terça-feira, 31 de julho de 2018

“80ª Volta a Portugal Santander”

De 1 a 12 de agosto as bicicletas voltam a reinar nas estradas portuguesas percorrendo as diversas geografias do país durante a 80ª Volta a Portugal Santander, a mais abrangente dos últimos anos.

Como nunca antes aconteceu, a prova vai começar em Setúbal. O Prólogo coincidindo com os festejos da emblemática Feira de Santiago, tradição com mais de quatro séculos de história, vai animar, ainda mais, o início da Volta. Será a Grande Partida da edição 80 da maior prova velocipédica portuguesa. No percurso há diversas estreias e assinala-se o tão aguardado regresso ao Algarve e com etapas totalmente alentejanas. No fim, Fafe onde a Volta é sempre brindada com banhos de multidão abre, pela primeira vez na história, a “Sala de Visitas do Minho” para atribuir os louros da vitória aos novos vencedores da Volta a Portugal em bicicleta.

Do modo como foi desenhada a prova, onde todos terão oportunidade de se mostrar consoante as características de cada etapa, com alguns dos dias mais duros na última semana e com as míticas etapas da Sra. da Graça ao sábado e a Estrela ao domingo, o vencedor apenas será revelado no fim dos quase 1600 quilómetros de competição que terminam numa intensa luta contra o cronómetro.

Com 21 equipas participantes e um pelotão rejuvenescido que ronda os 150 homens, a 80ª Volta a Portugal Santander apresenta este ano cinco equipas internacionais do escalão Continental Profissional, o segundo mais importante na hierarquia da União Ciclista Internacional. Os novos regulamentos da Federação Portuguesa de Ciclismo permitem também a inclusão na prova de novas formações portuguesas.

PALAVRA DO DIRETOR DE PROVA

“É uma Volta que para além do regresso ao Algarve e ao Alentejo será marcada pelo regresso da Covilhã e da Serra da Estrela, que se junta a Mondim de Basto e Fafe, como os dias mais decisivos.”

Por: Joaquim Gomes

Fonte: Podium

Sem comentários:

Enviar um comentário