quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

“Fóia dura para as ambições da EFAPEL”

Equipa contínua confiante no trabalho realizado

O segundo dia de competição na 43ª Volta ao Algarve foi bastante desafiante e exigente para as ambições da equipa de ciclismo EFAPEL. Com a primeira chegada em alto, que coincidia com uma montanha de primeira categoria, a etapa foi extremamente selectiva e o conjunto liderado por Américo Silva ressentiu-se. Sérgio Paulinho foi o melhor da equipa na meta colocada na Fóia, o ponto mais elevado do Algarve, a 900 metros de altitude.

As primeiras grandes dificuldades no relevo chegaram na segunda etapa da Algarvia e isso ditou maiores diferenças na classificação geral individual. Para a EFAPEL, o percurso entre Lagoa e o Alto da Fóia revelou-se exigente. Os ciclistas da equipa rodaram quase toda a distância integrados no pelotão. Mas quando surgiram os ataques, não foi possível seguir com os que mais depressa subiram até à meta.

Para a direcção técnica, o desempenho de hoje não surpreende porque o trabalho que está a ser realizado permite que este tipo de situações aconteça.

“Tanto eu, como o Sérgio como a equipa temos uma grande ambição. Mas uma coisa é a vontade de ganhar, outra é a resposta que o organismo dá ao que a cabeça manda. Temos consciência disso e sabemos que, por vezes, implica um trabalho e um processo que é moroso. O que aconteceu hoje esteve dentro das nossas perspectivas. Mas houve algo que conseguimos analisar que é muito importante. Temos uma excelente equipa, mais forte do que a do ano passado. Quando o Sérgio ficou, numa zona particularmente difícil da subida, não ficou sozinho. Houve três companheiros que estiveram com ele. Aliás, a equipa esteve irrepreensível. O trabalho realizado ao longo da etapa foi o pretendido”, afirmou o director desportivo da EFAPEL, Américo Silva.

Cumpridas duas etapas em linha, o terceiro dia da Volta ao Algarve é preenchido por um contra-relógio individual com partida e chegada na Fortaleza de Sagres. O primeiro ciclista da EFAPEL a sair para a estrada é António Pereira Barbio, às 13h22. O último é Sérgio Paulinho, às 15h25.

Classificação da segunda etapa

    Daniel Martin            Quick-Step Floors            4h46m35s

    Primoz Roglic            Lotto Jumbo NL            mt

    Michal Kwiatkowski        Sky                    a 20s


67º    Sérgio Paulinho        EFAPEL                mt

72º    Jesús del Pino        EFAPEL                mt

81º    Henrique Casimiro        EFAPEL                mt

94º    Álvaro Trueba        EFAPEL                mt

116º    Mateo Garcia            EFAPEL                mt

136º    Daniel Mestre            EFAPEL                mt

186º    Rafael Silva            EFAPEL                mt

187º    António Pereira Barbio    EFAPEL                mt

 

Classificação geral individual

    Daniel Martin            Quick-Step Floors            9h14m56s

    Primoz Roglic            Lotto Jumbo NL            a 4s

    Michal Kwiatkowski        Sky                    a 26s


66º    Sérgio Paulinho        EFAPEL                a 9m23s

71º    Jesús del Pino        EFAPEL                a 10m31s

83º    Henrique Casimiro        EFAPEL                a 12m28s

92º    Álvaro Trueba        EFAPEL                a 16m13s

115º    Mateo Garcia            EFAPEL                a 18m26s

141º    Daniel Mestre            EFAPEL                a 21m42s

186º    Rafael Silva            EFAPEL                a 32m22s

189º    António Pereira Barbio    EFAPEL                mt

Fonte: Efapel

Sem comentários:

Enviar um comentário