segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

“Troféu Internacional Município de Anadia”

Pelotão de luxo pedala no Velódromo Nacional

Por: José Carlos Gomes

O Troféu Internacional Município de Anadia, a disputar entre sexta-feira e domingo, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia, apresenta um dos melhores pelotões de pista que alguma vez pedalou em Portugal.

O público português terá o privilégio de ver, durante a prova de classe 1 do calendário internacional, alguns dos mais cotados especialistas mundiais em ciclismo de pista. Estão inscritos mais de 130 corredores, oriundos de 17 países: Arménia, Bélgica, Canadá, Espanha, Estados Unidos da América, França, Grã-Bretanha, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Noruega, Portugal, Roménia e Suíça

A quantidade de ciclistas e a variedade de origens é apreciável, mas é na qualidade que está o foco de interesse. Além da presença dos melhores portugueses, incluindo os gémeos Ivo e Rui Oliveira, únicos medalhados lusos em europeus de elite, a lista de inscritos conta com figuras que se destacam à escala global.

A seleção holandesa apresenta-se com uma forte equipa. A presença mais sonante é a da atual campeã olímpica de keirin, Elis Ligtlee. Os corredores holandeses de endurance convocados para o Troféu Internacional Município de Anadia formam um bloco coeso, do qual sobressaem Kirsten Wild, atual campeã europeia de eliminação e detentora de 17 medalhas em europeus e mundiais de pista, Wim Stroetinga, cinco vezes medalhado em europeus e mundiais, e Dion Beukeboom, medalhado três vezes em Campeonatos da Europa e candidato assumido a tentar bater o recorde da hora, pertença de Bradley Wiggins.

A Lituânia, que tem estado a estagiar na pista bairradina, vai apresentar-se ao máximo nível nas disciplinas de velocidade, tendo inscrito um dos máximos expoentes mundiais destas especialidades, Simona Krupeckaité, cujo palmarés ostenta um total de 22 medalhas, entre as quais duas de ouro em mundiais e quatro em europeus, mas também Vasilijus Lendel, vencedor, no último fim-de-semana, da prova de velocidade na Taça do Mundo de Pista.

O Canadá é outra das seleções que chega a Sangalhos com um conjunto potente, destacando-se Allison Beveridge, possuidora de doze medalhas em mundiais, competições pan-americanas, incluindo o bronze na perseguição por equipas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e Stephanie Roorda, que conta com dez pódios em mundiais e competições pan-americanas.

Da parte da Bélgica, os nomes a ter em conta são os de Robbe Ghys e Lindsay de Vylder, de regresso ao local onde, em julho, se sagraram campeões europeus sub-23 de madison,

Outros participantes a seguir com atenção são o húngaro Krisztian Lovassy, atual vice-campeão europeu de scratch, o espanhol Sebastián Mora, que já subiu ao pódio de europeus e de mundiais em cinco ocasiões, quatro para receber medalhas de ouro, a belga Nicky Degrendele, medalha de bronze em keirin no mundial de 2017, e a francesa Laurie Berthon, já medalhada em europeus e mundiais e participante nos Jogos do Rio de Janeiro.

O programa da competição contempla provas de oito disciplinas: contrarrelógio (1 km e 500m), corrida por pontos, keirin, madison, perseguição individual, omnium, scratch e velocidade.

No dia 15 de dezembro, as provas arrancam às 14h30 e terminam às 20h45. A jornada de sábado divide-se em dois setores, das 10h00 às 12h50 e das 16h00 às 19h35. No domingo compete-se, ininterruptamente, das 10h00 às 15h35. O público tem entrada gratuita.

O Troféu Internacional Município de Anadia é a segunda grande competição pista que se realiza, em 2017, no Velódromo Nacional, sucedendo ao Campeonato da Europa de Sub-23 e Juniores, que aconteceu em julho.

Fonte: FPC

Sem comentários:

Enviar um comentário