quinta-feira, 14 de março de 2019

“Taça de Portugal (etapa 2) XXV Duatlo de Grândola”

É já no próximo domingo, dia 17 de março, que se irá realizar a segunda etapa da Taça de Portugal no XXV Duatlo de Grândola, uma prova aberta a federados e não federados que vai ser disputada em formato de contrarrelógio individual na distância sprint.

Esta é a segunda de oito etapas da Taça de Portugal, provas que serão realizadas em formato de duatlo e triatlo e que decorrerão ao longo do ano: a primeira prova realizou-se no III Triatlo de Cuba, no dia 10 de março, a terceira irá ter lugar no dia 28 de abril em Quarteira, a quarta etapa será no dia 8 de junho em Peniche, 16 de junho será a vez de Alhandra, a 7 de julho a taça será no Fundão, a 28 de julho em Coruche e a final desta competição está marcada para dia 7 de setembro, em Leiria.

Percurso do XXV Duatlo de Grândola:

1ª Corrida com 4.925 metros: A primeira corrida terá duas voltas em asfalto em boas condições, com algum desnível nas zonas dos retornos. Consiste num percurso circular entre dois retornos, o primeiro entre o Jardim 1º de Maio, onde se localiza a partida e o percurso circular no interior da Escola Secundária António Inácio da Cruz e o segundo entre o Complexo Desportivo Municipal José Afonso e a zona habitacional a Sul do Complexo.

Ciclismo com 18.600 metros: O segmento de ciclismo será realizado em asfalto em boas condições, sem desníveis consideráveis, entre o centro da Vila de Grândola e o circuito fechado da EN 261-1 onde se realizam 2 voltas, antes do regresso à área de transição.

2ª Corrida com 2500 metros: tem um percurso idêntico à primeira corrida, em sentido único, com uma única volta até à meta que se encontra instalada no estacionamento anexo ao Complexo Desportivo Municipal José Afonso.

O Duatlo de Grândola 2019 é uma organização da Câmara Municipal de Grândola e o Clube Amiciclo, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

Em 2018 o primeiro lugar foi para o Estoril Praia Credibom, seguido do Clube Praças da Armada que ficou em segundo e a terceira posição foi ocupada pelo OutSystems Olímpico de Oeiras

Vencedores em 2018: A vitória por equipas foi para o Sporting Clube de Portugal e o Estoril Praia Credibom em femininos e masculinos respetivamente e os vencedores individuais foram Katarina Larsson, do Sporting Clube de Portugal e o João Ferreira, do Estoril Praia Credibom.

Na época passada o Sporting Clube de Portugal venceu por equipas, o CNCVG ficou em segundo lugar e a terceira posição foi ocupada pela Escola de Triatlo Santo António de Évora

A FTP deseja a todos os participantes uma excelente prova!

Fonte: FTP

“Alaphilippe vence segunda etapa e Yates sobe à liderança da Tirreno-Adriático”

Segunda etapa conquistada pelo francês Julian Alaphilippe

Por: Lusa

Foto: EPA

O britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) subiu esta quinta-feira à liderança da Tirreno-Adriático, após a segunda etapa, conquistada pelo francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep).

Alaphilippe foi o mais rápido de um grupo de 33 ciclistas que chegaram na frente da corrida a Pomarance, 195 quilómetros após a partida em Camaiore, gastando 4:48.09 horas.

Apesar de a etapa terminar com uma contagem de montanha, acabou por ser um grupo alargado a chegar com o mesmo tempo, com o belga Greg Van Avermaet (CCC) a ser segundo e o italiano Alberto Bettiol (Education First) terceiro.

Os portugueses Rui Costa (UAE-Emirates), na 23.ª posição, Ruben Guerreiro (Katusha-Alpecin), na 27.ª, e José Gonçalves (Katusha-Alpecin), na 33.ª, terminaram no grupo da frente, enquanto Nelson Oliveira (Movistar) foi 41.º e perdeu 47 segundos.

Beneficiando do triunfo da Mitchelton-Scott no contrarrelógio coletivo da primeira etapa, Yates subiu à liderança, com o mesmo tempo do norte-americano Brent Bookwalter, seu colega de equipa, e mais sete segundos do que o eslovaco Primoz Roglic e do que o belga Lauren de Plus, ambos da Jumbo-Visma.

Rui Costa é o melhor português na geral, na 27.ª posição, a 1.19 minutos do topo, com Ruben Guerreiro (32.º) e José Gonçalves (33.º) a estarem a 1.38, e Nelson Oliveira a ser 42.º, a 2.19.

Na sexta-feira corre-se a terceira etapa, a mais longa desta edição, com 226 quilómetros a ligarem Pomarance e Foligno.

Fonte: Record on-line

“Kwiatkowski consolida liderança no Paris-Nice após contrarrelógio”

Na classificação geral, o campeão polaco tem 19 segundos de avanço sobre o colombiano Egan Bernal

Por: Lusa

Foto: Reuters

O polaco Michal Kwiatkowski (Sky) consolidou hoje a liderança do Paris-Nice, ao ser terceiro no contrarrelógio da quinta etapa, vencido pelo britânico Simon Yates (Mitchelton-Scott).

O vencedor da última Volta a Espanha gastou 30.26 minutos para vencer o 'crono' de 25,5 quilómetros, com partida e chegada em Barbentane, em França, menos sete segundos do que o alemão Nils Politt (Katusha-Alpecin) e 11 do que Kwiatkowski.

Na classificação geral, o campeão polaco tem 19 segundos de avanço sobre o colombiano Egan Bernal, seu colega de equipa na Sky, e 28 sobre o espanhol Luis León Sanchéz (Astana).

O português Amaro Antunes (CCC) foi 39.º na etapa, a 1.30 minutos de Yates, subindo ao 37.º lugar, a 12.37 de Kwiatkowski.

A sexta etapa do Paris-Nice corre-se na sexta-feira, entre Peynier e Brignoles, num percurso de 176,5 quilómetros.

Fonte: Record on-line