segunda-feira, 18 de junho de 2018

“II Triatlo David Vaz”

O 2º Triatlo David Vaz realizou-se dia 17 de junho, no Fundão

Realizou-se o II Triatlo David Vaz, com uma prova de triatlo, na distância sprint, com roda e uma prova jovem de duatlo de estrada.

Excecionalmente este ano, e por problemas de qualidade da água na barragem de Àgueda, local inicialmente previsto, esta prova assumiu o modelo tradicional do anterior Triatlo do Fundão, decorrendo entre a Barragem da Capinha e o Fundão, com meta instalada junto do Pavilhão Multiusos.

Assim, esta segunda edição teve um percurso de natação de 750 metros na barragem da Capinha, com partida dentro de água, o ciclismo teve um trajeto em linha com algum desnível, realizado em asfalto, entre a barragem da Capinha e o Fundão. Na corrida, também em asfalto, contou com duas voltas com algum desnível.

O Duatlo Jovem realizou-se no centro do Fundão, com partida e chegada perto da meta no Espaço Feira.

Resultados da Taça de Portugal

Inês Oliveira, do Sporting Clube Portugal, foi a primeira a cortar a meta

Esta etapa da Taça de Portugal foi ganha pelo Sporting Clube de Portugal com Inês Oliveira, Katarina Larsson e Mónica Vera Cruz com os tempos respetivos de 01:11:38, 01:15:00 e 01:24:30.

Inês Oliveira não estava à espera de ter conseguido alcançar este resultado: «Foi uma prova um pouco dura devido ao calor que se fez sentir, e também devido ao percurso de ciclismo e de corrida.» A triatleta do Sporting Clube de Portugal considera que fez ‘uma natação dentro do normal esperado e um ciclismo razoável, sendo que na corrida foi dar o máximo que as pernas conseguiram’. Inês ficou obviamente muito satisfeita com o desempenho nesta competição que lhe deu uma vitória individual e coletiva. «Quanto ao resultado de equipa também ficamos satisfeitas: íamos com o objetivo de ganhar e termos conseguido foi muito bom!»

Mais uma vitória de João Ferreira, a nível individual e coletivo

Na competição masculina foi a vez do Estoril Praia Triatlo subir ao pódio, com João Francisco Ferreira, com o tempo de 00:59:37, Diogo Silva com 01:00:26 e Bruno Pais que fez a prova em 01:02:08.

João Ferreira que desta vez conseguiu marcar presença nesta prova tão especial em ‘honra do Grande David Vaz’ explica a dificuldade deste ano em conciliar a situação profissional com os treinos, nomeadamente na natação. «Não me sinto forte na natação, mas consegui sair logo no grupo perseguidor aos primeiros triatletas. Sabia que estava forte no ciclismo por estar a apostar na longa distância e a minha intenção é cada vez mais mostrar em Portugal que o triatlo não é uma corrida lançada, como muitos ainda pensam.» O triatleta do Estoril Praia Triatlo explica satisfeito: «Mais uma vez esta época consegui entrar numa fuga no ciclismo e na corrida, que foi muito dura, geri a vantagem e aumentei-a! O objetivo de alcançar a vitória coletiva foi alcançado.» Para João Ferreira, as futuras metas passam pelo Campeonato Nacional de Clubes de Longa Distância, CN de distância standard e média, mas, principalmente, o triatleta está focado em provas internacionais do circuito Challenge e IRONMAN.

Posições absolutas no Triatlo David Vaz

Inês Oliveira (01:11:38), do Sporting Clube de Portugal e João Ferreira (00:59:37), do Estoril Praia Triatlo, foram os vencedores desta segunda edição.

Na segunda posição ficou Diogo Silva (01:00:26), do Estoril Praia Triatlo e Katarina Larrson (01:15:00), do Sporting Clube Portugal.

A fechar o pódio estiveram os triatletas Daniela Sampaio, do Alhandra Sporting Club e Gil Maia, do Lusavouga – BH Porto Triatlo, que fizeram 01:17:19 e 01:01:03 respetivamente.

O II Triatlo David Vaz é uma organização da Câmara Municipal do Fundão, Clube de Triatlo do Fundão e Associação David Vaz, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

Este Triatlo tem o nome de alguém muito especial que nasceu no Fundão e que dedicou a sua vida ao desporto e ao triatlo. De uma alegria contagiante, sempre bem-disposto e pronto a apoiar quem o rodeava, David Vaz cruzou amigos e uniu muitas pessoas que não se conheciam anteriormente, mesmo depois de ter partido em agosto de 2016. A vida dele continua através de todos aqueles que gostavam deste grande homem apaixonado pela vida e também pela David Vaz Associação, organizadora de vários eventos e defensora de causas.

Podes fazer parte desta Associação e participar nos treinos de corrida todas as segundas em Monsanto.

Fonte: FTP

Sem comentários:

Enviar um comentário