terça-feira, 2 de maio de 2017

“Agenda de Ciclismo”

DHI Internacional em Ribeira de Pena

A pista de Santa Marinha, Ribeira de Pena, recebe, no domingo, a quarta etapa da Taça de Portugal de Downhill (DHI), uma prova C2 internacional. Na véspera corre-se a Taça de Portugal de Cadetes, em Golães, Fafe, e em Torres Vedras, cidade que também acolhe a Taça de Portugal Feminina. 

Ainda que a animação, com os treinos e procedimentos regulamentares, chegue a Ribeira de Pena já na sexta-feira, é no domingo que se disputa a quarta prova da Taça de Portugal de DHI. Os corredores saem para a pista de 2,8 quilómetros às 11h00, acelerando na manga de qualificação. O tiro de partida para a final será dado às 14h00.

O sábado foi o dia escolhido para o desenvolvimento da Taça de Portugal de estrada, em femininas e em cadetes. A quarta prova pontuável para a Taça de Portugal Feminina está marcada para as 16h00, tendo como local de partida e de chegada o Parque Verde da Várzea, em Torres Vedras. Será uma corrida disputada em circuito. As ciclistas de elite completarão 12 voltas, totalizando 61,2 quilómetros, as juniores terão pela frente nove voltas e 45,9 quilómetros, ficando as cadetes e as masters com a incumbência de pedalarem ao longo de sete voltas e 35,7 quilómetros.

A Taça de Portugal de Cadetes tem o fim da sua fase inter-regional também no sábado. As equipas da zona centro-sul competem em Torres Vedras, a partir das 13h30, no mesmo circuito que receberá, mais tarde, as femininas. Vão completar 61,2 quilómetros.

Os cadetes nortenhos encontram-se em Golães, Fafe, com a prova da Taça de Portugal a integrar o programa do prémio de ciclismo local, que homenageia o antigo ciclista José Martins. A corrida da Taça tem 70 quilómetros e arranca às 14h00.

Mais eventos Oficiais

6 de maio, 7h30: NGPS Pelos Trilhos do Lidador, Óbidos

6 de maio, 9h00: Passeio BTT do Centenário do Falecimento de Hermenegildo Capelo, Palmela

6 de maio, 16h00: X BTT da Liberdade, Assumar, Monforte

7 de maio, 9h00: 4.ª Maratona BTT Joaquim Agostinho, Silveira, Torres Vedras

7 de maio, 9h00: 9.ª Maratona BTT "Só Vai Quem Quer", Cercal, Santiago do Cacém

7 de maio, 9h30: Campeonato do Algarve de XCO

7 de maio, 9h30: Encontro Regional de Escolas e XCO, Caldas da Rainha

7 de maio, 9h30: Encontro de Escolas de BTT de Alface, Estói, Faro

7 de maio, 14h00: 20.º BTT Gondar Jovem, Guimarães

7 a 14 de maio, Transportugal

Fonte: FPC

“Ranking Ciclista do Ano”

Rinaldo Nocentini continua na dianteira

O italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) continua, pelo terceiro mês consecutivo, na frente do Ranking Ciclista do Ano, após um mês de abril em que os homens da dianteira praticamente não pontuaram.

O experiente transalpino chegou ao final de abril com os mesmos 448 pontos com que fechara o mês anterior. O algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto) permanece no segundo posto, 432 pontos, mais sete do que no fim de março. O terceiro lugar também tem o mesmo dono desde a anterior atualização, Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), com 260 pontos.

O bom desempenho da Volta à Bairrada e no Grande Prémio de Mortágua, as duas provas da Taça de Portugal já realizadas, valeu a Antonio Angulo (LA Alumínios-Metalusa BlackJack) a entrada para a quinta posição e ao basco Xuban Errazquin (RP-Boavista) a subida ao posto de melhor sub-23.

 A maior mudança de abril deu-se no topo do Ranking Equipa do Ano, no topo do qual passou a figurar a W52-FC Porto, que substituiu nesta posição o Sporting-Tavira. Segue-se o Louletano-Hospital de Loulé.

Ranking Ciclista do Ano

1.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), 448 pontos

2.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), 432

3.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), 260

4.º Sérgio Paulinho (Efapel), 170

5.º Antonio Angulo (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), 160

6.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), 158

7.º Daniel Mestre (Efapel), 123

8.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista), 101

9.º Xuban Errazquin (RP-Boavista), 87

10.º Francisco Campos (Miranda/Mortágua), 80

Ranking Equipa do Ano

1.ª W52-FC Porto, 686

2.ª Sporting-Tavira, 648

3.ª Louletano-Hospital de Loulé, 364

4.ª LA Alumínios-Metalusa BlackJack, 348

5.ª Efapel, 328

Fonte: FPC

“2ª edição da Resistência Peruf”


No passado dia 25/04, os atletas do Intercaimabike, Carlos Almeida, Laura Bastos, Marcelo Sousa, Filipe Ferreira, Filipe Tavares, Eduardo Almeida, Marcelo Almeida e Nuno Almeida, participaram na 2ª edição da Resistência Peruf, realizada em Pigeiros, Santa Maria da Feira a contar para 2ª etapa troféu BIKE CHALLENGE RESISTÊNCIAS Terras de Santa Maria.

Pelas 9 horas da manhã, os 170 participantes deixaram uma nuvem de pó na partida desta 2ª edição das 3 horas de resistência em BTT, enquanto iniciavam um percurso de com uma extensão aproximada de 5,5kms. Percurso bem marcado, num circuito sobe e desce constante, com estradões rápidos e singletracks bem desenhados nos meio da vegetação e perto da meta uma pista com algumas lombas.

Resultados Intercaimabike:

Laura Bastos e Carlos Almeida - Pódio com 2º lugar duplas Mix com 10 voltas em 3h05m

Marcelo Sousa e Filipe Ferreira - 8º lugar em duplas masculinas com 11 voltas em 3h16m

Eduardo Almeida e Filipe Tavares - 10º lugar em duplas masculinas com 10 voltas em 3h03m

Marcelo Almeida - 10º lugar Elite e 60º da geral Individual com 10 voltas em 3h04m

Nuno Almeida - 7º Master B e 29º da geral Individual com 11 voltas em 3h04m

Boa organização em geral e pessoal simpático, prova decerto a repetir.

Aos apoiantes e patrocinadores, pela confiança e por acreditarem no nosso projeto INTERCAIMABIKE 2017/2018, o nosso muito obrigado; Lojas daVisão, Tavares auto, Polisport, Leirinox, Polivale, Crédito Agrícola Vale de Cambra, Município de Vale de Cambra, Freguesia São Pedro Castelões, Associação Inter Caima Pinheiro Manso

Fonte: IntercaimaBike



 

“ASFIC Em Vila Vila Chã de Ourique – Cartaxo”


A equipa de ciclismo ASFIC GRUPO PARAPEDRA / DINAZOO / RIOMAGIC, vence pela terceira vez consecutiva em Vila Vila Chã de Ourique – Cartaxo.

A formação da ASFIC Grupo Parapedra/Dinazoo / Riomagic bastante participou com 7 unidades nas duas corridas, categorias Masters 40/ 50 e Elites/Masters 30. Rui Rodrigues, Humberto Careca, Anibal Santo, João Porela, Luis Vicente, Hugo Feijão e Nuno Manso.

Na prova dos Masters 40/50 alinharam 9 equipas e vários atletas individuais, para percorrer um total de 15 voltas ao circuito. Nesta categoria esteve presente Rui Rodrigues, Humberto Careca e Anibal Santo.

Nesta categoria a corrida andou a um ritmo elevado. De inicio a Asfic atacou a corrida por Anibal Santo, que andou sozinho cerca de 3 voltas. Quando o Atleta da ASFIC foi apanhado pelo pelotão, Rui Rodrigues atacou forte durante 1 volta, mas não conseguiu fugir ao pelotão. Quando Rui Rodrigues abrandou, Humberto Careca saltou para a fuga, conseguiu alguma vantagem sobre o pelotão, chegando a ter quase 2 mitutos de vantagem. Até ao final da corrida, o pelotão não conseguiu apanhar Humberto careca, que cortou a meta sozinho e com mais de 1 minuto de vantagem sobre o pelotão

Na categoria de Elites/Masters 30, alinharam também 9 equipas e alguns ciclistas individuais, para percorrer um total de 20 voltas ao circuito. Nesta categoria estiveram presentes os atletas da ASFIC  João Porela, Luis Vicente, Hugo Feijão e Nuno Manso.

A prova arrancou a uma velocidade alucinante, tendo rodado o pelotão inicialmente compacto, e houve muitos ataques ao longo de toda a prova. A ASFIC tentava gerir a corrida, pois adivinhava-se que a mesma chegasse ao sprint, tendo a  equipa como finalidade colocar o João Portela para discutir o sprint final com os seus adversários. Até a entrada no gancho para os últimos 200 metros para a meta, tudo corria como planeado pela equipa. João Portela, quando se encontrava junto aos 2 ciclistas adversários para dobrar o gancho e entrar nos últimos 200m, arriscou, entrou com mais velocidade, a roda traseira resvalou levando o João Portela a desencaixar o pé dos pedais e a ficar fora de discutir o sprint final.  Ainda assim, Hugo feijão cortou a meta em 4º lugar.

ASFIC dedica este resultado a Jorge Letras, que não pode estar presente por um motivo marcante na sua vida pessoal, que foi pai e encontrar-se a viver as emoções de ser pai pela primeira vez com a  sua esposa e o seu recém-nascido filho.

Agradecemos a todos os patrocinadores, que acreditaram neste projeto e nesta equipa, ajudando e confiando que era possível sentir o sabor do “gosto” destas vitórias.

Fonte: ASFIC

“Sky suspende Gianni Moscon por insultos racistas”

Italiano 'atirou-se' a Kévin Reza, Gianni Moscon (à esquerda) foi suspenso por seis semanas

Por: Lusa

Foto: Getty Images

O italiano Gianni Moscon foi esta segunda-feira suspenso durante seis semanas pela Sky, por ter dirigido insultos racistas ao francês Kévin Reza, da FDJ, durante a recente Volta à Romandia em bicicleta.
A equipa britânica anunciou ainda que, além desta sanção disciplinar, fez um pedido formal ao corredor, quinto no passado Paris-Roubaix, para que ele frequente um "curso de sensibilização para a diversidade".
"O Gianni pediu desculpa ao Kévin Reza depois do sucedido. Voltou a fazê-lo a ele e à sua equipa na manhã seguinte, tendo este sido aceite", refere a Sky, acrescentando que o seu corredor "sabe que não há desculpa para o seu comportamento e qualquer reincidência vai resultar na rescisão de contrato".
A Sky não retirou o corredor italiano, de 23 anos, da corrida helvética, que terminou no domingo, após acordo com a FDJ.

Fonte: Record on-line