domingo, 17 de dezembro de 2017

“Troféu Internacional Município de Anadia/Bélgica mais forte nas provas olímpicas”


Por: José Carlos Gomes

A seleção nacional da Bélgica foi a equipa em destaque no último dia do Troféu Internacional Município de Anadia, ganhando duas das três provas de disciplinas olímpicas de elite hoje disputadas no Velódromo Nacional, em Sangalhos.

A equipa masculina de madison da Bélgica, formada pelos campeões europeus de sub-23, Lindsay de Vylder e Robbe Ghys, não deu hipótese à concorrência holandesa, impondo-se com 29 pontos. A Holanda conquistou a segunda e a terceira posições. No segundo posto ficaram Jan-Willem van Schip e Dion Beukeboom, com 23 pontos, e no terceiro, Yoeri Havik e Wim Stroetinga, com 15.

Portugal teve quatro corredores em pista na corrida de Madison. Os gémeos Ivo e Rui Oliveira vestiram as cores da Axeon Hagens Bermna e acabaram na sexta posição, com 9 pontos. César Martingil e João Matias fizeram dupla pela primeira vez, conseguiram uma prova sem erros técnicos e pontuaram em dois sprints. Terminaram no oitavo posto, com 5 pontos.

As outras corridas olímpicas deste domingo foram as provas de keirin, masculina e feminina. Entre as mulheres destacou-se a belga Nicky Degrendele, cuja juventude não foi óbice para relegar a experiente e atual vice-campeã europeia, Simona Krupeckaite (Lituânia) para o segundo lugar, e a atual campeã olímpica, Elis Ligtlee (Holanda) para a terceira posição.

O lituano Vasilijus Lendel foi o mais veloz na final masculina de keirin, tendo como mais fortes oponentes o holandês Sam Ligtlee, segundo, e o compatriota Svajunas Jonauskas, terceiro.

A última jornada de competição assistiu a três competições de sub-23 em disciplinas de resistência, todas com participação de portugueses. As francesas dominaram o setor feminino de scratch. Marie Le Net ganhou, diante da compatriota Valentine Fortin. A terceira foi a italiana Martina Alzini. A júnior portuguesa Maria Martins continuou a dar boas indicações, concluindo a corrida na quinta posição, enquanto Soraia Silva, sub-23 de primeiro ano, foi a 11.ª classificada.

Ainda entre as femininas, a espanhola Ana Iriarte triunfou na corrida por pontos, com 29, mais seis do que a italiana Martina Alzini e do que a britânica Josie Knight, segunda e terceira, respetivamente.

Os sub-23 belgas foram os mais fortes na corrida por pontos, com Lindsay de Vylder no primeiro lugar e Robbe Ghys em terceiro. Entre ambos, no segundo posto, colocou-se o gaulês Joffrey Degueurce.

Os juniores portugueses conseguiram subir ao pódio no último dia de competição. A corrida júnior de scratch foi ganha pelo espanhol Imanol Isasa, seguido pelo luso Wilson Esperança (Sicasal/Bombarralense) e pelo francês Victor Charlot.

O francês Donovan Grondin foi claramente o mais forte na perseguição individual, mas os portugueses também estiveram em bom plano. Miguel Salgueiro (ACD Milharado/EC Manuel Martins) foi o segundo e Rodrigo Caixas (LA Alumínios/SGR Ambiente/CCA Paio Pires) foi o terceiro.

Fonte: FPC

“Taça de Portugal de Ciclocrosse”

Vítor Santos e Daniela Pereira consolidam comando da Taça

Por: José Carlos Gomes

Vítor Santos (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) e Daniela Pereira (Saertex Portugal/Edaetech) ganharam hoje, em Paços de Ferreira, a terceira etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse, assumindo-se com os claros comandantes da classificação geral na categoria de elite.

Os corredores da Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) dominaram a corrida masculina, conseguindo as duas primeiras posições, através de Vítor Santos e de Roberto Ferreira, que gastou mais 15 segundos do que o colega. A correr em casa, Márcio Barbosa (ACDC Trofa) fechou o pódio de elite, a 40 segundos do vencedor. Vítor Santos ganhou as três etapas já disputadas, encimando a classificação geral.

A prova feminina teve na frente a dupla que chegou a Paços de Ferreira empatada no topo da classificação geral, Daniela Pereira e Ana Vigário (Sporting/Tavira/Formação Eng. Brito da Mana). A ciclista da Saertex Portugal/Edaetech foi a mais forte, deixando a rival a 2m15s. No terceiro posto colocou-se Ana Ramalho (BTT Matosinhos), a 7m08s. Daniela Pereira ficou isolada no topo da geral.

Débora Figueiredo (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) voltou a ser a única sub-23 em pista, não tendo adversárias nesta categoria para a colocarem à prova. O melhor júnior foi Rodolfo Serafin (BTT Loulé/BPI/Elevis), mas a geral é comandada por Hélder Gonçalves (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact).

Diogo Neves (BTT Loulé/BPI/Elevis) e Ana Santos (ASC/Focus Team/Vila do Conde) impuseram-se em cadetes e são os primeiros da geral nesta categoria.

Os melhores veteranos foram o master 30 Rúben Nunes (ASC/Focus Team/Vila do Conde), o master 40 António Sousa, o master 50 António Moreira e a feminina Raquel Marques (ASC/Focus Team/Vila do Conde). Rúben Nunes e António Moreira são também os primeiros na geral da Taça, enquanto os mais regulares em master 40 e master feminina são, respetivamente, Nuno Inácio e Marina Leitão (Vasconha BTT Vouzela).

Tomás Carvalho (Maiatos/Reabnorte) impôs-se na categoria de juvenis.

A Taça de Portugal faz uma pausa para as festas de Natal e de ano novo, regressando no dia 7 de janeiro, em Marrazes, Leiria.

Fonte: FPC