terça-feira, 21 de março de 2017

“12º Passeio de BTT Solidário ISCPSI/Acreditar”

Dia 9 de Abril de 2017

A “Acreditar” Associação de Pais e Amigos das Crianças com Cancro, tem uma referência nacional desde 1994, tratando crianças e jovens, em todos os momentos da doença, a fim de tentar garantir todos os direitos, promovendo a qualidade de vida dessas crianças, como das suas famílias, sendo sem dívida uma rede de partilha de afetos, de solidariedade, que ajuda a suportar e a ultrapassar, da melhor forma, o grande desafio que é o cancro infantil.

Para ajudar esta causa, onde os objetivos é de ajudar a “Acreditar”, uma Associação que diariamente acompanha estas crianças, como pais e amigos, sendo uma forma de ajudar estes a lutar, mostrando-lhes que existem muitos motivos para “ACREDITAR”, e que existe sempre a esperança.

O Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI), um estabelecimento de Ensino Superior Universitário que forma os Oficiais da Polícia de Segurança Pública, os quais durante a sua formação, Cadetes-alunos desenvolvem Projetos-Escola, os quais procuram consolidar a imagem da PSP e do ISCPSI junto da comunidade, o qual decorrem no estrito cumprimento de uma política de responsabilidade social que caracteriza a Instituição, tem ao longo dos últimos 11 anos, no âmbito desses projetos, realizado um passeio de bicicleta Btt, com fim solidário, denominado de “ISCPSI/Acreditar” o qual o valor das inscrições de quem participa, reverte integralmente para a “Acreditar”.

Assim, mais um ano a “ISCPSI” leva para a estrada o seu 12º passeio de bicicleta com cerca de 40 quilómetros, sem carater competitivo, sendo caracterizado por promover um ambiente descontraído, fornecendo a todos os participantes uma manhã diferente, estimulando a prática desportiva, evento que de ano para ano cada vez mais aderência possui, como proposta, o passeio vai no sentido de pedalar pela cidade de Lisboa, e pelo parque florestal de Monsanto, com passagem por alguns dos pontos mais emblemáticos da capital, tendo como o ponto alto do evento, a tradicional travessia do Aqueduto das Águas Livres, a qual vai proporcionar a cada participante uma perspetiva única da cidade.

A organização que está a cargo da “ISCPSI”, promete uma manhã de domingo diferente e muito animada, onde os participantes terão um reforço alimentar no meio do passeio, e o tradicional lanche no final do passeio, e para participar neste evento, apenas terá de fazer a sua inscrição em: https://app.weventual.com/detalheEvento.action?iDEvento=3940 e seguir o evento na pagina de Facebook em: https://www.facebook.com/bttiscpsi/?fref=ts

Para outras informações ficam os contactos, telefone: 967093246 ou 967729896 ou e-mail: btt.iscpsi@psp.pt  

Faça como nós, marque presença, as inscrições são limitadas a 400 participantes, a receita reverte toda para a “ACREDITAR”, sejá solidário, a causa merece…
 
 

“19.º Portugal de Lés-a-Lés”

Vila Pouca de Aguiar – Fundão – Elvas – Faro

De 14 a 17 de junho 2017

Inscrições em muito bom ritmo prometem esgotar limite de 1500 motociclistas antes de 30 de abril

Intenso “trabalho de campo” como na secretaria da Federação de Motociclismo de Portugal garantem perfeito desenrolar do 19.º Portugal de Lés-a-Lés, evento mototurístico que está a um passo de ver esgotado o limite de 1500 inscrições. Em Vila Pouca de Aguiar, por outro lado, prosseguem os reconhecimentos do Passeio de Abertura que, a 14 de junho, marcará o arranque da 19.ª edição da maior maratona europeia sobre duas rodas. Espécie de prólogo, elaborado com imprescindível apoio dos elementos do Moto Clube do Corgo, e que, ao longo de 94 quilómetros, passa por muitos e belos carvalhais e soutos, onde não faltam árvores centenárias.

Mas há mais, muitos mais pontos de interesse, monumentais como arqueológicos, ambientais como… gastronómicos. Do imponente Castanheiro de Vales, árvore com mais de 500 anos e cujo tronco tem circunferência de 14,4 metros, ao gigantesco pedregulho de granito que os participantes terão de arrastar às 19 horas do dia 14 de junho, na estrada N2 em pleno coração da vila. Momento inédito, único e memorável na história do Lés-a-Lés que ajudará a abrir o apetite para o jantar de receção a toda a comitiva, com degustação da gastronomia aguiarense no bonito Mercado Municipal, de portas abertas pela Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

Momentos de turismo e confraternização em dia que assistirá às renovadas Verificações Técnicas, em espaço mais amplo e funcional, permitindo maior celeridade nos procedimentos, confirmações e entregas de material para que todos possam partir o mais cedo possível para o espetacular Passeio de Abertura. Arranque para a mais extensa edição de sempre, com mais de 1100 quilómetros entre Vila Pouca de Aguiar a Faro, com paragem no Fundão e Elvas, percorrendo, de 14 a 17 de junho, algumas das mais pitorescas estradas nacionais, regionais e municipais. Evento mototurístico pensado para dar a conhecer alguns dos mais surpreendentes locais do País e que estreia figurino com Passeio de Abertura e três etapas, mais curtas em aventura de acrescida intensidade mototurística à descoberta de um Portugal realmente singular.

Mas, para desfrutar das fabulosas paisagens transmontanas, mas também durienses, beirãs, alentejanas ou algarvias, é necessário garantir a inscrição no 19.º Portugal de Lés-a-Lés, em processo que tem 30 de abril como limite. No entanto, e atendendo ao ritmo impressionante a que decorrem, estando muito perto dos 1200 participantes, o mais provável é que o limite de 1500 participantes seja atingido antes dessa data. Inscrições que deverão ser feitas on-line, através da página www.les-a-les.pt, e custam 150 euros, exclusivamente para detentores do Cartão de Motociclista da FMP.

Fonte: Gabinete de Imprensa 19.º Portugal de Lés-a-Lés/Parceria Notícias do Pedal

“Estafeta de elite para 2020”

Vanessa, Melanie, João Pereira e João Silva poderão competir como equipa nos Jogos de Tóquio

Por: Ana Paula Marques

Foto: DR

A Federação de Triatlo de Portugal (FTP) quer aproveitar as qualidades dos seus melhores atletas para alcançar resultados de excelência, não só no plano individual, mas também como equipa. Vem isto a propósito o facto de um quarteto de elite ter dominado o Campeonato Nacional de estafetas mistas realizado em Altura, Algarve.
Um quarteto composto por Vanessa Fernandes, Melanie Santos, João Pereira e João Silva. "Caso esta prova venha a fazer parte do programa olímpico, e está a ser ponderado isso, vamos naturalmente tentar o apuramento", disse-nos Lino Barruncho, treinador dos quatro atletas e elemento do corpo técnico da FTP.

"Todos os anos há a prova de estafetas mistas integrada numa etapa do Mundial. Nunca participámos porque não tínhamos uma equipa competitiva. Agora temos, vamos apostar nisso também e há, como já referi, grandes possibilidades de este formato fazer parte de Tóquio’2020", acrescentou Barruncho.

Liga dos Campeões
Para já, o quarteto em questão tem já garantida a participação no Campeonato da Europa de clubes, que vai ter lugar em julho, Banyoles, nos arredores de Barcelona, onde vai competir de águia do peito. O Benfica garantiu o lugar ao vencer precisamente o Nacional em Altura, numa prova que marcou, ainda que num formato diferente, o regresso de Vanessa Fernandes à modalidade, após seis anos de ausência.
"Foi um bom teste, ainda que estejamos a falar de distâncias diferentes", frisou Lino Barruncho, Em Altura, Vanessa competiu na prova de estafetas mistas com 300 metros de natação, 8 km de bicicleta e 2 de atletismo. A prova de distância olímpica, que vai ser usada na Taça da Europa da Quarteira e que vigora em quase todas as provas da Taça do Mundo e World Series, é composta por 1.500 metros de natação, 40 km de ciclismo e 10 de atletismo.

Fonte: Record on-line

“Agenda de Ciclismo”

Aldeias do Xisto recebe etapa internacional da Taça de DHI

Por: José Carlos Gomes

A terceira etapa da Taça de Portugal de Downhill (DHI) corre-se no próximo domingo, na Lousã, mais uma vez com forte presença internacional. Na estrada, a Taça de Portugal Feminina arranca com jornada dupla, sábado e domingo, no Algarve. As Escolas encontram-se em Almodôvar.

O DHI Internacional Aldeias do Xisto vai ser a terceira oportunidade, na presente temporada, de os corredores portugueses medirem força com adversários vindos de fora. Até ao momento, estão inscritos cerca de 170 corredores, oriundos de nove países: Alemanha, Andorra, Argentina, Bélgica, Espanha, França, Grã-Bretanha, Itália e Portugal.

A prova vai desenrolar-se na pista de 2,2 quilómetros, traçada entre o Terreiro das Bruxas e o edifício do Centro de BTT das Aldeias do Xisto. A manga de qualificação arranca às 11h00, estando a final reservada para as 14h00.

Se a Taça de Portugal de DHI vai já para a terceira etapa, a Taça de Portugal Feminina de estrada terá início no próximo fim de semana. No sábado disputa-se a etapa inaugural, em formato de prova de scratch, na pista Bexiga Peres, em Loulé. A competição arranca às 16h30. As juniores e as corredoras de elite vão completar 70 voltas, equivalentes a 28 quilómetros. As cadetes e as masters vão completar 20 quilómetros, 50 voltas à pista.

A segunda prova da Taça de Portuga Feminina corre-se no dia seguinte, em Albufeira, a partir das 10h00. As corredoras de elite vão percorrer 72 quilómetros, as juniores pedalam ao longo de 54, enquanto as cadetes e as masters se ficam pelos 36 mil metros.

Almodôvar recebe o no domingo o Prémio de Ciclismo João Agostinho, que inclui, às 10h00, o Encontro Inter-Regional de Escolas da Zona B na vertente de estrada.
 

Mais eventos Oficiais

26 de março, 8h00: 3.ª Prova da Taça da Madeira de XCO

26 de março, 9h00: IV Passeio BTT Vila Medieval de Santo Estêvão, Chaves

26 de março, 9h00: Arca Challenge, Barcelos

26 de março, 9h00: VII Maratona BTT Junta Freguesia de Castelo Branco

26 de março, 9h00: Maratona BTT de Sobral de Monte Agraço

26 de março, 9h30: 1.ª Prova Taça Regional do Porto de XCM, Paços de Ferreira

26 de março, 9h30: 4.º Encontro de Escolas de BTT de Cantanhede

26 de março, 9h30: 10.ª Maratona BTT de Mortágua

26 de março, 9h30: VIII Maratona BTT Águias de Alpiarça

26 de março, 9h30: Taça de DHI de Santa Maria, Pico Alto, Madeira

26 de março, 11h30: XCO Trilhos do Sarilho, Cantanhede

26 de março, 14h00: XCO Tesouros do Ave, Porto D'Ave, Póvoa de Lanhoso

26 de março, 14h00: Taça Regional do Porto de Estrada, Trofa

Fonte: FPC

“Vanessa Fernandes regressa ao nacional de estafetas com melhor registo feminino”

Em Altura, concelho de Castro Marim

Por: Lusa

Foto: Lusa

Vanessa Fernandes voltou a este domingo a competir em triatlo, após seis anos de interregno, conseguindo o melhor registo entre as mulheres no campeonato nacional de estafetas, ajudando ao triunfo do Benfica, em Altura, concelho de Castro Marim.
Vanessa Fernandes, vice-campeã olímpica em 2008, e Melanie Santos fizeram equipa com os olímpicos João Silva e João Pereira, concluindo a prova em 1:48.52 horas, menos 4.27 minutos do que o Olímpico de Oeiras, segundo classificado, e menos 4.29 do que o Sporting, terceiro.

Cada elemento cumpriu um percurso 'super-sprint' (300 metros a nadar, oito quilómetros de bicicleta e dois a correr), no qual Vanessa Fernandes, a terceira a entrar em prova pelos 'encarnados', gastou 29.05 minutos, menos 27 segundos do que Andreia Ferrum (Olímpico de Oeiras) e menos 47 do que Melanie Santos, no primeiro segmento pelo Benfica.
"Foi a forma perfeita para regressar à competição, em Portugal, com a camisola do Benfica e numa prova por equipas. Este é o meu mundo e, quando não vacilo, acabo por superar-me", afirmou Vanessa Fernandes, citada pela sua assessoria de comunicação.
A triatleta deverá voltar às provas internacionais, no próximo dia 1 de abril, na Taça da Europa de Quarteira.

Fonte: Record on-line

“Movistar vence contrarrelógio por equipas na Catalunha”

Alejandro Valverde é o novo líder depois da penalização imposta a Rojas

Por: Ana Paula Marques

Foto: EPA

A Movistar venceu esta terça-feira a segunda etapa da Volta à Catalunha, um contrarrelógio coletivo de 41,3 quilómetros. A equipa espanhola relegou para as restantes posições do pódio outras das equipas favoritas, respetivamente a BMC (a 2 segundos) e a Sky (a 46 segundos).
Por ter sido o primeiro a passar a meta, o espanhol Joaquin Rojas foi coroado o novo líder da corrida, mas pouco depois viria a ser penalizado em três minutos por ter ajudado dois colegas durante a etapa, Andrey Amador, por duas vezes, e o português Nelson Oliveira em uma ocasião. Estes dois também foram sancionados, com dois e um minutos, respetivamente.

Face a esta situação, Alejandro Valverde, também da Movistar, passou a ser o líder da Volta à Catalunha, com Oliveira a descer à 20.ª posição, estando a um minuto.
A Bora, de José Mendes, realizou o 12º registo, a 2.27 minutos, a Katusha de Tiago Machado e José Gonçalves foi a 14ª mais rápida, a 2.48 minutos, sendo que a Manzana de Ricardo Vilela não foi além do 18º tempo, com mais 4.24 minutos.

Fonte: Record on-line