sexta-feira, 8 de junho de 2018

“Formação Paratriatlo acreditada pelo IPDJ”

No dia 7 de julho irá realizar-se no Centro de Estágios de Rio Maior uma sessão de formação em Paratriatlo.

Com o tema ‘Metodologia e Planeamento do Treino e Organização de Eventos’, esta formação em Paratriatlo é aberta a treinadores, atletas, dirigentes e todos os que tiverem interesse na área.

Esta formação, organizada pela Associação de Treinadores de Triatlo de Portugal (ATTP), será ministrada por Ivan Razeira, treinador da Seleção Brasileira e por Rivaldo Martins, responsável pelo Paratriatlo na Confederação Brasileira. Ambos têm uma larga experiência em Taças do Mundo, Campeonatos do Mundo e nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016.

A seleção brasileira de paratriatlo estará nessa altura a estagiar em Portugal, no Centro de Estágios de Rio Maior, durante cerca de um mês, em preparação para eventos internacionais de qualificação para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020, permitindo assim também o contacto com alguns dos paratriatletas de Seleção, nomeadamente com Fernando Aranha que competiu nos Jogos Paralímpicos do Rio2016.

Esta sessão de formação em Paratriatlo terá o seguinte programa:

8h30 Receção dos participantes

9h00 Sessão de abertura

9h30 Paratriatlo – História e regulamentação com Rivaldo Martins, Coordenador de Paratriatlo na Cbtri

11h Coffe Break

11h15 Metodologia e Planeamento do Paratriatlo com Ivan Razeira, Treinador da Seleção Paratriatlo na Cbtri

12h30 O dia a dia de um paratriatleta – Mesa redonda com Paratriatletas Cbtri

13h Almoço

14h Organização de eventos – particularidades do Paratriatlo com Rivaldo Martins, Coordenador de Paratriatlo na Cbtri

16h Sessão prática na pista com Ivan Razeira, Treinador Seleção de Paratriatlo

18h Encerramento da sessão

Com a inclusão do paratriatlo no programa dos Jogos Paralímpicos Rio de Janeiro 2016, a criação de oportunidades competitivas e de treino para os paratriatletas tem vindo a crescer de forma significativa. A ATTP considera esta temática de grande importância e pretende com esta formação criar um espaço de partilha de conhecimento e debate com alguns agentes desportivo.

Pode obter mais informações através do email: geral.attp@gmail.com ou pelo tel. 925 009 013

Fonte: FTP

“CRITÉRIO DO DAUPHINÉ: GERAINT THOMAS SOBE AO COMANDO”

Daniel Martin triunfa na 5.ª etapa

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha

O britânico Geraint Thomas (Sky) assumiu esta sexta-feira a liderança do Critério do Dauphiné, após a realização da quinta etapa da prova francesa, vencida pelo irlandês Daniel Martin (UAE-Team Emirates).

Martin completou os 129,5 quilómetros da tirada realizada entre Grenoble e Valmorel em 3:21.19 horas, batendo Thomas por quatro segundos e o britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) por 15, ciclistas que terminaram no segundo e terceiro lugares.

Thomas desalojou da liderança da prova o italiano Gianni Moscon, colega de equipa na Sky, que não foi além da 21.ª posição na etapa, a 1.13 minutos de Martin, tendo caído para a terceira posição da classificação geral, atrás do compatriota Damiano Caruso (BMC)

O português Tiago Machado (Katusha-Alpecin) subiu do 62.º para o 51.º lugar na geral individual, a 22.48 minutos de Thomas, depois de hoje ter chegado a Valmorel - onde estava instalada uma contagem de montanha de categoria especial - em 44.º, a 6.97 minutos do vencedor.

Na sexta-feira realiza-se a sexta e penúltima etapa do Critério do Dauphiné, entre Frontenex e La Rosière Espace San Bernardo, na extensão de 110 quilómetros, com quatro contagens de montanha, entre as quais duas de categoria especial e uma de primeira categoria, a coincidir com a meta.

Fonte: Record on-line

“RUI COSTA FALHA VOLTA À SUÍÇA”

Para não pôr em causa a presença no Tour

Foto: EPA

O ciclista português Rui Costa (UAE Emirates) vai falhar a Volta a Suíça, para não acelerar a recuperação de uma lesão ao joelho e pôr em causa a presença no Tour.

"Decidimos que ainda não era altura de eu competir porque o joelho ainda não está no seu normal. A dureza da Suíça poderia prejudicar todo o trabalho de recuperação que tenho vindo a fazer. A vontade era de correr, mas podíamos pôr em causa a próxima corrida [Volta a França]", escreveu Rui Costa, na sua página oficial no Facebook.

Rui Costa já venceu por três vezes a Volta a Suíça, de 2012 a 2014, falhando este ano a prova, na qual vão estar Nelson Oliveira (Movistar) e José Gonçalves (Katusha-Alpecin).

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Portugueses muito ativos no arranque do Saarland Trofeo”

Prova por etapas para a categoria júnior disputada na Alemanha iniciou-se com etapa vespertina cumprida em circuito. Hélder Gonçalves esteve no ataque decisivo que deu a vitória ao dinamarquês Frederik Wandahl

A Seleção Nacional Júnior iniciou a sua campanha no Saarland Trofeo de forma muito ativa estando presente em grande parte das movimentações importantes da etapa inaugural. Nos 110 km entre as localidades de Neunkirchen e Münchwies, no estado de Sarre, no sudoeste da Alemanha, os convocados por José Poeira mostram ambição e desenvoltura não obstante a maioria "estreante" da seleção em provas da Nations Cup.

Na corrida em duplo circuito, de duas voltas e mais três voltas, Rodrigo Caixas foi dos primeiros a evidenciar passando em terceiro num sprint intermédio. Guilherme Mota foi o seguinte a passar ao atacando ao km 65 na companhia de um corredor holandês.

A iniciativa não teve sucesso - a maioria das fugas não conseguiu mais do que 20 segundos de vantagem - e deu lugar, mais tarde, a nova ofensiva de Pedro Andrade já perto do marco quilométrico 100.

Por fim, foi a vez de Hélder Gonçalves integrar nova ofensiva ainda que o corredor minhoto tenha ficado com mel nos lábios. Atacou na companhia do dinamarquês Frederik Wandahl mas seria este vencer a etapa dado que o português claudicou nos a pouco mais de cinco quilómetros da meta.

Na classificação do dia o melhor português foi Pedro Andrade, 20.º classificado, a seis segundos do vencedor. Coletivamente. a Seleção Nacional é a 10.º classificada entre as 19 seleções participantes.

"Foi um bom arranque de competição tendo em conta que se trata de uma prova por etapas e que tudo está ainda em aberto. Esta primeira etapa a parte final, o Hélder esteve na base da movimentação decisiva da etapa enquanto foi muito movimentada e a maioria dos corredores demonstraram boas sensações. No que o Guilherme Mota teria feito melhor não ficasse numa queda no último quilómetro que lhe partiu o sapato. Tendo em conta o esperado nível de adaptação a prova deste calibre e acrescendo que quatro dos seis selecionados são estreantes classificaria esta primeira etapa como positiva", mediu José Poeira, selecionador nacional.

A segunda etapa ligará esta sexta-feira, ao final da tarde e em 99 km quilómetros, as localidades de Mandelbachtal a Blieskastel.

 

CLASSIFICAÇÃO - 1.ª etapa

Média de 39,8 km/h

1.º Frederik Wandahl (Dinamarca), 2h56m52s

(...)

20.º Pedro Andrade, a 6s

37.º Guilherme Mota, mt

39.º Hélder Gonçalves, mt

68.º Rodrigo Caixas, a 34s

74.º Antonio Ferreira, a 40s

80.º Digo Barbosa, a 49s

Fonte: FPC

“É já no próximo domingo…”

4º Passeio Vitória Clube de Lisboa.2018

Dia 10 de junho de 2018

Texto: José Morais

Foto: Notícias do Pedal/Vitória Clube de Lisboa

Vai para a estrada no próximo dia 10 de junho, o 4º passeio de cicloturismo do Vitória Clube de Lisboa, um evento do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB). 

O evento tem concentração marcada para as 8 horas no Campo do Vitória, à Picheleira, com a saída marcada para as 9 horas, com um percurso com cerca de 60 quilómetros pela capital, num passeio que muito promete, cheio de muita animação, e surpresas.

Informações e inscrições: Telefone: 966 287 689 ou pelo mail: vclcicloturismo@gmail.com

Marque já na sua agenda, e venha participar num passeio que muito promete, venha descobrir Lisboa de maneira calma e sem stress, um passeio que a Revista Notícias do Pedal recomenda, e onde marcará presença, para mais uma reportagem completa do evento.