segunda-feira, 2 de março de 2020

“Alta rotação em Espanha”


 
 


Texto: AfterTwo //works

Fotos: Organização Circuito do Guadiana

A equipa Sicasal - Torres Vedras foi a única representante portuguesa na 54ª edição do Circuito do Guadiana, primeira prova da Taça de Espanha de ciclismo que este domingo se disputou nas estradas do município de Don Benito, na província de Badajoz.

Um total de 175 ciclistas em representação de 25 equipas, alinharam à partida para uma jornada onde tiveram de enfrentar quatro voltas ao circuito, num total de 171,4 quilómetros. Com um trajeto maioritariamente rolante, a corrida desenvolveu-se sempre a um ritmo elevado e bastante interessante do ponto de vista competitivo, com três situações de fuga a dominarem as atenções e a causarem a incerteza da vitória até ao desfecho final.

Os atletas da equipa de Torres Vedras mantiveram-se integrados no pelotão que rolou compacto em perseguição de um quarteto durante mais de metade da prova, mas intensificação do ritmo e as sucessivas passagens pelo ingreme Alto de Magacela começou a fracionar o grande grupo e cada um passou a assumir posições distintas na corrida.

No último terço da prova, destaque para a prestação de Francisco Guerreiro que seguia bem posicionado na dianteira do pelotão, mas a cerca de 40 km para a meta final foi vítima duma queda coletiva que o deixou fora de corrida. Francisco Morais assumiu-se como o mais regular de toda a equipa e foi o primeiro a cruzar a meta em Don Benito na 54ª posição, integrando o pelotão que concluiu a 1 minuto e 21 segundos do vencedor, o uruguaio Maurício Moreira da equipa espanhola "Rías Baixas", que triunfou isolado.

Realce para os desempenhos de Diogo Narciso (82º) e Marco Marques (97º), que na sua época de estreia no escalão sub-23 e com apenas duas competições efetuadas, revelaram grande determinação perante um pelotão bastante numeroso e recheado pelos melhores atletas elite e sub-23 espanhóis da atualidade.

A equipa de Torres Vedras regressa à competição já no próximo dia 8 para disputar a 24ª Clássica da Primavera a realizar nas estradas do município da Póvoa de Varzim.

Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“Triatlo Santo André”

Triatlo Torres Novas vence em Santo André

Por: Paulo Vieira

O Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas venceu a 1ªetapa da Taça de Portugal de Triatlo, que se disputou no passado sábado, dia 29/fevereiro em Vila Nova de Santo André (Santiago do Cacém), com o destaque individual para o 4ºlugar à geral de José Pedro Vieira (2ºJúnior) com um tempo de 51m47s, logo seguido com mais 1 segundo, de Afonso Do Canto no 5ºlugar (3ºJúnior).

A fechar a equipa, estiveram ainda, Alexandre Ribeiro, que na sua estreia pelo Clube de Natação torrejano, alcançou o 11ºlugar (6ºJúnior), e Ricardo Batista, que trabalhou solidariamente, foi fundamental para o desfecho da prova e a conquista do 1ºlugar pela equipa, alcançando o 12ºlugar (2º no escalão 20-24 anos).

A prova disputada em formato sprint, iniciou-se com o segmento de 750m de natação na Lagoa de Santo André, com 2 atletas torrejanos a saírem na frente neste segmento, Ricardo Batista em 1ºlugar e José Pedro Vieira em 3º com cerca de 30 segundos de avanço para o 2ºgrupo. Mas, este avanço, não foi suficiente no segmento de 20kms de ciclismo, formando-se um grupo maior na liderança da prova, que chegou ao 2ºparque de transição instalado no centro em Vila Nova de Santo André, aonde se realizou o segmento de corrida com 5.000m.

Para além dos 4 atletas que alcançaram o 1ºlugar para o Clube Natação de Torres Novas, mais torrejanos competiram nesta 1ª etapa da Taça de Portugal de Triatlo. Abel Afonso foi 22ºclassificado (14ºJúnior), e os Cadetes José Tadeia e Gustavo Do Canto, na sua estreia neste tipo de distância, alcançaram o 31º e 38ºlugares, respetivamente (4º e 6ºCadete). No grupo de idades 30-34 anos, David Paiva foi 8ºclassificado e na geral 74º.

No próximo fim-de-semana, dia 8/março, o Clube de Natação de Torres Novas irá começar a defender o seu título de Campeão Nacional de Triatlo, na 1ª etapa do Campeonato Nacional de Clubes que se disputa em Portimão.

Entretanto, 4 atletas do Clube de Natação torrejano, Ricardo Batista, Guilherme Pires, Madalena Almeida e Joana Miranda, estão selecionados para a Taça da Europa de Triatlo em Elites que se realiza na cidade espanhola de Huelva, no próximo dia 15/março.

Fonte: Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas

“Coronavírus: Ciclistas retidos nos Emirados Árabes Unidos estão "frustrados"”

Corredores e staff da Cofidis, Gazprom-RusVélo e Groupama-FDJ continuam isolados

Por: LUsa

Foto: Lusa/EPA

Vários ciclistas retidos nos Emirados Árabes Unidos após o cancelamento da Volta àquele país admitiram esta segunda-feira sentir frustração por cinco dias sem treinos e sem autorização para deixar o hotel.

A prova, cancelada antes do final depois de existirem suspeitas de pessoas infetadas com o coronavírus no hotel onde ficaram as equipas, terminou há cinco dias e três equipas - Cofidis, Gazprom-RusVélo e Groupama-FDJ - ficaram retidas no quarto piso do hotel.

"A equipa [Cofidis] está frustrada, porque não temos notícias. Já voltámos a ser testados, mas não nos disseram mais nada. Assim que recebermos os resultados, devemos poder sair do país, mas não nos disseram nada", explicou o australiano Nathan Haas à publicação especializada Cyclingnews.

Haas explica que não foram registados casos positivos no hotel desde a última quinta-feira, mas as equipas continuam retidas no quarto andar, enquanto grande parte das outras formações conseguiram deixar o país.

Segundo o ciclista, todos estão "em forma e saudáveis", além de acompanhados pelos médicos das equipas, ainda que a calma que se tem sentido comece a dar lugar a "pessoas a perder a cabeça", por falta de paciência.

A perda de pelo menos uma semana de treino coloca em causa "objetivos na temporada de clássicas". "Sei que há coisas maiores no mundo, mas é disto que nós vivemos", atirou.

O diretor da equipa francesa, Roberto Damiani, admitiu estar preparado para fazer greve de fome até a equipa ser libertada, enquanto Arnaud Démare, corredor da Groupama-FDJ, usou as redes sociais para partilhar a frustração com a situação.

"Estamos aqui à espera nos quartos, vimos muito ciclismo na televisão no fim de semana. (...) Fiz algum trabalho de pesos, para compensar a falta da bicicleta, e tenho visto Netflix em bloco. Todos sabem o mesmo que nós", confessou.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro de 2019, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3.000 mortos e infetou mais de 87 mil pessoas, de acordo com dados reportados por 60 países.

Das pessoas infetadas, mais de 41 mil recuperaram.

Além de 2.873 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

A DGS manteve no sábado o risco da epidemia para a saúde pública em "moderado a elevado".

Por: Record on-line

“Uma longa amizade…”

Texto: José Morais

Fotos: Célia Vieira e Armando Saldanha dawww.anoticia.pt  

Realizou-se este domingo 1 de março a 18ª Bênção Nacional dos Ciclistas em Fátima, desde a primeira edição conheci um grande amigo de nome Carlos Vieira, ele que lhe chamam o ciclista bombeiro, tem feito com a bicicleta sem dúvida muitos inéditos.

Estando presente sempre desde a primeira edição, o Notícias do Pedal apostou neste evento, e tem sido parceiro nos últimos anos, sendo o órgão de comunicação social oficial.

Este ano como sabem a chuva não ajudou, mas marcamos presença e tentamos dar o nosso melhor, mostrando os melhores momentos, como ainda fazer diretos do evento, e no final não poderia deixar de entrevistar um grande amante da bicicleta e do ciclismo, um grande amigo que conheci há 18 anos.

No final Carlos Vieira estava um pouco desanimado e triste, ele que é o mentor da Bênção, nada estava satisfeito com as más condições climatéricas, mas conformado no final, e deixou a sua mensagem à nossa Revista em direto como podem ver pela foto, porem, nada melhor que fazer uma foto com este grande amigo, e no final da emissão em direto, as mesmas foram feitas pelo nosso parceiro de a www.anoticia.pt Armando Saldanha, e pela amiga Célia Vieira, um obrigado por estes três momentos.

Esperando em 2021 na 19ª Bênção Nacional dos Ciclistas, as condições climatéricas sejam mais favoráveis a este evento que muito merece, e muitos adeptos possui, possam continuar a marcar presença, expressando assim a sua Fé.

Forte abraço Carlos Vieira.