sábado, 25 de janeiro de 2020

“Troféu SUNLIVE – Taça de Portugal de Pista”

Joffrey Degueurce e Daniela Campos conquistam Taça de omnium

Por: José Carlos Gomes

O francês Joffrey Degueurce (Bison Sport/Commel) e a junior Portuguesa Daniela Campos venceram hoje a Taça de Portugal de Omnium, na categoria de elite, na sequência do Troféu SUNLIVE, terceira e última prova do troféu, disputada no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia.

A ausência dos corredores que estão, neste momento, a disputar a Taça do Mundo, no Canadá, e que, na semana passada competiram em Portugal, provocou alterações profundas no topo dos rankings de omnium na categoria de elite.

Entre os homens, o francês Joffrey Degueurce apresentava-se como o mais bem colocado entre os inscritos para hoje e fez jus ao estatuto. O gaulês ganhou o concurso de omnium, com 189 pontos, mais 15 do que Rodrigo Caixas (LA Alumínios-LA Sport) e mais 67 do que o basco Urko Semperena (Federación Gipuzkoana). Nas contas da Taça, Joffrey Degueurce foi o mais regular e leva o troféu para França.

A basca Eukene Larrarte (Gipuzkoa/Ogiberri) dominou o Troféu SUNLIVE no setor feminino, fechando a competição de hoje com 172 pontos. Teve a companhia no pódio da compatriota Naia Amondarain (Federación Gipuzkoana), com 130 pontos, e de Daniela Campos, também com 130 pontos. O resultado de hoje permitiu à júnior Daniela Campos sagrar-se vencedora da Taça de Portugal de Omnium na categoria de elite feminina.

Kimetz Etxabe (Federación Gipuzkoana) foi o melhor na competição júnior de omnium, concluindo o conjunto de quatro corridas com 143 pontos. Seguiram-se o compatriota Arklaitz Garmendia (Oriako TX Eskola), com 118 pontos, e Tomás Filipe Martins (LA Alumínios/SGR Ambiente/CCA Paio Pires), com 116. Esta terceira posição deu a Tomás Martins a conquista da Taça de Portugal.

Beatriz Roxo (NRV/Academia de Ciclismo de Paredes) foi a mais rápida nas provas de 500 metros e de scratch para juniores femininas, conquistando a Taça de Portugal nesta disciplina.

António Morgado (Anipura/GDM/Escola Alexandre Ruas) fez o pleno, ganhando todas as provas de scratch para cadetes da Taça de Portugal, assegurando a conquista do Troféu. Marta Carvalho (ExtremoSul/Hotel Alísios/Cenmais) também saiu invicta da luta pela Taça nas disciplinas de 500 metros e de scratch para cadetes femininas. Em 500 metros para cadetes masculinos impôs-se, hoje e na geral, João Martinho (Vilanovense/COREVA/DUOREP).

Em juvenis destacaram-se Paulo Fernandes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), em scratch, Jil Martins (ExtremoSul/Hotel Alísios/Cenmais), em 500 metros, e Raquel Dias (ExtremoSul/Hotel Alísios/Cenmais), em scratch e em 500 metros.

O Velódromo Nacional continua com atividade intensa até ao segundo fim de semana de fevereiro. Já na próxima semana, sábado e domingo, a infraestrutura de Sangalhos recebe o Campeonato Nacional. As provas englobam corridas desde os juvenis (Campeonato da Juventude) até aos masters, passando pelo paraciclismo e pelas competições de desporto universitário. No sábado vai correr-se entre as 10h30 e as 14h15 e entre as 15h00 e as 20h30. O programa de domingo estende-se das 10h00 às 16h25.

Fonte: FPC

“Nizzolo vence quinta etapa e Impey sobe à liderança do Tour Down Under”

A edição de 2020 do Tour Down Under termina no domingo, com a ligação entre McLaren Vale e Willunga.

O ciclista sul-africano Daryl Impey (Mitchelton-Scott) subiu hoje à liderança do Tour Down Under, na Austrália, após a quinta etapa, que foi ganha ao 'sprint' pelo italiano Giacomo Nizzolo (NTT).

No final dos 149,1 quilómetros entre Glenelg e Victor Harbor, Nizzolo impôs-se em 3:32.45 horas, à frente do seu compatriota Simone Consonni (Cofidis) e do irlandês Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep).

Beneficiando de cinco segundos de bonificação nos 'sprints' intermédios, Impey, vencedor das duas últimas edições da prova, subiu à liderança, ultrapassando por dois segundos o australiano Richie Porte (Trek-Segafredo). O australiano Robert Power (Sunweb) é terceiro, a nove.

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) terminou a etapa na 58.ª posição, a 1.05 segundos, e subiu ao 79.º posto da geral, a 9.41 de Impey.

A edição de 2020 do Tour Down Under termina no domingo, com a ligação entre McLaren Vale e Willunga (151,5 quilómetros), com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de primeira categoria.

Fonte: Sapo on-line

“Falecimento de Francisco Sousa”

Faleceu hoje 25 janeiro, aos 80 anos de idade, Francisco Sousa, sócio de mérito e ex-dirigente e impulsionador da Associação de Ciclismo do Minho.

O corpo está em câmara-ardente na Igreja Paroquial de São Jorge de Selho (Pevidém - Guimarães), realizando-se o funeral no dia 26 de janeiro (domingo), pelas 15h30. Após a celebração de Missa de corpo presente, irá a sepultar no Cemitério de Pevidém.

Francisco Sousa nasceu a 2 de setembro de 1939, em Guimarães, tendo desempenhado diversos cargos de direção na Associação de Ciclismo do Minho, assim como de Comissário (árbitro) e de liderança da Comissão de Juízes e Cronometristas e do Conselho Técnico da ACM. Francisco Sousa é pai do atual Diretor da ACM Armando Jesus Machado Sousa.

Pelos relevantes serviços prestados à modalidade, Francisco Sousa foi homenageado pela Associação de Ciclismo do Minho, em 27 de novembro de 2010, com a atribuição do título de Sócio de Mérito.

A Direção da Associação de Ciclismo do Minho apresenta as mais sentidas condolências à Família enlutada.

Fonte: ACM