segunda-feira, 3 de julho de 2017

“TRIATLO DE ESPOSENDE”

RICARDO BATISTA – 2ºlugar Absoluto

e Campeão Nacional de Triatlo em Cadetes

ESPOSENDE foi palco durante o fim-de-semana de 1 e 2 de Julho, da 6ªedição do Triatlo de “Esposende Um Privilegio da Natureza”, com realização de mais uma etapa do Campeonato Nacional de Triatlo Jovem, no sábado, e de uma etapa da Taça de Portugal no domingo, que foi simultaneamente a prova única do Campeonato Nacional de Triatlo para Cadetes e Juniores.

RICRADO BATISTA, alcançou o seu melhor resultado de sempre numa prova de triatlo a nível nacional, o 2ºlugar Absoluto, apenas atrás do Campeão Europeu de Triatlo em Juniores, Vasco Vilaça do Benfica, e sagrou-se Campeão Nacional de Triatlo em Cadetes. Ricardo Batista que tem vindo a dar boas indicações em treino, saiu da água destacadíssimo, e depois de um ciclismo bem trabalhado em grupo, aonde também se integrou o seu colega de equipa José Pedro Vieira, lançou-se para a corrida com a vontade de fazer a sua melhor prestação de sempre a nível interno.

JOSÉ PEDRO VIEIRA, alcançou também um excelente resultado, ao concluir esta prova no 8ºlugar Absoluto, e a sagrar-se Vice-campeão Nacional de Triatlo em Cadetes, o mesmo título obtido por CAROLINA SERRA, mas no escalão de Juniores, fruto do excelente 7ºlugar Absoluto obtido na competição feminina.

Por equipas, no setor masculino, o TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS conquistou com 3 atletas Cadetes, um brilhante 3ºlugar nesta esta etapa da Taça de Portugal de Triatlo, constituída por um 1ºsegmento de natação com 850m, seguido de um segmento de ciclismo em estrada de 19,8kms, e terminando com um segmento de corrida de 5.000m. Diogo Mendes, que também é Cadete de 1ºano, foi o 3ºelemento a fechar a equipa, obteve o 16ºlugar neste escalão, e foi 36º à geral.

CAMPEONATO NACIONAL TRIATLO

E no sábado dia 1 à tarde, realizou-se a 9ªetapa do Campeonato Nacional de Triatlo Jovem, com a presença de cerca de 400 atletas, divididos por 4 escalões (Benjamins, Infantis, Iniciados e Juvenis), os triatletas foram desafiados a percorrer distâncias que variaram entre os 50m de natação, 1km de ciclismo, 400m de corrida e os 300m de natação, 8km de ciclismo e 2km de corrida.

Mais uma vez esta época, a ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS, obteve um excelente 3ºlugar por equipas entre 30 clubes participantes, e nos 4 escalões em competição, os torrejanos também tiveram boas prestações individuais, apesar da forte ventania que se fez sentir durante toda a tarde de sábado, e que condicionou bastante a prestação dos jovens atletas, nomeadamente no segmento de ciclismo.

JOSÉ TADEIA em Iniciados foi o melhor atleta torrejano, conquistando o 4ºlugar, mas houve mais atletas a classificarem-se no TOP 10 nesta competição jovem. Em Benjamins, Rodrigo Vicente e Mateus Nascimento foram 9º e 10ºclassificados, Matilde Moita alcançou o 9ºlugar em Infantis, lugar idêntico para Constança Martins mas em Iniciadas.

No setor masculino, Francisco Carvalho terminou na 15ªposição em Infantis, e em Iniciados, Pedro Afonso Silva, João Nuno Batista, Martim Salvador e Vasco Santos foram 12º, 14º, 15º e 17ºclassificados.

Por último em Juvenis masculinos, Duarte Santos concluiu no 15ºlugar, Guilherme Marques e João Graça terminaram na 19ª e 27ªposições.

Fonte: ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“UF Santo Tirso - I Circuito Urbano Toupeira”

Por: Jorge Gomes

O I Circuito Urbano Toupeira de Bicicleta, realizou-se no passado sábado dia 1 de julho., com partida e término na sede do Núcleo do Sporting se Santo Tirso, cerca de 50 ciclistas cumpriram o I Circuito Urbano Toupeira, organizado pela União de Freguesias de Santo Tirso.

Este evento, integrado no Projeto das Bicicletas Citadinas Toupeiras da UF Santo Tirso, percorreu Santo Tirso, Couto Santa Cristina e São Miguel e Burgães. Com cerca de 10 kms de extensão todos os ciclistas participantes chegaram ao fim e cumpriram, num clima de boa disposição, este I Circuito Urbano Toupeira.


 

“Helena Carvalho 10ª em Altafulla”

A comitiva lusa, composta por sete triatletas, marcou presença na etapa da Taça da Europa de Triatlo em Altafulla. Um evento que recebeu alguns dos melhores triatletas a nível mundial e que ficou marcado pela beleza marítima da cidade catalã e pela exigência competitiva imposta sob o formato de percursos de desnível acentuado aliados ao calor intenso que se fez sentir.

Domingo, dia 2 de Julho, Helena Carvalho e Andreia Ferrum integraram o pelotão feminino e, juntamente com todas as senhoras em competição, deram inicio ao evento ao serem as primeiras a enfrentar as águas do mediterrâneo. No final de 750m de segmento inicial surgiam isoladas na frente duas atletas. A norte-americana Summer Cook fez-se acompanhar da brasileira Vittoria Lopes e as duas encabeçaram a competição feminina com uma vantagem que lhes permitiu gerir a posição de liderança. À saída da água Helena Carvalho posicionava-se com destaque no primeiro grupo perseguidor do duo americano onde se manteve até inicio da corrida. A triatleta portuguesa apresentou bons indicadores e após 20km de ciclismo e 5km de corrida cortou a meta na 10ª posição. Andreia Ferrum saiu um pouco mais atrasada da natação e, apesar de seguir no segundo grupo do ciclismo, cumpriu uma boa prestação no decorrer da prova e terminou no 14º lugar.

Summer Cook correu para a vitória e cortou a meta em primeiro lugar com uma vantagem superior a um minuto para a segunda classificada. A espanhola Inês Santiago cortou a meta no segundo lugar e a italiana Ilaria Zane foi terceira.

Na frente masculina o número de portugueses que procuraram em Altafulla a conquista de importantes pontos internacionais foi maior. Pedro Gaspar foi o primeiro triatleta luso à saída da água mas o azar da competição condicionou a sua presença. Em posição perfeita de disputar um dos principais lugares no grupo da frente da prova, Gaspar, 3º no final da natação, foi vítima de problemas mecânicos que o acabaram por afectar ao longo de todo o segmento de ciclismo. João Ferreira e Alexandre Nobre, ambos com boas prestações no segmento de natação, integraram o primeiro grupo do ciclismo onde disputaram a dureza dos percursos de desnível acentuado. Ferreira respondeu de melhor forma à intensidade do pelotão internacional e cumpriu uma boa corrida de 5km que lhe permitiu cortar a meta na 15ª posição. Alexandre Nobre terminou no 23º lugar. A competir no segundo grupo do ciclismo, André Dias cumpriu uma prova que lhe permitiu cortar a meta na 41ª posição. Gil Maia perdeu tempo valioso dentro de água e terminou a prova no 46º posto. Pedro Gaspar foi 52º.

A vitória na competição masculina foi levada a cabo por Uxio Abuin Ares. O triatleta internacional espanhol, que tem provado estar num bom momento de forma, cortou a meta à frente do seu colega de seleção Antonio Benito. Jordi Gracia, também espanhol, encerrou o pódio masculino na terceira posição.

Fonte: FTP

“Alhandra Sporting Club e Sport Lisboa e Benfica triunfam em Esposende”

Este fim-de-semana a cidade de Esposende foi palco de dois dias de competições que reuniram triatletas de todas as idades. Sábado, dia 1 de Julho, foi reservado aos mais novos e, consequentemente, dia de Campeonato Nacional Jovem. Uma etapa que ficou marcada pela vitória do Sport Lisboa e Benfica que dessa forma demonstrou intenção de continuar a disputar o campeonato. No domingo, 2 de Julho, as atenções estiveram voltadas para a realização de mais uma etapa da mítica competição da Taça de Portugal de Triatlo onde, por sua vez, o Alhandra Sporting Club foi dominante ao sair vitorioso nas frentes feminina e masculina.

Foram mais de quatro centenas o número de triatletas inscritos para disputar a nona etapa do Campeonato Nacional Jovem. Uma prova que, depois de três etapas consecutivas disputadas em aquatlo, voltou a trazer ao campeonato toda a magia da nossa modalidade. A prova ficou marcada por toda a irreverência, harmonia e vontade de competir dos nossos jovens triatletas que foram desafiados a percorrer distâncias entre 50m de natação, 1km de ciclismo e 400m de corrida e 300m de natação, 8km de ciclismo e 2km de corrida.

Ao longo da zona ribeirinha da foz do Cávado os triatletas do Campeonato Nacional Jovem competiram com as cores dos seus clubes vestidas e, entre todos os participantes, destacamos os vencedores dos distintos escalões. Nos Benjamins foram Ana Marcelino e David Teló, Sport Lisboa e Benfica, os primeiros a cortar a meta e a subir ao mais alto lugar do pódio. Cassilda Carvalho, Sport Lisboa e Benfica, e Manel Bartolomeu, Fátima Escola de Triatlo, venceram no escalão de infantis. Nos Iniciados, Bruna Belo, ACD Jardim da Serra, e Vasco Teló, Sport Lisboa e Benfica, triunfaram entre toda a concorrência. Enquanto Inês Rico, Alhandra Sporting Club, e Alexandre Silva, Sport Lisboa e Benfica, saíram vitoriosos no último escalão das competições Jovem, os Juvenis.

Em termos coletivos o Sport Lisboa e Benfica foi o grande vencedor. A formação lisboeta voltou às vitórias na competição nacional depois de um interregno de quatro etapas consecutivas. Etapas vencidas por parte do Alhandra Sporting Club que, em Esposende, terminou no segundo lugar do pódio e continua na liderança do CN Jovem. O último lugar do pódio foi conquistado por intermédio do Clube de Natação de Torres Novas que, por uma diferença de apenas 6 pontos, distanciou-se do Fátima Escola de Triatlo, quarto classificado.

Domingo foi dia de realização de mais uma etapa da Taça de Portugal de Triatlo. A histórica competição coletiva nacional trouxe até à cidade bracarense um enorme número de clubes e atletas que procuraram a conquista de importantes pontos e o usufruto de condições ímpares para a prática da modalidade. Com um percurso peculiar de natação, cumprida em linha a favor da corrente, e a paisagem natural da foz do Cávado como pano de fundo durante os segmentos de ciclismo e de corrida a prova ficou marcada pela oferta competitiva aliada à beleza natural.

Ao longo de 850m de natação, 19,5km de ciclismo e 5km de corrida a competição pela Taça de Portugal de Triatlo fez-se sentir nas duas frentes. Nas senhoras foi Ana Ramos a primeira a cortar a meta. A triatleta do Outsystems Olímpico de Oeiras registou um dos melhores parciais de corrida da prova e cortou a meta no primeiro lugar. Com a curta diferença de apenas um segundo Gabriela Ribeiro, Alhandra Sporting Club, foi a segunda mais rápida da competição feminina. Sendo o terceiro lugar do pódio ocupado pela sua colega de equipa Ana Filipa Ferreira.

Nos homens Vasco Vilaça, Sport Lisboa e Benfica, esteve em grande destaque ao sagrar-se vencedor do Triatlo de Esposende. O recente Campeão da Europa de Juniores confirmou a inegável qualidade que o consagrou como tal e destronou toda a concorrência no derradeiro segmento da competição. Ricardo Batista, Clube de Natação de Torres Novas, foi segundo classificado a apenas 8 segundos de Vilaça e Tiago Fonseca, Outsystems Olímpico de Oeiras, encerrou o pódio masculino na terceira posição.

Coletivamente a vitória foi levada a cabo pelo Alhandra Sporting Club que conquistou o lugar mais alto do pódio nas duas frentes da competição. Em femininos o Sporting Clube de Portugal e o Outsystems Olímpico de Oeiras completaram os lugares de pódio ao serem segundo e terceiro, respectivamente. O Outsystems Olímpico de Oeiras também esteve em destaque na competição masculina ao conquistar o segundo lugar. Em terceiro terminou o Clube de Natação de Torres Novas.

Em Esposende também houve espaço para a realização de uma Prova Aberta destinada a todos os interessados em participar. Apresentou-se como uma excelente oportunidade para quem procura dar os primeiros passos na modalidade e desafiou todos os participantes ao longo de 300m de natação, 8km de ciclismo e 2km de corrida. No final foram Niki, Varzim Sport Club, e Iván Vidal os primeiros a cortar a meta.

O VI Triatlo de Esposende – “Esposende um privilégio da natureza”, foi uma organização da Câmara Municipal de Esposende, em parceria com a Federação de Triatlo de Portugal, que se pautou pela oferta competitiva aliada à beleza natural. Recebemos perto de sete centenas de triatletas de todas as idades que aceitaram o convite de participar num belo evento de dois dias e que celebraram a nossa modalidade através da disputa de competições nacionais.

Fonte: FTP

“Peter Sagan vence terceira etapa”

Geraint Thomas segura camisola amarela

Por: Lusa

Foto: EPA

O ciclista eslovaco Peter Sagan (Bora-hansgrohe) impôs-se esta segunda-feira na dura chegada a Longwy, no final da terceira etapa da 104.ª Volta a França, cuja geral continua a ser comandada pelo britânico Geraint Thomas (Sky).

O bicampeão do mundo viu o pé saltar-lhe do pedal no lançamento do sprint, mas conseguiu segurar o triunfo, batendo o australiano Michael Matthews (Sunweb). O terceiro foi o irlandês Daniel Martin (Quick-Step Floors), que cumpriu os 212,5 quilómetros entre Verviers (Bélgica) e Longwy nas mesmas 5:07.19 horas que o vencedor.

O britânico Geraint Thomas (Sky), que chegou no pelotão a dois segundos, segurou a camisola amarela, e, na terça-feira, vai partir para a quarta etapa, uma ligação de 207,5 quilómetros entre Mondorf-les-Bains (Luxemburgo) e Vittel, com 12 segundos de vantagem sobre o segundo classificado da geral, o seu companheiro Chris Froome (Sky).

- Classificação da terceira etapa:

1. Peter Sagan, Svq (Bora-hansgrohe), 05:07.19 horas. (média: 41,488 km/h).

2. Michael Matthews, Aus (Sunweb), m.t.

3. Daniel Martin, Irl (Quick-Step Floors), m.t.

4. Greg Van Avermaet, Bel (BMC), m.t.

5. Alberto Bettio, Ita (Cannondale-Drapac), a 02 segundos.

6. Arnaud Démare, Fra (FDJ), m.t.

7. Jakob Fuglsang, Din (Astana), m.t.

8. Geraint Thomas, GB (Sky), m.t.

9. Chris Froome, GB (Sky), m.t.

10. Rafal Majka, Pol (Bora-hansgrohe), m.t.

11. Nairo Quintana, Col (Movistar), m.t.

12. Romain Bardet, Fra (AG2R La Mondiale), m.t.

(...)

14. Richie Porte, Aus (BMC), m.t.

17. Fabio Aru, Ita (Astana), m.t.

18. Alberto Contador, Esp (Trek-Segafredo), m.t.

54. Tiago Machado, POR (Katusha Alpecin), a 28.

- Classificação geral, após a terceira etapa:

1. Geraint Thomas, GB (Sky), 10:00.31 horas.

2. Chris Froome, GB (Sky), a 12 segundos.

3. Michael Matthews, Aus (Sunweb), m.t.

4. Peter Sagan, Svq (Bora-hansgrohe), a 13.

5. Edvald Boasson Hagen, Nor (Dimension Data), a 16.

6. Pierre Latour, Fra (AG2R La Mondiale), a 25.

7. Philippe Gilbert, Bel (Quick-Step Floors), a 30.

8. Michal Kwiatkowski, Pol (Sky), a 32.

9. Tim Wellens, Bel (Lotto Soudal), m.t.

10. Nikias Arndt, Ale (Sunweb), a 34.

(...)

20. Richie Porte, Aus (BMC), a 47.

21. Nairo Quintana, Col (Movistar), a 48

24. Romain Bardet, Fra (AG2R La Mondiale), a 51.

26. Fabio Aru, Ita (Astana), a 52.

27. Alberto Contador, Esp (Trek-Segafredo), a 54.

51. Tiago Machado, Por (Katusha), a 01.30 minutos.

Fonte: Record on-line

“Tecido aerodinâmico da Sky pode ter conferido vantagem no contrarrelógio”

Equipa alvo de críticas e UCI já estuda o polémico equipamento

Por: Luís Miroto Simões

Foto: Reuters

A Sky está debaixo de fogo na Volta a França. Em causa está o tecido usado no equipamento de quatro dos seus ciclistas, que pode ter conferido vantagem no contrarrelógio da etapa inaugural.

A tirada, de 14 km, foi ganha por Geraint Thomas, um dos ciclistas que usa o tecido Vortex. Segundo escreve o jornal 'As', especialistas defendem que este tipo de tecido aerodinâmico pode conferir até 20 segundos de vantagem numa etapa como a primeira do Tour.

O regulamento proíbe que o tecido do equipamento tenha quaisquer elementos adicionais, mas a Sky defende-se dizendo que a aerodinâmica em causa está integrada no próprio tecido. Ao contrário, as equipas FDJ e BMC defendem que o seu uso é ilegal.

Os comissários receberam uma queixa destas equipas, mas a mesma não foi atendida. Ainda assim, a UCI está a estudar a situação.

Nicolas Portal, diretor desportivo da Sky, disse que a sua equipa não é a única a usar aquela tecnologia e lembrou que o equipamento está dentro da legalidade: "Não teríamos corrido o risco de nos retirarem a vitória por fazer batota. Todo o material está homologado pela UCI.

A organização do Tour espera agora que a UCI se pronuncie sobre o caso, de preferência antes do contrarrelógio da penúltima etapa da prova.

Fonte: Record on-line

“EFAPEL em modo de homenagem”

Equipa ambiciosa para o Troféu Joaquim Agostinho

Entre quarta-feira e domingo, a EFAPEL vai correr em modo de homenagem. É o tributo que a equipa liderada por Américo Silva, e todas as que constituem o plantel, presta àquele que foi o maior ciclista português da história. Durante cinco dias, os oito corredores da formação de Ovar vão procurar o protagonismo no Troféu Joaquim Agostinho.

A competição de cariz internacional que se realiza na região Oeste é o próximo desafio da equipa EFAPEL. Última competição por etapas antes da Volta a Portugal, é a oportunidade para os comandados de Américo Silva voltarem a estar na discussão pelos triunfos e também para avaliar a forma em vista ao grande momento do ano.

“Mais uma vez iremos dar o nosso melhor para honrar a corrida e homenagear o melhor ciclista português de todos os tempos. O resultado será fruto do nosso momento actual sabendo que é também uma grande avaliação com vista a Volta a Portugal”, afirmou o director desportivo da EFAPEL, Américo Silva.

A prova começa com um prólogo em Turcifal, em formato de contra-relógio individual, na quarta-feira. Na quinta-feira a etapa liga Ventosa a Arruda dos Vinhos, numa distância de 140 quilómetros. No dia seguinte, está reservada uma chegada em alto. Os ciclistas partem de Sobral de Monte Agraço, percorrem 155 km e acabam em Montejunto. Com a entrada no fim-de-semana, os corredores cumprem uma etapa dividida em dois sectores. No sábado começam por pedalar 78 quilómetros entre Atouguia da Baleia e Vimeiro. Mais tarde cumprem 111 km no selectivo circuito de Torres Vedras. Para terminar, mais uma etapa com montanha no final. O pelotão sai de São Martinho do Porto e, ao fim de 162 km, chega ao parque eólico no Alto da Carvoeira.

Nome da prova

40.º GP Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho

Data

15 a 18 de Junho de 2017

Director desportivo

Américo Silva

Ciclistas

António Pereira Barbio (Contra-relogista/Rolador)

Álvaro Trueba (Contra-relogista/Trepador)

Bruno Silva (Trepador)

Daniel Mestre (Sprinter)

Henrique Casimiro (Trepador)

Jesus Del Pino (Trepador)

Rafael Silva (Rolador/Sprinter)

Sérgio Paulinho (Completo)

Fonte: Efapel

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “9º Passeio Mafra/Gare.2017”

OJornal de Ciclismo”, publicou a reportagem do evento: “9º Passeio Mafra/Gare.2017” realizada este domingo em Mafra, a mesma pode ser visualizada em: do evento: do evento: http://jornalciclismo.com/?p=45458  ou em: http://jornalciclismo.com  onde pode ainda visualizar outras notícias.

Reportagem no “O Praticante” do evento: “9º Passeio Mafra/Gare.2017”

O “O Praticante” publicou a reportagem do evento: “9º Passeio Mafra/Gare.2017” realizada este domingo em Mafra, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/cicloturismo-mafra-gare/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.