domingo, 12 de agosto de 2018

“Volta a Portugal/Joni Brandão: «Vou dar tudo no crono»”


Dá os parabéns a Alarcón mas há ainda que lutar por outras classificações

Por Alexandre Reis

Teoricamente, a 80ª edição da Volta a Portugal ficou ontem resolvida após a 9ª etapa, acompanhada por muitos aficionados desde a partida em Felgueiras e que contou com campeões e vice-campeões olímpicos, como Rosa Mota e Vanessa Fernandes, o antigo sprinter Cândido Barbosa e o candidato à presidência do Sporting, João Benedito, entre outros. Mas, no final da etapa, em Mondim de Basto, só deu W52-FC Porto, pelo que os grandes rivais admitiram a supremacia do camisola amarela, Raúl Alarcón.

Joni Brandão (Sporting-Tavira) não foi além do 4º lugar na etapa (a 9 segundos do vencedor), estando, agora, numa luta acesa pelo 2º lugar com Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano-Ali) e pela geral coletiva: "Endurecemos ao máximo a etapa para atacar na parte final, mas o Raúl e a sua equipa estão muito fortes e dou os parabéns. Vou dar tudo no contrarrelógio, mas vai ser difícil recuperar o atraso de 1.01 m. Se tudo lhe correr bem, será o vencedor, mas no ciclismo só há certezas quando se corta a meta."

Já Vicente de Mateos, virtual vencedor da camisola verde (pontos), ainda tem possibilidades de chegar ao 2º lugar da geral: "Foi a etapa mais dura da Volta, na qual tentei aproveitar o trabalho da minha equipa, mas a W52-FC Porto teve sempre muitos ciclistas na frente. Chegar à amarela será muito difícil, mas no contrarrelógio ainda tenho possibilidades de subir ao 2º lugar."

Fonte: Record on-line

Sem comentários:

Enviar um comentário