quinta-feira, 21 de junho de 2018

“Belmonte define os novos campeões de ciclismo de estrada com ausentes de peso”

Nelson Oliveira e Rui Costa não vão participar na competição.

Os novos campeões portugueses de ciclismo de estrada vão ser conhecidos no fim-de-semana, em Belmonte, em provas com percursos exigentes que poderão ficar marcadas pelas ausências de Nelson Oliveira e Rui Costa.

Na sexta-feira, ficam a conhecer-se os campeões de contrarrelógio, nas categorias de elites masculinos e femininos e de sub-23 masculinos.

Depois de no ano passado um problema burocrático o ter impedido de lutar por um quinto título no 'crono', Nelson Oliveira deverá voltar a não participar, não estando inscrito na prova, algo que, contudo, ainda poderá ser revertido.

Quarto classificado no último Mundial, o ciclista da Movistar abrirá a porta a ciclistas como Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), campeão em título, ou Rafael Reis (Caja Rural), num traçado de 33,7 quilómetros com um perfil irregular.

Ao contrário do ano passado, as provas femininas disputam-se no mesmo fim-de-semana, ficando também a conhecer-se na sexta-feira a sucessora de Soraia Silva no contrarrelógio feminino e de José Fernandes no exercício individual masculino de sub-23. O percurso para ambos será de 24,1 quilómetros.

No sábado, correm-se as provas em linha femininas (além das elites correm ao mesmo tempo juniores e masters) e de sub-23 masculinas, com percursos de 107 e 160,4 quilómetros, respetivamente.

Em 2017, o campeão de sub-23 foi Francisco Campos, com os três ciclistas da Hagens Berman Axeo - João Almeida, segundo na Volta a Itália do escalão e vencedor da Liège-Bastogne-Liège também de sub-23, e os irmãos Ivo e Rui Oliveira - a surgirem como os nomes mais sonantes.

A prova feminina de 2017 foi ganha por Celina Carpinteiro, numa prova totalmente dominada pela equipa 5Quinas-Albufeira.

A prova mais aguardada começa às 11:00 de domingo, com os elites masculinos a percorrerem 180,1 quilómetros, com cinco passagens pelo circuito de Belmonte, cujos últimos 1.500 metros são em constante subida.

Ruben Guerreiro (Trek-Segafredo) defende o título conquistado no ano passado, numa prova bastante aberta, com vários candidatos.

Provavelmente sem Rui Costa (UAE Emirates) em prova, os 'emigrantes' Tiago Machado (a regressar à competição após um problema de saúde), José Gonçalves, que vem de um 14.º lugar no Giro, Joaquim Silva (Caja Rural), Ricardo Vilela (Manzana Postobon) e José Mendes (Burgos BH), antigo campeão, prometem lutar pelo título.

O experiente Sérgio Paulinho (Efapel) venceu há poucos dias em Belmonte, durante o Grande Prémio Abimota, e pode voltar a tentar surpreender, tal como António Carvalho ou Rui Vinhas, da W52-FC Porto, ou Joni Brandão, do Sporting-Tavira.

Programa dos Nacionais de ciclismo:

- Sexta-feira, 22 jun:

11:00 - Contrarrelógio elites femininas (24,1 km), sub-23 masculinos (24,1) e elites masculinas (33,7).

- Sábado, 23 jun:

11:00 - Prova de fundo de elites femininas (107 km)

15:00 - Prova de fundo de sub-23 masculinos (160,4 km)

- Domingo, 24 jun:

11:00 - Prova de fundo de elites masculinas (181,8 km)

Fonte: Sapo-on-line

Sem comentários:

Enviar um comentário