quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

“Taça do Mundo de Pista/Ivo e Rui Oliveira lutam por pontos na Bielorrússia”

Por: José Carlos Gomes

Os gémeos Ivo e Rui Oliveira representam a Equipa Portugal, entre sexta-feira e domingo, na última etapa da Taça do Mundo de Pista, que se realiza em Minsk, Bielorrússia.

A dupla já medalhada em Europeus de elite partiu com uma missão específica: conquistar o máximo de pontos possível nas disciplinas em que participa, tentando assegurar a qualificação para o Campeonato do Mundo de Elite, que irá realizar-se em Apeldoorn, Holanda, entre 28 de fevereiro e 4 de março.

Ivo Oliveira será o primeiro a competir, já na sexta-feira, cerca das 16h30, na corrida por pontos. O vice-campeão europeu de perseguição individual corre a qualificação desta disciplina, entre as 7h00 e as 8h00 de sábado, disputando a final, em caso de apuramento, às 14h00. Ainda no sábado, às 17h25, disputa-se a prova de Madison, na qual Ivo Oliveira fará dupla com o irmão.

No domingo, dia de encerramento da Taça do Mundo, Rui Oliveira competirá no concurso olímpico de omnium, entre as 10h00 e as 17h00. Ivo Oliveira entra em pista para a final de scratch, às 17h45.

As provas do próximo fim-de-semana são as últimas a pontuar para os rankings de qualificação para o Campeonato do Mundo. Das disciplinas em que os portugueses alinham em Minsk, as maiores hipóteses de apuramento são em omnium, perseguição individual, corrida por pontos e scratch. No próximo fim-de-semana também se disputa o Campeonato Nacional de Pista, no qual os pontos serão também contabilizados para efeitos de ranking de qualificação.

(Todos os horários são provisórios e apresentados segundo a hora portuguesa)

Fonte: FPC

“Mobilidade sustentável/Póvoa de Varzim vai construir 5 km de ciclovia”

Por: Pedro Venâncio

A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim vai avançar com a construção de mais cinco quilómetros de ciclovia de modo a ligar a cidade ao concelho de Famalicão. Aires Pereira, presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, destacou o projeto como parte integrante da candidatura do município a fundos comunitários, no âmbito do PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Municipal.

O plano é que, até 2020, a nova ciclovia seja uma realidade, ficando a Póvoa de Varzim “praticamente coberta em termos de vias de circulação para bicicletas”, destacou o autarca. O responsável explicou ainda que existem “três eixos a merecerem intervenção: a criação de uma ciclovia, paralela à via B, que atravessará toda a cidade; uma outra de interligação entre o Parque da Cidade e a zona da marginal; e uma de ligação entre a zona das escolas e o cento da cidade e a estação de metro”.

Incluído neste projeto, Aires Pereira aponta um investimento de 2,5 milhões de euros na recuperação da ciclovia entre a Póvoa de Varzim e Famalicão. “Vamos proceder a uma significativa remodelação, nomeadamente no piso e na sinalética, sendo feito em parceria de compatibilização com a autarquia de Famalicão, para que toda via fique uniforme”, referiu o autarca citado pelo Porto Canal.

Fonte: portocanal.sapo.pt/Transportes em Revista On-line

“ASFIC ESTAGIA NO HOTEL MAR E SOL, EM SETÚBAL, NO PRÓXIMO Fim-de-semana”

No próximo fim-de-semana, 20 e 21 de janeiro, a ASFIC irá realizar um estágio em Setúbal, ficando hospedada no Hotel Mar e Sol.

Este estágio é promovido pelo referido hotel, situado no centro da cidade de Setúbal, que este ano se juntou ao grupo de patrocinadores da nossa equipa, sendo um local de excelência e perfeição, para os atletas e staff da ASFIC.

O intuito deste estágio passa por permitir uma maior aproximação entre atletas, com a finalidade de vulcanizar o espirito e harmonia de grupo.

Na manhã dos dois dias A equipa realizará dois treinos, a percorrer no distrito de Setúbal.

Os treinos de conjunto servem para um melhor conhecimento tático entre os ciclistas que compõem a equipa, e uma avaliação das condições físicas dos atletas por parte do treinado.

A equipa também irá reunir no auditório do hotel para definir algumas estratégias e prioridades, bem como a sua data de apresentação à população riomairense.

Fonte: ASFIC

“Agenda de Ciclismo”

Mais de 300 corredores competem na pista e no ciclocrosse

Fonte: José Carlos Gomes

O inverno não significa ausência de atividade velocipédica e o próximo fim-de-semana é um exemplo paradigmático, colocando em competição mais de 300 corredores, distribuídos por duas provas: o Campeonato Nacional de Pista, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia, sábado e domingo, e o Ciclocrosse Internacional de Valongo, última prova da Taça de Portugal, a disputar no Parque Aventura da Lipor, em Ermesinde, domingo.

O Campeonato Nacional de Pista vai juntar perto de 200 corredores, que vão bater-se pelos 31 títulos nacionais em disputa, nas categorias de elite, juniores, cadetes, masters e paraciclistas, masculinos e femininos.

As provas são de acesso livre e gratuito ao público, que terá oportunidade de assistir às corridas entre as 10h00 e as 13h00 e entre as 15h30 e as 21h00 de sábado e entre as 9h30 e as 15h00 de domingo.

O Parque Aventura da Lipor, em Ermesinde, recebe no domingo a primeira corrida internacional de ciclocrosse alguma vez realizada em Portugal, o Ciclocrosse Internacional de Valongo. Este evento irá também colocar um ponto final na Taça de Portugal, esperando-se competitividade a rodos, até porque está em aberto a vitória em seis categorias: elite feminina, juniores e cadetes masculinos, masters 30, masters 40 e masters femininas.

Como prova internacional, a corrida do próximo domingo, que irá juntar mais de 150 praticantes, terá um programa mais extenso do que é normal em Portugal. Os juvenis entram em pista às 9h30, meia hora antes dos masters e dos não federados. Os cadetes e os juniores masculinos competem às 11h00 e todas as femininas entram em liça às 12h00. A corrida de elite e de sub-23 masculinos acontece às 14h30.

Mais eventos oficiais

21 de janeiro, 9h30: Raid BTT da Junqueira, Vila do Conde

Fonte: FPC

“Rinaldo Nocentini, do Sporting-Tavira, vence terceira etapa no Gabão”

Por: Ana Paula Marques

O italiano Rinaldo Nocentini, do Sporting-Tavira, venceu esta quarta-feira, a terceira etapa da Tropicale Amissa Bongo, no Gabão.

A etapa foi discutida ao sprint, com Nocentini a bater o francês Damien Gaudin, da Direct Energie, e o australiano Brenton Jones, da Delko, que se mantém na liderança.

Com esta triunfo, Rinaldo Nocentini subiu ao terceiro lugar da classificação geral, estando a três segundos de Jones.
Fonte: Record on-line

“Caleb Ewan arrebata liderança da Tour Down Under ao vencer 2.ª etapa”

Rui Costa foi o primeiro português a cruzar a meta em 19.º lugar

Por: Lusa

Foto: EPA

O australiano Caleb Ewan (Mitchelton-Scott) assumiu esta quarta-feira a liderança da Tour Down Under, ao vencer a segunda etapa da corrida velocipédica australiana, destronando o alemão Andre Greipel (Lotto Soudal), que se atrasou e falhou o sprint final.

Depois do segundo lugar na etapa inicial, Ewan partiu para a tirada a quatro segundos de Greipel, mas o triunfo nos 148,6 quilómetros da segunda tirada, entre Unley e Stirling, asseguraram-lhe o primeiro posto.

O australiano concluiu a viagem em 04:03.55 horas, impondo-se após uma ligeira subida ao sul-africano e companheiro de equipa Daryl Impey, segundo classificado, ao compatriota Jay McCarthy (Bora-hansgrohe), terceiro, e ao eslovaco Peter Sagan (Bora-hansgrohe), que acabou em quarto depois de ter sido o primeiro a arriscar o sprint.

Rui Costa (UAE Team Emirates) foi o primeiro português a cruzar a meta, na 19.ª posição, com o mesmo tempo do vencedor, tal como Ruben Guerreiro (Trek-Segafredo), que foi 24.º.

Nelson Oliveira (Movistar) concluiu a tirada no 61.º posto, a 32 segundos, Tiago Machado (Katusha Alpecin) no 65.º, a 54 segundos, enquanto Nuno Bico (Movistar) foi 71.º, cedendo 01.04 minutos, e José Gonçalves (Katusha Alpecin) 87.º, a 03.26.

Na classificação geral, Ewan lidera com 10 segundos de vantagem sobre Impey, segundo colocado, e 12 sobre Sagan e McCarthy, enquanto o anterior líder, Greipel, que descolou do pelotão na última subida do dia, perdeu 07.27 minutos e ocupa o 100.º posto.

Entre os portugueses, Costa e Guerreiro são os mais bem colocados, a 16 segundos do líder, nas 17.ª e 28.ªs posições, à frente de Oliveira, 60.º a 48 segundos, Machado, 66.º a 01.10 minutos, Bico, 70.º a 01.20, e Gonçalves, 86.º a 03.42.

Na terceira etapa, o pelotão da primeira prova do ano do World Tour vai enfrentar os 120,5 quilómetros entre Glenelg e Victor Harbor.

Fonte: Record on-line

“Fábio Silvestre cai na Tropicale Amissa Bongo”

Sporting-Tavira sofre baixa em África

Por: Ana Paula Marques

A equipa do Sporting-Tavira ficou reduzida a cinco unidades na tropicale Amissa Bongo, depois da desistência terça-feira de Fábio Silvestre devido a queda. O ciclista português caiu na abordagem à meta, na segunda etapa, sofrendo uma fissura numa perna.

Foi visto, numa primeira instância, no hospital local, em Fougamou, tendo sido depois evacuado para uma unidade hospitalar da capital do Gabão, Libreville. Fábio Silvestre regressa agora a Portugal, via Paris, para ser operado à tíbia, devendo por isso falhar a Volta ao Algarve, em fevereiro.

A segunda etapa foi de novo discutida ao sprint, com o galego Alejandro Marque a ser o melhor entre a equipa portuguesa, ao cortar a meta no 11.º lugar. Os restantes elementos do Sporting-Tavira também chegaram integrados no pelotão, com o mesmo tempo do vencedor, o australiano Brenton Jones (Delko).

Na classificação geral, o vencedor da Volta a Portugal de 2013 tem igual estatuto, estando em 15.º, a 14 segundos alemão Lucas Carstentsen (Bike Aid).

Coletivamente, o Sporting-Tavira, que escolheu África para antecipar a abertura da época na Volta ao Algarve, é sexta, entre 15 formações.

Fonte: Record on-line