uma queda que afastou vários candidatos, foi o holandês a bater-se melhor entre os velocistas 'resistentes', somando a quinta vitória da época, depois de um triunfo na Volta à Comunidade Valenciana, outro na Volta ao Algarve e dois no Paris-Nice.

O português Ivo Oliveira (UAE Emirates) chegou a 9.08 minutos do vencedor, no 142.º lugar, com outros nomes afetados pela queda, como o alemão Pascal Ackermann (BORA-hansgrohe), o espanhol José Joaquín Rojas (Movistar) e o dinamarquês Mads Pedersen (Trek-Segafredo).

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Seleções jovens pedalam em Espanha e em França”

José Carlos Gomes

A Equipa Portugal tem, no próximo fim-de-semana, dois compromissos internacionais que permitirão aos juniores de cross country olímpico (XCO) e às jovens ciclistas de estrada a competição em patamares de exigência mais elevada, fundamentais para a aquisição de experiência e para a formação competitiva.

A Equipa Portugal de XCO leva quatro juniores à prova pontuável para a UCI Junior Series que vai realizar-se em Marselha, França, no sábado e no domingo. No primeiro desses dois dias competem Diogo Neves (BTT Loulé/Elevis) e Tiago Sousa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) na corrida masculina, marcada para as 13h45. As juniores Ana Santos (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) e Daniela Campos (BTT Loulé/Elevis) entram em pista às 12h45 de domingo.

“É o início do percurso internacional destes meninos. Será importante, porque significa o início de um percurso que se deseja longo. Será, portanto, essencialmente um momento formativo, perante grande parte dos melhores juniores da Europa”, afirma o selecionador nacional de BTT, Pedro Vigário.

A Seleção Nacional Feminina faz a primeira incursão ao estrangeiro da época para correr, no domingo, a prova da Taça de Espanha, que vai realizar-se em Bajo Andarax. A selecionadora nacional, Ana Rita Vigário, apostou num coletivo muito jovem, com corredoras entre os 15 e os 19 anos.

Estão convocadas as cadetes Beatriz Roxo e Mariana Líbano (Maiatos), Beatriz Pereira (Bairrada) e Marisa Ferreira (Efapel/Escola de Ovar), as juniores Beatriz Martins (Bairrada) e Rafaela Ramalho (Maiatos) e as sub-23 Marta Branco (Maiatos) e Raquel Queirós (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão).

As cadetes partem às 8h30 para cumprir 42 quilómetros. As corredoras sub-23 vão integrar a prova de elite, que começa às 10h30 e tem 106 quilómetros. As juniores competem também nesta corrida, mas devendo completar 56 quilómetros.

“Esta prova insere-se no plano de preparação e formação da Equipa Portugal Feminina. Vamos participar com atletas muito jovens, algumas a viver a sua primeira experiência fora de Portugal”, explica Ana Rita Vigário.  

Fonte: FPC

“Sky deixou Froome à sua sorte: britânico caiu mas os colegas não esperaram por ele”

Aconteceu na Volta à Catalunha

Por: Ana Paula Marques

Foto: EPA

Raramente se vê Chris Froome ‘sozinho’ em corrida, ou seja, não estando rodeado pelos companheiros, principalmente quando sofre um contratempo, como furo ou queda. Pois bem, o britânico viu-se ontem entregue à sua sorte, quando caiu durante a 2ª etapa da Volta à Catalunha.

Froome não sofreu lesões preocupantes, tendo terminado a tirada na posição 161, a mais de 14 minutos do vencedor. Uma situação encarada com normalidade, dado os condicionalismos, mas também porque não é a aposta da Sky para lutar pela vitória no país vizinho.

E foi por esta razão que a equipa decidiu deixar Froome desenrascar-se sozinho quando sofreu a queda, porque os restantes ciclistas da equipa eram necessários para estarem ao lado daquele que é o líder para a corrida.

"Não podíamos pedir aos nossos rapazes para esperarem por ele [Froome], porque se fizéssemos isso teríamos menos dois ciclistas na subida final. Foi muito importante para o Egan ter esse apoio", explicou o diretor desportivo da Sky, Nicolas Portal, referindo ainda que o próprio Chris Froome deu indicações para os colegas não esperarem por ele.

O colombiano Egan Bernal, de 22 anos, é pois a arma da Sky para vencer a Volta a Catalunha, ele que também vai ser o chefe de fila da equipa para o Giro e é tido como um dos jovens mais promissores do pelotão mundial.

Na Catalunha e ao fim de duas etapas, Bernal é 7º da geral, a 2.47 minutos do belga Thomas De Gendt (Lotto Soudal), que ganhou esta vantagem depois de vencer isolado a etapa inaugural. Ontem, venceu o australiano Michael Matthews (Sunweb), batendo outros dos grandes candidatos à vitória, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), 2º da classificação geral (a 2.47 m).

E a etapa de hoje, a terceira, vai esclarecer muita coisa quanto a quem está na Catalunha para vencer. Uma etapa à medida dos trepadores colombianos, como Bernal e Nairo Quintana (6º da geral).

Froome, se passar bem a noite, será mais um para ajudar o jovem colega de equipa, à procura do seu primeiro grande resultado.

Fonte: Record on-line